Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Projeto VERBOGENTILEZA conecta marcas pessoas e projetos e lança estratégia de embaixadores para se transformar em uma plataforma de realizações

Publicado

em

Conectar marcas a pessoas e projetos para transformar as relações na cidade, tendo a gentileza como elo de ligação. Este é o objetivo do Verbogentileza que lança seu conceito de 2019 pautado pelo verbo realizar. Para isso, a produtora Do Brasil Eventos – proponente do projeto – decidiu utilizar seu acesso e relacionamento com grandes marcas para dar mais visibilidade e apoio direto a iniciativas que já provocam mudanças em Belo Horizonte. E o novo site (www.verbogentileza.com.br) foi desenvolvido para funcionar como plataforma de realizações.

Para estar mais próximo de “gente que realiza”, foram convidados para embaixadores quatro pessoas atuantes na cidade: Filipe Thales, Duda Salabert, Kdu dos Anjos e Bruna Kassab. Com a missão de romper a bolha e alcançar novos contextos, cada um deles sugeriu projetos não próprios para receberem apoio financeiro e investirem na cultura periférica.

Kdu dos Anjos, coordenador do Lá da Favelinha, indicou o ID Grupo de Dança.“Achei a proposta incrível. É sempre bom os curadores se lembrarem de pessoas da periferia em pautas diferentes das que já são tradição da cidade”, comenta. Na outra ponta, Negona Dance, diretor do Grupo de Dança, comemora. “O recurso vai nos ajudar a fomentar o grupo e a realizar duas atividades: a Oficina Jazz Funk e o espetáculo Black Block, que é um grito das manifestações que acontecem todos os dias com as jovens negras periféricas”, diz.

O publicitário e morador da Rua Itapecerica, Filipe Thales, é também fundador do Viva Lagoinha, coletivo que conecta pessoas que acreditam na requalificação da região por meio da economia criativa. Um dos seus trabalhos é o Rolezinho Lagoinha, percurso turístico feito a pé para mostrar o bairro. “A maioria das iniciativas que os visitantes conhecem durante o Rolezinho são chefiadas por mulheres. Recentemente, foi criado o Lobas da Lagoinha, que dá voz a essas mulheres que tanto fazem pelo território, que está sendo requalificado pela força feminina”, destaca.

Com o recurso, Michelle Mayrink, idealizadora do Lobas da Lagoinha, produzirá um documentário sobre a Casa da Loba e a relação desse espaço com as mulheres que atuam na região. “Mais do que a ajuda financeira, essa é uma oportunidade que vai ao encontro da nossa vontade de mostrar quem são as mulheres que estão fazendo a Lagoinha acontecer e fortalecer nossa essência coletiva”, afirma Michelle.

Já a professora e ativista Duda Salabert escolheu o Transvest, projeto que combate a transfobia e inclui travestis, transexuais e transgêneros na sociedade. Com o apoio do Verbogentileza, a ideia é construir um ateliê e promover oficinas de produção gráfica. “Para mostrar o resultado das criações, vamos montar uma exposição com todo o material produzido pelas integrantes. O objetivo é que elas possam vender os produtos e ver algo que fizeram sendo reconhecido. Isso porque a desvalorização do trabalho é uma realidade no universo trans. Conquistar um espaço dentro das artes, onde as participantes possam expressar o que sentem é muito gratificante”, ressalta Uno, cofundador do Transvest.

O Centro Cultural Lamparina, por sua vez, foi apadrinhado pela CEO da Evoé, Bruna Kassab. O projeto, que fica no bairro Maria Goretti, incentiva práticas artísticas e culturais dos moradores, além de buscar intercâmbios com outras ações sociais do Brasil e do exterior, especialmente de países da África. “O Lamparina inspira. Ver o que eles têm feito na comunidade é muito importante, assim como é importante dar visibilidade a outras pessoas. Eles ficaram muito felizes de terem sido escolhidos e também por saberem que, ano que vem, vão poder sugerir outra iniciativa e estourar ainda mais a bolha. Acho que isso é, de fato, trabalhar as redes da melhor maneira possível”, observa Bruna.

A ação com os quatro embaixadores do Verbogntileza é apenas o piloto de uma rede que pretende se expandir, se transformando de fato em uma plataforma realizadora.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Universo Live

UBRAFE participa do 53º Congresso AFIDA em Buenos Aires

Publicado

em

A Ubrafe (União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios) participou, nos dias 27 e 28 de maio, da 53ª edição do Congresso Latino Americano da Indústria de Feiras e Convenções, promovido pela AFIDA (Associação Internacional de Feiras da América). A ocasião torna a Ubrafe como importante aliada da AFIDA no processo de geração de espaços de networking, oportunidades de negócios e aprendizagem latino-americana, de forma a promover e garantir êxito na indústria de eventos.

O Congresso promoveu duas jornadas de capacitação e atividades sociais, com a participação de conferencistas internacionais de alto nível, bem como de diretores da indústria de Feiras, Congressos e Convenções Ibero-americanos, trazendo experiências que permitem ao setor identificar a visão atual e futura do cenário de eventos e organizações que fazem parte dela.

“O evento da AFIDA é uma excelente oportunidade de alto nível para se relacionar com o mercado de eventos B2B Latino Americano. O Brasil é o líder regional pela quantidade de eventos e estabelecer estas conexões é fundamental”, destaca Paulo Ventura, presidente do conselho de administração da Ubrafe.

“O convite para palestrar neste evento que aconteceu na La Rural, a principal venue de Buenos Aires, mostra que a Ubrafe está inserida no ecossistema Latino Americano de feiras e eventos B2B”, finaliza Paulo Octávio Pereira de Almeida (P.O.), presidente executivo da Ubrafe.

A Ubrafe possui o Barômetro Eventos B2B, um dos índices mais confiáveis do setor de eventos, pois consolida a quantidade de eventos com foco na geração de negócios, por enquanto na cidade de São Paulo. Seu levantamento registrou um impacto de R$ 9,3 BI apenas na economia da cidade de São Paulo, 7 milhões de participantes únicos em um ano e um total de 1.286 eventos de grande porte em 2023 – primeiro ano completo que o setor não sofreu os impactos da crise sanitária (covid-19).

Continue lendo

Universo Live

Ampro celebra sanção do novo Perse e destaca benefícios para o setor de eventos

Publicado

em

A Associação de Marketing Promocional (AMPRO), representada pela presidente executiva, Heloísa Santana, Elza Tsumori, conselheira e diretora setorial de relações institucionais da Associação, presidente da CBIE e diretora administrativa e financeira da Academia Brasileira de Eventos e Turismo e Raphael Rodrigues, membro da diretoria setorial de marketing de incentivo e do grupo de trabalho do Perse celebra com entusiasmo sua participação na cerimônia oficial realizada ontem no Palácio do Planalto, para sanção do novo Perse (Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos) pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O programa, aprovado pelo Senado Federal em 30 de abril após intensas negociações, representa um marco histórico para a retomada do setor de eventos, um dos mais impactados pela pandemia de COVID-19.

Lembrando que o novo Perse oferece medidas de apoio financeiro e tributário para empresas do setor e garante a continuidade do programa até 2026, com teto de R$ 15 bilhões. Os CNAEs (7319-0/01, 7490-1/05 e 8230-0/01) vinculados ao setor de live marketing e marketing de experiência seguem abrangidos pelo programa.

A Ampro e seu grupo de trabalho de relações governamentais, reiteram seu compromisso em trabalhar sempre em conjunto com o governo e o setor privado para garantir a efetiva implementação do novo Perse e a plena retomada do setor de eventos no Brasil.

Acompanhe as novidades sobre o programa na página da entidade que vai oferecer aos seus associados, um webinar para tratar sobre as novas diretrizes após a sanção da lei.

Continue lendo