Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Evento reúne players do setor aeroportuário em Brasília

Publicado

em

A 7ª edição da Airport Infra Expo acontece em Brasília, no dia 26 de abril, e reunirá os players da indústria para discutir o Desenvolvimento Sustentável do Setor Aeroportuário Brasileiro – Panorama Atual e Futuro

A Airport Infra Expo 2018, que conta com organização da Sator, consolida-se como o maior evento dedicado à infraestrutura aeroportuária no Brasil e tem como objetivo fomentar o desenvolvimento deste setor, responsável por gerar mais 4,9 milhões de empregos e US$ 153 milhões do PIB – Produto Interno Bruto na América Latina. A edição 2018 será realizada no dia 26 de abril, no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília/DF, oportunidade em que os representantes desta indústria e governo irão debater o atual cenário e as perspectivas para este mercado com papel fundamental para o desenvolvimento econômico.

Sob o tema Desenvolvimento Sustentável do Setor Aeroportuário Brasileiro – Panorama Atual e Futuro, o evento contempla rodadas de negócios, palestras e expo voltada ao cenário aeroportuário. “Com a abertura das concessões para o setor privado, o segmento aeroportuário nacional passou por um momento de destaque, agregando a expertise da gestão pública à dinâmica do setor privado. A Airport Infra Expo tem papel fundamental no desenvolvimento sustentável deste segmento e apresenta a sua expansão desde o início das concessões em 2012”, comenta Paula Faria, diretora executiva da Sator, empresa organizadora da Airport Infra Expo.

Perspectivas para o setor em 2018
De acordo com o Secretário Nacional de Aviação Civil (SAC), Dario Rais Lopes, a expectativa é que a aviação civil retome um ritmo de crescimento acentuado, diferente dos dois últimos anos em que a demanda ficou relativamente estagnada, visto que, em 2017, a demanda por viagens domésticas cresceu 3,51 %, enquanto que a procura por passagens internacionais aumentou 12,05 %, ambos na comparação com 2016. “Na medida em que as expectativas econômicas estão sendo mais otimistas, o ritmo de crescimento da aviação tende a evoluir. Mas, essa retomada gradual de crescimento exige um tempo para estabilização. Por isso, nossas projeções de demanda indicam que a movimentação nos aeroportos brasileiros em 2018 fique em torno de 203,7 milhões de passageiros e, a partir de 2019, atinja taxas de crescimento mais expressivas acima de 4% ao ano”.

Sobre o evento, o Secretário declara: “Eventos como o Airport Infra Expo são extremamente importantes, pois permitem estreitar a interlocução com os diversos segmentos que compõem a aviação civil, onde podemos ouvir as demandas e críticas do setor. A interlocução é fundamental para corrigirmos e ajustarmos as ações voltadas para a melhoria da aviação civil no Brasil”, cita Lopes.

Para o Diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, o fornecimento dos serviços de navegação aérea pelo DECEA está diretamente relacionado às operações aeroportuárias e que, portanto, iniciativas como a Airport Infra Expo são vistas como prioridade não só dos administradores de aeroportos, mas também do DECEA em nome do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro. “No transporte aéreo, sobretudo nos dias de hoje, não há mais espaço para ações isoladas e decisões unilaterais. Há uma necessidade recorrente do estreitamento nos relacionamentos interórgãos por meio de estratégias e ações colaborativas. Ressalto, ainda, que o contínuo crescimento dos aeroportos e, consequentemente, da aviação é sempre visto com bons olhos”, conclui.

Continue lendo

Eventos

Wired Festival 2021 acontece no Planetário da Gávea, no Rio de Janeiro

Publicado

em

Com o propósito de inovar, compartilhar ideias e gerar valor na prática, O Globo e a Editora Globo Condé Nast promovem mais uma edição do Wired Festival, nos dias 1 e 2 de dezembro, no Planetário da Gávea, na cidade do Rio de Janeiro. Com o mote “The Lab of Us”, o festival busca provocar novas formas de pensar através da mistura de pessoas e ideias, criando conexões com o objetivo de impactar a sociedade em diversas frentes, seja pensando as cidades do futuro, a sustentabilidade ou a educação, tendo como pano de fundo as relações humanas.

Idealizado em parceria com a consultoria de inovação 16 01, dos sócios Eduardo Paraske e Leonardo Brazão, o Wired Festival volta ao formato presencial após o hiato ocasionado pelo período de isolamento social. A pandemia e seus efeitos no ser humano inclusive foram um importante ingrediente utilizado para se pensar o evento e seus talks. Além da 16 01, a Condé Nast também convidou Adriana Barbosa, CEO da PretaHub e fundadora da Feira Preta para atuar na consultoria do festival.

-Nós somos laboratórios de inovação, transformação e criatividade. A inovação não é só algo que buscamos, mas também está no nosso cotidiano, em pequenos gestos e decisões. Não nos damos conta, mas somos motores de inovação -diz Paula Mageste, CEO da Edições Globo Condé Nast (EGCN), que detém os direitos da marca “Wired” no Brasil.

Com apresentação da Invest.Rio I Prefeitura RJ, patrocínio da C&A, Draft Line e Unico, o evento é gratuito e sujeito à lotação. Para garantir acesso às palestras, o ingresso é através do site o Ingresso Certo .

Importante ressaltar que todos os protocolos sanitários indicados pelas autoridades de saúde e vigentes durante o período de realização do evento serão seguidos. Será também exigido o passaporte da vacina, digital ou físico, com documento de identificação para acesso ao Festival.

O Wired Festival chega no melhor momento possível. Depois de tanto tempo sem eventos presenciais, é ótimo voltarmos a nos ver fisicamente para debater inovação e apontar caminhos para o futuro – diz André Miranda, editor executivo do GLOBO.

Programação

Entre os palestrantes já confirmados estão artistas como Negra Li, Rincon Sapiência e Xamã; criadores de conteúdo como Nathaly Dias, a blogueira da baixa renda, a Pequena Lô, Gil do Vigor e Bianca Andrade, a Boca Rosa; Buuba Aguiar, Gizele Martins e Jefferson Quirino, idealizadores de projetos sociais que transformam a vida de moradores de comunidades do Rio de Janeiro; empreendedores como Rafael Dulton, cofundador da Movile – grupo de tecnologia que possuiu as empresas Ifood, Playkids, Sympla, Wavy, entre outras, além de Alice Pataxó, ativista e comunicadora Indígena da aldeia Pataxó Craveiro, fundadora do canal Nuhé no YouTube e estudante de Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).
Continue lendo

Eventos

Ampro realiza live para divulgar o shortlist do Ampro Globes Awards

Publicado

em

A Ampro – Associação de Marketing Promocional / Live Marketing prepara a divulgação da shortlist do Ampro Globes Awards 2021, a maior premiação do Live Marketing no Brasil. A lista dos cases e agências selecionados será revelada no próximo dia 16 de novembro, às 17h, em live com a participação de Adriana Cury, VP de Criação da Nova/SB Brasil, que preside o júri da premiação neste ano. A transmissão será pelo Instagram do Globes – @amproglobesawards.

Neste ano, o Ampro Globes Awards bateu recorde de inscrições – foram 329 cases, inscritos por 42 agências, 46,22% acima do número de 2020 e o maior dos últimos 10 anos. O julgamento dos trabalhos começou em setembro.

Neste ano, chamou ainda a atenção do mercado a formação do júri da premiação, diversificado e inclusivo, com equidade de gêneros, participação expressiva de pessoas negras, de profissionais “new blood” (idade abaixo de 30) e “silver age” (acima de 50), além de representantes de regiões fora do eixo Rio – São Paulo e do exterior.

A revelação dos vencedores e entrega dos troféus está marcada para o dia 15 de dezembro, em evento híbrido que ocorrerá em paralelo ao Congresso de Live Marketing.

Realizado há 21 anos pela Ampro, o Ampro Globes Awards é a versão nacional do The Globes Awards, a maior premiação mundial do Live Marketing criado pela MAA Worldwide, que anualmente reconhece as melhores campanhas em mais de 25 países. Por aqui, os cases inscritos são avaliados nacionalmente e podem ser aprovados também para concorrerem internacionalmente.

Continue lendo