Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Startup usa metodologias do Vale do Silício para assumir vendas B2B de clientes

Publicado

em

RP Trader assume desde a prospecção até o fechamento do negócio de seus parceiros

Um novo modelo de venda, onde o profissional faz-tudo dá lugar a uma equipe ultra especializada. Essa é a proposta da RP Trader (rptrader.com.br), startup brasileira que terceiriza todas as etapas de vendas de um negócio B2B. Com base em metodologias desenvolvidas no Vale do Silício, a empresa já conseguiu aumentar a receita de clientes em até 50% em menos de um ano de atividade.

A startup assume as funções de qualquer estágio do funil de vendas dos parceiros, o que inclui a prospecção de leads qualificados, o fechamento e a fidelização. “Atuamos como um time de futebol, com um jogador treinado para cada uma das posições”, conta Rafael Mendes, sócio da RP Trader.

Ele explica que por não existir uma educação formal voltada ao profissional de vendas, a gestão da área tende a ser delicada e acaba demandando muito esforço na companhia. Dentro do setor, a dificuldade fica mais clara na prospecção, ou seja, na busca por novos parceiros comerciais e clientes. Por se tratar de uma atividade desgastante, acaba relegada ao segundo plano, mesmo sendo essencial para o aumento de receita.
Esse cenário é ainda mais grave entre PMEs, startups e profissionais liberais. Por serem negócios que costumam operar com orçamentos mais apertados e com equipes menores, faltam braços que poderiam se dedicar às vendas. Por vezes, estas ficam de lados e não recebem a atenção necessária.
Ao delegar as funções do setor para um aliado estratégico, por outro lado, a empresa fica livre para se dedicar ao core business. Foi o que aconteceu na agência de marketing Ninho Digital, que aumentou o faturamento em 55%, sete meses depois de se aliar à startup. “A RP assumiu todo nosso processo comercial, desde a tração do lead até o fechamento, incluindo nossas apresentações institucional e comercial e a transferência para o atendimento quando o negócio estava concretizado”, explica Victor Rangel, CEO da empresa.
Com expectativa de crescimento do PIB entre 2,5% e 3% no próximo ano e melhora do humor no setor econômico, Rafael avalia ser o momento certo para que as empresas invistam na expansão do negócio. A meta da Ninho Digital, por exemplo, é aumentar mais 50% do faturamento da agência até meados de 2019.
Solução do Vale do Silício
Nascido em uma família que há gerações trabalha com vendas, Rafael era executivo de uma empresa em Curitiba quando conheceu uma série de metodologias de vendas do Vale do Silício. Ao aplicar as propostas no trabalho, logo notou um resultado palpável. Foi a deixa para que se dedicasse a estudar outras técnicas desenvolvidas na meca da tecnologia dos Estados Unidos.
“Há um desafio nas empresas em administrar as vendas e planejar um crescimento previsível. Nós preenchemos essa demanda, com métodos que minimizam os riscos e maximizam os lucros, com uma fluidez constante”, afirma Rafael, que fundou a RP Trader no começo de 2018 junto ao sócio, Patrick Suyti.

Sobre a RP Trader
Empresa de prospecção e vendas B2B. A partir de metodologias desenvolvidas por profissionais que atuam no Vale do Silício, a RP Trader assume etapas variadas no funil de venda dos clientes, para que tenham melhor desempenho e receita. rptrader.com.br.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Heinz lança campanha inspirada em “Deadpool & Wolverine”, da Marvel Studios

Publicado

em

Na preparação para o lançamento de “Deadpool e Wolverine” da Marvel Studios, nos cinemas em 25 de julho, os fãs notaram algo especial nos trajes vermelhos e amarelos, marca registrada dos super-heróis – eles se parecem muito com outra dupla icônica: Ketchup e Mostarda Heinz que anunciou o lançamento de produtos colecionáveis de edição limitada nos EUA, que permitem aos fãs ter embalagens de ketchup e mostarda personalizados e parecidos com Deadpool e Wolverine.

“Depois de ver a conversa nas redes sociais destacando as semelhanças entre nossas duas duplas icônicas – Deadpool & Wolverine e Ketchup & Mostarda Heinz – sabíamos que tínhamos que nos unir ao filme”, disse Lizzy Goodman, gerente de comunicações de marca Heinz na The Kraft Heinz Company. “Depois que fizemos essa conexão – não podíamos “desver” –  pois essas semelhanças vão além da cor. Todo mundo tem um favorito, mas, na verdade, eles ficam melhores juntos, as duas duplas desempenham papéis principais em um verão épico.”

A campanha faz parte de uma collab entre Heinz e Deadpool & Wolverine da Marvel Studios. Inspirada na verdade que os fãs não podem deixar de ver – a semelhança entre as duas duplas icônicas – a campanha é lançada com um curta-metragem com narração personalizada do próprio Deadpool, Ryan Reynolds. O filme começa como um novo spot para “Deadpool e Wolverine”, mas rapidamente se transforma em um anúncio para os icônicos Ketchup e Mostarda Heinz. Em seu estilo clássico de quebrar a quarta parede, Reynolds (como Deadpool) chega à chocante constatação de que ele e Wolverine se parecem exatamente com garrafas de Ketchup e Mostarda da marca.

Continue lendo

Empresa

Uso da blockchain no varejo está estimulando a competitividade do segmento marketeiro

Publicado

em

A competitividade do mercado de varejo está cada vez mais acirrada, com isso, equipes de marketing, inovação e comercialização têm enfrentado, diariamente, grandes desafios para cativar o consumidor, o qual passou a ser mais exigente em suas escolhas. Desta forma, a personalização do atendimento se tornou uma prioridade para o varejo, principalmente para e-commerces, que passaram a investir em tecnologias diferenciadas para se adaptar aos mais diversos consumidores, como o uso da Blockchain.

A tecnologia Blockchain já não é mais novidade, mas seu uso ficou muito conhecido no segmento financeiro, de logística e segurança. Para o varejo, a ferramenta já é bastante implementada na segurança de dados e informações, transações, tal como rastreabilidade e otimização de logísticas e produção, entre outros. Entretanto, o uso tem tomado novos rumos, ainda pouco explorados no mercado e, desta vez, voltado para equipes de marketing, CX e inovação, que passaram a trazer benefícios do cruzamento de dados da Blockchain para o atendimento direto ao cliente, como personalização e co-criação.

“Com o uso da Blockchain, ficou mais fácil para o consumidor participar do processo criativo da marca e se conectar com aquelas que ele mais se identifica. Através dela, as lojas passam a registrar de forma transparente todas as contribuições, criando um histórico confiável, e podendo distribuir recompensas para contribuições, gerando engajamento, conexão, feedbacks mais assertivos e permitindo ajustes mais rápidos e interativos”, explica André Carneiro, CEO da BBChain.

Continue lendo