Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Cambridge University Press busca professores para atuar em seu novo canal no YouTube

Publicado

em

Departamento da Universidade de Cambridge terá canal voltado para o ensino de inglês no mundo real e abre a chance para que docentes de todo o mundo tornem-se os novos YouTubers da educação

Cambridge University Press, editora ligada à Universidade de Cambridge e que atua no mercado de ensino de inglês no Brasil, iniciou uma campanha global que busca encontrar quatro professores dispostos a se tornar os novos influenciadores de educação do idioma por meio do canal de YouTube “Learn English with Cambridge”. Ele trará conteúdos educativos para auxiliar alunos no aprendizado da língua e docentes com dicas de práticas para sala de aula.

“Desde novas palavras e frases populares, até como se preparar para uma entrevista ou como fazer um pedido em um restaurante, queremos que nosso canal ofereça uma linguagem divertida, informativa e prática. Daremos conselhos para mostrar como as pessoas podem usar o inglês no mundo real”, explica Rupert Daniels, diretor de marketing global da Cambridge University Press.

A proposta é que, por meio do seu conhecimento em ensinar a língua inglesa, os apresentadores selecionados criem conteúdos diversos orientados para os temas que os seguidores desejam aprender mais. Os interessados na missão devem enviar uma apresentação em vídeo até 31 de outubro pelo site http://www.cambridge.org/learnenglish, onde também é possível encontrar mais informações.

O material de inscrição será analisado por um painel de especialistas de Cambridge e os dez melhores seguirão para uma votação pública. Os quatro vencedores assinarão um contrato de um ano com a Cambridge University Press para publicar seus vídeos e também receberão:

· Computador com software de edição;

· Câmera e equipamentos de iluminação para gravar e editar os vídeos;

· Orientação e treinamento em técnicas de produção de vídeo;

· Um valor mensal para ajudar nas produções.

O concurso está aberto para participantes em todo o mundo. Para mais informações, entre em contato em inglês com [email protected]

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Guide lança campanha para reforçar marca como guia na vida do investidor

Publicado

em

A Guide Investimentos acaba de lançar uma nova campanha de marketing, chamada “Você investe na vida, a Guide faz render”, que será veiculada na TV paga, rádio, em portais e demais mídias digitais. A ideia das peças publicitárias, desenvolvidas pela agência Ana Couto, é reconhecer o esforço dos brasileiros para ganhar dinheiro e posicionar a Guide como guia na vida do investidor para que ele possa focar no que é importante para ele.

“Queremos nos colocar como a opção certa para guiar os investimentos. Sabemos que estes são meios para viver melhor e alcançar sonhos”, afirma Fernanda Giulietto, head de Marketing da corretora.

A corretora produziu três vídeos para a campanha, que mostram três profissionais com áreas diferentes de atuação desempenhando suas funções do dia a dia. A campanha destaca como investir com a Guide dá tranquilidade e segurança para as pessoas focarem no trabalho e na vida pessoal. Enquanto elas investem na própria vida, a Guide faz render. A narração será feita pelo ator Milhem Cortaz, conhecido por filmes como Tropa de Elite, enquanto a direção é de Felipe Briso. A produtora é a bigBonsai.

A empresa também vai entrar com programetes em canais pagos de TV fechada e rádio, com especialistas trazendo conteúdos de educação financeira para os telespectadores e ouvintes.

“Esta campanha está muito alinhada ao nosso propósito de guiar pessoas, ao mesmo tempo que reconhece o esforço que todos colocam na vida”, comenta Giulietto. “Investir bem e com retorno não é vender milagres, e sim oferecer conhecimento, recomendações, planejamento, produtos e serviços que simplifiquem a experiência”, acrescenta.

A ideia da corretora como guia já estava presente na campanha “Ideias que Guiam”, lançada no ano passado, quando a Guide se engajou em ações de combate à covid-19. Na ocasião, a empresa lançou um tira-dúvidas nas redes sociais, impactando milhões de pessoas através da hashtag #QueroumGuia, esclarecendo dúvidas sobre o cenário de investimentos na crise.

 

Continue lendo

Empresa

Verizon vende Yahoo e AOL por US$ 5 bilhões

Publicado

em

Nesta segunda (3), a Verizon Communications anunciou, em comunicado oficial, a venda dos portais Yahoo e AOL para a Apollo Global Management, empresa global de gestão de investimentos alternativo. A aquisição faz parte de um acordo entre as empresas e é avaliada em cerca de US$ 5 bilhões.

O acordo prevê que a Verizon ainda terá 10% de participação no Yahoo, que por sua vez, passará a se chamar AOL Yahoo e continuará sob a liderança do atual CEO, Guru Gowrappan. A expectativa é de que a operação seja concluída durante o segundo semestre de 2021.

Conforme os termos do acordo, a Verizon deve receber US$ 4,25 bilhões em dinheiro, e o restante, cerca de US$ 750 milhões, em participações. A operação envolve todos os negócios e marcas que fazem parte da Verizon Media.

“Acreditamos fortemente nas perspectivas de crescimento do Yahoo e nas tendências macro que impulsionam o crescimento em mídia digital, tecnologia de publicidade e plataformas de Internet para o consumidor”, declarou David Sambur, senior partner e co-head deprivate equity na Apollo.

Verizon e publicidade online

Verizon adquiriu a AOL em 2015 com o intuito de investir em publicidade online. A aquisição custou US$ 4,4 bilhões à empresa, no entanto, não deu o retorno esperado. Dois anos depois, mais US$ 4,5 bilhões foram desembolsados na compra do Yahoo.

O propósito da empresa de lucrar com os anúncios na internet e construir uma divisão de marcas não foi bem sucedido, já que em 2018, quando Hans Vestberg se tornou CEO da Verizon, a empresa teve uma baixa em torno de US$ 4 bilhões.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo