Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Alatur JTB aposta em tecnologia para turbinar eventos com novo formato

Publicado

em

Cvent, plataforma tecnológica integrada de gerenciamentos de eventos será comercializada pela TMC no Brasil . Terceiro maior conglomerado de viagens a negócios e turismo do país, Alatur JTB já movimenta cerca de 400 milhões em eventos e espera chegar a 1 bi de reais em 2020.

Na corrida de marcas, anunciantes e empresas em busca de potenciais novos consumidores, ou na retenção e fidelidade daqueles que já conquistou, e ainda , na complexa missão de treinar e educar colaboradores para um novo negócio, o que importa hoje, além de informar, é engajar, motivar, criar experiências que envolvam e impactem positivamente seus públicos de forma assertiva, e se possível, com alta taxa de retorno. Nesse contexto, os eventos cumprem papel decisivo no processo de reunir comunidades em distintos segmentos da indústria, e hoje, mais do que nunca, constituem a mais importante ferramenta de comunicação do mercado. Segundo estudo da ABEOC, o mercado de eventos no Brasil está em expansão e cresce por volta de 14% ao ano. Ainda de acordo com o estudo, o segmento movimentou em 2013 cerca de 210 bilhões no Brasil, representando 4, 32% do PIB.

É neste cenário promissor, que a Alatur JTB, terceiro maior conglomerado de viagens do pais pretende turbinar o segmento de eventos tecnológicos, ao se tornar master reseller da ferramenta Cvent, plataforma tecnológica integrada de gerenciamento de eventos. O sistema é utilizado globalmente para aumentar a adesão de participantes, oferecer experiências de maior engajamento, e gerar insights baseados em dados coletados, para compreender o impacto dos eventos, desde seus custos até o ROI. Permite automatizar e gerenciar todo o ciclo de vida de um evento, fazendo com que os organizadores parametrizem sua régua de relacionamento com os convidados, deixando com o sistema Cvent, o gerenciamento da comunicação entre eles, de modo automático. Idealizada como solução criativa para gestores de eventos, a plataforma também se destina às agências TMCs e de Live Marketing, que poderão adquirir licenças para gerenciarem e automatizarem os eventos de seus clientes. Nos Estados Unidos, este segmento já responde por cerca de 35% do business da Cvent.

A solução Cvent será comercializada como PEGE+, Programa Estratégico de Gerenciamento de Eventos, criado pela Alatur JTB. Para Ricardo Ferreira ( foto ) , sócio da TMC, os serviços já conhecidos da Alatur JTB aliados à tecnologia Cvent trazem oportunidades únicas de negócios ao mercado brasileiro. Indicadores globais, baseados em mercados como o norte-americano, estimam que a tecnologia em eventos hoje consome cerca de 10 a 15% dos investimentos atuais da indústria no segmento.

Já amplamente conhecida e utilizada globalmente, a Cvent registrou faturamento de US$ 187,7 milhões de dólares em 2015. É uma das maiores empresas do setor no mundo, com mais de 16 mil clientes, 2000 funcionários, mas de 750 mil eventos gerenciados e mais de 65 milhões de inscrições processadas. O Brasil é o portão de entrada da ferramenta na América Latina, sendo o primeiro país do bloco a contar com um master reseller, no caso a PEGE+ , o Programa Estratégico de Gerenciamento de Eventos da Alatur JTB, agora turbinado com a chegada da Cvent.

A plataforma de gerenciamento Cvent é executada em um ambiente na nuvem, auxiliando organizadores de eventos em todo o ciclo de organização de eventos, desde o gerenciamento automatizado de inscrições, website customizado por evento, aplicativo móvel, avaliação pós-eventos e análise de resultados, além de outros recursos. De acordo com pesquisa de 2013 da empresa de consultoria Frost & Sullivan, tecnologias para o mercado de eventos reduzem custos em 30% e aumentam a produtividade em até 27%. Para utilizá-la, os clientes compram licenças para cada evento que forem realizar. São várias opções de contratação de licenças que variam de valor de acordo com a complexidade do evento.

Vale ressaltar que a Cvent possui recursos técnicos para atender desde eventos de menor complexidade até os que exigem muitos recursos adicionais, devido a seu porte e exigências técnicas. No momento atual, será comercializado o “Event Cloud” , que disponibiliza tanto ao gestor quanto ao participante do evento consultar a agenda, os participantes, palestrantes, expositores, mapas de geolocalização e networking. Será possível também aplicar pesquisas de satisfação após cada apresentação, enviar perguntas aos palestrantes, compartilhar conteúdo via mídias sociais, entre outros. Ao se registrar no evento pelo aplicativo, o participante receberá notificações da organização, além de ter o conteúdo atualizado constantemente. Para 2017, está prevista o lançamento do Hospitality Cloud, que permitirá gerenciar as condições de hospedagem do participante. A idéia é que toda a cadeia de players dos eventos tenha acesso a plataforma, facilitando a logística, fato que já acontece nos Estados Unidos, onde este recurso já é utilizado.

Continue lendo

Eventos

Evento debaterá “a força da comunicação no mercado de seguros”

Publicado

em

No próximo dia 12 de março, a partir das 8h, acontecerá o evento “A força da comunicação no mercado de seguros”. Promovido pela Freela, o encontro reunirá alguns dos principais executivos e especialistas do setor para debater diversos tópicos relacionados ao tema.

O evento será realizado em São Paulo, no Auditório da Escola de Negócios e Seguros (ENS) – uma das apoiadoras do encontro – e contará com duas rodas de conversas e momentos exclusivos para perguntas e repostas entre os debatedores e o público.

Com o tema ‘a comunicação no setor de seguros’, a primeira roda de conversa discutirá como as seguradoras desenham suas estratégias para se comunicar; de que forma o corretor de seguros está inserido nesse contexto; e o papel da comunicação para o desenvolvimento e crescimento do setor, o que envolve as assessorias de imprensa, as agências de publicidade, além da mídia especializada.

“O maior desafio do mercado de seguros atual é como transmitir suas informações com eficiência e clareza. O evento irá discutir com especialistas de comunicação de seguradoras, agências e entidades como facilitar o entendimento sobre o setor, para que as informações cheguem ao consumidor de forma simples e clara”, explicou Paulo Kato, um dos sócios da Freela, organizadora do encontro.

Os interessados em participar podem fazer suas inscrições nesse Link.

Continue lendo

Eventos

End to End promove maratona entre desenvolvedores

Publicado

em

A End to End, empresa que conecta o torcedor à sua paixão e é um hub de soluções e engajamento para o mercado esportivo, promoverá um Hackathon, campeonato entre programadores, voltado para desenvolver soluções tecnológicas para o esporte, visando estreitar o relacionamento entre torcedores e clubes. O evento, batizado de Le Hackathon E2E, ocorre nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, no Lounge Centenário do Allianz Parque. As inscrições estão abertas e os profissionais podem se inscrever por meio do site https://lehackatonsports.com.br.

Ao todo, serão 28 desenvolvedores, divididos em 7 equipes com 4 profissionais em cada. Os times receberão uma solução específica para trabalharem durante a maratona. Após os três dias de competição, os profissionais serão avaliados por um grupo de seis jurados, composto por especialistas em marketing, tecnologia e esportes, que deverão votar no melhor projeto. A End to End pretende utilizar a solução dos vencedores para os seus clientes. Assim que a inovação estiver no mercado, os desenvolvedores responsáveis receberão parte do lucro.

“Nós somos uma empresa de fan engagement e, para 2024, estamos buscando desenvolver soluções baseadas em Inteligência Artificial. Esperamos que o Hackathon seja a porta de entrada para esse objetivo. É uma oportunidade que pode, inclusive, abrir caminho para contratarmos desenvolvedores para a nossa equipe”, explica Reginaldo Diniz, CEO da End to End.

A escolha da solução que cada equipe deverá desenvolver será feita por meio de uma análise das habilidades dos participantes, que definirá qual equipe tem maior aptidão para cada projeto.

Continue lendo