Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Youpper apresenta pesquisa “Construindo Laços Fortes de Consumo” em redes sociais

Publicado

em

Estudo indica que Coca-Cola, Natura, Adidas, Netflix, Dafiti, Magazine Luiza, Netshoes, Samsung, Nestle e Itaú são as marcas que melhor entenderam como criar verdadeiros laços fortes com consumidores por meio das mídias sociais

Capitaneada por Diego Oliveira e Marcelo Santos, a empresa de consultoria transdisciplinar de comunicação Youpper – Consumer & Media Insights lança o estudo “Construindo Laços Fortes de Consumo”, cuja apresentação dá início a um roadshow pelas principais cidades do Brasil. A pesquisa parte do principio da informação de que, com a tecnologia digital e as redes sociais, tanto os laços sociais e quanto os de consumo mudaram.

Diante disso, o objetivo da pesquisa foi descobrir como as atuais formas de construir laços por meio de redes sociais digitais afetam as relações de consumo das pessoas. De acordo com o estudo, o boca-a-boca, que sempre existiu, é potencializado pelas novas mídias e aproxima atores que jamais se relacionaram fora da rede digital, inclusive as próprias marcas e consumidores. Entre as conclusões está o fato de que os hábitos de consumo no Brasil, com relação às redes sociais, é dominado pelos Smartphones. E conclui que dentro dessas redes de contato a interação e conversa com os mais próximos são as máximas prioridades no aspecto social.

Ou seja, mais do que nunca o boca a boca se tornou fator decisório em qualquer planejamento de comunicação que pretende ser eficiente e, com isso, cada vez mais as marcas precisam estar aptas a explorar todo o potencial da nova arquitetura da participação popular nas redes sociais. 95% das pessoas ouvidas pela Youpper utilizam, por exemplo, o Facebook e o WhatsApp para se comunicar principalmente com parentes e amigos, mas também com marcas e corporações.

O estudo também indica que 7 a cada 10 consumidores usam as redes sociais para obter dicas de seu interesse ou buscar informações sobre determinados assuntos, ver vídeos para se divertir, pesquisar informações antes de efetivar uma compra, assim como participar de promoções, além de acompanhar perfis de marcas e produtos. Os usuários das redes sociais tecem laços principalmente com amigos e parentes para falar sobre notícias, coisas divertidas e práticas de consumo e, cada vez mais, o que eles gostam é de interagir com as marcas.

Ainda sobre as redes sociais, a pesquisa conclui que as marcas precisam explorar todo o potencial dessa arquitetura da participação criada pelo meio digital, o que remete a uma cobertura maior entre os consumidores para gerar mais chances de envolvê-los na jornada de consumo.

Outro aspecto abordado foi o comportamento dos usuários em relação aos “ídolos”, pois segundo o estudo a maioria das pessoas apenas segue e observa o perfil dessas celebridades e 25% delas nem mesmo os seguem.

Com relação aos amigos e parentes, o comportamento das pessoas nas redes sociais se dá muito mais com seus contatos mais próximos, sendo que a maioria interage com comentários ou curtindo nas postagens. E tiram proveito das mídias sociais as marcas que melhor entendem como se posicionar diante de comentários aos quais são relacionadas e também o timing para começar a falar com cada pessoa e também para finalizar uma conversa.

“Quando se fala de marcas e empresas, a maior parte das marcas usam as redes sociais de maneira similar aos famosos, criando a sensação de distanciamento. Por isso os consumidores concentram sua interação em laços fracos, reativos, apenas observando e curtindo os conteúdos. Eles não se sentem convidados a participar de conversas com as marcas. Esse é um sinal claro de que, com maior abertura, é possível se conectar intimamente com o consumidor”, afirma Diego Oliveira, CEO da Youpper.
Comportamento de consumo e relacionamento com marcas
A pesquisa da Youpper conclui que os consumidores estão de olhos e mentes abertos para serem impactados e motivados pelas marcas. Segundo o estudo, 9 a cada 10 consumidores já descobriram marcas e produtos pelas redes sociais, assim como 7 a cada 10 consumidores já deixaram de seguir o perfil de alguma marca pelo tipo de postagens que consideram “irrelevantes” ou “chatas”. Das pessoas ouvidas no estudo, 70% acabaram comprando um produto por recomendações de outras pessoas.

Quando o assunto é tirar dúvidas e saber detalhes, 8 em cada 10 entrevistados pela Youpper afirmaram que vão às redes sociais para buscar informações sobre como os outros consumidores avaliam marcas e produtos. Sendo assim, as corporações precisam estar preparadas para não apenas fornecer conteúdo, mas também responder quem navega nas redes.

“As mídias sociais transformaram os laços de consumo, pois potencializaram o boca a boca. Antes uma pessoa não gostava de um determinado produto, ela compartilhava a sua opinião com uma dúzia de amigos, parentes ou vizinhos mais próximos. Hoje, essa opinião é reverberada à enésima potência com a utilização das redes sociais”, explica Oliveira.

O estudo mostra ainda que os sites das marcas, assim como os mecanismos de buscas, são os canais de acesso preferidos dos consumidores, provando ainda haver diversas oportunidades de negócios a serem exploradas nas redes sociais. Para os ouvidos pela pesquisa, os canais preferidos são site (55%), redes sociais (23%), e-mail institucional (10%), loja física (7%) e telefone (5%). “Por mais que as marcas migrem para as redes sociais, elas não são, de forma alguma, seus ambientes proprietários. Se um player qualquer nas redes sociais é fechado, por exemplo, a marca deixa de ter aquele ponto de contato com seus consumidores, o que não aconteceria nunca com seus sites”, analisa o CEO.

Quando questionados por que as redes sociais mudaram seu comportamento na relação com as marcas, os consumidores alegam que é pela rapidez, praticidade, facilidade, recomendação, interatividade, opinião, acessibilidade e cobertura e comodidade. E como são vistos os posts patrocinados? A maioria não se importa com a característica do “patrocinado”, desde que o conteúdo seja relevante e gere identificação, fazendo jus ao espaço cedido na sua timeline. “Entende-se que seja uma oportunidade para se pensar no potencial da mídia programática, mas também não fazer com que a mídia programática se transforme em mídia problemática, pois a abordagem aos consumidores precisa ser realizada de maneira inteligente e correta”, completa Oliveira.

Para o consumidor, os perfis das marcas nas redes sociais precisam ser atraentes, contagiantes, originais, inovadores, transparentes, passar confiança, oferecer promoções e descontos, objetividade, interação, qualidade, conteúdo e caráter.

O estudo da Youpper indica também quais marcas já entenderam como usar as redes para uma comunicação capaz de criar verdadeiros laços fortes com seus consumidores e, dentre elas, estão as top 10: Itaú, Nestle, Samsung, Netshoes, Magazine Luiza, Dafiti, Netflix, Coca-cola, Adidas e Natura.

Continue lendo

Universo Live

Audi promove quebra do recorde mundial de salto com o menor paraquedas por Luigi Cani

Publicado

em

O paraquedista Luigi Cani bateu o recorde mundial de salto com o menor paraquedas. Depois de um intenso período de preparação e testes, o atleta saltou a 6 mil pés de altura e aterrissou em segurança no Campo Olímpico de Golfe, na cidade maravilhosa do Rio de Janeiro. A ação que levou à quebra do recorde mundial foi promovida pela Audi do Brasil.

“Foi um processo bem exaustivo, de muito estresse, concentração absoluta e trabalho em equipe. Tinha que acordar todo dia às 4h e decolar junto com o Sol. E a preparação mental é muito difícil, pois é preciso estar em um equilíbrio entre a sensação de medo e de estar confiante, sem desmerecer a gravidade do que estava fazendo. Mas todo esse desconforto depois vira a melhor sensação do mundo quando você consegue superar”, afirma o paraquedista recordista mundial Luigi Cani.

O paraquedas utilizado por Cani possui 3,15m², suficiente para quebrar o recorde anterior do venezuelano Ernesto Gainza registrado em 2013 em Dubai, nos Emirados Árabes, quando saltou com um equipamento de 3,25m² – à título de comparação, um paraquedas tradicional possui normalmente de 20m² a 26m². O atleta decolou do Campo Olímpico de Golfe em um helicóptero e saltou em uma altura de 6 mil pés. A velocidade máxima atingida foi de 217 km/h e o tempo de salto foi de aproximadamente 2 minutos.

Para bater o recorde o atleta passou por uma rotina intensa de preparação. Primeiro, realizou um teste genético para definir uma rotina de alimentação com o objetivo de perder 5kg e ficar com peso entre 62kg e 63kg. Com a pesagem dentro da faixa ideal, iniciou a rotina de acordar todos os dias às 4h da manhã para treinar os saltos – segundo ele, neste horário é possível encontrar as melhores condições climáticas para a realização do salto.

Foram 27 dias de preparação final em que Luigi Cani foi saltando com protótipos cada vez menores até chegar ao menor paraquedas do mundo. Ao longo dos testes, ele aumentou cada vez mais o controle do paraquedas até obter a precisão necessária para pousar com a velocidade segura.

Para Johannes Roscheck, CEO e Presidente da Audi do Brasil, “ousadia e inovação fazem parte do DNA da marca e encontramos estas mesmas características de maneira muito forte nas iniciativas do Luigi Cani, por isso apoiamos as ações dele há quase dez anos. Esta era uma ação bastante arrojada, mas quando ele mostrou o planejamento e os cuidados em todos os detalhes, ficamos convencidos de que estava fazendo tudo com a máxima segurança. Nas próximas semanas teremos materiais inéditos nas redes sociais da Audi para contar um pouco mais dos bastidores do salto com um olhar exclusivo”.

Continue lendo

Universo Live

Masterclass Gratuita sobre Tendências do Live Marketing marca lançamento do AMPRO Saber

Publicado

em

Tendências relacionadas às disciplinas de Promo e Ativação, Eventos, Incentivo e Trade Marketing serão abordadas na Masterclass que inaugura o AMPRO Saber, plataforma de cursos de qualificação na área de Live Marketing, criada pela AMPRO – Associação de Marketing Promocional. Marcado para o próximo dia 2 de março, o encontro online já tem mais de 300 profissionais inscritos e participações confirmadas de Alexandre Mutran, head de Marketing da Aon; Paulo Focaccia, sócio fundador do FAS Advogados; e Regis Duarte, managing diretor da Creata e professor de MBA.

“A plataforma AMPRO Saber foi criada para atender à demanda crescente por maior qualificação de profissionais para o Live Marketing. O interesse está demonstrado pelo sucesso do primeiro curso completo de Live Marketing, realizado em 2020, sob curadoria do Comitê de Conhecimento e Academia da AMPRO, e pelas inscrições já efetuadas até o momento para a masterclass”, diz o presidente executivo da AMPRO, Alexis Pagliarini.

Já estão confirmados mais de 20 cursos de diversas disciplinas para o AMPRO Saber, ministrados por profissionais de destaque do mercado, com valores de inscrição bastante acessíveis.

As vagas para a Masterclass gratuita são limitadas. As inscrições devem ser feitas pelo link: http://bit.ly/2ZsGlxL.

A Associação de Marketing Promocional é a única que desenvolve nacionalmente a teoria e a prática do setor de Live Marketing de forma ampla. Com sede em São Paulo, completa 28 anos em 2021 e possui cerca de 300 empresas associadas, com representação abrangente em todo o território nacional. www.ampro.com.br

SERVIÇO – MASTERCLASS TENDÊNCIAS DO LIVE MARKETING

Data: 02/03/21

Horário: 19h

Inscriçõeshttp://bit.ly/2ZsGlxL

Evento online gratuito. Vagas limitadas.

Continue lendo

Universo Live

Intervenção urbana levará ‘mãos gigantes’ a dez pontos do Rio de Janeiro

Publicado

em

Dez pontos da cidade do Rio receberam, a partir desta sexta-feira (19/2), as esculturas da campanha Rio de Mãos Dadas, conjunto de iniciativas do Sistema Fecomércio RJ (Sesc RJ e Senac RJ) que visam a envolver as pessoas em um clima de positividade em 2021 para superar o difícil ano que passou.

Confeccionadas com fibra de vidro, as obras têm mais de 2 metros de altura e o formato de duas mãos, trabalhadas por dez artistas locais. Inicialmente, as “mãos” ficarão afastadas, simbolizando as privações impostas pela pandemia do Covid-19. No dia 26 de fevereiro elas serão unidas, representando a esperança da retomada de contatos, planos e afetos em 2021.

A intervenção urbana poderá ser vista até 7 de março em Copacabana, Largo da Carioca, Mercadão de Madureira, Barra da Tijuca, Aterro do Flamengo, Lagoa Rodrigo de Freitas, Central do Brasil, Calçadão de Campo Grande, Tijuca e Arpoador. As obras são assinadas por Agrade Camíz, Bruno Awful, Cláudia Lyrio, Igor Nunes, Loo Stavale, Márcia Falcão, Maria Amélia Diegues, Mario Band´s, Robnei Bonifácio e Yhuri Cruz.

Continue lendo

Tendências