Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Publicidade em aplicativos de games é a aposta para a Adsmovil, que prevê crescer 25% em 2018

Publicado

em

Em 2017 o mercado de games faturou US$ 108.9 bilhões globalmente e US$ 58.7 bilhões foram investidos em aplicativos de jogos mobile

Nos últimos dois anos o crescimento da indústria de jogos em dispositivos móveis ultrapassou a evolução das indústrias globais de entretenimento, música e filme. Apenas em 2017, US$ 58.7 bilhões foram investidos neste segmento e no Brasil o cenário não é diferente. De acordo com a Pesquisa Game Brasil 2018, 75,5% dos brasileiros se distraem com jogos eletrônicos, independentemente da plataforma. Para 84%, os smartphones são o meio predileto para realizar a atividade. Prova disso é que entre os 100 apps mais baixados no Brasil, 62% são de jogos. No Google Play há mais de 3.8 milhões de aplicativos disponíveis para download e na Apple Store há 2.3 milhões, em média, 23% desses apps são da categoria gaming, ou seja, cerca de 1.4 milhões de jogos.

Apostando nessa tendência, a Adsmovil, empresa especializada em publicidade para dispositivos móveis e parceira exclusiva da AdColony na América Latina, prevê aumentar seu faturamento em 25% até o final de 2018 com a veiculação de vídeo HD full screen, por meio de tecnologia 100% integrada aos principais aplicativos de jogos da Apple Store e do Google Play.

Nos últimos dez anos, o número de empresas desenvolvedoras de aplicativos de jogos no Brasil cresceu de 43 para mais de 300, segundo dados da Abragames. Atualmente, o país ocupa a 13ª posição no ranking mundial e o 2º lugar entre os países da América Latina.

“Além do constante crescimento do segmento, a atenção para a publicidade nesse ambiente está relacionada à crescente preocupação das marcas com o brand safety (segurança da marca). Nos apps de jogos, os anunciantes têm garantia de expor suas mensagens em um ambiente seguro e cuidadoso para as marcas, uma vez que cada aplicativo disponível para download passou pelos padrões de qualidade e segurança da Apple Store e do Google Play”, explica Alberto Pardo, CEO e fundador da Adsmovil.

A idade do público-alvo que as marcas desejam impactar também não é um empecilho para esse meio, já que 70% dos jogadores têm entre 18 e 44 anos e 83% das pessoas entre 45 e 64 anos também têm o hábito de jogar por meio de aplicativos, de acordo com um estudo da AdColony e OnDevice. O levantamento também destaca que os usuários passam, em média, entre 20 e 40 minutos por dia em aplicativos de jogos, sendo a categoria com sessões mais longas, revelando que os usuários não entram e saem a todo instante, dedicando longos períodos nestes apps.

“Outra garantia para o sucesso das ações das marcas nos aplicativos de games, é que 70% dos usuários se consideram felizes enquanto jogam, logo podemos considerar que estão em um momento de descontração e mais relaxados, tornando-os mais propensos a aceitar e interagir com o anúncio”, acrescenta Pardo.

A Adsmovil já realizou campanhas em apps de games para clientes de diversos setores, como a Vigor, LG, além de ações de utilidade pública para prefeituras do sul do Brasil. O formato mais usado é o de vídeos HD Full Screen de 15 e 30 segundos. Em muitos casos, um “call to action” no final do vídeo também é usado para aumentar a possibilidade de engajamento com o usuário.

A última solução da Adsmovil para ações em aplicativos foi a Sport Sync, lançada especialmente para a Copa do Mundo, em parceria com a Decidata. Através da plataforma as marcas disparam suas campanhas de publicidade para dispositivos móveis, em tempo real, de acordo com os acontecimentos dos jogos da Copa. O​ anunciante escolhe em qual partida deseja fazer a campanha e define o que pode acontecer durante o jogo e qual público deve ser impactado. Por exemplo: o jogo escolhido é entre Brasil e Sérvia e determinada marca de bebida indica que, em caso de gol da seleção brasileira, a audiência definida previamente receberá uma campanha sugerindo que o lance seja comemorado com um de seus produtos.

“Soluções como essa, em que os anunciantes impactam seu público em momentos de grande relevância e em tempo real, surpreende as pessoas e o engajamento pode aumentar cerca de 80%, porque estão emocionalmente envolvidos naquele instante exato”, finaliza Alberto Pardo.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Digital

Digi é finalista do prêmio internacional IMA Summit Awards 2022

Publicado

em

O IMA Summit Awards 2022 anunciou os finalistas da principal premiação dos Estados Unidos no setor de marketing de incentivo e relacionamento, que avalia campanhas de agências do mundo todo. A Digi, uma das principais agências de Marketing de Incentivo e Relacionamento do país e três anos consecutivos vencedora do Circle of Excellence Awards (a premiação anual do IMA – Incentive Marketing Association), recebeu duas indicações.

Na categoria Excelência em Incentivo de Vendas, a campanha de lançamento de Coca-Cola sem Açúcar é uma das finalistas. A ação para o Halloween de Fanta entrou no shortlist da categoria Excelência em Merchandising em Programa de Incentivo.

A premiação é organizada pelo IMA (Incentive Marketing Association ou Associação de Marketing de Incentivo) desde 2015, para celebrar a excelência no setor de Incentivo, Recompensa e Reconhecimento em todo mundo.

A Digi compete com campanhas feitas para empresas como Intel, Lexus, IBM e Vodafone, por agências europeias e norte-americanas. Os vencedores do IMA Summit Awards 2022 serão conhecidos durante cerimônia de premiação em Utha, nos Estados Unidos, no dia 12 de julho.

Para a campanha de lançamento da nova Coca-Cola sem Açúcar no Brasil, a Digi criou um programa de incentivo para os times de vendas e merchandising dos produtores da marca, baseado em um novo aplicativo, similar ao Instagram. O app criado pela Digi permitia postagens de fotos e vídeos dos vendedores, os primeiros a experimentarem o novo sabor, antes mesmo dos consumidores. Foram mais de 2 mil postagens, 30 mil likes e 5 mil comentários, além de milhares de prêmios exclusivos Coca-Cola.

Já para engajar a força de vendas dos fabricantes de Fanta e garantir positivação e presença da marca em milhares de PDVs em todo Brasil, a Digi criou, em outubro de 2021, uma ação de trade marketing e ativação com o tema Halloween, que envolveu 3.500 colaboradores. Os times de merchandising “vestiram” com as cores de Fanta e a temática assustadora de Halloween as áreas de exposição de produtos, participaram com suas dancinhas no TikTok e ganharam milhares de prêmios. A campanha também recebeu mais de 5 mil fotos dos times de vendas de 470 cidades brasileiras.

“É com grande alegria e orgulho que recebemos essas duas indicações em um prêmio internacional tão importante do mercado de marketing de incentivo mundial, promovido pelo IMA, a principal associação do setor. É o quarto ano consecutivo de indicação da Digi, provando que estamos cada vez mais concentrados em desenvolver ações inovadoras e disruptivas para nossos clientes, sempre parceiros, investindo em pessoas e infraestrutura para crescer com qualidade e de maneira sustentável”, declara Pedro Bannura, presidente da Agência Digi.

Continue lendo

Digital

Orla carioca na onda das Blockchains

Publicado

em

A orla carioca vai contar com uma novidade digital: a entrada no mundo dos Fan Tokens. A Orla Rio, em parceria com a DaX, empresa de tecnologia que utiliza blockchain para gerar experiências e negócios, vai lançar, em julho, um projeto inédito e phygital (combinação do mundo digital com o físico) do primeiro quiosque no mundo financiado por fan tokens.

A iniciativa vai permitir que o público adquira tokens pela internet que renderão experiências extras e únicas no quiosque escolhido, como uma espécie de clube de benefícios exclusivos para seus sócios. O local escolhido para o piloto do projeto ainda está sendo definido pela concessionária, mas ficará nas praias de Ipanema ou Leblon e ficará pronto já para o próximo verão, garante João Marcello Barreto presidente da Orla Rio.

Continue lendo