Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Faltam poucos dias para o maior festival motociclístico da América Latina

Publicado

em

Com mais de 50 shows, a expectativa é receber 700 mil pessoas de todo o mundo durante os 10 dias do evento. Motociclistas de Portugal, Uruguai e Venezuela já confirmaram presença

A Capital Federal recebe o maior evento de motociclismo da América Latina, o Brasília Capital Moto Week. Entre 18 e 27 de julho, mais de 700 mil pessoas de diversas partes do mundo deverão passar pela Granja do Torto e conferir as inúmeras atrações preparadas para a 16ª edição. De acordo com a organização, um novo palco e a criação de novos espaços dentro do festival estão entre as principais novidades de 2019. Com mais de 50 shows na programação, nomes como Biquini Cavadão, Jota Quest, CPM 22 e o novo projeto Tamo Aí na Atividade: Celebração a Charlie Brown Jr, que reúne os integrantes originais da banda, estão confirmados para este ano. Uma novidade no show do Tamo Aí na Atividade são as participações especiais, Di Ferreo, Gabriel O Pensador e o vocalistas do Mike Muir, do Suicidal Tendencies.

Com 4 palcos espalhados nos 250 mil m² do evento, motociclistas de várias partes do mundo, como Venezuela, Portugal, Uruguai, Argentina e Chile já confirmaram no evento. Durante o evento, mais de 300 mil motocicletas devem passar pelo local. Nesta edição, o número de motoclubes formados por mulheres também chamou a atenção. “Ano passado mostramos o quanto as mulheres estão brilhando nesse universo. Temos hoje muito mais motociclistas e motoclubes compostos por mulheres do que antes, há alguns com 200 integrantes, por exemplo. E isso comprovamos também com os nossos números, há 4 anos tínhamos um público majoritariamente masculino – 75% – ano passado quase igualou – 54% homens e 46% mulheres. Esse estigma já acabou”, conta Juliana Jacinto, organizadora do evento. Além do famoso Lady Bikers, espaço voltado para o empreendedorismo feminino, na programação desta edição haverá o dia “Mulheres no Rock”, onde elas são as atrações principais. “Vamos reunir e trazer desde artesãs indígenas até maquiadoras, é uma área para a mulher, mas onde todos são bem-vindos. Já no palco, teremos as bandas Red Mustang, Banda Nasty, TNSHE, entre outras mulheres liderando a cena musical do dia”, explica Juliana.

Rumo ao Lixo Zero

Pelo terceiro ano consecutivo, o Brasília Capital Moto Week fechou parceria da ONG Neutralize Carbono, empresa pioneira na neutralização de emissões com créditos de carbono. A ideia é que nesta edição seja conquistado o selo de Lixo Zero. Ano passado o número atingiu 78,16% de destinação correta dos resíduos. Para este ano, com campanhas de conscientização e ações sustentáveis dentro do evento, a expectativa é que a gente ultrapasse os 90%. Outra ação que acontecerá no evento é a meia-entrada para quem levar lixo eletrônico. “Ano passado recebemos meia tonelada de lixo eletrônico e conseguimos doar computadores recondicionados para incentivar as inclusões digitais em Escolas Públicas”, conta Juliana Jacinto. E não é só lixo eletrônico que paga meia-entrada, quem levar 1 kg de alimentos não perecíveis também.

Maior passeio motociclístico a céu aberto do mundo

Com 42 mil motos nas ruas de Brasília na última edição, o tradicional passeio motociclístico deste ano já tem data marcada, 27 de julho, dia do motociclista. Saindo da Granja do Torto e passando por diversos pontos turísticos da cidade, o evento espera bater o recorde. “O passeio acontecerá no último dia do festival e queremos superar o número de motos este ano nas ruas de Brasília”, afirma Portinho.

Crescimento

Considerado o maior evento do calendário oficial de Brasília, o Festival acontece em um espaço equivalentes a 25 Maracanãs e teve um crescimento de público nos últimos oito anos de 284%. Em 2018, injetou cerca de R$ 55 milhões para a economia da cidade. De acordo com pesquisa da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, a maioria dos turistas que chegam para o Brasília Capital Moto Week é da Região Sudeste e Sul do país e a permanência é de mais de 5 dias. Já entre os turistas internacionais, os principais países são Argentina, Colômbia e Paraguai.

Serviço:

Data 18 a 27 de julho

Granja do Torto

Ingressos

Motociclistas sem garupa e pilotando não pagam;

Deficientes não pagam;

Moto com garupas não pagam até às 18h (segunda a quinta) e até às 15h (sexta a domingo);

Pedestres: 1 lote promocional – R$25 (meia-entrada);

Meia-entrada para quem levar lixo eletrônico ou 1kg de alimento não perecível.

Programação musical 

18/07

Rock Forever (Beatles) 

Cloning Stones 

iFloyd CO SALOON

Happy Jack 

Jack Walker R

Banda Solange 

19/07

The Memories 

CPM 22 

Geriatric Blues Band 

Overdriver DuoOTO BAR

Big Balls 

20/07

Premiere 

Galões de Diesel 

Tamo Aí na Atividade – Celebração ao Charlie Brown Jr 

Bêbados Habilidosos 

A CONFIRMAR 

Baú Revirado 

Ray Tito e os Calabare

21/07

TimeOut 

4 You Jazz Roll 

Bartô Blues 

Black Wolves 

22/07

Cerrado Kentucky 

Alex Duarte Trio 

Os Fabulosos Viralatas 

23/07

Back Door Band

Without Cash

Linkin Live

24/07

AudiohitZ 

Lynyrd Skynyrd COVER 

Celebration Band – a Led Zeppelin tribute 

Ligação Direta 

Conexão Chicago 

Flint Stones 

25/07

Red Mustang 

Nasty 

TNSHE 

Cabaré Blues 

Terno Elétrico 

Radio Amadores 

26/07

REPUBLICA 

Lupa 

Biquini Cavadão 

Allycats 

O Bardo e o Banjo 

Violeta Groove 

27/07

Os Últimos Românticos 

US Blacks 

Jota Quest 

Procurados Blues Band 

Quinta Essência 

Quatro Estações

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Eventos

Gustavo Borges entrega mais uma edição do Swim Business

Publicado

em

Será em 23 de maio, no Hotel Porto Bay, localizado em Copacabana (Rio de Janeiro/RJ), o Swim Business, encontro presencial e gratuito para 100 gestores aquáticos promovido pela Metodologia Gustavo Borges.

Apresentado pelo próprio medalhista olímpico, o encontro é uma oportunidade única de se conectar, aprender e moldar o futuro do mercado aquático. Aberto a todos os proprietários de estabelecimentos com piscinas, independentemente de serem ou não credenciados da Metodologia Gustavo Borges, estarão entre os temas tendências de mercado, segurança aquática, práticas de gestão, público-alvo das academias, quais os aspectos que os pais e responsáveis buscam quando querem matricular os filhos deles nas aulas de natação infantil, entre outros.

Com insights como “Conecte-se para Crescer”, “Descubra as últimas novidades” e “Rumo ao Sucesso”, Gustavo diz que, com o Swim Business, é realizado um networking com os principais gestores do mercado aquático, em encontros nas capitais do Brasil. “Trazemos informações, estudos e pesquisas, que vão nortear e direcionar esses profissionais para o alcance dos objetivos”, conclui.

Continue lendo

Eventos

Rock in Rio lidera movimento para combater fome e pobreza

Publicado

em

O maior encontro da história da música brasileira já tem data e local para acontecer: 21 de setembro, na Cidade do Rock. Da MPB ao Sertanejo, do Trap ao Samba, do Rock ao Funk, passando por muitos outros ritmos, o Rock in Rio anuncia o Dia Brasil: um movimento inédito nos 40 anos de história do maior festival de música e entretenimento do mundo, que abraça a música nacional e um mundo melhor.

Com um line-up formado apenas por artistas brasileiros, a Cidade do Rock receberá nomes como Capital Inicial, Pitty, Luan Santana, Ana Castela, Daniela Mercury, Ney Matogrosso, Filipe Ret, MC Ryan SP, Chitãozinho & Xororó, Junior, Gloria Groove, Jão, Alcione, Zeca Pagodinho, Criolo, Djonga, Leila Pinheiro, Wanda Sá, Claudio Zoli, Hyldon, Jonathan Ferr, Antônio Adolpho, MC Dricka, MC Livinho, Nathan Amaral, Orquestra Jovem Da Sinfônica Brasileira, Kevin O Chris, MC Carol, Mochakk e muitos outros. No total, 72 cantores farão parte deste momento histórico em prol da união para promover um mundo melhor, com a música sendo um fio condutor e agente mobilizador para uma ampla convocação. Será por meio do Dia Brasil, que o Rock in Rio vai atuar para chamar a atenção de uma nação inteira para duas das maiores causas urgentes no país hoje: o combate à fome e a superação da pobreza, em parceria com as ONGs Ação da Cidadania, desde já recebendo a doação de 1,5 milhão de pratos de comida, e Gerando Falcões, que por meio do projeto Favela 3D vai transformar a vida de 250 famílias nas regiões do Buraco e Sessenta do Morro da Providência.

Além do Dia Brasil, o Rock in Rio está liderando uma ação inédita que reúne mais de 60 artistas brasileiros para a gravação de um clipe da música “Deixa o Coração Falar”, composta especialmente para este movimento. A canção provoca uma reflexão de união e as incentiva sobre a importância do diálogo e do abraço para superar divisões no mundo. A organização também anunciou que os direitos dos artistas que estão na composição serão destinados às duas ONGs parceiras do festival na luta contra a fome e a pobreza. O Rock in Rio também vai criar produtos licenciados que terão seus lucros revertidos em doações, além de promover leilões de instrumentos autografados. O público também poderá se engajar e participar, doando no site oficial do Rock in Rio e durante a compra de ingressos.

“Está na hora da gente mobilizar mais uma vez as pessoas, assim como fizemos em 1985, pós ditadura, e, em 2001, quando paralisamos todas as emissoras de rádio e TV por três minutos para provocar as pessoas a refletirem sobre o papel de cada um de nós na construção de um mundo melhor. O Rock in Rio sempre foi disruptivo ao unir na Cidade do Rock as mais diferentes tribos, como o funk, metal, trap, bossa nova, rock, pop e eletrônico. Para esta edição, em que celebramos os nossos 40 anos de história, este movimento será ainda maior e mais potente. Não é sobre música, mas sobre pessoas. Vamos nos abraçar e cantar, pela união, pela paz, pelo combate à fome e no combate à pobreza. Vamos todos caminhar em uma só direção: o público, os artistas, a organização e as marcas, nossos parceiros. Queremos resgatar justamente o sentimento de união do povo brasileiro, uma característica única que temos, mas que foi se perdendo nos últimos anos. Já está na hora de humanizar a nossa relação. Precisamos conversar e escutar mais uns aos outros. Essa união e esse abraço são justamente a proposta do movimento que vem do Dia Brasil. Sempre tive este momento desenhado na minha cabeça e acho que está na hora certa de concretizar esse sonho. Um dia inteiro de Rock in Rio somente com artistas brasileiros em prol de um mundo melhor. Será histórico, uma revolução”, destaca Roberto Medina, presidente da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o Rock in Rio e o The Town.

 

 

Continue lendo