Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Carreira de analista de dados oferece salários de até R$ 12,5 mil

Publicado

em

Formação de analista de dados: Ironhack possui inscrições abertas em duas turmas em São Paulo

Há aproximadamente dez anos a carreira de analista de dados ganhou notoriedade no mercado de trabalho. Com a missão de garimpar elevada quantidade de dados desestruturados, interpretá-los e, a partir daí, criar estratégias e tomar decisões para promover o desenvolvimento do negócio, a profissão está cada vez mais consolidada no Brasil. Atualmente, o cargo desperta o interesse de diversos jovens pelo alto número de vagas disponibilizadas pelas empresas e a remuneração que pode variar de R$ 5,5 mil a R$ 12,5 mil, de acordo com relatório da consultoria Robert Half. O aquecimento da carreira também foi constatado pela última edição do Fórum Econômico Mundial, que apontou a profissão como uma das mais relevantes para o mercado até 2020.

Para Tiago Mesquita, general manager da Ironhack no Brasil, a conjuntura de mercado deve se manter favorável nos próximos anos. “Toda empresa que gera dados, seja de finanças, educação, marketing ou indústria, se ainda não tem, irá precisar contratar um profissional para analisá-los e tomar decisões com base em informação, sem contar com a sorte ou intuição”, afirma. A perspectiva é corroborada pela consultoria Gartner ao apontar que 80% das grandes empresas terão um departamento de diretoria de dados totalmente implementado até 2020.

Para quem desejar ingressar na área, o executivo informa que é primordial o interesse por programação e estatística, além de capacidade analítica. “Essa versatilidade de habilidades é necessária, pois quando a empresa está na fase de coleta de dados, o profissional precisa focar suas atividades no desenvolvimento e manutenção da infraestrutura de dados, databases, códigos e processamento de dados. Quando ele precisa gerar a informação, os conhecimentos em estatísticas serão relevantes para tradução dos dados aos gestores”, complementa.

Vale ressaltar ainda que para trabalhar como analista de dados, o candidato precisa aprender a filtrar dados, construir APIs, web scraping e ter conhecimento nas linguagens Git, MySQL e Python. Também necessita conduzir análises com Panda, utilizar dados para fins exploratórios e storytelling, e realizar estatísticas de inferência com uso de Python e Business Intelligence. Fundamentos de Machine Learning, por meio do software Scikit-Learn, para construção, avaliação e lançamentos de modelos, além de noções de algoritmos, também são requisitos básicos da função.

Como ser um analista de dados?

A Ironhack – escola global especializada no ensino de tecnologia e programação com presença em oito países – está com inscrições abertas para as duas primeiras turmas do curso de Data Analytics, em São Paulo. Com início programado em 23 de abril, as aulas do curso part time ocorrem sempre às terças e quintas à noite, além dos sábados (diurno), ao longo de seis meses (24 semanas). Já a turma do período integral, com duração de nove semanas e aulas de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, começa a partir de 16 de maio.

O curso é indicado tanto para recém-formados com a intenção de ingressar na indústria de análise de dados como aos profissionais que almejam uma qualificação adicional e, assim, conseguir um upgrade na carreira. “O bootcamp também é altamente recomendado para empreendedores que desejam se aprofundar nas mais novas tecnologias e práticas do setor e aproveitar o conhecimento para aplicar em seus negócios”, complementa Tiago Mesquita.

Detalhes adicionais do curso podem ser consultados diretamente no link: http://www.ironhack.com/br/cursos/data-analytics-part-time

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Universo Live

Grupo LEGO e Universal Music apresentam LEGO(R) VIDIYO™

Publicado

em

O Grupo LEGO e a Universal Music (UMG) apresentaram hoje o LEGO® VIDIYO ™, experiência lúdica e inovadora de produção de videoclipes desenvolvida para celebrar e ampliar a criatividade e a paixão das crianças pela música. O LEGO VIDIYO é uma forma totalmente nova de brincar que estimula crianças a sonhar alto ao dirigir, produzir, estrelar e compartilhar seus próprios videoclipes, contando com trilhas sonoras de todo o mundo lideradas pelos sucessos dos incomparáveis artistas da Universal Music.

Indicado para crianças de 7 a 10 anos, o LEGO VIDIYO proporciona um ambiente seguro no qual elas podem transitar pelos mundos físico e digital. A plataforma permite ter experiências com brincadeiras e músicas, uma combinação poderosa e fundamental para o desenvolvimento das crianças que as ajuda a ampliar sua capacidade de se conectar com outras pessoas de forma emocional e criativa.

Combinando a nova tecnologia com o LEGO System in Play e músicas dos principais artistas de vários gêneros, o LEGO VIDIYO oferece uma interessante oportunidade para as crianças se expressarem com criatividade. Ao colocá-las no comando de suas próprias produções de videoclipes, elas podem descobrir o universo da música e explorar a paixão pelas canções por meio de uma experiência social envolvente, positiva e segura. Como o LEGO VIDIYO exige o consentimento verificado dos pais – e anonimato – e a moderação externa do conteúdo enviado ao feed do aplicativo, os pais podem ter a certeza de que seus filhos estarão usando a criatividade sem deixarem de estar seguros on-line.

Acessado por meio de uma combinação exclusiva de elementos LEGO, minifiguras, músicas, realidade aumentada e um novo aplicativo vibrante, o LEGO VIDIYO permite fazer inúmeros arranjos a partir de opções de edição por meio do novo efeito especial ‘BeatBits’. Jovens criadores podem experimentar seus próprios estilos individuais e formas de dar vida aos videoclipes. O esquema funciona assim:

• Escolha no aplicativo uma das muitas canções de vários artistas consagrados – tanto as que estão no topo das paradas quanto clássicos facilmente reconhecíveis.
• Crie sua banda a partir de uma coleção vibrante de novas minifiguras físicas, que podem ser personalizadas e trazidas à vida em diferentes escalas por meio da tecnologia de realidade aumentada no aplicativo VIDIYO.
• Alinhe os efeitos especiais na forma de ‘BeatBits’ e coloque-os no cenário de digitalização. Os BeatBits são elementos LEGO quadrados 2×2 decorados, que uma vez digitalizados desbloqueiam efeitos digitais capazes de controlar tudo, desde estilos de vídeo e música a efeitos de cena. É possível ter uma prévia ao escolher qualquer elemento, desde efeitos de brilho em preto e branco a chuva de confetes e até visão de raios-X. Também é possível adicionar efeitos de áudio, como DJ scratching, mouse voice ou solo de saxofone, bem como divertidos movimentos e truques característicos dos personagens, desde breakdance até surfar em um tubarão.
• Os cenários podem ser desde parques, quartos e quintais até modelos construídos em tijolos. Os videoclipes do LEGO VIDIYO podem acontecer em qualquer lugar. Em apenas três segundos, a localização é digitalizada e então começa a contagem regressiva para a produção.
• Com os BeatBits selecionados no aplicativo, é possível assumir o controle criativo das produções, acionando movimentos de dança e efeitos de áudio ou vídeo em uma incrível performance de 60 segundos, que pode ser reduzida para 5, 10, 15 ou 20 segundos de clipes compartilháveis.
• Os videoclipes podem ser transferidos para o feed do aplicativo, mas apenas depois da moderação do conteúdo. Qualquer material com informações de identificação pessoal, como crianças estrelando os vídeos, não terá aprovação para transferência para o feed do aplicativo, mas poderá ser armazenado localmente para ser assistido por amigos ou familiares.

Ao combinar esses elementos, as crianças poderão experimentar o jogo LEGO de uma forma inédita. Usando a nova tecnologia de realidade aumentada, esta será a primeira vez que as crianças poderão brincar com minifiguras em escala real e em escala superdimensionada, além da escala icônica de minifiguras. O aplicativo permite estilizar todos os membros da banda, selecionar nomes, criar capas de álbuns e muito mais!

Novas músicas, desafios e conteúdos inspiradores serão adicionados regularmente ao aplicativo para manter o jogo atualizado e incentivar as crianças a continuarem desenvolvendo seu potencial criativo. Os desafios são criados para ajudar a transformar os vídeos simples em produções empolgantes e dinâmicas, garantindo que as crianças aproveitarão ao máximo o amplo conjunto de recursos que o LEGO VIDIYO tem a oferecer por meio de novos BeatBits exclusivos.

“Queremos alimentar a imaginação da próxima geração de profissionais de criação, fornecendo a eles um novo espaço para que possam se expressar criativamente”, afirma Julia Goldin, diretora de marketing do Grupo LEGO. “Pesquisas mostram que mais de três quartos* (79%) dos pais em nível mundial desejam que seus filhos confiem mais em seus potenciais criativos, por isso lançamos o LEGO VIDYO para ajudar a fazer isso acontecer. Sabemos que as crianças estão sempre buscando novas maneiras de ter experiências criativas, e o LEGO VIDIYO está aqui para estimulá-las a desenvolver a paixão pela música e usar a criatividade por meio de construções LEGO e a produção de videoclipes. Mal podemos esperar para ver o que eles vão inventar!”

Música e brincadeiras criativas são incrivelmente importantes na vida das crianças, conforme revelado por pesquisas do Grupo LEGO e da Universal Music:

• 89% dos pais dizem que a música ajuda a desenvolver habilidades criativas, enquanto 83% afirmam que contribui para desenvolver confiança.*
• 94% dos pais acreditam que brincar com peças de LEGO ajuda a desenvolver a criatividade, enquanto 91% dizem que melhora a capacidade de resolver problemas e 89% dizem que contribui para desenvolver confiança.*
• 74% das crianças de 5 a 12 anos dizem que música as ajuda a se conectar com amigos*, sendo que mais da metade das crianças de 6 a 10 anos confirma que ouve música todos os dias.**
• 76% dos pais e filhos com idades entre 5 e 12 anos acreditam que a música os ajuda a expressar quem são.*
• 81% dos pais dizem que a música une a família e ajuda o casal a lidar com seus filhos.*
• 92% dos pais e 95% das crianças de 5 a 12 anos dizem que brincar com peças LEGO é divertido para toda a família.*

Ao reunir o jogo LEGO e o poder da música em um ambiente seguro e social, o LEGO VIDIYO respeita essas tendências, permitindo que as crianças desenvolvam sua expressão criativa.

O LEGO VIDIYO é o primeiro trabalho conjunto entre o Grupo LEGO e a Universal Music, depois que as duas empresas anunciaram a parceria em abril de 2020. Como líder mundial, a Universal Music molda a cultura em todo o mundo por meio do poder da música. A empresa trouxe para o LEGO VIDYO superstars locais e globais, junto com um catálogo incomparável de canções cobrindo todos os gêneros e idiomas. O Grupo LEGO trabalha para inspirar e desenvolver crianças por meio de brincadeiras desde 1932. Trouxe para a parceria uma experiência ilimitada em inovação e desenvolvimento de jogos para crianças e suas famílias em todo o mundo, geração após geração.

“Por meio dessa parceria inovadora – com o poder da música e dos jogos usados para apoiar o desenvolvimento inicial da criatividade -, crianças ao redor do mundo serão capazes de se expressar enquanto encenam, dirigem, atuam e compartilham seus videoclipes. O LEGO VIDIYO é uma ótima maneira para que milhões de crianças descubram novas músicas e se aproximem de seus artistas favoritos enquanto aprendem e se conectam por meio da brincadeira”, explica Olivier Robert-Murphy, vice-presidente executivo da Universal Music & Brands.

O executivo acrescenta que o LEGO VIDIYO possui uma identidade visual completamente nova e vibrante que o diferencia de todas as outras marcas LEGO. É uma marca colorida, que conta com aplicativo, conjuntos de LEGO e produtos de estilo de vida que estão sendo apresentados em parceria com a Bravado, empresa de gestão de marcas e merchandising da Universal Music.

Continue lendo

Universo Live

Setor de turismo e eventos tem lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro acaba de sancionar com vetos o projeto de lei 5.638/2020, que recebeu o nome de Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) que prevê uma série de medidas de auxílio para alguns dos setores mais atingidos pela pandemia de Covid-19, como o turismo e o de eventos.

Em entrevista coletiva, Bolsonaro ressaltou que conseguiu fazer com que o projeto que já havia sido aprovado na Câmara e no Senado, fosse sancionado quase que na integralidade. “Temos um profundo respeito com essas pessoas que perderam tudo, que estão sem esperança, que querem e que têm que voltar ao mercado de trabalho para garantir o sustento próprio e de sua família.”

Também presente na coletiva, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa disse que entre 10 milhões e 20 milhões de famílias poderão ser alcançadas pela iniciativa.  “O setor de eventos, de acordo com um estudo que nós fizemos, foi o setor mais afetado da economia e, portanto, vamos agora passar a dar alguns tratamentos favorecidos para esses setores”, explica.

Segundo Costa, o governo federal vai permitir desconto e renegociação de dívidas tributárias e também de ampliação de crédito.

O Perse autoriza desconto de 70% na dívida tributária das empresas de turismo e eventos, e permite parcelamento do valor restante em até 135 meses.

No caso das medidas de crédito, serão usados entre R$ 500 milhões e R$ 1 bilhão do Fundo Garantidor para Investimentos (FGI), além de destinar 20% do crédito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) ao setor de eventos.

Veto

O desejo de redução de impostos para as empresas de eventos e turismo não pode ser concretizado e foi vetado pelo presidente. Segundo Carlos da Costa, os vetos foram necessários porque o governo federal não conseguiu estabelecer como se daria a compensação tributária, conforme exige a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “O volume de compensações tributárias que deveriam ser feitas caso tudo fosse sancionado, teria um aumento de imposto sobre outros setores, algo que o presidente sempre falou que é contra. Nós não aumentamos impostos neste governo”, afirma o secretário.

Continue lendo