Conecte-se com a LIVE MARKETING

Agências

Com novo posicionamento, Mark Up reforça ações focadas em laços reais e empatia

Publicado

em

Referência em brand experience, agência apresenta Mark Up Your Soul e propõe novo olhar sobre os laços que as marcas precisam criar com o seu público

Cada vez mais as empresas entendem que precisam buscar elementos reais em sua comunicação que gerem empatia, interesse e laços entre marcas e consumidores. É com essa visão que a Mark UP, agência referência em Brand Experience, lança o seu novo posicionamento, intitulado “Mark Up Your Soul”. A mudança acontece em um momento que as empresas buscam identificar, cada vez mais, o comportamento do consumidor e a sua relação com as marcas.

Com mais de 20 anos de atuação, filiada à Jack Morton Worldwide, uma das mais respeitadas agências de brand experience do mundo, e com ações vencedoras para clientes como Porto Seguro, Volkswagen, Mobil, Mercedes-Benz, Campari e Colgate, a Mark Up entende que as mudanças no comportamento do consumidor, ocasionados sobretudo por avanços tecnológicos, leva as empresas a criarem um vínculo maior. E é com essa visão, identificada como Cultura do Propósito, que a agência reforçará as suas diversas ativações de brand experience, no marketing de incentivo e também nos eventos capitaneados por ela.

Com o Mark Up Your Soul, a agência traz algumas iniciativas. Uma delas é o Mark Up BrainStorm (MUBS), uma plataforma aberta de discussão que tem como principal finalidade ser o espaço físico e digital, onde ideias das mais diversas vertentes se encontram, se conflitam e se convergem em busca de novos formatos, conceitos, processos, métodos e atitudes em prol do novo e em favor de todos.

“A criatividade pela criatividade não funciona mais. Os relacionamentos e os elos são essenciais para a construção de uma marca. A estratégia da Mark Up é de cultivar relações perenes com seus clientes. Pesquisa, percepção e pessoas são os pilares que norteiam o nosso trabalho”, afirma Silvana Torres, presidente e fundadora da Mark Up. “Acreditamos que entender a fundo o que busca o consumidor é desenvolver melhor, e que esse processo passa por amplas discussões sobre o ‘como’ e o ‘porque’ de cada ação”, complementa.

Uma das ações que já demonstram esse posicionamento foi a Casa Ponte, plataforma da Skyy Vodka na qual a Mark Up foi uma das responsáveis pela ativação, que identificou a necessidade de romper barreiras e conectar pessoas de uma maneira amorosa, generosa e respeitosa, sem preconceitos ou rótulos, criando uma ponte para a diversidade.

E esse posicionamento está presente também em todos os seus programas de incentivo e nas suas ações. A Mark Up entende que a pesquisa é fundamental para compreender a motivação das pessoas e como marcar a alma delas. Nos programas de incentivo, por exemplo, pesquisas e análises permeiam todo o processo.

Com isso, o próprio modelo de negócios da Mark Up foi aperfeiçoado visando aumentar o engajamento e performance dos público de suas ações e campanhas. A agência aprimorou suas ferramentas próprietárias de premiação, gestão de campanhas e medição de engajamento: Prêmio Ideall, Vendavall e ROE. Também investiu em três frentes: criou uma área forte de CRM; fundou um setor de inteligência aprofundada em análises e recomendações frequentes e na chegada de um novo sócio à Light Up, ramificação de tecnologia da agência com sede no Paraná, o que gerou um investimento de 42% em sua folha.

A Mark Up também mudou fisicamente a sua sede. Antes localizada no bairro da Vila Nova Conceição, em São Paulo, agora a agência tem suas instalações no bairro do Brooklin. Uma mudança que amplia espaços para crescimento, visa integrar mais as áreas, favorecer a troca de experiências do dia-a-dia e ganhar produtividade. A previsão é de crescimento de 20% no faturamento neste ano. “A Mark Up é uma organização sólida que contribui para que um negócio e seu público criem laços e relacionamentos por meio de experiências que traduzam a essência e a filosofia das empresas”, aponta Silvana.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Agências

Holding Clube expande marca proprietária de eventos e anuncia Réveillon Arcanjos N°1

Publicado

em

A Holding Clube, grupo de empresas especializadas em marketing de experiências, está apostando na expansão e no crescimento de sua plataforma proprietária, o Clube N°1, com uma joint venture que promete chamar a atenção do país: o Réveillon Arcanjos N°1. Este evento, já em sua 5ª edição e apontado como um destino de experiência singular, acontecerá de 27 a 31 de dezembro no município de Barra de São Miguel, em Alagoas. A iniciativa é fruto da parceria inédita entre os sócios e diretores da Holding Clube, Juliana Ferraz, Marcio Esher e Priscila Pellegrini, com os sócios e idealizadores do Réveillon Arcanjos, Theo Braga, Mario Sérgio Assunção, Gabriel Lopes, Marcos Salomão, Bruno de Luca, Gabriel Monteferrario e Antônio Oliva, anunciado recentemente como sucessor do Camarote Nº1.

A aposta da Holding neste novo negócio, que expande a marca N°1 para o mercado do entretenimento nacional, surgiu da oportunidade que seus porta-vozes identificaram de impulsionar e consolidar o projeto como um dos grandes destaques do Nordeste durante o Ano Novo. A popularidade foi construída a partir do DNA de celebração entre amigos, um conceito que vem despertando interesse entre o público na hora de escolher onde passar a virada do ano, cada vez mais ávido por experiências mais pessoais e acolhedoras.

“O Arcanjos não é apenas um evento de Ano Novo, é uma experiência que celebra a vida entre amigos de forma única”, reforça Mario Sérgio Assunção, sócio e um dos idealizadores do projeto. “A 5ª edição do projeto, em uma das paisagens mais exuberantes e localidades privilegiadas do Brasil, será ainda mais emblemática. Temos uma comunicação muito próxima com nosso público, o que nos permite entender no que investir e onde melhorar a cada ano”, completa.

Alinhado a essa oportunidade de negócios, a parceria também prevê fomento à economia local por meio do turismo e da geração de empregos diretos e indiretos durante o período em que o evento acontece. E esse mesmo compromisso, é inclusive a base de todas as experiências que carregam o selo proprietário do grupo, incluindo o renomado Camarote, que ocorre há mais de 34 anos no Rio de Janeiro, e as duas edições do Réveillon Nº1, que aconteceu na cidade de Itacaré, na Bahia.

Continue lendo

Agências

Estratégia da Lean Agency impulsiona campanha de matrículas para o Centro de Ensino Grau Técnico através do Marketing de Influência

Publicado

em

A Lean Agency, reconhecida por suas estratégias de comunicação para marcas que atuam em todo o Brasil, liderou a estratégia de Marketing de Influência na campanha de matrículas para o Centro de Ensino Grau Técnico. Com um departamento dedicado à gestão de marketing de influência, a agência conduziu o processo, garantindo que a campanha impulsionasse a captação de novos alunos.

Uma das maiores redes de educação técnica do Brasil, presente em vários estados brasileiros com mais de 100 unidades espalhadas por todo País, viu seu número de matrículas aumentar ao investir em um trabalho de inteligência de dados ancorada à uma estratégia de marketing de influência. A ação contou com seis criadores de conteúdo envolvidos e se diferenciou por meio do seu canal de distribuição: a mídia programática.

“Em geral, as campanhas que se utilizam do marketing de influência se apoiam no alcance dos influenciadores digitais nas redes sociais para influenciar a decisão de compra dos seus seguidores. Porém, diante do cenário atual em que os índices de entrega orgânica são baixíssimos, esse formato nem sempre representa o melhor potencial de retorno”, reflete Danilo França, VP de Estratégia e Dados da Lean Agency. “Ao mergulhar nas necessidades do cliente, entendemos que a imagem e a linguagem dos criadores de conteúdo eram necessários ao projeto, mas que ao cruzar disciplinas nós teríamos mais assertividade na entrega, tanto em volume quanto no perfil da audiência atingida.”

O trabalho desenvolvido demandou o envolvimento do departamento de marketing de influência e de mídia. Isso porque, por um lado, foi desenhado todo o funil da campanha, desde a primeira sensibilização e promoção de awareness até a conversão em leads. Por outro, definiu-se as mensagens que precisavam ser entregues em cada um destes momentos. E, por fim, a formatação da estratégia de canais permeada pelas possibilidades da mídia programática.

Todo esse cruzamento foi a base para definir o escopo negociado com os influenciadores digitais. “Em geral, a contratação do marketing de influência se baseia em pacotes de serviços, por exemplo combo de post stories. Nós invertemos totalmente a lógica, guiados pela inteligência de dados que nos trouxe qual a necessidade em termos de conteúdo”, esclarece França.

Em função da capilaridade do Centro de Ensino Grau Técnico, a campanha foi regionalizada. Segundo o VP de estratégia e dados,  a escolha dos criadores de conteúdo para abastecer esta estratégia com vídeos foi minuciosamente pensada para que todas as unidades da rede de educação tivessem chances iguais de resultados, independente da sua localização.

“Isso porque, uma vez que a distribuição não aconteceu pelo próprio canal do influenciador digital, precisávamos de nomes que fossem facilmente reconhecidos fora da sua comunidade”, detalha Gabriela Teixeira, Coordenadora de Marketing de Influência da Lean Agency.

Participaram da campanha Leuriscleiaa (personagem de humor criada por Gutierrez Castro), Bárbara Heck (modelo e comunicadora), João Luiz Pedrosa (apresentador, professor e mestre em educação), Gabi Mello (estudante e criadora de conteúdo) e Açucena Guirra (criadora de conteúdo) e o Canal do YouTube Você Sabia (canal de entretenimento e curiosidades). Juntos, eles somam uma audiência de mais de 24,700 milhões de seguidores no Instagram.

‘’Com este formato de atuação, saímos do hiperfoco na conversão por franquia e adotamos uma abordagem mais segmentada, utilizando os criadores de conteúdo como ponto central. Ao trabalhar organicamente com a base do criador, a plataforma entrega apenas uma pequena parcela – cerca de 10% – da audiência potencial. Por outro lado, ao agregar a mídia programática, conseguimos alcançar aproximadamente 100% do potencial das bases contratadas’’, finaliza Danilo França.

Continue lendo