Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Celebridades perdem seguidores no instagram

Publicado

em

Novo estudo Mídias Sociais 360º, desenvolvido pela FAAP e Socialbakers, mostra que categoria perdeu mais de 4 milhões de fãs

O estudo Mídias Sociais 360º (#MS360FAAP) desenvolvido pelo Núcleo de Inovação em Mídia Digital (NiMD) da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), em parceria com a Socialbakers, aponta que a categoria Celebridades, que inclui influenciadores digitais, artistas, entre outros, sofreu uma queda vertiginosa na quantidade de seguidores no Instagram.

No primeiro trimestre de 2018, a média de seguidores das Celebridades era de 9.900.078. Entre os meses de abril e junho, o número de followers caiu para 5.497.600 – uma redução de aproximadamente 45% em apenas três meses.

Essa queda deve-se ao resultado da limpeza de perfis feita pelo Instagram e, também, pelo Facebook, após o escândalo da Cambridge Analytica, explica o prof. Thiago Costa, coordenador da pós-graduação em Comunicação e Marketing Digital da FAAP e um dos pesquisadores do NiMD. “Muitos perfis de influenciadores digitais usavam ferramentas para inflar seus perfis e grande parte desses recursos foram bloqueados pelas plataformas”, destaca o especialista

Para o professor Adriano Cerullo, coordenador do curso de Live Marketing da FAAP e também colaborador do estudo, essa queda tão grande serve de aviso para as marcas que ainda baseiam suas escolhas de influenciadores apenas pelos números. “É preciso avaliar de maneira mais profunda antes de se associar a uma celebridade digital”, opina.

Enquanto as Celebridades estão perdendo seguidores, as Marcas cresceram sua base de fãs, ainda que sutilmente. No primeiro trimestre de 2018, a média de seguidores era de 1.087.966 e, no segundo trimestre, passou para 1.199.516.

Facebook
O Facebook foi a plataforma que mais sofreu nos últimos meses com denúncias de manipulação e fake news. No entanto, segundo o estudo, as Marcas não tiveram uma queda tão significativa no número de curtidores como ocorreu no Instagram.

A média de fãs no Facebook das páginas do segmento “Marcas/Institucional”, por exemplo, era de 3.328.877 entre janeiro e março deste ano. No segundo trimestre, a média caiu para 2.966.034 fãs. Outro segmento analisado pelo relatório do NiMD, o de “Mídia/Notícias” – normalmente o que possui mais curtidores – também teve uma pequena queda: de 3.710.670 fãs passou para 3.671.810 no período analisado.

O estudo Mídias Sociais 360º também identificou que as Marcas estão demorando para responder aos usuários pelo Facebook. A média de tempo, que era de 2 horas e 19 minutos no início de 2018, subiu para 17 horas e 33 minutos.

Diante desses números, o professor Thiago Costa faz uma alerta: “Cogitou-se que o Facebook, depois dos escândalos, fosse ‘acabar’. No entanto, a plataforma possui ainda muitos usuários que não podem ser ignorados pelas Marcas e agências”, avisa.

O professor Adriano Cerullo concorda. Segundo ele, mesmo com o crescimento de seguidores no Instagram, é um erro as Marcas diminuírem a atenção dada ao Facebook. “O consumidor quer ser ouvido e receber interação em tantos pontos de contato quantos forem possíveis. A falha em uma plataforma pode afetar a imagem da marca como um todo”, adverte.

Outros números
O Twitter mantém sua posição tímida em relação às demais plataformas, mais massificadas. A média de crescimento de seguidores dos perfis de Marcas caiu de 9.347 no primeiro trimestre do ano para 6.981 no segundo;

O número médio de postagens no Instagram das Marcas subiu de 19 para 22 por semana. As Celebridades também registraram números parecidos, de 11 para 14;

No Facebook, apenas 12% das interações do segmento “Mídias/Notícias” são de compartilhamentos. As demais são curtidas e comentários. Já na categoria “Entretenimento”,

21% das interações são compartilhamentos e, na categoria “E-commerce”, são 14% do total;

31% das postagens de Marcas no Instagram não usam nenhuma hashtag;

Enquanto as Marcas costumam ter uma média de 4.182 interações em cada publicação no Instagram, as Celebridades conseguem uma média de 67.815 (curtidas e comentários).

O relatório Mídias Sociais 360º (#MS360FAAP) mede as atividades dos 100 perfis empresariais com mais interações nas mídias sociais do Brasil dos setores Mídias e Notícias, Bens de Consumo, Entretenimento, E-Commerce e Marcas / Institucional. Desde o trimestre passado, passou a trazer também dados dos 100 principais influenciadores digitais. Os relatórios estão disponíveis no site www.faap.br/ms360faap.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Digital

Linx lança canal no Clubhouse sobre varejo e tecnologia

Publicado

em

De

A Linx, especialista em tecnologia para o varejo, anuncia seu novo canal na rede social do momento: o Clubhouse. Uma das primeiras marcas B2B a aderirem à moda dos debates e rodas de conversa ao vivo por áudio, o objetivo da empresa é abrir mais um espaço de diálogo sobre estratégias para o varejo e tecnologia.
Para Anna Karina, diretora de marketing da Linx, a presença no Clubhouse é uma forma importante de conversar sobre o setor. “O varejo muda o tempo todo e está em processo intenso de digitalização. Nesse contexto, conversar e debater é essencial para entendermos as preocupações dos varejistas e apoiá-los para o futuro”, explica. “A criação do canal vem para fortalecer nosso posicionamento de conteúdo. Estamos animados para adaptar o novo formato de uma forma leve, mas relevante, para o nosso cliente”, reforça a diretora. A Linx já conta com diferentes canais de conteúdo proprietário, incluindo o Papo Linx, com uma grade de lives semanais no Youtube sobre temas importantes e cases de sucesso.
Com o Clubhouse, o foco é aproximar clientes e especialistas do setor e contribuir para o avanço tecnológico do varejo. A programação semanal na rede será segmentada em três principais editorias: Painel/Debate, momento de conversa descontraída com participação de parceiros e clientes para falar sobre temas em alta, como tendência do varejo; #LinxVoices, com executivos da Linx e convidados aprofundando discussões importantes do LinkedIn e outras redes sociais, além de temas quentes do mercado; e MasterClass, em salas para compartilhar conhecimentos e promover momentos de trocas de experiências. Todos os conteúdos terão de 20 a 30 minutos de duração, mantendo o conceito de agilidade trazida pela plataforma.
Na semana de estreia oficial do canal da Linx no Clubhouse, a empresa promoverá uma conversa sobre Growth Marketing no dia 03 de março, às 18h30. Anna Karina receberá a convidada Kika Agostini, digital strategy and growth marketing lead da ResMed para a América Latina para falarem sobre estratégias, ferramentas e tendências do Growth Marketing. “É um tema inerente à atuação de qualquer marca que busca crescimento robusto e exponencial no mercado. Ótimo tema para inaugurarmos nossas salas de conversa na rede social mais comentada nas últimas semanas”, finaliza Anna Karina.
Continue lendo

Digital

Agência3 assina projeto digital sobre sustentabilidade para DOW

Publicado

em

Diálogos Mais Sustentáveis é uma plataforma de conteúdo criada pela Agência3 para DOW, empresa líder em ciência dos materiais, com o objetivo de discutir os desafios mais críticos que envolvem a sustentabilidade na América Latina e propor ações de impacto positivo. A ideia é que seja um espaço de compartilhamento de informações e de parceria com a sociedade para a construção de um mundo mais sustentável. A Dow oferece produtos e soluções de base científica para mercados importantes como embalagens, infraestrutura e cuidados do consumidor.

A agência fornecerá conteúdo digital para reforçar a comunicação com vários públicos e dar visibilidade ao projeto, reforçando o compromisso da marca com a sustentabilidade. Entre as metas da empresa estão a redução das emissões anuais de carbono até alcançar a neutralidade em 2050, investir em tecnologia para reciclagem de plásticos e até 2035 oferecer 100% de produtos reutilizáveis ou recicláveis nas aplicações de embalagens.

“A intenção é, por meio do nosso hub de conteúdo, abrir um espaço de conversa que amplie o conhecimento para reforçar as mudanças em nome da sustentabilidade”, diz Willian Rocha, Diretor de Conexões da Agência3.

Continue lendo

Digital

Estácio é o novo cliente da Raccoon

Publicado

em

A agência de marketing digital Raccoon assume a conta da Estácio, um dos maiores players de educação superior no Brasil, com uma enorme presença nacional. Entre outras ações, o escopo de trabalho da agência envolve gestão, performance (mídias pagas, web analytics e design) e criação de conteúdo digital (conteúdo, CRM, CRO, SEO e Front End). A parceria entre as empresas teve início em dezembro de 2020.

De acordo com André Palis, sócio-fundador da Raccoon, a conta da Estácio era um desejo antigo da empresa e um enorme desafio para a equipe. “Trata-se de um projeto bastante profundo. O segmento educacional é muito concorrido, os players do setor têm uma presença forte e intensa no ambiente online, de modo que o nível de trabalho tem que ser bem elevado”, afirma.

Continue lendo

Tendências