Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Guaraná Antarctica anuncia as primeiras convocadas para apoiar o futebol feminino no Brasil: Almap BBDO, Boticário, DMCard, GOL e LAY’S®

Publicado

em

Marcas aderem ao movimento para dar mais visibilidade para a modalidade no país

Menos de um mês antes do início da principal competição de futebol feminino do mundo, começaram a vazar os nomes das convocadas. A agência de publicidade Almap BBDO, Boticário, DMCard, GOL e LAY’S® aderiram ao chamado de Guaraná Antarctica e são as primeiras marcas a entrarem no movimento de apoio à modalidade no Brasil. Se o futebol é o esporte mais amado pelo brasileiro, não existe momento melhor para mostrar que a equipe feminina também é um orgulho da nação, ou melhor, “É Coisa Nossa”.

Patrocinador das seleções brasileiras masculina e feminina de futebol há 18 anos, Guaraná Antarctica fez um mea-culpa e abriu os olhos para a pouca utilização das esportistas nas campanhas, inclusive nas suas. Então, chamou a atacante Cristiane, a meia Andressinha e a lateral-direita Fabi Simões para um ensaio fotográfico simulando a participação em propagandas de diversos segmentos. Foi então que outras marcas entraram em campo, se interessando por algumas dessas imagens. O valor arrecadado com a venda será dividido entre as jogadoras e o Joga Miga, um projeto sem fins lucrativos, que conecta mulheres que querem jogar futebol em todo o Brasil.

De acordo com Keka Morelle, diretora executiva de criação da campanha ao lado de Marcelo Nogueira, ambos da AlmapBBDO, no ano passado houve dezenas de comerciais com jogadores da seleção por causa do mundial de futebol. “Neste ano tem mundial feminino e raras são as marcas que estão usando as jogadoras nos seus comerciais. E é aquele círculo vicioso: o futebol feminino não é mais popular por que não recebe mais investimento ou ele não recebe mais investimento por que não é mais popular? De qualquer maneira, ele precisa de mais propaganda e é muito gratificante não só participar da criação desta campanha para Guaraná Antarctica, mas ver também o interesse de tantas outras grandes marcas em se juntar a esse movimento”, afirmou a executiva.

“Estamos muito felizes em apoiar essa iniciativa tão relevante para valorizar o futebol feminino. O Boticário apoia projetos que reforçam seus valores e a representatividade feminina é um deles. Recentemente, o Grupo Boticário anunciou a iniciativa ‘Com você Jogo Melhor’, que libera os colaboradores para assistirem aos jogos da Seleção feminina durante a Copa do Mundo, então, faz muito sentido nos unirmos a este movimento”, explica Cristiane Irigon, diretora de Comunicação do Boticário.

“Ao tomar conhecimento da campanha, ficamos muito felizes ao ver que as mulheres estão começando a receber reconhecimento pelo seu talento no esporte. Para nós, o desafio já fora aceito, até mesmo antes dele existir, mostrando que a DMCard está no caminho certo em um de seus valores mais significativos, a inclusão”, diz Carlos Tamaki, diretor financeiro da DMCard. “Temos acompanhado notícias tristes de atletas pelo Brasil perdendo oportunidades por falta de verba e apoio de patrocinadores. Por isso, estar em uma companhia que segue o caminho oposto enche de orgulho a mim e a todos nossos colaboradores”, conclui o executivo.

“A GOL apoia o crescimento e o desenvolvimento do esporte brasileiro e é com muito orgulho que somos a companhia aérea oficial das seleções feminina e masculina de futebol. Juntos vamos levar a torcida para vibrar muito nos jogos”, afirmou German Carmona, gerente de marketing da GOL.

“LAY’S® ativa globalmente o território de futebol, e desde que a marca chegou ao Brasil, onde o esporte é paixão nacional, nos mantivemos conectados com essa plataforma e de fato vimos que a representatividade feminina nesse ambiente ainda é inexpressiva, o que nos levou a promover ações inéditas como “A narradora”: reallity show que levou a 1ª mulher brasileira a narrar um jogo da semifinal da UEFA Champion League. Por isso, quando surgiu o convite de Guaraná topamos de cara, pois está alinhado com o que acreditamos.” comenta Anna Carolina Teixeira, diretora de marketing de LAY’S® no Brasil.

Apesar deste jogo ainda estar no começo, o Joga Miga já tem muito o que comemorar. “É sempre bom ver iniciativas como essa. E tudo fica ainda melhor com a adesão e o engajamento de novas marcas. Com o valor arrecadado, podemos dar mais visibilidade para o nosso projeto e para o futebol feminino. Pretendemos criar duas turmas gratuitas para as meninas praticarem em São Paulo, além de mantermos aquelas já existentes. Também temos a chance de desenvolver um espaço para categorias de base, inserindo as meninas cada vez mais novas na modalidade”, disse Nayara Perone, responsável pelo Joga Miga.

Nessa empreitada para dar mais visibilidade ao futebol feminino, Guaraná Antarctica pretende revelar os nomes de novas convocadas em breve. As marcas que ainda quiserem entrar no movimento podem enviar mensagem para Guaraná pelas redes sociais do refrigerante.

“Ficamos muito felizes com a adesão das primeiras empresas. Quanto mais marcas entrarem nessa causa, melhor. Queremos não apenas ajudar as jogadoras da Seleção Brasileira, mas também o futebol feminino no país. A modalidade sempre nos deu orgulho, sendo praticada pelos homens ou pelas mulheres. Esse esporte É Coisa Nossa”, declarou Daniel Silber, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

As primeiras convocadas já estão aí. Resta saber quem serão as próximas. Ou você ainda acha que as mulheres não sabem jogar futebol ou até mesmo participar de uma propaganda?

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Luccas Neto lança primeiro jogo oficial dos Aventureiros para celular

Publicado

em

Os fãs de Luccas Neto, o maior criador de conteúdo infantil da atualidade, agora vão poder se divertir com seus personagens no primeiro jogo oficial do ator para celular: o Aventureiros Run – a Máquina do Dr. MauMau, desenvolvido pelo Black River Studio, do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia. O lançamento foi no dia 11 de maio.

No jogo, o personagem Luccas descobre que o Dr. MauMau criou monstros que serão espalhados por toda a Netoland. Ele convida Gi para que, juntos, transformem-se nos heróis Aventureiro Azul, com o poder da Coragem; e na Aventureira Vermelha com o superpoder do Amor para salvar a terra dos inimigos. As batalhas com os monstros são desenvolvidas em três mundos, cada um deles com 12 fases: o Reino da Alegria; a Cidade dos Brinquedos e a Floresta do Perigo. Os jogadores têm de controlar o personagem com movimentos de pular, agachar, desviar e atacar, além de outras ações especiais disponíveis. O objetivo é completar as missões em cada fase e receber moedas. Há também fases de Desafios, com maior nível de dificuldade.

O jogo, desenvolvido no estilo das famosas corridas infinitas, é voltado para crianças da faixa etária de 4 a 8 anos e está disponível nas lojas de aplicativos Android e iOS no valor de R$ 14,90. Segundo Luccas, “o jogo está muito divertido e é super atrativo para crianças e para adultos também. Além disso, ele ajuda no desenvolvimento da percepção e dos movimentos dos jogadores. Amo jogos nesse formato endless runner e poder aliar isso ao universo dos Aventureiros é mais um sonho se concretizando”.

“Estamos muito contentes com esta parceria com o Luccas Neto pela oportunidade de desenvolver um entretenimento para crianças em um momento em que vivemos a realidade de uma pandemia”, explica o Business Developer do Sidia, Ronaldo Mussa. Ele ressalta que o estilo endless runner, desenvolve habilidades visomotoras das crianças, a capacidade de concentração além de permitir o contato com conceitos da matemática como a conquista de moedas e derrota de monstros.

Sobre o Luccas Neto

Natural do Rio de Janeiro, o empreendedor, ator, produtor e roteirista Luccas Neto é o maior fenômeno do universo infantil na atualidade no país e é top of mind quando se trata de produção de conteúdo intrinsicamente ligado a entretenimento e mensagens socioeducativas para crianças.

Em 2018, criou a Luccas Neto Studios, que atua em diferentes vertentes, como: tecnologia (com a criação de aplicativos e jogos); filmes (longa metragens para serviços on demand como Claro Now, Netflix, cinema, TV e outras grandes plataformas); YouTube (com a criação de conteúdo para canais, como o Em Libras); editorial (livros em parceria com a editora Ediouro), música, licenciamento de produtos e shows, gerando mais de 150 empregos de forma direta e indireta.

Todo o conteúdo produzido é 100% autoral, com a curadoria de uma equipe multidisciplinar, formada por pedagogos e educadores, a fim de passar mensagens positivas, ensinamentos, responsabilidade e sonhos para as crianças.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Youtube Shorts pagará até US$ 100 mi para criadores

Publicado

em

Para competir com o Tik Tok, o Youtube anunciou que vai pagar até US$ 100 milhões para aqueles que produzirem conteúdo na plataforma Shorts, criada para a divulgação de vídeos curtos, como no rival chinês. . O objetivo é incentivar os criadores a escolher e postar continuamente em seu novo serviço.

O pagamento deve ocorrer mensalmente e os beneficiados serão os criadores com mais visualizações e engajamento do período. O Youtube não deu detalhes sobre a quantia exata que cada pessoa pode receber, mas qualquer um que se arriscar na produção de vídeos para o Shorts e alcançar bons números, pode ser escolhido para receber o valor.

A única exigência é que os vídeos sigam as diretrizes da plataforma e não sejam plágios de outros conteúdos. Ainda não há uma data definida para quando os pagamentos devem começar, mas o Youtube declarou que o fundo para criadores deve iniciar em breve e se estenderá até o ano que vem.

A estratégia do Youtube para capturar os criadores de conteúdo do app vizinho não é inédita. Em julho do ano passado, o TikTok já havia lançado um fundo para criadores de cerca de $200 milhões. O Snapchat também reagiu do mesmo modo, quando o Tik Tok e Spotlight foram lançados, pagando $ 1 milhão por dia aos produtores de conteúdo.

Youtube Shorts

O Youtube Shorts ainda está disponível apenas na Índia e nos Estados Unidos, onde foi lançado em março. Ele funciona de forma parecida com o Tik Tok ou Reels do Instagram, permitindo que vídeos curtos sejam publicados e assistidos dentro do aplicativo do Youtube. Assim como nas duas plataformas já conhecidas, o feed do Shorts é quase infinito, levando os usuários a passarem horas assistindo aos conteúdos.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo