Conecte-se com a LIVE MARKETING

Gente

Etermax inicia operação no Brasil com a agência Flame Ads e diretor de vendas baseado em São Paulo

Publicado

em

Por meio de sua agência de propaganda in-game, Etermax reforça estratégia de expansão comercial na América Latina; à frente, está Christian Cunha, que visa consolidar a Flame Ads como referência no mercado

AEtermax, empresa líder no desenvolvimento de jogos sociais e criadora do hit global Perguntados, inicia suas operações no Brasil por meio de sua agência especializada em propaganda in-game, a Flame Ads, que será liderada por Christian Cunha. O novo diretor de vendas ficará baseado em São Paulo e trabalhará para seguir ampliando a participação da Flame Ads em mercados estratégicos da América Latina.

“Christian tem como objetivo consolidar a imagem da Flame Ads como uma referência em propaganda in-game, ampliando a já extensa rede de jogos da agência e gerando demandas com novos perfis de anunciantes”, disse Guido Farji, CEO da Flame Ads. “Estamos orgulhosos pelo enorme potencial dessa operação e desejamos todo sucesso ao Christian.”

O novo diretor de vendas chega à Flame Ads com duas décadas de experiência comercial, inclusive uma passagem de mais de 15 anos pela Diageo, onde atuou no Brasil e Chile, e se tornou gerente regional de vendas. Também foi gerente nacional de vendas na Mead Johnson Nutrition e gerente de vendas do Mercado Livre antes de se tornar, em janeiro desse ano, diretor de vendas e marketing da Infiniit.

“Profissionalmente, estava com muita vontade de entrar na indústria de entretenimento. Vamos montar uma equipe de alta performace e, com minha experiência em consumo de massa, e-commerce e meio digital, contribuiremos para tornar a Etermax uma autoridade em games no Brasil e Flame Ads uma das principais parceiras de agências interessadas em aproveitar as inúmeras possibilidades de negócios in-game”, diz Cunha.

Jogos, um horizonte para explorar

Com receitas globais maiores que das indústrias de filmes e música, os videogames também se tornaram uma grande oportunidade de mídia na América Latina, onde, segundo a Newzoo, há mais de 250 milhões de jogadores e, de acordo com diversas fontes, mais de 86% dos usuários de internet gostam de games. Em termos de faturamento, os jogos devem gerar US$ 5,6 bilhões na região em 2019, com crescimento superior a 10% ao ano.

Em termos de plataformas, os jogos mobile são os mais interessantes para o público latino-americano, e representam 45% da indústria, podendo chegar a 50% em 2021. PCs e consoles dividem o restante do mercado.

O Brasil tem cerca de 75,7 milhões de jogadores, o que representa 54% de sua população. Ainda segundo a Newzoo, a receita de jogos no país deve chegar a US$ 1,6 bilhões (correspondente a cerca de R$ 6,18 bilhões) ainda em 2019, 12,5% a mais que no ano anterior. Além disso, é o 13º mercado do mundo e o segundo da América Latina, atrás apenas do México.

Já a Flame Ads conta com a expertise em jogos mobile da Etermax, responsável por criar fenômenos mundiais como Perguntados e Apalavrados. A unidade de negócios da Etermax auxilia no desenvolvimento e execução de campanhas com jogos mobile, capazes de alcançar diversos tipo de público e formatos inéditos.

Paula Fernández, diretora de desenvolvimento de negócios da Flame Ads, comenta que “criar experiencias e soluções de entretenimento gera uma relação totalmente diferente entre usuário e marca. Esse é o motivo dos jogos serem uma mídia com enorme potencial e que já é muito presente no universo digital, essencial para qualquer estratégia de mercado que vise multiplicar a audiência.”

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Gente

André Carvalhal assume o cargo de CEO da Agência3

Publicado

em

André Carvalhal assume o cargo de CEO da Agência3. Ele passa a contribuir com uma nova fase de atuação do Grupo3+, alinhado ao seu propósito de transformação e inovação. Com o novo cargo, Carvalhal retorna para as funções executivas, após cerca de duas décadas envolvido com a consultoria e orientação de projetos em marketing, diversidade & inclusão e sustentabilidade.

Nos últimos anos, o novo CEO da Agência 3 foi conselheiro e consultor de projetos e ações para marcas dos grupos Ambev, Diageo, Disney e Unilever, além de ter se estabelecido como autor best-seller de 4 livros, entre eles “Como salvar o futuro” e o livro finalista do prêmio Jabuti 2019 “Viva o fim: Almanaque de um novo mundo”.  Carvalhal também é apresentador do Nat Geo Podcast, da National Geographic Brasil e  colunista da MIT Technology Review e da Revista Ela do O Globo.

André Carvalhal diz se sentir honrado pela confiança do conselho e dos sócios e da diretoria que lhe permitiram fazer parte da nova etapa da Agência3. “Estou animado em voltar ao universo de uma agência de comunicação, no qual comecei minha carreira. Hoje entendo quais são as necessidades e oportunidades de transformação do mercado, pela experiência que adquiri desenvolvendo projetos com marcas nestes últimos anos”, diz o CEO.

Continue lendo

Gente

Milena Fiori é a nova diretora de experiência da Olivia

Publicado

em

A Olivia – consultoria especializada em processos de transformação organizacional – decidiu aumentar a equipe de trabalho que a compõe devido à forte expansão desde seu lançamento no segundo semestre de 2019. Com 150 consultores e presente em oito países, inclusive no Brasil, a companhia anuncia a chegada de Milena Fiori,  que assume como a nova diretora de experiência da marca.

Fiori é formada em Jornalismo pela Universidade de São Caetano do Sul (USCS), com pós-graduação e MBA em Comunicação Corporativa, pela Syracuse University e pela ESEG, respectivamente. Possui 20 anos de experiência em comunicação corporativa e cultura organizacional e já atuou em diversas empresas como gestora de comunicação interna, sempre em parceria com a área de Recursos Humanos e lideranças, com o intuito de criar experiências e narrativas consistentes e relevantes em processos de novas aquisições, fusões, novos produtos e negócios.

‘’Busquei uma nova oportunidade porque entendia que poderia transformar as organizações de uma maneira mais completa. Fazendo comunicação interna, eu tinha apenas a visão final do processo de transformação. Estar inserida na gestão das empresas, de forma estratégica, sempre foi o meu desejo e a Olivia me proporcionou essa oportunidade”, declara a nova diretora.

Continue lendo