Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Game Desafie-me prepara alunos para o Enem

Publicado

em

Jogo conta com mais de 1.600 questões do exame para desafiar jogadores em competições

 

Estudar para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode ser cansativo e, em muitos casos, uma atividade que distancia os estudantes de seus amigos e parentes. Mas, agora, os vestibulandos podem contar com uma novidade que promete ajudar no aprendizado com doses de desafio e conhecimento: o game gratuito para smartphones e tablets Desafie-me.

O aplicativo – já disponível para download em aparelhos com sistema operacional Android e em breve também no iOS – conta com questões dos últimos nove exames do Enem para que os alunos se preparem para as provas da melhor maneira possível. No app, é possível escolher desafios nas áreas de conhecimento abordadas no Enem: Biologia, Matemática, Português, História, Geografia, Física, Química, Inglês e Espanhol. Ao todo, são 1.600 questões diferentes – mas cada desafio compreende cinco perguntas, que devem ser respondidas em até 15 minutos.

O conceito do app foi concebido pelo grupo Ser Educacional – mantenedora da Universidade UNG – para promover aprendizado e desafio com facilidade e praticidade, seguindo o conceito de gamificação – que é o uso de mecânicas de games em outros contextos, como na área da educação. “O jogo dentro do processo de ensino-aprendizagem estimula não só a motivação e o interesse do aluno, como também a criatividade na resolução de problemas”, comenta a diretora acadêmica do grupo Ser Educacional, Simone Bérgamo.

No Desafie-me, o aluno aprende também de maneira competitiva, com quatro tipos diferentes de rankings para classificar o usuário em relação aos outros jogadores. É possível desafiar amigos do Facebook, colegas da mesma escola ou ainda adversários aleatórios. “Se formos pensar sobre a questão da competição, acreditamos que ela se torna salutar à medida que fortalece no estudante a ‘vontade de buscar’. Ou seja, tirar o aluno da passividade e torná-lo agente ativo na aprendizagem”, aponta a diretora.

Apesar da ideia de levar o estudante a sentir a competição com outros jogadores, o game também possui um modo exclusivamente para treinamento. Nele, o aluno pode se desafiar a responder as questões para testar seus conhecimentos e se preparar não apenas para as sessões competitivas do jogo, mas especialmente para as provas do Enem.

Continue lendo

Digital

Rocky.Monks é o mais novo parceiro da JustForYou

Publicado

em

A agência digital full service Rocky.Monks, em mais uma movimentação de mercado, fecha uma nova parceria com a JustForYou, maior marca de personalização de produtos de hair care da América Latina. Com início neste ano, a parceria visa aumentar os resultados em mídias pagas, expandindo a marca  e ajudando na divulgação das novidades da empresa.

“Nosso time de Mídias Pagas já está a todo vapor. Para nós, é de suma importância parcerias com grandes empresas como é o caso da JustForYou, e tenho certeza de que, com um bom trabalho do nosso time, vamos atingir ótimos resultados para que essa parceria dure por muitos anos”, explica Daniela Gebara, sócia fundadora e diretora comercial da Rocky.Monks.

A JustForYou é mais um grande cliente como Telhanorte e Loungerie, que também compõem a carteira de mais de 80 clientes da Rocky.Monks. Além disso, em 2021, a agência foi reconhecida como uma das melhores agências de comunicação para se trabalhar pelo GPTW.

Continue lendo

Digital

Monetização de dados é componente importante da Transformação Digital que movimentará US$ 2,3 trilhões até 2032

Publicado

em

O conceito Data Driven e a consequente monetização desses dados cresce exponencialmente e cada vez mais deve fazer parte dos negócios em todos os níveis. O mercado de transformação digital vai movimentar US$ 2,3 trilhões até 2032, com crescimento médio de 14,2% ao ano, de acordo com o relatório Market Research Report da Fact.MR. Apenas este ano, a expectativa é de que o segmento atinja US$ 621 bilhões. A consultoria Forrester avalia que as empresas que são Data Driven estão crescendo 30% ao ano.

O consultor Caio Cunha, presidente da WSI Master Brasil e membro do Global WSI Internet Consultancy Advisory Board, afirma que o novo modelo significa sobrevivência no mercado. “Ser Data Driven hoje é um diferencial competitivo. Muitos dos concorrentes já adotam e os que não adotarem vão sair do mercado. Cada vez mais os clientes querem ações mais inteligentes”, sentencia o consultor.

Cunha explica que a empresa que é Data Driven usa uma base de dados estruturada, com informações concretas para a tomada de decisões, apoiada em ferramentas de Business Inteligence, inteligência de negócios na tradução. O sistema usa grande quantidade de dados de maneira rápida, segura e eficiente.

“Monetizar esses dados passou a ser interessante. Essas tecnologias podem ser usadas para reduzir custos com automação de tarefas, aumentar receitas identificando e servindo melhor os clientes, atrair mais clientes com engajamento reduzindo esforços, ser mais pessoal e melhorar qualidade dos serviços sem aumentar a equipe”, afirma o consultor.

Continue lendo