Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

iFood e Visa apostam em Cashback para conquistar mais clientes

Publicado

em

iFood lança oferta com a solução: R$15 de crédito após duas compras acima de R$35

Desde que a Visa disponibilizou suas soluções de Fidelidade e Ofertas para o mercado brasileiro, a procura dos estabelecimentos comerciais tem sido intensa. Um dos produtos chama mais a atenção: o Crédito em Fatura, ou cashback como é popularmente conhecido. O aplicativo de delivery de comida, iFood, é o mais novo exemplo de estabelecimento comercial oferecendo aos seus clientes a possibilidade de receber crédito direto na fatura do cartão.

Dessa vez, a campanha foi realizada junto com o Visa Checkout, solução que agiliza o pagamento online ao oferecer a possibilidade de finalizar a transação com poucos cliques. Válida até o dia 30 de setembro, os usuários que realizarem duas compras no iFood no valor mínimo de R$35 cada com o Visa Checkout, receberão de volta R$15 na fatura do cartão de crédito. Para participar, é necessário se cadastrar na plataforma promocional Vai de Visa e na oferta determinada e utilizar o cartão Visa cadastrado no Visa Checkout nas compras dentro do aplicativo. A promoção será limitada a 4 créditos por pessoa.

“Os estabelecimentos comerciais buscam essencialmente três coisas: conversão de vendas, fidelização de novos clientes e melhor experiência de compra. Nossas soluções de Fidelidade e Ofertas conseguem atender essa demanda e ainda levar segurança e conveniência ao cliente. O primeiro exemplo realizado com o Crédito em Fatura no Brasil elevou em mais de 50% os cadastros em nossa plataforma promocional Vai de Visa. Tudo isso em menos de um mês – um claro indicativo do apelo que a solução possui com os consumidores finais”, conta Renato Rocha, vice presidente da Visa do Brasil.

O iFood foi uma das primeiras empresas brasileiras a disponibilizar o botão do Visa Checkout – desde dezembro de 2016. “Nossa parceria com o iFood tem crescido exponecialmente. Esta é a primeira ação desse tipo dentro do segmento e estamos confiantes nos resultados que serão obtidos ao beneficiar as compras do dia-a-dia e mostrar a facilidade que o Visa Checkout oferece para a compra digital”, conclui o executivo.

Continue lendo

Digital

Rocky.Monks é o mais novo parceiro da JustForYou

Publicado

em

A agência digital full service Rocky.Monks, em mais uma movimentação de mercado, fecha uma nova parceria com a JustForYou, maior marca de personalização de produtos de hair care da América Latina. Com início neste ano, a parceria visa aumentar os resultados em mídias pagas, expandindo a marca  e ajudando na divulgação das novidades da empresa.

“Nosso time de Mídias Pagas já está a todo vapor. Para nós, é de suma importância parcerias com grandes empresas como é o caso da JustForYou, e tenho certeza de que, com um bom trabalho do nosso time, vamos atingir ótimos resultados para que essa parceria dure por muitos anos”, explica Daniela Gebara, sócia fundadora e diretora comercial da Rocky.Monks.

A JustForYou é mais um grande cliente como Telhanorte e Loungerie, que também compõem a carteira de mais de 80 clientes da Rocky.Monks. Além disso, em 2021, a agência foi reconhecida como uma das melhores agências de comunicação para se trabalhar pelo GPTW.

Continue lendo

Digital

Monetização de dados é componente importante da Transformação Digital que movimentará US$ 2,3 trilhões até 2032

Publicado

em

O conceito Data Driven e a consequente monetização desses dados cresce exponencialmente e cada vez mais deve fazer parte dos negócios em todos os níveis. O mercado de transformação digital vai movimentar US$ 2,3 trilhões até 2032, com crescimento médio de 14,2% ao ano, de acordo com o relatório Market Research Report da Fact.MR. Apenas este ano, a expectativa é de que o segmento atinja US$ 621 bilhões. A consultoria Forrester avalia que as empresas que são Data Driven estão crescendo 30% ao ano.

O consultor Caio Cunha, presidente da WSI Master Brasil e membro do Global WSI Internet Consultancy Advisory Board, afirma que o novo modelo significa sobrevivência no mercado. “Ser Data Driven hoje é um diferencial competitivo. Muitos dos concorrentes já adotam e os que não adotarem vão sair do mercado. Cada vez mais os clientes querem ações mais inteligentes”, sentencia o consultor.

Cunha explica que a empresa que é Data Driven usa uma base de dados estruturada, com informações concretas para a tomada de decisões, apoiada em ferramentas de Business Inteligence, inteligência de negócios na tradução. O sistema usa grande quantidade de dados de maneira rápida, segura e eficiente.

“Monetizar esses dados passou a ser interessante. Essas tecnologias podem ser usadas para reduzir custos com automação de tarefas, aumentar receitas identificando e servindo melhor os clientes, atrair mais clientes com engajamento reduzindo esforços, ser mais pessoal e melhorar qualidade dos serviços sem aumentar a equipe”, afirma o consultor.

Continue lendo