Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

CCXP19 entra no calendário oficial dos 80 anos do Batman e anuncia tema das credenciais

Publicado

em

Inspiradas em diferentes fases do Cavaleiro das Trevas, as credenciais, patrocinadas pelo Telecine, apresentam sete ilustrações para comemorar o aniversário do personagem

Lá se vão 80 anos desde que Bruce Wayne apareceu pela primeira vez em “Detective Comics #27”, como símbolo de bravura, determinação e justiça. Para celebrar o marco, a DC Comics preparou um ano inteiro de comemorações ao redor do mundo, com direito a hashtags especiais (#Batman80 e #LongLiveTheBat), parcerias com grandes marcas para venda de produtos licenciados, participações em eventos e maratonas em canais de TV. E quem acaba de entrar para esse calendário oficial é a CCXP19, que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. O anúncio do Batman como tema das credencias, realizadas em parceria com o Telecine, patrocinador do evento, é a primeira ação comemorativa anunciada pelo festival.

Ao longo dos últimos 80 anos, os traços do personagem mudaram e seu uniforme ganhou novos contornos. Por isso, cada um dos sete tipos de credencial irá homenagear uma fase diferente do Batman. As reinterpretações das artes clássicas do Homem-Morcego são assinadas por Rodrigo Bastos Didier, ilustrador convidado exclusivamente para elaborar as credenciais. No site da CCXP, os fãs terão uma área exclusiva com a história de cada uma das ilustrações, além de todos os detalhes que forem divulgados sobre a programação da comemoração do aniversário do Batman. Basta acessar www.ccxp.com.br/batman80anos.

Sobre as credenciais

EPIC EXPERIENCE – 1939/40, Clássico: Batman surge em 1939 inspirado nas séries pulp e no sucesso estrondoso do Superman. A criação de Bob Kane e Bill Finger ganhou um companheiro de aventuras no ano seguinte, quando Robin foi apresentado em Detective Comics #38. A imagem retrata o personagem em uma de suas primeiras jornadas no combate ao crime, em histórias detetivescas e sombrias como a personalidade do Homem-Morcego daquela época.

FULL EXPERIENCE – 1966 (TV) Adam West: A chamada “Era de Ouro” dos quadrinhos nos EUA terminou com uma verdadeira caça às bruxas: o livro a “A Sedução do Inocente”, do psiquiatra alemão Fredric Wertham, publicado em 1954, acusava as HQs de levar à delinquência juvenil e mesmo a Dupla Dinâmica foi alvo de acusações. O resultado foi uma grande mudança no mundo dos quadrinhos e um retorno às histórias mais leves, marca da Era de Prata das HQs. Foi nesse contexto que a série do Batman ganhou as TVs do mundo todo com muitas cores, onomatopeias e humor camp, dando início à primeira onda da Batmania. É uma das versões do personagem mais lembradas pelo público até hoje.

4 DIAS – 1970, Neal Adams: No início da década de 1970, Neal Adams e o roteirista Dennis O’Neil, sob o comando do editor Julius Schwartz, assumiram a revista do Batman, que voltou a ter histórias mais urbanas, dramáticas e realistas, ganhando inclusive novos personagens, como Ra’s Al Ghul. Era o retorno do Batman detetive, que no desenho de Adams ficou mais atlético e dinâmico, servindo de referência visual para o personagem ao longo de muitas décadas. 

QUINTA – 1986, Frank Miller: O Cavaleiro das Trevas é um marco da cultura pop. Lançado nos EUA em 1986, conseguiu ao mesmo tempo renovar o Homem-Morcego, então um personagem com quase 50 anos de existência, atrair um novo público leitor para os quadrinhos e contribuir para que as HQs fossem vistas como leitura também para adultos e como forma de arte. A obra máxima de Frank Miller é até hoje uma das maiores influências dentro e fora dos quadrinhos.

SEXTA – 1992 (TV), Série Animada: Na estreia do enorme sucesso do filme de 1989, que deu novo fôlego à Batmania no mundo, “Batman: A Série Animada” chegou às TVs em 1992 e rapidamente se tornou uma das mais fiéis representações do personagem fora das HQs. Produzida por Bruce Timm, Alan Burnett e Eric Radomski, com roteiros de Paul Dini, a animação estabelece o Batman em uma Gotham City art déco, com histórias complexas e visual sofisticado, que influenciou boa parte das animações que vieram nos anos seguintes. Foi nessa série de TV que surgiu uma das personagens favoritas dos fãs, a Arlequina.

SÁBADO – 2008 (Cinema), O Cavaleiro das Trevas: Why so serious? O segundo capítulo da trilogia de Christopher Nolan é constantemente citado nas listas dos melhores filmes americanos de todos os tempos. O filme também ficou marcado pela magistral interpretação de Heath Ledger no papel do Coringa, trabalho premiado com um Oscar póstumo de Ator Coadjuvante. 

DOMINGO – 2000 (Atualidade), Jim Lee: Desde a saga de quadrinhos “Silêncio”, de 2002, o desenho de Jim Lee para o Homem-Morcego representa a interpretação moderna do personagem, encontrada tanto nos quadrinhos quanto em uma infinidade de produtos.

Ingressos CCXP  

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro  

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).  
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).  
Sábado: (ESGOTADO) 
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).  
4 dias: (ESGOTADO) 
Epic: R$ 1.500,00 
Full: (ESGOTADO) 
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00

CCXP19

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019 

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Eventos

Museu da imaginação apresenta oficinas de arte on-line

Publicado

em

Que tal um programa on-line onde as crianças podem brincar e aprender ao mesmo tempo? O Museu da Imaginação segue sua programação de oficinas on-line e neste sábado (24/04), a mergulha na arte abstrata de Piet Mondrian.

Além de aprender sobre o movimento artístico, as crianças desenvolverão uma obra de arte a partir de propostas inspiradas nos quadros do artista. A lista de materiais é enviada por e-mail e os materiais são simples: a ideia é produzir arte com o que você possui em casa, e o melhor de tudo é que as crianças conseguem desenvolver as atividades sozinhas, sem intervenção dos pais.

Piet Mondrian teve um percurso interessante: influenciado pelas obras do Van Gogh, começou a pintar quadros com coisas figuras em suas formas reais: uma árvore, uma ponte, etc. Conforme foi ficando mais velho, sua obra foi ficando cada vez mais abstrata, seguindo alguns conceitos bem particulares. Como isso aconteceu? Como foi esse processo? Nessa aula, falaremos um pouco sobre isso e sobre sua relação com as cores e formas, coisa que o deixou muito famoso!

A oficina acontece via Google Meets, tem duração de 1 hora com duas possibilidades de horário: uma sessão acontecerá as 11h e outra as 15h. A venda está disponível até as 17h do dia 23/4 para compra no site do Museu da Imaginação!

O Museu agora pode estar na sua casa!

O Museu da Imaginação agora na sua casa! Foram elaboradas uma atividade online, onde os educadores apresentam às crianças um assunto artístico e desenvolvem uma oficina com matérias simples, que todos tem em casa, desenvolvendo a imaginação, criatividade e coordenação motora.

Essas oficinas online foram desenvolvidas para que as crianças mergulhem no mundo da arte com muita imaginação e através de brincadeiras e diversão. As oficinas compreendem, além da confecção de objetos, uma reflexão sobre a produção artística da criança e o aprimoramento do pensamento criativo, tão importante para o desenvolvimento infantil.
Serviço:

MUSEU DA IMAGINAÇÃO

Ingressos para as oficinas disponíveis via whattsapp ou neste link .

WhattsApp.: (11) 94539-7638

@museudaimaginacao

Continue lendo

Eventos

BIG Festival estima movimentar US$50 milhões em 2021

Publicado

em

O BIG Festival,  festival e hub de negócios de games, apoiado pelo Brazil Games, o programa de exportação criado pela Associação Brasileira de Desenvolvedores de Jogos Digitais, ABRAGAMES, em parceria com a Apex-Brasil, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, anunciou  que já tem 290 empresas inscritas para suas rodadas de negócios.
A plataforma, exclusiva do BIG Festival, conecta empresas com perfis complementares para reuniões de negócios. Ao longo de suas oito edições, o BIG Business Meetings já contou com a participação de mais de 2100 empresas e movimentou mais de US$200 milhões.

“O BIG Festival está presente em todas as frentes de negócios em games. Além de promover investimentos, nossos encontros estimulam a compra de jogos da região e até a compra de estúdios”, afirma Eliana Russi, Gerente Executiva do Projeto Brazil Games, “Para esse ano, estimamos movimentar em torno de US$50 milhões, um número expressivo para um ano como 2021 e para uma fase como esta que ainda vivemos no Brasil”, continua.
As reuniões de negócios do BIG Business Meetings colocam empresas desenvolvedoras brasileiras à frente de grandes publishers, como Sony, Microsoft, Nintendo e Epic Games, e em 2021 não será diferente. Destas oportunidades, surgiram diversos cases de sucesso ao longo da história do evento.

Um dos exemplos de negócios gerados no BIG é o jogo Kaze and the Wild Masks, finalista na categoria de Melhor Jogo Brasileiro nesta edição. “O BIG Festival é um dos eventos de jogos mais relevantes do Brasil, e, para nós, o mais importante do qual participamos nestes últimos seis anos de desenvolvimento. Em 2019 tivemos a oportunidade de expor o nosso jogo e ver milhares de jogadores testando o Kaze”, afirma Paulo Bohrer, co-fundador da PixelHive, compositor e sound designer no Kaze and the Wild Masks.

“Além disso, a rede de contatos que fizemos no BIG foi importantíssima para o jogo, pois foi naquele mesmo ano que iniciamos as negociações com a nossa publisher internacional, SOEDESCO; um grande passo que estávamos buscando e que possibilitou o lançamento do Kaze para as diversas plataformas nas quais ele está disponível hoje”, continua Paulo.

Com mais de 60 horas de programação online e gratuita, o BIG oferece palestras de diversos temas do universo dos games, mas para quem está buscando fazer negócios no evento, há alguns destaques:

Como preparar seu estúdio para receber investimentos
Cassia Curran, especialista em investimentos e apoio a estúdios indies por meio do WINGS Fund, discute, ao lado de Rebecca Owen, da Digital Development Management, o que um estúdio deve considerar ao se preparar para receber investimento ou para uma fusão.
Quando: 5 de maio (quarta-feira), das 12h30 às 13h00.

Humble Bundle: Black Game Developer Fund
Nesse papo, Justin Woodward, Co-fundador do The Mix, falará sobre o Black Game Developer Fund, um programa anual de US﹩ 1 milhão que visa apoiar os desenvolvedores de jogos negros, ajudando-os a publicar jogos com financiamento, produção e suporte de marketing por meio da publisher Humble Games, da Humble Bundle.
Quando: 5 de maio (quarta-feira), das 17h30 às 18h00.

Financiamento indie: conheça a Kowloon Nights
Anlu Liu, Content Manager do Kowloon Nights, Mark Venturelli, CEO e Diretor Criativo da Rogue Snail, uma das empresas investidas pelo fundo, e Astrid Refstrup, CEO e Co-founder da Triple Topping Games, vão bater um papo sobre o Kowloon Nights e financiamento indie. Conhecido como um fundo de investimento especializado em games que já adicionou mais de 40 títulos em seu portfólio, o Kowloon Nights tem mais de US﹩100 milhões em custódia para financiar jogos independentes.
Quando: 7 de maio (sexta-feira), das 11h30 às 12h00.

A programação completa do BIG Festival, com mais de 60 horas de conteúdo online e gratuito, contará ainda com grandes nomes do mercado de games como Ubisoft, BioWare e NetEase e será divulgada em breve.

O BIG Festival 2021 acontece entre os dias 3 e 9 de maio e todo o conteúdo do festival será disponibilizado de forma virtual e gratuita, com exceção das rodadas de negócios, voltadas a desenvolvedores, compradores, publishers e investidores internacionais e nacionais.
Continue lendo