Conecte-se com a LIVE MARKETING

Agências

FanHero chega ao Brasil e promete revolucionar a relação das celebridades e influenciadores com seus fãs

Publicado

em

Vasco da Gama, Ludmilla, Preta Gil e Leandrinho Barbosa, da NBA, foram os primeiros a lançar app 100% exclusivo. Alcance deve chegar a 470 milhões de fãs até o final de 2017

Em tempos onde tudo é postado nas redes sociais, e no meio de tantos assuntos compartilhados ao mesmo tempo, os influenciadores, marcas e celebridades acabam disputando um mesmo espaço de atenção do seu seguidor. Parando para pensar, quantos são os fãs que têm acesso e realmente interagem ao conteúdo compartilhado da página ou perfil do seu interesse? O atual modelo de negócios das redes sociais mais acessadas tem limitado o alcance orgânico de conteúdo, em alguns casos chegando abaixo de 1% da base impactada. Ou seja, nesse caso, se um influenciador tem 1 milhão de fãs, a postagem dele atingirá, em média, apenas 10 mil usuários de forma orgânica. Injusto para o influenciador e, claro, para esses fãs, que o seguem com o intuito de receberem sempre notícias dos seus ídolos.

Entendendo o atual mercado global de influenciadores e buscando melhorar este cenário, os irmãos brasileiros Humberto e Léo Farias, junto com o americano Christopher Cooper e o sul-africano Peer Snoep – todos especialistas em tecnologia mobile -, fundaram a FanHero: uma poderosa plataforma de monetização que está firmando parcerias com celebridades em todo o mundo para otimizar o relacionamento entre o fã e seu ídolo. “A FanHero é uma plataforma de última geração de aplicativos de engajamento e inteligência de fãs. Utilizamos tecnologia de ponta para proporcionar aos fãs uma experiência única com seus ídolos. O nosso objetivo é capacitar cada influenciador para obter o controle total de sua marca e alcançar fluxos de receita inexplorados em outras plataformas”, explica Humberto, Co-fundador e COO da FanHero. Com mais de 15 anos no mercado de tecnologia e inovação, o brasileiro estudou na Flórida, onde vive atualmente e fundou a empresa.

Atualmente, a FanHero tem 25 aplicativos lançados ao redor do mundo, incluindo o clube americano de futebol Orlando City Soccer, a estrela do cricket AB de Villiers, e organizações como a Warner Music Group. A expectativa é que a empresa tenha um total de 40 aplicativos até o final de 2017. Aqui no Brasil, a marca já lançou os aplicativos exclusivos das cantoras pop Ludmilla e Preta Gil, da atriz Jeniffer Nascimento, do surfista Filipe Toledo, da dupla sertaneja Bruninho e Davi, da estrela da NBA, Leandro Barbosa, e do time carioca de futebol Vasco da Gama. Além disso, já está previsto como próximo lançamento o aplicativo do Corinthians e do youtuber Felipe Neto. Hoje, o alcance social das celebridades com seus aplicativos da plataforma FanHero é de mais de 100 milhões de pessoas e espera-se que aumente para mais de 470 milhões até o final de 2017.

Como funciona a plataforma
Os aplicativos FanHero são 100% personalizados e criados para atender às necessidades específicas de conteúdo e oportunidades de monetização da celebridade, influenciador e organização. Com a FanHero, o conteúdo desses parceiros pode alcançar 100% das pessoas que baixam seus aplicativos, enquanto que em outras plataformas sociais só é possível atingir uma fração de seus seguidores.

Para garantir o sucesso de monetização, a FanHero fornece uma equipe de crescimento para apoiar celebridades, que inclui consultoria de estratégia e conteúdo, inteligência de negócios, marketing e PR.

A FanHero fornece à celebridade um painel de controle, que permite acesso 24/7 aos dados dos usuários, possibilitando a atualização de conteúdo, visualização de performance do aplicativo e comportamento dos fãs em tempo real.

 

Os principais recursos do aplicativo são:

Transmissão ao vivo – Compartilhar experiências ao vivo com fãs, isso é FanHero. A ferramenta permite que os influenciadores se conectem com os fãs globalmente, em tempo real, de uma forma simples e prática.
Pagamento por visualização, publicidade premium e compras no aplicativo –  Com a FanHero, as celebridades contam com ferramentas dentro do app para gerar receita, por meio de publicidade premium e patrocínio, vendas por e-commerce e conteúdo premium pago.
Interações FanHero – Este recurso do aplicativo permite aos fãs interagir com o ídolo por meio de reações e chat em uma transmissão ao vivo.
Coleções FanHero – Os influenciadores podem criar suas próprias coleções de conteúdo, podendo agrupar por assunto ou outras categorias, facilitando o acesso do fã a diferentes temas publicados por seus ídolos (entrevistas, lifestyle, jogos e etc).
FanHero Social Share РA fim de maximizar o alcance da mensagem, as celebridades e seus f̣s podem compartilhar os conte̼dos postados no aplicativo em suas redes sociais.
FanHero Data Science – Uma equipe de Data Science é dedicada à análise de dados para otimizar as oportunidades de alcance e engajamento das celebridades.

A FanHero está abrindo operações no Brasil e na Ãfrica do Sul, além dos escritórios em Orlando, Boca Ratón e Nova Iorque. A empresa atua com estratégias que envolvem celebridades e influenciadores digitais, de esportes e entretenimento à música e lifestyle. “Até o final de 2017, queremos ser a principal ferramenta de interatividade em todos os pontos de contato entre as estrelas e seus fãs”, finaliza Humberto Farias.

Continue lendo

Agências

Agência SA365 ganha premiação europeia referência na área de comunicação

Publicado

em

A agência brasileira SA365 venceu uma categoria e recebeu três menções honrosas na edição de 2021 dos Prêmios de Comunicação da publicação portuguesa Meios & Publicidade, um dos principais eventos para homenagear empresas nas áreas de comunicação e marketing.

Na cerimônia realizada em março, a campanha “Coração de um País”, desenvolvida para o Continente, uma das maiores redes de hipermercados de Portugal, foi laureada na categoria Vídeo da premiação.

Outro trabalho concebido pela SA365 para o mesmo cliente — “Rotina de Improviso” — recebeu menções honrosas nas categorias Social Engagement e Influenciadores.

Já a campanha “Dear Summer”, realizada para a coleção de roupas de praia da marca Deeply, recebeu menção honrosa na categoria Produtos e Serviços. Este conteúdo criado pela SA365 já havia sido lembrado por diversas publicações especializadas na área de marketing em todo o mundo por conta dos resultados obtidos logo nos três primeiros dias de veiculação da campanha.

O feito foi destaque no Trendwatching por ter sido desenvolvido inteiramente por uma equipe em isolamento social, que trabalhou de forma remota. O vídeo, dirigido por meio do Google Meet, avisa ao público sobre a nova coleção e conta com a colaboração das embaixadoras da marca, que criaram um lookbook e um vídeo de campanha dentro de suas próprias casas.

“Procuramos adaptar as campanhas dos nossos clientes tão rápido quanto as pessoas estavam criando novos hábitos no contexto da pandemia. É realmente motivo de muito orgulho vermos essas peças inovadoras sendo premiadas.”, afirma Gui Rios, diretor executivo e fundador da agência.

Continente

Para a campanha “Rotina de Improviso”, a agência usou o cotidiano em quarentena como inspiração para trabalhar o relacionamento entre a rede de supermercados Continente e usuários. Com a colaboração de influenciadores, artistas e chefs, a SA365 reinventou a comunicação da rede de hipermercados nas redes, com dicas, sugestões de atividades, aulas, workshops e desafios de geração de conteúdo adaptados ao cenário de isolamento.

Já “O Coração de um País” surgiu a partir da campanha anterior, como um hino de incentivo à superação e união de todos os portugueses, escrito e interpretado pelo músico António Zambujo. No vídeo, é mostrada uma rotina em isolamento social de inúmeros espanhóis consumidores da marca, bem como o dia-a-dia dos funcionários da rede.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Agências

Estratégias inovadoras no universo digital fortalecem a reinvenção do setor de Eventos

Publicado

em

Se reinventar em meio ao isolamento social e surpreender com estratégias inovadoras continua sendo o grande desafio das empresas do setor de Eventos, um dos mais afetados pela pandemia. Com atividades presenciais suspensas, o meio digital passou a ser o caminho dessa reinvenção, mas como ir além das tradicionais “lives” e unir esses dois universos para gerar maior engajamento do público?

Diante do cenário de limitação do número de participantes em ações presenciais e com protocolos de segurança e normas sanitárias a seguir, as empresas estão investindo em novas soluções para seus modelos de negócios por meio de inteligências geradas fora do seu contexto tradicional. O objetivo é manter o público “perto mesmo à distância”, com ações que priorizam o engajamento emocional e a sensação de proximidade das demais pessoas, além de oferecer conectividade e conteúdo relevante.

Ilustrando essa reinvenção do segmento, a Accuracy – agência de live marketing e produtora de conteúdo e vídeo – foi além das famosas “janelas” de conversa, que já fazem parte do cotidiano nas reuniões virtuais, e desenvolveu recentemente duas importantes estratégias para a multinacional Unilever: a 6ª edição do Unilever Talks – principal evento de relacionamento da companhia com o varejo nacional, pela primeira vez online, e o ICE OOh Summit 2021, convenção global da divisão de sorvetes da companhia.

Diante da transformação digital significativa para a realização dos dois projetos, a agência destaca 3 estratégias de reinvenção no universo online para manter o setor:

1) Formato: com foco no público-alvo do evento e no perfil das mensagens a serem transmitidas, é necessário encontrar o fio condutor para que a história seja contada até o final, sem “perder” a audiência. “Acredito que a primeira barreira do evento online deve ser quebrada através da imersão, precisamos levar a audiência ao padrão de concentração dos programas de TV ou séries via canais de streaming e, para isso, todo esforço para utilização destes recursos ou linguagem é pouco nesse momento.”, explica Marcos Pirozzelli, CEO da Accuracy.

2) Interface: com a evolução da tecnologia, chegamos ao momento da pandemia com diversos recostos tecnológicos. Cabe ao mentor de um evento online a escolha das ferramentas adequadas para pré-evento, evento e pós-evento. “Engajar o público provocando o real interesse na participação, com um rigoroso trabalho de pré-evento, talvez, seja o maior desafio nessa disciplina, mas é fundamental, afinal, assim como na cultura televisiva, nossa tarefa é convidar, lembrar e, “prender” a audiência. Para isso, devemos encontrar os melhores meios de comunicação e argumentos específicos para cada público.”, completa Pirozzelli.

3) Relacionamento: torna-se cada vais mais valioso estreitar o relacionamento com o público do evento. Seja com a interface que propicia interatividade / canal de dúvidas ou em oferecer conteúdo adicional para manter esse público conectado. Para o TALKS, por exemplo, a agência criou um site imersivo e interativo que oferece todo o conteúdo do evento segmentado, como os talks shows. A estratégia reforça a importância de engajar os participantes antes, durante e após os eventos.

O modo de contar histórias no universo corporativo mudou e, naturalmente, é preciso observar o modo com que as pessoas consomem conteúdo de um modo geral. Se no início da pandemia o consenso era “beber na fonte” da linguagem televisiva, a última milha está no processo on demand, afinal, seria esse também o reflexo do que acontece no mercado da comunicação. Como um exemplo claro, está a maior emissora de TV do Brasil apostando em uma parceria com o Google.

E, claro, é importante seguir todos os protocolos de segurança mesmo nos eventos híbridos. “Para uma gravação realizada no Rio de Janeiro, optamos em fretar um ônibus em vez da equipe utilizar a ponte aérea. Assim, nossos 40 colaboradores fizeram o teste e seguiram seguros e levando segurança para o local de destino.”, ressalta o executivo.

Continue lendo