Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Youpper apresenta pesquisa “Construindo Laços Fortes de Consumo” em redes sociais

Publicado

em

Estudo indica que Coca-Cola, Natura, Adidas, Netflix, Dafiti, Magazine Luiza, Netshoes, Samsung, Nestle e Itaú são as marcas que melhor entenderam como criar verdadeiros laços fortes com consumidores por meio das mídias sociais

Capitaneada por Diego Oliveira e Marcelo Santos, a empresa de consultoria transdisciplinar de comunicação Youpper – Consumer & Media Insights lança o estudo “Construindo Laços Fortes de Consumo”, cuja apresentação dá início a um roadshow pelas principais cidades do Brasil. A pesquisa parte do principio da informação de que, com a tecnologia digital e as redes sociais, tanto os laços sociais e quanto os de consumo mudaram.

Diante disso, o objetivo da pesquisa foi descobrir como as atuais formas de construir laços por meio de redes sociais digitais afetam as relações de consumo das pessoas. De acordo com o estudo, o boca-a-boca, que sempre existiu, é potencializado pelas novas mídias e aproxima atores que jamais se relacionaram fora da rede digital, inclusive as próprias marcas e consumidores. Entre as conclusões está o fato de que os hábitos de consumo no Brasil, com relação às redes sociais, é dominado pelos Smartphones. E conclui que dentro dessas redes de contato a interação e conversa com os mais próximos são as máximas prioridades no aspecto social.

Ou seja, mais do que nunca o boca a boca se tornou fator decisório em qualquer planejamento de comunicação que pretende ser eficiente e, com isso, cada vez mais as marcas precisam estar aptas a explorar todo o potencial da nova arquitetura da participação popular nas redes sociais. 95% das pessoas ouvidas pela Youpper utilizam, por exemplo, o Facebook e o WhatsApp para se comunicar principalmente com parentes e amigos, mas também com marcas e corporações.

O estudo também indica que 7 a cada 10 consumidores usam as redes sociais para obter dicas de seu interesse ou buscar informações sobre determinados assuntos, ver vídeos para se divertir, pesquisar informações antes de efetivar uma compra, assim como participar de promoções, além de acompanhar perfis de marcas e produtos. Os usuários das redes sociais tecem laços principalmente com amigos e parentes para falar sobre notícias, coisas divertidas e práticas de consumo e, cada vez mais, o que eles gostam é de interagir com as marcas.

Ainda sobre as redes sociais, a pesquisa conclui que as marcas precisam explorar todo o potencial dessa arquitetura da participação criada pelo meio digital, o que remete a uma cobertura maior entre os consumidores para gerar mais chances de envolvê-los na jornada de consumo.

Outro aspecto abordado foi o comportamento dos usuários em relação aos “ídolos”, pois segundo o estudo a maioria das pessoas apenas segue e observa o perfil dessas celebridades e 25% delas nem mesmo os seguem.

Com relação aos amigos e parentes, o comportamento das pessoas nas redes sociais se dá muito mais com seus contatos mais próximos, sendo que a maioria interage com comentários ou curtindo nas postagens. E tiram proveito das mídias sociais as marcas que melhor entendem como se posicionar diante de comentários aos quais são relacionadas e também o timing para começar a falar com cada pessoa e também para finalizar uma conversa.

“Quando se fala de marcas e empresas, a maior parte das marcas usam as redes sociais de maneira similar aos famosos, criando a sensação de distanciamento. Por isso os consumidores concentram sua interação em laços fracos, reativos, apenas observando e curtindo os conteúdos. Eles não se sentem convidados a participar de conversas com as marcas. Esse é um sinal claro de que, com maior abertura, é possível se conectar intimamente com o consumidor”, afirma Diego Oliveira, CEO da Youpper.
Comportamento de consumo e relacionamento com marcas
A pesquisa da Youpper conclui que os consumidores estão de olhos e mentes abertos para serem impactados e motivados pelas marcas. Segundo o estudo, 9 a cada 10 consumidores já descobriram marcas e produtos pelas redes sociais, assim como 7 a cada 10 consumidores já deixaram de seguir o perfil de alguma marca pelo tipo de postagens que consideram “irrelevantes” ou “chatas”. Das pessoas ouvidas no estudo, 70% acabaram comprando um produto por recomendações de outras pessoas.

Quando o assunto é tirar dúvidas e saber detalhes, 8 em cada 10 entrevistados pela Youpper afirmaram que vão às redes sociais para buscar informações sobre como os outros consumidores avaliam marcas e produtos. Sendo assim, as corporações precisam estar preparadas para não apenas fornecer conteúdo, mas também responder quem navega nas redes.

“As mídias sociais transformaram os laços de consumo, pois potencializaram o boca a boca. Antes uma pessoa não gostava de um determinado produto, ela compartilhava a sua opinião com uma dúzia de amigos, parentes ou vizinhos mais próximos. Hoje, essa opinião é reverberada à enésima potência com a utilização das redes sociais”, explica Oliveira.

O estudo mostra ainda que os sites das marcas, assim como os mecanismos de buscas, são os canais de acesso preferidos dos consumidores, provando ainda haver diversas oportunidades de negócios a serem exploradas nas redes sociais. Para os ouvidos pela pesquisa, os canais preferidos são site (55%), redes sociais (23%), e-mail institucional (10%), loja física (7%) e telefone (5%). “Por mais que as marcas migrem para as redes sociais, elas não são, de forma alguma, seus ambientes proprietários. Se um player qualquer nas redes sociais é fechado, por exemplo, a marca deixa de ter aquele ponto de contato com seus consumidores, o que não aconteceria nunca com seus sites”, analisa o CEO.

Quando questionados por que as redes sociais mudaram seu comportamento na relação com as marcas, os consumidores alegam que é pela rapidez, praticidade, facilidade, recomendação, interatividade, opinião, acessibilidade e cobertura e comodidade. E como são vistos os posts patrocinados? A maioria não se importa com a característica do “patrocinado”, desde que o conteúdo seja relevante e gere identificação, fazendo jus ao espaço cedido na sua timeline. “Entende-se que seja uma oportunidade para se pensar no potencial da mídia programática, mas também não fazer com que a mídia programática se transforme em mídia problemática, pois a abordagem aos consumidores precisa ser realizada de maneira inteligente e correta”, completa Oliveira.

Para o consumidor, os perfis das marcas nas redes sociais precisam ser atraentes, contagiantes, originais, inovadores, transparentes, passar confiança, oferecer promoções e descontos, objetividade, interação, qualidade, conteúdo e caráter.

O estudo da Youpper indica também quais marcas já entenderam como usar as redes para uma comunicação capaz de criar verdadeiros laços fortes com seus consumidores e, dentre elas, estão as top 10: Itaú, Nestle, Samsung, Netshoes, Magazine Luiza, Dafiti, Netflix, Coca-cola, Adidas e Natura.

Continue lendo

Universo Live

Academia Brasileira de Eventos e Turismo lança programa de certificação profissional

Publicado

em

Academia Brasileira de Eventos e Turismo, desenvolveu o programa de Certificação Profissional que busca aumentar o conhecimento e desempenho dos gestores de eventos, e promover seu status e credibilidade nacional e internacional, visto a necessidade de profissionais de excelência neste mercado em plena expansão.

As inscrições já estão abertas com vagas limitadas com início das aulas em 21 de junho e término em 23 de novembro de 2024 no WTC World Trade Center SP. O programa de certificação de excelência de gestores de eventos é de extrema importância para todos os profissionais e empresas contratantes, onde será atestado não só o conhecimento do público interessado sobre os assuntos e procedimentos conferindo a prova de capacidade para a execução de determinado serviço ou no exercício de qualquer função, mas também demonstrando como funciona o compromisso da empresa, o profissionalismo de seus colaboradores, bem como a manutenção e atualização aos padrões de qualidade de seus processos, aumentando não só a credibilidade profissional, mas o prestígio dentro da própria rede de contatos.

A certificação além de evidenciar a qualificação do requerente garante a veracidade de sua formação e habilitação para o exercício das funções, reconhecendo a capacidade do profissional tanto por empresas internacionais quanto multinacionais, deixando a pessoa apta para trabalhar em qualquer país.

Esta certificação tem validade de 3 anos a partir de sua emissão, devendo ser recertificada após este período, pois as atividades ligadas diretamente à prestação de serviço ao público vivem em constante desenvolvimento, sendo necessária a atualização das novidades do setor.

Para participar é necessário que se preencha formulário junto a inscrição e encaminhamento, anexando seu Currículo Acadêmico Profissional e colocar qual a atuação na área de gestão de eventos, com o mínimo de três anos de experiência e carta motivacional sobre a intenção do curso.

Esta primeira edição conta com apenas 40 vagas, sendo assim somente os 40 primeiros inscritos e selecionados vão participar da aula no formato de um final de semana por mês, sendo 8 horas de aula às sextas e 8h no sábado, período manhã e tarde. Ao todo, serão 6 finais de semana de 16 horas/aula, totalizando 96 horas de curso, com uma prova de 1h por módulo, em um total de 9 módulos e mais 3 horas de aula inaugural.

Continue lendo

Universo Live

Ruffles convida as pessoas a viverem a onda do basquete na NBA House

Publicado

em

Ruffles, marca de snacks da PepsiCo e o snack oficial da NBA no Brasil desde outubro de 2021, chega à NBA House 2024 com seu posicionamento “Viva essa Onda”. O estande e a ativação da marca serão focados no mote da campanha criada.

Desenvolvida pela Bakery e lançada em 2023, o posicionamento “Viva essa Onda” tem como intuito mostrar ao público que a vida não acontece em linha reta e convida o público, em sua continuação para 2024, a viver uma vida fora do roteiro esperado e, muitas vezes, imposto pela sociedade.

De tom irreverente e bem-humorado, a campanha propõe que Ruffles pode se tornar uma grande aliada dos consumidores nos momentos de pressão e inspirar as pessoas a “viverem a sua própria onda” com ações que gerem reflexão de forma leve e divertida, mostrando que a vida não é uma linha reta, ela acontece em ondas.

Os fãs que visitarem a área de Ruffles em um dos dias de NBA House podem participar de uma competição, que é disputada simultaneamente por quatro jogadores: em duplas, os participantes ficam posicionados em cima de uma plataforma que terá momentos de subida e descida (simulando as ondas da vida e que são características do snack). Vence a dupla que fizer o maior número de pontos na cesta em 30 segundos.

Os vencedores levarão como brinde um boné personalizado da marca, já a dupla que não levar a melhor, ganhará adesivos exclusivos. Além disso, todos receberão Ruffles para consumir.

“Estamos muito contentes e empolgados por fazer parte de mais uma edição de NBA House com Ruffles. Para a edição de 2024 trazemos a campanha “Viva essa Onda” para celebrar as pessoas que escolheram viver fora do roteiro e, por exemplo, possuem o basquete como paixão. Estamos sempre em busca de maneiras de aproximar a marca do público jovem que preza por momentos descontraídos e novas experiências. Com um evento como a NBA House, somos capazes de aproximar o nosso consumidor do universo que existe em torno do maior campeonato de basquete do mundo, além de nos conectar com possíveis novos consumidores que frequentam esse tipo de evento”comenta Simone Simões, diretora de marketing da PepsiCo.

Nas redes sociais, a marca contará com um grande time de influenciadores, com destaque para Igão, Mítico e MC Binn: os três nomes irão mostrar ao público a ativação de Ruffles no evento durante o Fan Day. Depois disso, irão de carona para o estúdio do Podpah, onde farão um episódio especial do podcast e que será patrocinado pela marca.

Continue lendo