Conecte-se com a LIVE MARKETING

Agências

Agência 242 conquista 12 novos clientes, contrata novos colaboradores e cresce em pleno ano de retração na economia

Publicado

em

“As novas contratações chegam para somar à performance, aumentando a nossa presença no mercado e contribuindo para a entrega eficiente de resultados. Em épocas de crise, esse traço faz a diferença”, diz Gabriel Santacreu

Problemas no combate à inflação. Desvalorização da moeda. Crise – e das sérias. Não, não se trata de 2016. O ano era 1999 e, às vésperas do aguardado ano 2000, o Brasil atravessava uma das recessões até então mais intensas da sua história. Em janeiro daquele ano, o Banco Central abandonou o regime de bandas cambiais, passando a operar em sistema de câmbio flutuante. Resultado: real nocauteado diante do dólar. Na época, o SBT divulgou uma série de chamadas otimistas nos intervalos da programação: “Se cresce com crise?”, questionava o comercial. “Com crise se cresce”, afirmava logo seguida. Passados quase 18 anos, uma constatação: no universo do empreendedorismo, crescimento pode, sim, “rimar” com retração na economia. A Agência 242 é um case.

Full-Service e com expertise em diferentes segmentos, a agência liderada pelos sócios Gabriel Santacreu e Pedro Hermano se especializou na entrega eficiente de resultados, sobretudo na área digital. Nos últimos doze meses, foram conquistados 12 novos clientes – uma média de um por mês. O time de colaboradores também cresceu. Passaram a compor a equipe em 2016: Natan Kurata, supervisão de contas; André Zanon, Diego Oliveira, Luís Gustavo Marangon e Mayra Presotto, direção de arte; Gustavo Gerard e João Cairo, redação; Jefferson Fernando, front-end; Higor Gonçalves, assessoria de comunicação; Natália Ramachiotti, planejamento; e Paula Braccesi, atendimento comercial. “As novas contratações chegam para somar à performance, aumentando a nossa presença no mercado e contribuindo para a entrega eficiente de resultados. Ajudamos os nossos clientes a venderem. Eficiência é o nosso lema de ordem. Numa época de crise, esse traço faz a diferença”, pontua Gabriel Santacreu, sócio e diretor de atendimento.

DNA Digital – As transformações no cenário político-econômico aliadas à diminuição no investimento das empresas em marketing e comunicação despertaram o interesse do mercado pelo digital, repleto de cases mensuráveis e com custos essencialmente reduzidos. Segundo estudo do IPG Mediabrands Magna, em 2017 a compra de mídia digital, pela primeira vez, deve superar a de TV. Alcançando market share de 40%, o que vai representar movimentação de cerca de U$202 bilhões ao redor do mundo, o digital deve se tornar a primeira categoria de publicidade. Ainda de acordo com a pesquisa, a venda de mídia para TV, no comparativo, gerará aproximadamente U$186 bilhões, alcançando market share de 36%.

“Se quiserem ser arrojadas, agregarem valor aos seus portfólios e venderem também em períodos de incerteza, as marcas precisam estabelecer conexões reais, ininterruptas e relevantes com os seus diversos públicos de interesse. O mundo digital pede uma nova forma de fazer publicidade. O maior ativo de uma empresa, seja grande, média ou pequena, é o conhecimento profundo sobre o perfil e as demandas dos seus clientes. Conhecimento e iniciativa, para saber o que fazer com a informação”, destaca Pedro Hermano, sócio e diretor de criação.

Embora a mensagem precise ser única em todos os canais, nos meios digitais ela deve necessariamente passar por uma adaptação a cada plataforma. “O que fazemos é ensinar como as empresas podem construir uma presença digital relevante e utilizar as plataformas online sincronizadas aos seus propósitos de marketing e comunicação. Falo de táticas coordenadas e feedbacks tangíveis, de preferência, no curto prazo”, explica Pedro Hermano. “Se cresce com a crise?”, questionou um comercial de TV em 1999. Sim, é possível crescer (e muito) em períodos turbulentos. “Em épocas de crise é fundamental otimizar recursos para rentabilizar e crescer”, ensina Gabriel Santacreu.

Continue lendo

Agências

Growth Comunicações anuncia a chegada de três novos clientes

Publicado

em

Growth Comunicações, agência que há três décadas impulsiona os resultados dos clientes por meio de histórias contadas com relevância e distribuídas ao mercado a partir da aplicação de inteligência e estratégia de comunicação, assume o trabalho de assessoria de imprensa e relações públicas da EAÍ?! Content Experience, especializada em live marketing e da Lean Agency, agência de publicidade recifense, assim como o posicionamento digital e em eventos da Tahto, empresa especializada em soluções de CX e BPO.

De acordo com Naty SanchesOwner e Diretora de Operações da Growth, a chegada dos novos clientes é resultado do trabalho de fortalecimento do portfólio com soluções que constróem um ecossistema de influência e reputação que atua a favor da realização de todo o potencial de negócios dos seus parceiros.

Esse é o diferencial que fez Paulo Farnese, sócio fundador da EAÍ?! Content Experience, buscar a Growth Comunicações para o atual momento de expansão e consolidação da empresa. “Nosso relacionamento é bastante antigo. A agência esteve conosco no nosso lançamento e foi fundamental para iniciar e conferir credibilidade à nossa reputação inicial. Agora, que temos uma história construída, o time virá para agregar e espalhar os nossos feitos.”

Para a Lean Agency, o escopo inclui extrair as histórias que os cases têm para contar e transformá-las em conteúdo de valor para ampliar a visibilidade midiática e para fortalecer as lideranças em suas especialidades. O foco é ampliar seu reconhecimento não apenas no marketing esportivo – em que é referência ao criar e assinar as campanhas nacionais da Betnacional – como também em outros segmentos que podem se beneficiar da expertise da empresa, que é uma das maiores investidoras em dados da região Nordeste do País.

Já a Tahto, que passa a integrar os clientes da vertical de comunicação digital e comercial da Growth Comunicações, terá à sua disposição um time multidisciplinar dedicado à extender para os canais de comunicação da empresa a experiência memorável que ela entrega aos seus clientes por meio de serviços de CX e BPO. Isso envolve, entre outras entregas, criação de conteúdo, campanhas de mídia e ativações em eventos, sempre permeado por tecnologia e inovação para criar tendências.

Continue lendo

Agências

Ao completar 30 anos, Mark Up segue como referência em elevar experiências de marcas e projeta crescimento de 20% em 2024

Publicado

em

A Mark Up, empresa de Brand Experience que elabora e implementa estratégias de relacionamento B2B a partir de soluções embasadas pelo Business Intelligence, celebra 30 anos em 2024. A data não só marca a comemoração de uma trajetória voltada para a inovação, criatividade e parcerias duradouras, como também chega em meio a uma projeção animadora: este ano, a empresa estima um crescimento de 20%.

Segundo Silvana Torres, presidente e fundadora da companhia, a longevidade da
organização e a perspectiva otimista se devem ao compromisso da empresa com a
excelência e os clientes. “Essa é uma celebração que simboliza a evolução das
experiências de marca no Brasil, porque nunca tivemos medo de mudar e
soubemos nos adaptar às novas tecnologias para construir estratégias ainda
melhores. Cada conquista é fruto do nosso poder de adaptação a tendências
emergentes e demandas específicas do mercado, que sempre visa entregas que
marquem a alma das pessoas, gerem resultados e colaborem para a perenidade
dos negócios”, diz.

O ano de 2023  foi marcado pela consolidação do novo posicionamento de
negócios da empresa, a Construtoria Estratégica, lançado no final de 2022. A
abordagem combina a consultoria de negócios com a agilidade, criatividade e o
poder de inovação de uma agência, conceitos fundamentais para atrair clientes em busca de projetos integrados e orientados por dados.

“Notamos que o mercado está ávido por parcerias que incluam as marcas não só
nas decisões a serem tomadas, mas também nas formulações de soluções para
seus negócios, em uma dinâmica que seja capaz de integrar todo o ecossistema. É
justamente por isso que estamos colocando em prática esse novo modelo, que une a escuta ativa aos principais anseios das organizações à aplicação da expertise que
adquirimos ao longo de três décadas”, explica Silvana.

Para 2024, a Mark Up está focada em continuar expandindo seu trabalho nas
modalidades do setor em que já atua há 30 anos, como convenções, ativações de
marca, viagens de incentivo, programas de relacionamento, entre outros. Além
disso, a empresa pretende seguir estabelecendo parcerias com fornecedores
comprometidos com a sustentabilidade, demonstrando seu compromisso com a
responsabilidade social e ambiental.

Continue lendo