Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

CCXP19 entra no calendário oficial dos 80 anos do Batman e anuncia tema das credenciais

Publicado

em

Inspiradas em diferentes fases do Cavaleiro das Trevas, as credenciais, patrocinadas pelo Telecine, apresentam sete ilustrações para comemorar o aniversário do personagem

Lá se vão 80 anos desde que Bruce Wayne apareceu pela primeira vez em “Detective Comics #27”, como símbolo de bravura, determinação e justiça. Para celebrar o marco, a DC Comics preparou um ano inteiro de comemorações ao redor do mundo, com direito a hashtags especiais (#Batman80 e #LongLiveTheBat), parcerias com grandes marcas para venda de produtos licenciados, participações em eventos e maratonas em canais de TV. E quem acaba de entrar para esse calendário oficial é a CCXP19, que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. O anúncio do Batman como tema das credencias, realizadas em parceria com o Telecine, patrocinador do evento, é a primeira ação comemorativa anunciada pelo festival.

Ao longo dos últimos 80 anos, os traços do personagem mudaram e seu uniforme ganhou novos contornos. Por isso, cada um dos sete tipos de credencial irá homenagear uma fase diferente do Batman. As reinterpretações das artes clássicas do Homem-Morcego são assinadas por Rodrigo Bastos Didier, ilustrador convidado exclusivamente para elaborar as credenciais. No site da CCXP, os fãs terão uma área exclusiva com a história de cada uma das ilustrações, além de todos os detalhes que forem divulgados sobre a programação da comemoração do aniversário do Batman. Basta acessar www.ccxp.com.br/batman80anos.

Sobre as credenciais

EPIC EXPERIENCE – 1939/40, Clássico: Batman surge em 1939 inspirado nas séries pulp e no sucesso estrondoso do Superman. A criação de Bob Kane e Bill Finger ganhou um companheiro de aventuras no ano seguinte, quando Robin foi apresentado em Detective Comics #38. A imagem retrata o personagem em uma de suas primeiras jornadas no combate ao crime, em histórias detetivescas e sombrias como a personalidade do Homem-Morcego daquela época.

FULL EXPERIENCE – 1966 (TV) Adam West: A chamada “Era de Ouro” dos quadrinhos nos EUA terminou com uma verdadeira caça às bruxas: o livro a “A Sedução do Inocente”, do psiquiatra alemão Fredric Wertham, publicado em 1954, acusava as HQs de levar à delinquência juvenil e mesmo a Dupla Dinâmica foi alvo de acusações. O resultado foi uma grande mudança no mundo dos quadrinhos e um retorno às histórias mais leves, marca da Era de Prata das HQs. Foi nesse contexto que a série do Batman ganhou as TVs do mundo todo com muitas cores, onomatopeias e humor camp, dando início à primeira onda da Batmania. É uma das versões do personagem mais lembradas pelo público até hoje.

4 DIAS – 1970, Neal Adams: No início da década de 1970, Neal Adams e o roteirista Dennis O’Neil, sob o comando do editor Julius Schwartz, assumiram a revista do Batman, que voltou a ter histórias mais urbanas, dramáticas e realistas, ganhando inclusive novos personagens, como Ra’s Al Ghul. Era o retorno do Batman detetive, que no desenho de Adams ficou mais atlético e dinâmico, servindo de referência visual para o personagem ao longo de muitas décadas. 

QUINTA – 1986, Frank Miller: O Cavaleiro das Trevas é um marco da cultura pop. Lançado nos EUA em 1986, conseguiu ao mesmo tempo renovar o Homem-Morcego, então um personagem com quase 50 anos de existência, atrair um novo público leitor para os quadrinhos e contribuir para que as HQs fossem vistas como leitura também para adultos e como forma de arte. A obra máxima de Frank Miller é até hoje uma das maiores influências dentro e fora dos quadrinhos.

SEXTA – 1992 (TV), Série Animada: Na estreia do enorme sucesso do filme de 1989, que deu novo fôlego à Batmania no mundo, “Batman: A Série Animada” chegou às TVs em 1992 e rapidamente se tornou uma das mais fiéis representações do personagem fora das HQs. Produzida por Bruce Timm, Alan Burnett e Eric Radomski, com roteiros de Paul Dini, a animação estabelece o Batman em uma Gotham City art déco, com histórias complexas e visual sofisticado, que influenciou boa parte das animações que vieram nos anos seguintes. Foi nessa série de TV que surgiu uma das personagens favoritas dos fãs, a Arlequina.

SÁBADO – 2008 (Cinema), O Cavaleiro das Trevas: Why so serious? O segundo capítulo da trilogia de Christopher Nolan é constantemente citado nas listas dos melhores filmes americanos de todos os tempos. O filme também ficou marcado pela magistral interpretação de Heath Ledger no papel do Coringa, trabalho premiado com um Oscar póstumo de Ator Coadjuvante. 

DOMINGO – 2000 (Atualidade), Jim Lee: Desde a saga de quadrinhos “Silêncio”, de 2002, o desenho de Jim Lee para o Homem-Morcego representa a interpretação moderna do personagem, encontrada tanto nos quadrinhos quanto em uma infinidade de produtos.

Ingressos CCXP  

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro  

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).  
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).  
Sábado: (ESGOTADO) 
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).  
4 dias: (ESGOTADO) 
Epic: R$ 1.500,00 
Full: (ESGOTADO) 
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00

CCXP19

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019 

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Eventos

Gustavo Borges entrega mais uma edição do Swim Business

Publicado

em

Será em 23 de maio, no Hotel Porto Bay, localizado em Copacabana (Rio de Janeiro/RJ), o Swim Business, encontro presencial e gratuito para 100 gestores aquáticos promovido pela Metodologia Gustavo Borges.

Apresentado pelo próprio medalhista olímpico, o encontro é uma oportunidade única de se conectar, aprender e moldar o futuro do mercado aquático. Aberto a todos os proprietários de estabelecimentos com piscinas, independentemente de serem ou não credenciados da Metodologia Gustavo Borges, estarão entre os temas tendências de mercado, segurança aquática, práticas de gestão, público-alvo das academias, quais os aspectos que os pais e responsáveis buscam quando querem matricular os filhos deles nas aulas de natação infantil, entre outros.

Com insights como “Conecte-se para Crescer”, “Descubra as últimas novidades” e “Rumo ao Sucesso”, Gustavo diz que, com o Swim Business, é realizado um networking com os principais gestores do mercado aquático, em encontros nas capitais do Brasil. “Trazemos informações, estudos e pesquisas, que vão nortear e direcionar esses profissionais para o alcance dos objetivos”, conclui.

Continue lendo

Eventos

Rock in Rio lidera movimento para combater fome e pobreza

Publicado

em

O maior encontro da história da música brasileira já tem data e local para acontecer: 21 de setembro, na Cidade do Rock. Da MPB ao Sertanejo, do Trap ao Samba, do Rock ao Funk, passando por muitos outros ritmos, o Rock in Rio anuncia o Dia Brasil: um movimento inédito nos 40 anos de história do maior festival de música e entretenimento do mundo, que abraça a música nacional e um mundo melhor.

Com um line-up formado apenas por artistas brasileiros, a Cidade do Rock receberá nomes como Capital Inicial, Pitty, Luan Santana, Ana Castela, Daniela Mercury, Ney Matogrosso, Filipe Ret, MC Ryan SP, Chitãozinho & Xororó, Junior, Gloria Groove, Jão, Alcione, Zeca Pagodinho, Criolo, Djonga, Leila Pinheiro, Wanda Sá, Claudio Zoli, Hyldon, Jonathan Ferr, Antônio Adolpho, MC Dricka, MC Livinho, Nathan Amaral, Orquestra Jovem Da Sinfônica Brasileira, Kevin O Chris, MC Carol, Mochakk e muitos outros. No total, 72 cantores farão parte deste momento histórico em prol da união para promover um mundo melhor, com a música sendo um fio condutor e agente mobilizador para uma ampla convocação. Será por meio do Dia Brasil, que o Rock in Rio vai atuar para chamar a atenção de uma nação inteira para duas das maiores causas urgentes no país hoje: o combate à fome e a superação da pobreza, em parceria com as ONGs Ação da Cidadania, desde já recebendo a doação de 1,5 milhão de pratos de comida, e Gerando Falcões, que por meio do projeto Favela 3D vai transformar a vida de 250 famílias nas regiões do Buraco e Sessenta do Morro da Providência.

Além do Dia Brasil, o Rock in Rio está liderando uma ação inédita que reúne mais de 60 artistas brasileiros para a gravação de um clipe da música “Deixa o Coração Falar”, composta especialmente para este movimento. A canção provoca uma reflexão de união e as incentiva sobre a importância do diálogo e do abraço para superar divisões no mundo. A organização também anunciou que os direitos dos artistas que estão na composição serão destinados às duas ONGs parceiras do festival na luta contra a fome e a pobreza. O Rock in Rio também vai criar produtos licenciados que terão seus lucros revertidos em doações, além de promover leilões de instrumentos autografados. O público também poderá se engajar e participar, doando no site oficial do Rock in Rio e durante a compra de ingressos.

“Está na hora da gente mobilizar mais uma vez as pessoas, assim como fizemos em 1985, pós ditadura, e, em 2001, quando paralisamos todas as emissoras de rádio e TV por três minutos para provocar as pessoas a refletirem sobre o papel de cada um de nós na construção de um mundo melhor. O Rock in Rio sempre foi disruptivo ao unir na Cidade do Rock as mais diferentes tribos, como o funk, metal, trap, bossa nova, rock, pop e eletrônico. Para esta edição, em que celebramos os nossos 40 anos de história, este movimento será ainda maior e mais potente. Não é sobre música, mas sobre pessoas. Vamos nos abraçar e cantar, pela união, pela paz, pelo combate à fome e no combate à pobreza. Vamos todos caminhar em uma só direção: o público, os artistas, a organização e as marcas, nossos parceiros. Queremos resgatar justamente o sentimento de união do povo brasileiro, uma característica única que temos, mas que foi se perdendo nos últimos anos. Já está na hora de humanizar a nossa relação. Precisamos conversar e escutar mais uns aos outros. Essa união e esse abraço são justamente a proposta do movimento que vem do Dia Brasil. Sempre tive este momento desenhado na minha cabeça e acho que está na hora certa de concretizar esse sonho. Um dia inteiro de Rock in Rio somente com artistas brasileiros em prol de um mundo melhor. Será histórico, uma revolução”, destaca Roberto Medina, presidente da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o Rock in Rio e o The Town.

 

 

Continue lendo