Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Batuque da BOA convida bambas e cariocas para realizarem a maior roda de samba do mundo

Publicado

em

A terceira edição do evento volta em outubro com a ousada missão de levar o samba para o livro dos recordes

Nada junta mais pessoas do que samba, feijoada e uma BOA gelada. E todos sabem que dessa união, muitas outras coisas BOAs acontecem. Por isso, a cerveja Antarctica vai juntar tudo isso na terceira edição do evento que já faz parte do calendário do Rio de Janeiro, o Batuque da BOA.

Depois de unir as mais tradicionais rodas do ritmo em um mesmo dia em 2015 e fazer uma virada cultural de samba em 2016, este ano BOA decidiu organizar a maior roda de samba do mundo, com os bambas mais renomados.

No dia 21 de outubro, o Parque de Madureira será palco para a maior roda de samba do mundo. Mais de 250 músicos estarão presentes, incluindo bambas famosos, as velhas guardas e a Rede Cariosa de Rodas de samba, para tornar o momento histórico. Além, claro, dos mais de 5 mil corações do público esperado para batucar junto. O Batuque da BOA tem criação e coordenação da agência BFerraz.

“Antarctica é uma cerveja com alma de carioca e coração de sambista. Para nós não tem coisa boa maior que apoiar esse ritmo que traduz tão bem a essência do Rio de Janeiro. Em um ano que nos dedicamos a fazer coisas boas gerarem coisas boas na cidade, não poderíamos deixar de incluir o samba nesta corrente do bem. Além de continuar a fomentar e incentivar o ritmo, todas as latinhas vendidas no Batuque terão parte da venda revertida para a Rede de Rodas de Samba Carioca, que luta diariamente para não deixar o samba morrer”, declara Bruna Buás, diretora de marketing de Antarctica.

O Batuque da BOA acontecerá no dia 21 de outubro, no Parque de Madureira, no Rio de Janeiro. O evento terá início a partir das 13h.

Continue lendo

Eventos

Evento debaterá “a força da comunicação no mercado de seguros”

Publicado

em

No próximo dia 12 de março, a partir das 8h, acontecerá o evento “A força da comunicação no mercado de seguros”. Promovido pela Freela, o encontro reunirá alguns dos principais executivos e especialistas do setor para debater diversos tópicos relacionados ao tema.

O evento será realizado em São Paulo, no Auditório da Escola de Negócios e Seguros (ENS) – uma das apoiadoras do encontro – e contará com duas rodas de conversas e momentos exclusivos para perguntas e repostas entre os debatedores e o público.

Com o tema ‘a comunicação no setor de seguros’, a primeira roda de conversa discutirá como as seguradoras desenham suas estratégias para se comunicar; de que forma o corretor de seguros está inserido nesse contexto; e o papel da comunicação para o desenvolvimento e crescimento do setor, o que envolve as assessorias de imprensa, as agências de publicidade, além da mídia especializada.

“O maior desafio do mercado de seguros atual é como transmitir suas informações com eficiência e clareza. O evento irá discutir com especialistas de comunicação de seguradoras, agências e entidades como facilitar o entendimento sobre o setor, para que as informações cheguem ao consumidor de forma simples e clara”, explicou Paulo Kato, um dos sócios da Freela, organizadora do encontro.

Os interessados em participar podem fazer suas inscrições nesse Link.

Continue lendo

Eventos

End to End promove maratona entre desenvolvedores

Publicado

em

A End to End, empresa que conecta o torcedor à sua paixão e é um hub de soluções e engajamento para o mercado esportivo, promoverá um Hackathon, campeonato entre programadores, voltado para desenvolver soluções tecnológicas para o esporte, visando estreitar o relacionamento entre torcedores e clubes. O evento, batizado de Le Hackathon E2E, ocorre nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, no Lounge Centenário do Allianz Parque. As inscrições estão abertas e os profissionais podem se inscrever por meio do site https://lehackatonsports.com.br.

Ao todo, serão 28 desenvolvedores, divididos em 7 equipes com 4 profissionais em cada. Os times receberão uma solução específica para trabalharem durante a maratona. Após os três dias de competição, os profissionais serão avaliados por um grupo de seis jurados, composto por especialistas em marketing, tecnologia e esportes, que deverão votar no melhor projeto. A End to End pretende utilizar a solução dos vencedores para os seus clientes. Assim que a inovação estiver no mercado, os desenvolvedores responsáveis receberão parte do lucro.

“Nós somos uma empresa de fan engagement e, para 2024, estamos buscando desenvolver soluções baseadas em Inteligência Artificial. Esperamos que o Hackathon seja a porta de entrada para esse objetivo. É uma oportunidade que pode, inclusive, abrir caminho para contratarmos desenvolvedores para a nossa equipe”, explica Reginaldo Diniz, CEO da End to End.

A escolha da solução que cada equipe deverá desenvolver será feita por meio de uma análise das habilidades dos participantes, que definirá qual equipe tem maior aptidão para cada projeto.

Continue lendo