Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Nova ferramenta de visibilidade da IAS ajuda publishers a ampliar a receita de seus negócios

Publicado

em

Além de melhorar a visibilidade das campanhas, a solução oferece segurança à marca, combate fraudes e reduz os riscos com tráfego inválido (IVT). Marcas como Bonnier, Business Insider, PopSugar, Purch e Refinery 29 já fazem uso da tecnologia

 

A Integral Ad Science (IAS), empresa de medição e análise que oferece suporte à indústria de publicidade, anuncia hoje a primeira solução de otimização para este setor. A novidade permitirá que os publishers possam maximizar o rendimento de seus relatórios, reduzir o desperdício de impressão dos anúncios digitais e agilizar o fluxo de trabalho, com uma plataforma automatizada em tempo real. Os publishers agora têm acesso a novos conjuntos de dados para combater questões como visibilidade, segurança da marca e fraude publicitária. A ferramenta reduz o tráfego inválido que interage com os anúncios digitais, além de oferecer os melhores resultados para seus clientes.

O mercado publicitário pede transparência e, por isso, os publishers estão sob crescente pressão para fornecer um resultado de qualidade e que seja alinhado às expectativas dos anunciantes. De acordo com um estudo recente do eMarketer, instituto especializado em pesquisas envolvendo o mercado digital, 69% dos publishers estão preocupados com a visibilidade e a crescente pressão para não serem cobrados por anúncios não veiculados, o que afeta diretamente seus fluxos de receita.

“As marcas e as agências continuam questionando os publishers para que respondam aos desafios da indústria em torno da visibilidade, segurança da marca e fraude”, afirma Dave Marquard, vice-presidente de gerenciamento de produtos da IAS. “Com a nossa solução de otimização de visibilidade, os publishers passam a ter acesso a dados e ferramentas que, normalmente, são disponibilizados somente aos anunciantes. Essa visibilidade permite aos publishers analisar dados que eliminam o desperdício para toda a indústria publicitária”, ressalta.

 

Algumas marcas que já obtiveram sucesso a partir da ferramenta da IAS

“A indústria de publicidade está perdendo uma quantidade considerável de receita em relação à segurança customizada da marca e necessidades de visibilidade, devido à intensa sobrecarga de entrega”, diz Sean Holzman, diretor de receita digital da Bonnier. “A ferramenta de otimização da IAS automatiza esse processo e nos permite extrair dados profundos, eliminando o desperdício de impressão e alcançando os objetivos dos anunciantes”, destaca.

“A IAS deu um grande passo ao encontrar um denominador comum na medição e na verificação, tanto do lado da demanda quanto da oferta”, declarou Marc Boswell, vice-presidente de operações de vendas e serviços ao cliente da Business Insider. “Com essa otimização, os publishers finalmente passam a ter uma solução em tempo real que ajuda a fornecer um relatório seguro aos seus clientes. Conseguimos melhorar significativamente o rendimento de uma campanha, reduzir drasticamente o desperdício com impressões e eliminar o IVT (Tráfego Inválido), como resultado”.

“A Purch está empenhada em oferecer experiências seguras e transparentes aos seus clientes. Estamos extremamente atentos na luta contra o IVT, e nossa parceria com a IAS não só valida a qualidade geral do nosso relatório, como também nos ajuda a gerar melhores resultados por meio da ferramenta de otimização. A IAS posicionou-se como a líder do setor a partir desta solução”, reforça Michael Hannon, vice-presidente de otimização de receita da Purch.

“Por ser uma editora premium com praticamente todo o tráfego proveniente de fontes orgânicas, conseguimos reduzir o IVT de nossas campanhas publicitárias com a ferramenta de otimização da IAS”, diz Dennis Ritell, diretor de operações publicitárias da PopSugar. “A IAS desenvolveu uma ferramenta que habilita publishers e aumenta a transparência, beneficiando todas as partes. Vemos isso como um avanço para a indústria”.

“Nossos anunciantes exigem resultados com alta transparência, livres de IVT e que propiciem a segurança da marca. A solução de otimização da IAS nos permite atender a todos esses requisitos”, diz Lauren Curtis, diretora de operações de anúncios e Ad Tech da Refinery29. “Conseguimos alcançar padrões personalizados sem desperdícios, incluindo visibilidade para a GroupM. Esta solução facilita alcançar os KPIs dos anunciantes e ainda possibilita aumentar a receita, por meio da automação”.

Benefícios da Ferramenta

Com base na ferramenta de verificação, a oferta da IAS continuou a evoluir para atender às crescentes necessidades dos publishers. A solução permite:

  • Impedir o excesso de entrega e o desperdício de impressões em campanhas de visibilidade;
  • Personalizar a visibilidade, a segurança da marca e metas de IVT com base em requisitos específicos do anunciante;
  • Agilizar o fluxo de trabalho através da otimização automatizada em tempo real e da entrega de anúncios;
  • Automatizar a criação de ofertas do mercado privado altamente visíveis, seguras e sem fraude para compradores programáticos;
  • Monitorar e banir a atividade fraudulenta em todos dispositivos.

Utilizando a Inteligência Artificial para obter resultados imediatos

A ferramenta de otimização é alimentada pela tecnologia Inteligência Artificial da IAS que opera com alto débito e baixa latência. Essa plataforma engloba modelos de aprendizado de máquinas treinados continuamente, testados e implantados e ainda alavanca uma pilha de tecnologia de ponta e algoritmos especializados.

“Pelo fato de nosso código ser executado em uma página antes de um anúncio ser vendido, podemos enviar sinais sobre os anúncios na página para o nosso mecanismo de Inteligência Artificial e fazer previsões precisas em tempo real”, diz Sergei Izrailev, SVP da Data Science da IAS. “Gerar previsões em tempo real em um volume alto não é um feito pequeno. Automatizar este processo é ainda mais desafiador. Este produto não existiria sem o talento de nossas equipes de ciência e engenharia de dados de alto nível.

A nova solução de visibilidade da IAS já está disponível para os publishers. Para mais informações, entre em contato com [email protected].

Continue lendo

Universo Live

Publicidade nos muros das favelas gera cestas básicas ao G10

Publicado

em

Presente em comunidades de todo o país, o Outdoor Social® foi criado para conectar marcas com o público das favelas e aquecer a economia local. Na prática, como modelo de mídia OOH (Out Of Home), o morador recebe para tornar o muro de sua casa um outdoor para anúncios, fazendo com que a população local tenha contato com as marcas. “É uma forma de mostrar ao mundo o poder de consumo da região e possibilitar uma renda extra aos expositores, que são domiciliados locais”, explica Emilia Rabello, fundadora do Outdoor Social®, pioneiro no segmento OOH em favelas.

Nesse momento de agravamento da pandemia, além da renda extra, que auxilia os moradores, o Outdoor Social® destinará cestas básicas para o G10, bloco das 10 maiores favelas do Brasil. A cada painel instalado em abril, uma cesta básica é doada. A meta é alcançar o mínimo de 1.000 outdoors, de marcas como O Boticário e Tim, colocados nos muros dos moradores das principais favelas do país. O intuito é amenizar os impactos socioeconômicos deste momento de crise no país. “Estamos em uma situação crítica com o agravamento da pandemia e precisamos nos mobilizar. Só na primeira semana, conseguimos entregar 268 cestas e esperamos distribuir ainda mais rapidamente. Com essas doações, queremos atravessar juntos o momento de crise e inspirar outros líderes empresariais a destinarem parte do lucro à entrega social”, conta Emilia.

Segundo o Monitor das Doações Covid-19, organizado pela Associação Brasileira dos Captadores de Recursos (ABCR), a população brasileira fez muitas doações durante os 12 meses da pandemia no país. A cifra da solidariedade já totaliza R$ 6,5 bilhões, englobando doações de pessoas físicas e jurídicas. Desse valor, 84% são originários de companhias privadas.

 “Não podemos mais esperar por políticas públicas. Somos um povo forte, unido, trabalhador e juntos, sairemos dessa”, ressalta Gilson Rodrigues, presidente do G10. Acreditando na soma de esforços para atender as necessidades da sociedade, Emilia reforça o potencial que as comunidades têm. “As favelas brasileiras possuem um enorme potencial cultural, intelectual e econômico. Por isso, precisamos seguir somando esforços para garantir as ferramentas de pleno desenvolvimento dessas populações e alavancar a economia do país”, finaliza.

Continue lendo

Universo Live

Marketing de influência: como as comunidades potencializam as marcas

Publicado

em

A oportunidade de criar uma proximidade maior com os clientes é um dos pontos que mais chama atenção das marcas para as comunidades, que também são conhecidas como “Fórum 4.0”. O levantamento do Community Roundtable, que aponta as estratégias de comunidade com um ROI médio de 6.469% para as marcas, é a prova de que esse tipo de ação está em alta entre as empresas.
As comunidades propiciam a troca de conhecimento por meio da produção de artigos, interação rápida, cursos online e se tornou uma oportunidade para o público, influenciadores e marcas conviverem em um ambiente virtual seguro e garante até mesmo uma chance de obter renda e maior faturamento. De acordo com Luciano Kalil, CPO da Squid e especialista em comunidades, essa é uma forma assertiva de as marcas entenderem o que de fato os consumidores estão buscando.

“Para se aproximar dos seus clientes, empresas têm investido na construção de comunidades como um canal direto de relacionamento com influenciadores e, claro, com o consumidor. Esse canal se torna um ambiente de troca de informações e também para a construção de produtos e serviços que tenham a cara daquele público, pois quem consome tem esse canal direto com a marca”, analisa o executivo da empresa líder em marketing de influência e comunidades no Brasil.

Essas comunidades também são importantes para que as empresas compreendam quais as necessidades da sua marca e apliquem mudanças em seus serviços ou produtos. É como se fosse um novo FAQ, em que as principais dúvidas dos usuários são esclarecidas e a partir disso, é possível realizar mudanças que aproximem ainda mais aquela empresa ao público final.

No mundo, essa solução já é a realidade de muitas empresas. A Lego, por exemplo, criou uma comunidade para os amantes da marca. Lá, os consumidores conseguiram propor novas soluções, votar em seus favoritos e enviar feedbacks. As ideias mais populares se tornam produtos e o idealizador do projeto ganha um percentual das vendas. A plataforma agrega mais de 1 milhão de inscritos.

“Aqui no Brasil, a Squid lançou o #ClubeDaInfluência e já possui mais de 40 mil inscritos. Nesse espaço, os criadores de conteúdo ajudam os outros de forma colaborativa e encontram na plataforma cursos que proporcionam a profissionalização de influenciadores digitais. É uma oportunidade de gerar conhecimento, além de movimentar o mercado da influência”, explica Luciano Kalil.

Continue lendo