Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Ashwin Shekhar: Anúncios nativos, compra programática e segmentação impulsionam ainda mais publicidade mobile

Publicado

em

Convergência dessas três áreas pode aumentar ganhos do setor e oferecer melhor usuários para anunciantes.

O ritmo de inovação na publicidade mobile nunca tão grande. Embora tenhamos visto ganhos significativos nos últimos anos, o setor hoje está se beneficiando da convergência de três áreas – anúncios nativos, compra programática e segmentação aprimorada.

Essa fusão poderosa é essencial para garantir o futuro da publicidade mobile, que fornece aos usuários uma experiência relevante e valiosa, aumenta a taxa de cliques e oferece usuários de alta qualidade aos anunciantes.

Como dar mais qualidade a anúncios nativos
Os anúncios nativos estão em ascensão no mercado mobile, devido em parte às taxas de cliques 4 vezes maiores do que a dos formatos de anúncios tradicionais. O termo nativo, em publicidade, geralmente refere-se a anúncios que se misturam em seu ambiente e aparecem ao usuário como sendo parte do próprio conteúdo do aplicativo. Essa mistura vai muito além do formato do anúncio, que também é importante, para abordar como e quando o anúncio é apresentado ao usuário.

No entanto, esses anúncios são mais bem-sucedidos quando o design do aplicativo permite que eles sejam mostrados aos usuários sem obstruir seu fluxo dentro do app. Quando os anúncios são discretos, contextualizados e relevantes para os usuários, a interação através do clique é mais frequente. Isso resulta em melhores cliques, alimentando a demanda dos anunciantes para o formato e a necessidade de escala.

Uma abordagem para dimensionar
Uma maneira de lidar com a crescente demanda por formatos nativos é através da automação. O que já era norma para banners e vídeos, agora é aplicável também para formatos nativos, que faz sua estreia programática. Como uma forma de automatizar a compra e venda de espaço publicitário, a programática está sendo aprimorada consistentemente à medida que desafios de transparência e controle são abordados.

Os anunciantes têm uma visão mais detalhada de como e onde estão comprando espaços de anúncios por meio do acesso direto ao inventário. Isso oferece uma medida única de segurança da marca, permitindo que os anunciantes selecionem os aplicativos nos quais vão exibir seu anúncio. Além disso, a programática fornece insights diretos sobre quais aplicativos possuem inventário disponível e oferece aos anunciantes a capacidade de otimizar automaticamente com base em KPIs pré-definidos ou para definir manualmente as fontes de tráfego que consideram melhores.
Segmentação para aumentar a relevância
As possibilidades de segmentação também estão se tornando mais sofisticadas, pavimentando o caminho para alcançar e envolver usuários de alta qualidade. Isso pode ser visto especialmente no ambiente mobile, onde os profissionais de marketing aproveitam o poder das plataformas de gerenciamento de dados, que armazenam grandes quantidades de dados mobile, para encontrar os usuários que querem.

Essa abordagem centrada no público, que segmenta campanhas para grupos específicos, representa uma mudança na forma como os anunciantes procuram os usuários adequados para seus aplicativos. Por exemplo, os anunciantes querem garantir que seu aplicativo de futebol seja mostrado a um público masculino em países onde o futebol é um esporte nacional.

A compra programática ajuda-os a colocar o seu anúncio à frente das pessoas certas e está claramente trazendo resultados melhores para mobile: no próximo ano, de acordo com o eMarketer, cerca de 75% dos anúncios programáticos serão vendidos para plataformas mobile.

Formatos padronizados
Até agora, a principal preocupação quando se tratava de vender anúncios nativos de forma programática era que seus formatos variados tornavam a padronização difícil. Contudo a recente padronização de formatos de anúncios nativos tornou a sua criação muito fácil. Para se encaixar no formato correto, os anúncios nativos precisam simplesmente incorporar elementos de banners tradicionais, já criados, que são adicionados de forma modular ao formato nativo usado pelo aplicativo do publisher.

VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=_-C1pGaQRu0

Com esses avanços, esperamos que os anunciantes que antes se mostraram cautelosos com o formato devido a incertezas, como requisitos de escala e de design, se tornem cada vez mais confortáveis com o uso de anúncios nativos. Como profissionais de marketing, veremos o surgimento do nativo programático como a única maneira dimensionável em converter, envolver e reter usuários de alta qualidade em todo o espectro mobile.

Sobre o autor: Ashwin Shekhar
Chefe de vendas globais da Glispa Global Group, que oferece soluções de monetização nativa. Foi também Diretor de Desenvolvimento da mesma empresa, liderando o crescimento contínuo e rápido nos mercados da Ãsia. Ashwin trabalhou anteriormente na InMobi em Bangalore, desta vez focado no mercado de publicidade móvel da Europa Ocidental.

Continue lendo

Digital

Erick Jacquin estreia direção conceitual de nova série da Melitta

Publicado

em

O renomado chef de cozinha e apreciador de cafés brasileiros Erick Jacquin assina a direção conceitual da quarta temporada da “Hora do Café Fresquinho” da Melitta. Em seu perfil no Instagram @MelittaBrasil a marca trará para o público uma série de vídeos com diversas receitas práticas e descomplicadas, de até 15 minutos, onde os cafés e outros produtos Melitta® serão os protagonistas.

O público poderá aprender receitas exclusivas utilizando a bebida, preparadas por um time de experts: Renata Vanzetto, Carole Crema, Dalton Rangel, Estefano Zaquini, Lucas Corazza e Fabiana Karla, sob a direção conceitual de Erick Jacquin.

Criado e executado pela Ampfy, agência à frente das ações on e off-line da marca, o projeto teve início no último dia 19 de novembro e seguirá até janeiro de 2022. Toda semana, Erick Jacquin desafiará os experts a criarem receitas deliciosas, usando os produtos do portfólio da marca em seu preparo. O público poderá acompanhar preparos com cafés torrados e moídos das linhas tradicional e especial, café solúvel, cappuccinos e cápsulas. Cada participante fará duas receitas, uma salgada e outra doce. Além disso, o próprio Erick Jacquin apresentará o passo a passo de uma receita.

Os pratos vão desde uma mousse de chocolate com cappuccino, opções de entradas, risotos, carnes, até opções inusitadas, como penne ao molho béchamel de café com espinafre e mortadela gratinada, para agradar a todos os gostos e paladares.

“Iniciamos a série ‘Hora do Café Fresquinho’ no ano passado, para levar entretenimento, opções de pratos diferenciados e estimular as atividades em família. Acreditamos que o café fresquinho desperta os sentidos e permite prestar mais atenção a cada detalhe, valorizando desde os momentos mais simples da vida até uma aventura na cozinha. Evoluímos para essa quarta temporada e trouxemos nomes relevantes e consagrados da cozinha para completar nosso time e oferecer, junto com a gente, diversão e aprendizado para todos sentirem mais a vida”, diz Jonatas Rocha, diretor de marketing da Melitta®.

Ficha técnica:
Agência: Ampfy
CEO: André Chueri
CCO: Fred Siqueira
CSO: Gabriel Borges
COO: Douglas Bocalão
ECD: Dogura Kozonoe
Diretor de Criação: Maicon Pinheiro
Criação: Juliana Coelho, Matheus Rocha, Renato Picolo, Giuseppe Roman e Bárbara Santos.
Diretora de Atendimento: Barbara Gava Rodrigues
Atendimento: Mariana Andrade Menezes, Isabella Asbeck e Lucca Cattani
Head de Planejamento: Luciana Padovani
Diretor de Planejamento: Augusto Leme
Planejamento: Isabella Duarte e Juliana Padula
Head de Mídia: Sergio Brotto

Diretora de mídia: Renata Piovesan
Mídia: Douglas Martinelli, Patricia Costa, Mayara Garcia e Sther Bernardo
Conteúdo: Vanessa Brito e Jacqueline Martins
Operações: Gabriel Kuhlmann
Continue lendo

Digital

Adtech Meediaonne quer democratizar publicidade de performance e acelerar negócios de PMEs e agências

Publicado

em

Criada por um time de especialistas em publicidade digital, a adtech de inteligência de performance Meediaonne acredita no poder dos dados e da tecnologia da sua plataforma para desenvolver os negócios de pequenas e médias empresas e agências de marketing. “Cremos que a tecnologia dará mais autonomia para a criação e gestão de campanhas de performance, com custos mais baixos e maior alcance”, explica Luiz Fernando Morais, um dos fundadores e CEO da Meediaonne.

A plataforma da Meediaonne foi desenvolvida em parceria com empresas de tecnologia da Seastorm Ventures e apresenta grande capacidade de simplificação de campanhas em meios digitais, em um único lugar, com distribuição automatizada para as principais redes disponíveis. Com isso, a adtech tem como objetivo aumentar em média 50% da taxa de retorno sobre o investimento.

“A publicidade digital de alto impacto não precisa ser cara e nem exclusiva das grandes marcas. O mercado está em transição e temos evoluído para um modelo mais acessível, que beneficia, sobretudo, pequenos e médios empreendedores”, diz Morais.

De olho no mercado de publicidade e marketing de conteúdo online, o executivo explica que sua plataforma é relevante e estratégica para as agências, que desejam reduzir custos e aumentar competitividade e para as PMEs que precisam aportar inteligência em performance ao seu negócio.

A ideia do negócio é desmistificar e democratizar o processo de publicação e personalização de campanhas, oferecendo serviço simplificado com uma ferramenta potente e um serviço de atendimento personalizado. “Somos capazes de atender muitos clientes por meio da nossa metodologia inovadora, equipe de especialistas e desenvolvimento contínuo da plataforma. Queremos ajudar as pequenas e médias empresas a investirem com qualidade, escalarem o negócio de forma saudável e reduzirem os custos”, explica o executivo.

A Meediaonne iniciou as operações no começo deste ano com seis funcionários, e a meta é triplicar de tamanho até o fim de 2021. A empresa, alavancada pela Seastorm Ventures, embarca em um mercado que movimenta cerca de R$ 16 bilhões por ano. Os planos da adtech é proporcionar cada vez mais visibilidade, fluxo e autonomia aos clientes, com base em tecnologia e dados, tornando-se agente de transformação no ecossistema. “Entendemos que não há mais separação entre tecnologia e negócios e nesse sentido, queremos ajudar a alavancar novos negócios oferecendo inteligência de performance a PMEs e agências de maneira automatizada, simples, ágil e acessível”, completa.

Continue lendo