Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Discovery Networks Brasil anuncia os vencedores do Prêmio de Criatividade e Inovação em Mídia

Publicado

em

A Discovery Networks Brasil anunciou os vencedores da sétima edição de seu Prêmio de Criatividade e Inovação em Mídia em cerimônia realizada no espaço de eventos Anexo, em São Paulo, na noite da última terça-feira, 21 de março. Doze projetos finalistas concorreram em quatro categorias. O objetivo do prêmio é valorizar e reconhecer marcas que ousam e investem em novos formatos nas múltiplas plataformas em que a Discovery Networks está presente, elevando o engajamento destas marcas com seu consumidor de forma relevante e impactante.
A short-list do Prêmio foi definida por uma comissão formada por diferentes profissionais da Discovery, que selecionaram os finalistas de cada categoria. Na segunda fase, que definiu os vencedores, participaram três profissionais do mercado: Tiago Santos, diretor geral de mídia da CP+B Brasil, Fabio Freitas, VP de mídia da FCB, e Vicente Varela, VP de inteligência digital da DM9DDB, além de funcionários da empresa do Brasil e dos Estados Unidos. Participaram do Prêmio mais de 30 projetos veiculados nos canais Discovery entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2016.

Confira os vencedores em cada categoria:

Categoria Melhor Anúncio Nativo

Cápsulas de conteúdo com linguagem do canal e integração de marca que entregam à audiência a mensagem do anunciante com entretenimento nos intervalos e em outras plataformas.

Vencedor:

Projeto: O Possível

Agência: Dentsu

Cliente: Toyota/Toyota Prius

O projeto ‘’O Possível’’, em parceria com a Toyota, apresentou uma série com quatro programetes do carro Prius. Os pilares abordados foram: tecnologia híbrida, economia de combustível, sustentabilidade e design. As cápsulas mostraram que Prius desperta e ativa todas os sentidos do motorista.

 

Categoria Melhor Integração em Formato Longo

Projetos de conteúdo em formato longo (série, especial, acima de 22 minutos de duração) criados pelo canal contemplando integração orgânica da marca e sua mensagem/posicionamento utilizando-se de storytelling como ferramenta para o desenvolvimento criativo.

Vencedor:

Projeto: Sinestésicos – Sentidos Cruzados

Agência: BETC

Cliente: Peugeot

Nossos cinco sentidos influenciam diretamente na construção do que chamamos de realidade. Em nossos cérebros, olfato, paladar, visão, audição e tato são, normalmente, processados em áreas independentes e delimitadas. É por isso que som é som e cheiro é cheiro. Mas se é assim para a maioria das pessoas, o que explica que alguém enxergue figuras geométricas quando ouve determinado timbre e ou que sinta um cheiro quando vê algo amarelo? Afinal, o que levaria uma pessoa sentir em seu corpo a dor de outra pessoa? Maluquice? Não, Sinestesia, uma rara condição neurológica que faz com que um estímulo em um sentido provoque reações em outro. “Sinestésicos – Sentidos Cruzados”, (cocriação BETC, Discovery e Mixer Films), acompanhou cinco jovens: Alda, Joshua, Gabriel, Palmira e Viviane, que só conhecem um mundo em que letras têm cores e sons têm gostos. Ao lado do neurologista Fabiano Moulin e do professor Sergio Basbaum, foram mostradas pesquisas e experimentos que buscaram entender e traduzir como é viver esta inusitada realidade. Os sinestésicos participam de um teste em um carro da Peugeot.

Digital: O grande diferencial do projeto foi ele ter começado primeiro nas plataformas do Facebook (graças a uma parceria global da empresa), posteriormente ter sido distribuído em formatos curtos no canal e por fim ter tido um especial de 50 minutos no Discovery. Foi criado uma brand page do especial no qual foram incluídas cinco cápsulas de um minuto e meio, fotos dos bastidores e making ofs também.

Link da brand page: http://www.brasil.discovery.uol.com.br/sinestesicos-sentidos-cruzados/

 

Categoria Melhor Integração em Formato Curto

Projetos de conteúdo em formato curto (programete de até três minutos de duração) criados pelo canal contemplando integração orgânica da marca e sua mensagem/posicionamento, utilizando-se de storytelling como ferramenta para o desenvolvimento criativo.

Vencedor:

Projeto: Histórias sobre Rodas

Agência: JWT/GTB

Cliente: Ford Caminhões

A série explora duas histórias bem diferentes, ambas a bordo de um caminhão com o câmbio automatizado Torqshift, da Ford Caminhões. O primeiro episódio retrata a história de superação de Waldir Brunelli, um caminhoneiro que após um acidente poderia ter sido impossibilitado de continuar trabalhando. O segundo conta a história do “Zoreba”, motorista de caminhão que realiza diversas viagens semanais de Ubatuba a São Paulo, transportando peixes do porto diretamente para o Ceagesp, na capital, mostrando as dificuldades e conquistas desta rotina.

Digital: As peças criadas (chamadas e episódios) foram usadas para impulsionar os episódios da TV via social.

 

Categoria Melhor Projeto Multiplataforma

Projetos com planejamento inovador que utilizam mais de uma plataforma de comunicação de maneira estratégica, independentemente dos formatos (curtos ou longos).

Vencedor:

Projeto: Cozinhando no Supermercado

Agência: Havas Brasil

Cliente: Pão de Açúcar

Com apresentação de André Vasco, o Cozinhando no Supermercado é uma competição culinária entre três cozinheiros amadores. Com um supermercado inteiro à disposição, os participantes terão de fazer receitas inspiradas nos temas de cada episódio. Mas para passar pelo júri formado pela chef Carla Pernambuco e um convidado especialista em alimentos, os competidores tem de aplicar muito mais do que técnicas e conhecimento gastronômico: as receitas têm de resgatar emoções, sabores e experiências vividas ao redor da mesa. Nesta segunda temporada, os participantes tiveram que superar as expectativas para conseguir uma boa pontuação para, quem sabe, estar entre os três melhores colocados e chegar à grande final. Além dos episódios, foram exibidas cápsulas com os especialistas.

Digital: Foi criada uma brand page do programa com dicas dos especialistas, making of dos episódios, perfis dos participantes e com todas as receitas dos seis episódios exibidos na TV. Dentro do projeto multiplataforma, ocorreram Facebook lives semanais com o vencedor de cada episódio e chamadas nas TVs operadas pela Elemídia em todas as lojas do Pão de Açúcar.

Link da brand page: http://discoverymulher.uol.com.br/culinaria/cozinhando-no-supermercado

Continue lendo

Universo Live

Publicidade nos muros das favelas gera cestas básicas ao G10

Publicado

em

Presente em comunidades de todo o país, o Outdoor Social® foi criado para conectar marcas com o público das favelas e aquecer a economia local. Na prática, como modelo de mídia OOH (Out Of Home), o morador recebe para tornar o muro de sua casa um outdoor para anúncios, fazendo com que a população local tenha contato com as marcas. “É uma forma de mostrar ao mundo o poder de consumo da região e possibilitar uma renda extra aos expositores, que são domiciliados locais”, explica Emilia Rabello, fundadora do Outdoor Social®, pioneiro no segmento OOH em favelas.

Nesse momento de agravamento da pandemia, além da renda extra, que auxilia os moradores, o Outdoor Social® destinará cestas básicas para o G10, bloco das 10 maiores favelas do Brasil. A cada painel instalado em abril, uma cesta básica é doada. A meta é alcançar o mínimo de 1.000 outdoors, de marcas como O Boticário e Tim, colocados nos muros dos moradores das principais favelas do país. O intuito é amenizar os impactos socioeconômicos deste momento de crise no país. “Estamos em uma situação crítica com o agravamento da pandemia e precisamos nos mobilizar. Só na primeira semana, conseguimos entregar 268 cestas e esperamos distribuir ainda mais rapidamente. Com essas doações, queremos atravessar juntos o momento de crise e inspirar outros líderes empresariais a destinarem parte do lucro à entrega social”, conta Emilia.

Segundo o Monitor das Doações Covid-19, organizado pela Associação Brasileira dos Captadores de Recursos (ABCR), a população brasileira fez muitas doações durante os 12 meses da pandemia no país. A cifra da solidariedade já totaliza R$ 6,5 bilhões, englobando doações de pessoas físicas e jurídicas. Desse valor, 84% são originários de companhias privadas.

 “Não podemos mais esperar por políticas públicas. Somos um povo forte, unido, trabalhador e juntos, sairemos dessa”, ressalta Gilson Rodrigues, presidente do G10. Acreditando na soma de esforços para atender as necessidades da sociedade, Emilia reforça o potencial que as comunidades têm. “As favelas brasileiras possuem um enorme potencial cultural, intelectual e econômico. Por isso, precisamos seguir somando esforços para garantir as ferramentas de pleno desenvolvimento dessas populações e alavancar a economia do país”, finaliza.

Continue lendo

Universo Live

Marketing de influência: como as comunidades potencializam as marcas

Publicado

em

A oportunidade de criar uma proximidade maior com os clientes é um dos pontos que mais chama atenção das marcas para as comunidades, que também são conhecidas como “Fórum 4.0”. O levantamento do Community Roundtable, que aponta as estratégias de comunidade com um ROI médio de 6.469% para as marcas, é a prova de que esse tipo de ação está em alta entre as empresas.
As comunidades propiciam a troca de conhecimento por meio da produção de artigos, interação rápida, cursos online e se tornou uma oportunidade para o público, influenciadores e marcas conviverem em um ambiente virtual seguro e garante até mesmo uma chance de obter renda e maior faturamento. De acordo com Luciano Kalil, CPO da Squid e especialista em comunidades, essa é uma forma assertiva de as marcas entenderem o que de fato os consumidores estão buscando.

“Para se aproximar dos seus clientes, empresas têm investido na construção de comunidades como um canal direto de relacionamento com influenciadores e, claro, com o consumidor. Esse canal se torna um ambiente de troca de informações e também para a construção de produtos e serviços que tenham a cara daquele público, pois quem consome tem esse canal direto com a marca”, analisa o executivo da empresa líder em marketing de influência e comunidades no Brasil.

Essas comunidades também são importantes para que as empresas compreendam quais as necessidades da sua marca e apliquem mudanças em seus serviços ou produtos. É como se fosse um novo FAQ, em que as principais dúvidas dos usuários são esclarecidas e a partir disso, é possível realizar mudanças que aproximem ainda mais aquela empresa ao público final.

No mundo, essa solução já é a realidade de muitas empresas. A Lego, por exemplo, criou uma comunidade para os amantes da marca. Lá, os consumidores conseguiram propor novas soluções, votar em seus favoritos e enviar feedbacks. As ideias mais populares se tornam produtos e o idealizador do projeto ganha um percentual das vendas. A plataforma agrega mais de 1 milhão de inscritos.

“Aqui no Brasil, a Squid lançou o #ClubeDaInfluência e já possui mais de 40 mil inscritos. Nesse espaço, os criadores de conteúdo ajudam os outros de forma colaborativa e encontram na plataforma cursos que proporcionam a profissionalização de influenciadores digitais. É uma oportunidade de gerar conhecimento, além de movimentar o mercado da influência”, explica Luciano Kalil.

Continue lendo