Conecte-se com a LIVE MARKETING

Agências

Dançar Marketing celebra 35 de projetos culturais sob medida com shows de Diana Krall e Andrea Bocelli

Publicado

em

Ao longo de quase quatro décadas, o nome Dançar Marketing está diretamente ligado ao surgimento e à evolução do marketing cultural no Brasil.

Com uma história pioneira, a Dançar Marketing movimenta o mercado de marketing cultural brasileiro. A agência firmou um marco importante para a democratização cultural sendo a primeira a realizar grandiosos eventos Open Air no País, entre eles “Avon Women in Concert”, ”Telefonica Open Jazz”, “Concertos de Vinólia”, sendo este o maior evento de música clássica itinerante ao ar livre já realizado no País, entre outros.

Há 35 anos a empresa reúne milhões de espectadores em seus incontáveis espetáculos, shows, projetos proprietários e sociais. Em seu portfólio estão grandes turnês internacionais de artistas icônicos como Andrea Bocelli, Sarah Brightman, George Benson, Joss Stone, Diana Krall, Norah Jones, Chris Cornell, Jeff Beck, Richie Sambora, entre outros.

A Dançar esteve sempre à frente do mercado e é considerada referência na concepção e na realização de projetos proprietários como “HSBC Music Series”, “Criação Teatral Volkswagen”, “Dupont Basic Sounds”, projetos sociais como “Viagem Nestlé pela Literatura” e “AstraZeneca Viva A Cultura!”; exposições, tal como “Riachuelo Mostra Moda” e “Samsung Rock Exhibition”; e festivais, dentre eles “Samsung e-Festival” e “Samsung Best of Blues”, que na edição de 2017 trouxe um dos maiores guitarristas do mundo, Joe Satriani.

Este ano a empresa assina os shows internacionais de Diana Krall e Andrea Bocelli, o “Samsung Best of Blues”, o “Samsung E-Festival”, entre outros. Ano passado a empresa promoveu a exposição do Nirvana, pela primeira vez fora dos Estados Unidos.

Ao longo desses anos, a Dançar transformou o modo de se fazer arte no País, aproximando grandes empresas do universo artístico. O início da empresa está ligado à revista Dançar – na época, a única publicação especializada em dança no Brasil. O empresário Pedro Bianco manteve por dez anos a publicação em circulação e, neste período, destacou-se pela realização de diversos eventos do gênero pelo País, entre eles o Festival de Dança Joinville, uma das principais referências do gênero.

“Criei a Dançar com o propósito de disseminar cultura, realizar ações exclusivas de alta qualidade ao grande público e permitir o acesso, sem fronteiras, de todas as camadas da população ao que o Brasil e o mundo produzem de melhor no cenário artístico”, comenta Bianco.

Continue lendo

Agências

Renase assina convenção de 70 anos da Bauducco

Publicado

em

A Renase Eventos, que tem mais de 30 anos de história na produção, organização e logística de eventos corporativos, assinou a convenção da Bauducco, que celebrou os 70 anos da empresa e apresentou as novidades para os próximos meses no que tange as campanhas de marketing e vendas. O evento fechou o Novotel Itu Golf & Resort e trouxe como destaques:

– plenária super moderna com mais de 40m de painel de LED, inclusive aéreos, além da cenografia;

– foyer para recepção e credenciamento dos convidados totalmente customizado;

– corners instagramáveis, abusando das gigantografias;

– personalização completa do resort com a marca Bauducco, com destaque para a área externa e varanda dos apartamentos;

– logística de transporte aéreo e terrestre para reunir, com toda a segurança e conforto, toda diretoria, gerência, departamentos de vendas & marketing, além dos distribuidores de todo o Brasil.

“Desde 2016 realizamos as convenções da Bauducco, mas essa, com certeza, teve um gostinho especial”, afirma Rodrigo Stocco, CEO da Renase. Além dos convidados para a convenção, a agência ainda realizou um encontro paralelo para os franqueados da Casa Bauducco. “O jeito Bauducco de ser foi destaque em meio a toda inovação, tecnologia e ativações que realizamos”, completou Stocco. Entre montagem, realização e desmontagem, foram sete dias de produção, que envolveu cerca de 80 colaboradores diretos e indiretos.

Adriane Galisteu, atriz e apresentadora, foi a mestre de cerimônias da convecção, que também contou com palestra de Lars Grael, duas vezes medalhista Olímpico e que trouxe a motivação e superação como temas centrais para a plenária do evento. Para Camila Lizi Benelli, da Bauducco, contar com a expertise e resiliência do time Renase foi fundamental para o sucesso do evento. “Deixamos Itu com o sorriso de dever cumprido no rosto e com os melhores feedbacks de nossos convidados. Realizar um evento tão importante e complexo como essa convenção implica na total integração e confiança com nossos parceiros”, destacou a cliente.

Continue lendo

Agências

Bullet aposta em startups

Publicado

em

A Bullet, agência de comunicação e engajamento comandada por Fernando Figueiredo, cria modelo destinado exclusivamente para atender startups de tecnologia, como foodtechs, edtechs, fashiontechs, entre outras, com o objetivo de oferecer um custo de marketing sustentável para o estágio em que essas empresas se encontram: é o “Bullet 4 Equity”, uma mistura de prestação de serviço que envolve não só recursos internos da agência, como criação, planejamento, canais e produção, como parcerias com fundos de investimento e consultoria de gestão com board members plugados num modelo de clube.

O serviço é prestado em troca de uma remuneração mínima, mais equity, da empresa e todos os envolvidos nesta consultoria de marketing participam desse clube de gestão.

A Bullet acredita que branding e estratégias de geração de leads e conversão são fundamentais para empresas que precisam provar sua tese. “A agência vem sendo procurada por empresas que estão em estágio inicial e que apresentam um enorme potencial de desenvolvimento”, explica Fernando Figueiredo, CEO da Bullet.

A ideia desse modelo é apoiar empresas que crescem e ganham mercado, mas que ainda não possuem uma verba de marketing estruturada para contratar players ou investir em mídia na medida que precisam.

Com a alta demanda de projetos de startups durante a pandemia, a agência percebeu que poderia trabalhar com esses clientes e entregar mais do que comunicação. “É sobre ajudar as empresas a crescerem por meio de estratégias de marketing, criação de leads, distribuição, vendas, novos canais e oportunidades. Se acreditarmos que podemos agregar valor com nosso trabalho, podemos apostar mais no futuro do que cobrar no presente. Esse mercado tem potencial de crescimento vertical por envolver indústrias não só de comunicação. Além disso, no State, espaço de inovação onde a Bullet montou sua operação, estamos cercados de startups e empresas com foco em inovação. Estamos constantemente ouvindo essa demanda por parte das empresas e demos uma resposta a isso”, finaliza Figueiredo.

Continue lendo