Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Confira o que dizem os narradores sobre o trabalho que está por trás da produção de um audiobook

Publicado

em

Ler a obra com antecedência, incorporar o personagem e interpretar cada um deles fazem toda a diferença para narrar um título com qualidade

Narrar um audiobook é mais que se sentar na frente de um microfone e ler um livro. Para a Auti Books, plataforma de venda de audiolivros, e para todas as editoras parceiras, narrar um audiobook é uma forma de conectar o livro à pessoa por meio do som e dar voz a inúmeros personagens. 

No Brasil, há mais de 230 milhões de smartphones conectados, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, o que aumenta bastante a chance de as pessoas ouvirem seus livros onde quiserem.

Também é graças a tecnologia que o mercado de audiobooks está cada vez mais profissional, já que ao pararem para ouvir um título, as pessoas buscam algo de qualidade, que transmita emoção e fique na memória.

O ator Adriano Pellegrini já conta com 51 audiobooks narrados no currículo e pela Arqueiro, narrou “Almas Gêmeas” e A Coragem de Não Agradar”, da Sextante. Pellegrini conta que narrar um audiobook é um processo intenso e cada contratante trabalha com a sua metodologia. “No caso dos títulos que estão na plataforma da Auti Books, há uma direção por trás do trabalho de narração. Você pode repetir se errar e isso torna o processo mais flexível e com qualidade. Além disso, não existe um tempo médio para produzir um audiobook, justamente porque envolve diversos fatores como o tamanho do livro e disponibilidade do narrador em realizar o trabalho” conta o ator.  Como já trabalhou como dublador, Pellegrini aponta que há diferenças na forma de usar a voz: “com a dublagem existe a preocupação do texto acompanhar a boca do personagem que está sendo dublado. Ao narrar um audiobook, a preocupação é com o timbre da voz e como adequá-la para cada um dos personagens. Observo que os dubladores não necessariamente se adaptam ao audiolivro e vice-versa, justamente por serem trabalhos bem diferentes”, finaliza. 

Isabel Guéron é atriz e cronista. Ela narrou duas grandes obras disponíveis na plataforma da Auti Books, a As espiãs do Dia D”, e “A mulher da Janela” ambos títulos da editora Arqueiro. Para a atriz, narrar livros é uma grande novidade, já que chegou nesse mercado indicada por um amigo e ao longo da sua carreira já finalizou 12 títulos. “Acho muito interessante fazer outros personagens usando apenas a voz, principalmente quando o assunto é ficção. Incorporo o trabalho de atriz e acredito que a interpretação ajuda bastante”, comenta Isabel.

A atriz diz que o mercado de audiobooks é uma nova possibilidade na carreira, justamente por acompanhar o crescimento desse segmento. “Acredito que podemos usar a tecnologia para espalhar conteúdo literário e isso é muito satisfatório”, finaliza Isabel.

Sidney Ferreira é locutor e trabalha em rádio. A experiência com a voz ajudou o narrador a se encontrar no mercado de audiobooks. Dentre os títulos narrados na plataforma da Auti Books, destaca-se A Coragem de Não Agradar”, trabalho em conjunto com Adriano Pellegrini e mais um narrador, além do “O Poder do Agora”.  Para ele, o mais fascinante de narrar audiobooks é atingir vários indivíduos dos mais diferentes perfis. Todos que não leem por falta de tempo e aqueles que não leem por algum motivo específico como déficit de atenção, idosos que já possuem dificuldade para ler, e também os deficientes visuais.

Como locutor de rádio, Sidney conta que narrar um audiobook é bem diferente do que usar a voz na rádio: “eu tenho que me ater ao que o escritor quer passar por meio do livro. Se for um título espírita, minha voz precisa transmitir paz, se for uma biografia, um livro mais jornalístico, minha voz tem que ter um tom mais linear, que transmita informação. Sem contar que eu tenho que ser imparcial e ler com integridade”, finaliza Ferreira.

Todos os narradores ressaltaram a importância de ler a obra antes de narrar, justamente para entenderem melhor cada personagem e pensarem com antecedência que voz dar a cada um deles. Além de que ter acesso à informação é a maneira mais divertida de trabalhar, lendo e aprendendo constantemente.

“Trabalhar com profissionais qualificados e que tenham sentido a importância de levar conhecimento a milhares de pessoas através da voz, faz toda a diferença”, comenta Claudio Gandelman, CEO da Auti Books. “É justamente por isso que a plataforma e todas as editoras parceiras trabalham as narrações de suas obras como se fossem únicas e se comprometem a oferecer a mais alta qualidade aos clientes”, finaliza o executivo.

Site – http://www.autibooks.com

LinkedIn – https://www.linkedin.com/company/auti-books/

Instagram – https://www.instagram.com/autibooks/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Samsung expande presença no universo gamer

Publicado

em

A Samsung expande ainda mais sua presença no universo gamer com o lançamento de um espaço virtual na mais nova ilha do Estúdio Matilha Inc. no Fortnite, a Sunset RP, onde os jogadores poderão acessar a SAM’s Mansion of Adventures, casa exclusiva com produtos conectados da marca, que promove missões e aventuras com direito a diversas recompensas.

Sunset RP é um espaço no qual os jogadores podem interagir entre si. A ilha conta com quatro quadrantes em seu mapa, e é no quadrante residencial que o player encontra a SAM’s Mansion of Adventures. Nesse ambiente, os visitantes são recepcionados pela SAM, influenciadora digital da Samsung, que fornece aos jogadores um item de jogo para ativar as missões.

A SAM’s Mansion of Adventures é equipada com diversos produtos da Samsung e de parceiros, todos conectados via SmartThings, incluindo ar-condicionado e TV na sala, geladeira na cozinha, um Jet Bot no quarto, além de luzes interativas na pista de dança Sunset Stage.

Cada produto oferece uma missão especial ao jogador, totalizando cinco missões. Ao completar todas delas, o participante voltará para a SAM’s Mansion of Adventures para retirar sua recompensa: um item de jogo vitalício para cada etapa concluída.

Além das missões principais encontradas na SAM’s Mansion of Adventures, é possível realizar atividades mais simples dentro da casa e ganhar moedas ou até mesmo recarregar a energia para seguir nas aventuras.

Continue lendo

Empresa

Mauricio de Sousa Produções aposta em expansão de produtos licenciados

Publicado

em

O segmento de produtos alimentícios é responsável pela maior parte do faturamento da área de licenciamento da MSP. Com muitos anos de história, os personagens criados por Mauricio de Sousa se tornaram ícones da cultura brasileira e conquistaram o coração de diversas gerações e as gôndolas dos supermercados também. Entre as mais de 200 empresas que apostam nos personagens da MSP para alavancar suas vendas, 45 são de alimentos, com 245 produtos nas prateleiras do varejo.

Dentre eles, destacam-se ícones como o extrato de tomate Elefante, estampado pelo Jotalhão desde o final dos anos 70, considerado o licenciamento mais longevo do Brasil, e as famosas maçãs da Turma da Mônica, da Fischer, que já se tornaram item essencial no carrinho de compras. Um segmento que tem se destacado – com grande número de empresas parceiras – é o de Frutas, Verduras e Legumes, que incentiva diariamente o consumo de alimentos saudáveis pelas famílias brasileiras.

“Somos muito criteriosos na escolha de nossos parceiros pois sabemos da responsabilidade que carregamos, só temos ao nosso lado empresas com quem compartilhamos os mesmos valores”, explica Mônica Sousa, diretora executiva do departamento comercial da MSP.

Continue lendo