Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Mercado publicitário espera um crescimento de até 30% na demanda de mídia programática em 2017, revela pesquisa da Teads

Publicado

em

Durante evento em Campos do Jordão, executivos do mercado se reuniram para discutir as novas oportunidades do setor e publicidade sustentável

A Teads, pioneira da publicidade em vídeo outstream e plataforma de monetização global para anunciantes e publishers, convidou grandes tomadores de decisões do mercado publicitário brasileiro para discutir o crescimento da mídia programática, brand safety e a importância desse novo modelo de compra para agências, empresas, tradings desks e DSPs.

Em um hotel no alto das montanhas de Campos do Jordão, os convidados – dentre eles profissionais da Heineken, Fiat, Itaú, de agências como DPZ&T, Africa, DM9, Blinks, Publicis e Leo Burnett, além de Trading Desks como Affiperf, Tradelab e Exiber – tiveram a oportunidade de participar de painéis com temáticas sobre publicidade sustentável e perspectivas da mídia programática. Fabricio Proti, diretor executivo da Teads no Brasil, abriu o evento afirmando que “o mercado digital passa por um momento de reflexão, que exige o resgate de valores e práticas necessárias para garantir o crescimento sustentável para os próximos anos.

O encontro também contou com a presença de Ryan Cook, Head de Programmatic Global da Teads, que ressaltou a importância do evento para o mercado. “A oportunidade de passarmos o dia todo juntos, de nos afastarmos de nossos espaços de trabalho e de podermos discutir tópicos de mercado de igual para igual, trocando impressões e experiências, é muito relevante para a Teads”, analisou o executivo.

Durante o evento, a empresa realizou uma pesquisa para identificar algumas necessidades e desejos do mercado. Dentre os convidados, mais da metade espera um crescimento de 20% a 30% na demanda do setor em comparação com o ano passado. Além disso, para esses profissionais, o principal foco durante o planejamento de uma campanha de vídeo programático deve ser a capacidade de segmentação. Outras prioridades apontadas foram, respectivamente, viewability e completion rate, e a busca por resultados mais precisos e efetivos das campanhas.

Sobre as perspectivas e expectativas do mercado para mídia programática, a pesquisa mapeou diversas oportunidades. Entre elas, está o aumento da capacidade de escala e controle da entrega e a mídia programática como uma alternativa para as marcas que não investem em anúncios de TV. Os entrevistados também citaram a garantia de formatos de qualidade e volume com a proposta nativa e a possibilidade de vídeos dinâmicos, como os produzidos no Teads Studio, entre as grandes oportunidades do setor. Esse resultado reflete a tendência global de crescimento do conteúdo audiovisual: segundo a ANA (Association of National Advertising), 80% do tráfego global da internet será composto de vídeos até 2019.

Já os desafios para que este novo modelo de compra cresça mais rapidamente, segundo os tomadores de decisão, são a falta de profissionais qualificados, falhas na questão de brand safety, diminuição no risco de fraude, crescimento do inventário e melhora das métricas para assegurar satisfação aos anunciantes. “É neste cenário que a Teads vai estar sempre inovando ao oferecer as melhores soluções em vídeo nativo dentro de ambientes que garantem brand safety para o mercado publicitário”, afirma Fabricio Proti.

A Teads aproveitou a oportunidade para reforçar sua identidade através da bandeira  Green Advertising, que é apoiada em pilares que buscam aprimorar a experiência do usuário por meio do inventário de qualidade em escala, fraude zero, formatos que são vistos em tela (viewability) e a prática de ‘no reselling’.

A publicidade sustentável da Teads dá o controle do vídeo publicitário para o usuário, e provoca quase o dobro de engajamento quando comparado com outros formatos de vídeo. Dona de um inventário com os principais publishers do mundo, a Teads proporciona uma rica experiência do usuário com a marca dentro de um ambiente seguro, gerando melhor performance para os objetivos de branding dos anunciantes.

Através do modelo programático da Teads, cria-se um ambiente onde brand safety é uma realidade. Ao se garantir um espaço livre de fraude, a Teads é colocada como líder de qualidade, segundo os parâmetros da Integral Ad Science (IAD).

Continue lendo

Universo Live

Ampro lança guia de boas práticas de trade marketing em versão digital

Publicado

em

Segundo a Associação Brasileira de Comunicação de Marketing (ABComm),a projeção de crescimento do setor de Trade gira em torno de 8 a 10% em relação ao ano passado, alcançando um valor entre R$ 85 bilhões e R$ 90 bilhões, devido aumento do investimento em marketing pelas empresas, que acabaram retomando a confiança do consumidor, impulsionando maiores investimentos em estratégias, e consequentemente um crescimento promissor.

Organizado pela diretoria setorial de trade marketing da Ampro -Associação de Marketing Promocional, o e-book Melhores Práticas de Trade Marketing será lançado no dia 18 de junho no site da Associação.

Com 161 páginas, o e-book oferece informações abrangentes, começando pelos objetivos do trade marketing, trade digital e os serviços relacionados. Em seguida, dedica capítulos às práticas de ESG, à classificação das agências, até a jornada de contratação com práticas sustentáveis. O conteúdo é concluído com cases premiados no AMPRO Globes Awards, tradicional prêmio da Associação, que chega à sua 24ª edição em 2024

Um roteiro completo para fornecer diretrizes e auxiliar na capacitação de profissionais que atuam nesta área, por meio de boas práticas de planejamento, implementação e aprimoramento de estratégias, facilitando a estruturação das etapas de forma atualizada e direta.

A ideia do guia é trazer para as empresas e para o mercado as melhores práticas para a contratação de serviços, fomentar a profissionalização e o desenvolvimento sustentável do Trade Marketing no Brasil, abordando a forma correta para compra de serviços e auxiliando no respeito à legislação. Com uma abordagem didática, o material compartilha conceitos, reflexões e caminhos assertivos para boas práticas.

A diretoria setorial de trade marketing da Ampro é formada por membros de agências como MKT House, C2C-GI GROUP Brasil, Pop Trade, Marco MKT, Creata, Allis e Itrade Smollan.

“Este material representa o compromisso da Ampro em promover a excelência e o desenvolvimento do trade marketing, contribuindo para o sucesso e crescimento de todos os envolvidos nesse mercado. Para os profissionais, traz orientações práticas e estratégicas que podem ser aplicadas no dia a dia. Para os estudantes e profissionais em início de carreira, oferece uma visão abrangente do setor, preparando-os para os desafios do mercado. Para as agências, fornece diretrizes claras e melhores práticas, permitindo que desenvolvam estratégias mais eficazes e se destaquem no mercado, e para as indústrias e o varejo, traz insights sobre as tendências do setor, ajudando as empresas a se manterem competitivas”, explica Fabrício Massa, diretor executivo da diretoria setorial de trade marketing da Ampro.

“O lançamento deste conteúdo é uma iniciativa que promete ser um excelente condutor de informações para a tomadas de decisões dos profissionais da área. Foi elaborado com cautela e olhar abrangente e contou com a contribuição de diferentes  perspectivas – agências, clientes, especialistas, jurídico e ESG. Com a liderança do Fabrício Massa, diretor da diretoria setorial de trade marketing, conseguimos reunir uma riqueza de insights que certamente serão valiosos para todos que buscam se aprofundar no setor.”

Continue lendo

Universo Live

Academia Brasileira de Eventos e Turismo lança programa de certificação profissional

Publicado

em

Academia Brasileira de Eventos e Turismo, desenvolveu o programa de Certificação Profissional que busca aumentar o conhecimento e desempenho dos gestores de eventos, e promover seu status e credibilidade nacional e internacional, visto a necessidade de profissionais de excelência neste mercado em plena expansão.

As inscrições já estão abertas com vagas limitadas com início das aulas em 21 de junho e término em 23 de novembro de 2024 no WTC World Trade Center SP. O programa de certificação de excelência de gestores de eventos é de extrema importância para todos os profissionais e empresas contratantes, onde será atestado não só o conhecimento do público interessado sobre os assuntos e procedimentos conferindo a prova de capacidade para a execução de determinado serviço ou no exercício de qualquer função, mas também demonstrando como funciona o compromisso da empresa, o profissionalismo de seus colaboradores, bem como a manutenção e atualização aos padrões de qualidade de seus processos, aumentando não só a credibilidade profissional, mas o prestígio dentro da própria rede de contatos.

A certificação além de evidenciar a qualificação do requerente garante a veracidade de sua formação e habilitação para o exercício das funções, reconhecendo a capacidade do profissional tanto por empresas internacionais quanto multinacionais, deixando a pessoa apta para trabalhar em qualquer país.

Esta certificação tem validade de 3 anos a partir de sua emissão, devendo ser recertificada após este período, pois as atividades ligadas diretamente à prestação de serviço ao público vivem em constante desenvolvimento, sendo necessária a atualização das novidades do setor.

Para participar é necessário que se preencha formulário junto a inscrição e encaminhamento, anexando seu Currículo Acadêmico Profissional e colocar qual a atuação na área de gestão de eventos, com o mínimo de três anos de experiência e carta motivacional sobre a intenção do curso.

Esta primeira edição conta com apenas 40 vagas, sendo assim somente os 40 primeiros inscritos e selecionados vão participar da aula no formato de um final de semana por mês, sendo 8 horas de aula às sextas e 8h no sábado, período manhã e tarde. Ao todo, serão 6 finais de semana de 16 horas/aula, totalizando 96 horas de curso, com uma prova de 1h por módulo, em um total de 9 módulos e mais 3 horas de aula inaugural.

Continue lendo