Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Plataforma de geração de conteúdo com 2 milhões de usuários no mundo chega ao Brasil

Publicado

em

Firework, que tem o propósito de se tornar uma TV móvel pessoal, pretende alcançar 5 milhões de usuários no país

Com o objetivo de ser a casa dos criadores de vídeos que estão em transição de produções amadoras para conteúdos profissionais e impactar usuários que querem ver conteúdos de qualidade e de forma rápida, a plataforma Firework já está disponível para download no Brasil. Considerada uma TV móvel pessoal, ela foi desenvolvida por Vincent Yang; Jerry Luk, um dos primeiros funcionários do LinkedIn; e Cory Greiner, com experiência no início do Snapchat; no Vale do Silício em 2017. Em pouco tempo, a rede social de vídeos alcançou mais de 2 milhões de usuários no mundo, sendo que em apenas cinco meses já registrava 1 milhão de pessoas navegando pelo aplicativo ainda em versão beta.

A ideia da Firework é ser uma plataforma de vídeo interativa para inspirar mentes criativas a se expressarem, conectarem e interagirem por meio de vídeos curtos e dinâmicos, de 6 a 30 segundos, em um feed que traz opções de conteúdos como, por exemplo, de esporte, viagem, música, tendências de moda e beleza e dança. Como a linha do tempo de vídeos é organizada por inteligência artificial, os conteúdos são personalizados de acordo com o gosto de cada usuário mostrando sempre os mais relevantes, aumentando o número de impacto e alcance.

“No começo, a Firework tinha a proposta de incentivar as pessoas no dia a dia a criarem conteúdos de uma forma mais amadora, mas, com o tempo, fomos conduzindo os usuários a gerar conteúdos de qualidade. Isso se deu porque ainda existe uma associação negativa entre vídeos virais e produções de qualidade questionável. A Firework veio para mostrar que os vídeos curtos podem ser interessantes e que a pessoa pode se entreter com algo rapidamente em qualquer momento do dia”, esclarece o represente do app no Brasil, Lucas Alves.

Como exemplo, a empresa mantém um Programa de Embaixadores com o objetivo de dar espaço aos pequenos e médios criadores, e a chance para que eles monetizem seus conteúdos de forma mais democrática. “O formato é aberto para todos os usuários da plataforma, colocando menos barreiras de ingresso e, com isso, facilitando a monetização. Para participar, é necessário apenas enviar três vídeos para a nossa equipe, que avaliará os critérios de qualidade e selecionará os embaixadores oficiais”, explica Alves.

A tendência do aumento de brasileiros consumindo vídeos na web – 83% assistem vídeos na internet com conteúdos que não estão na TV, de acordo com pesquisa da Provokers com 1.500 entrevistados – foi fator determinante para a escolha do Brasil como um mercado de trabalho para a Firework. “O brasileiro tem um apelo muito grande por redes sociais, tanto é que ocupa a terceira posição mundial em usuários do Facebook e Instagram, e gosta de vídeos curtos. Acreditamos que, no período de seis meses a 1 ano, podemos chegar a 5 milhões de usuários brasileiros. A vinda para o Brasil é essencial para nosso crescimento”.

A Firework está com processo de patente de sua própria tecnologia, Reveal, em que é possível ajustar o vídeo de acordo com a posição do celular sem ter a visualização prejudicada. Isso beneficia também o criador, dando opções de novas maneiras de contar histórias sem restrições de ter de optar por filmar nas posições vertical ou horizontal. Para os espectadores, permite que eles tenham maior interação com o conteúdo apresentado.

Além dos materiais produzidos organicamente pelos usuários, o app mantém parcerias com estúdios para produção de conteúdos, que podem ser apenas um vídeo ou até mesmo séries de acordo com o projeto. Até hoje, a Firework já trabalhou com nomes como Flo Rida, Dexter Darden, Miss USA Olivia Jordan, a estrela da Disney Jordyn Jones, Frankie Grande e outros.

“No Brasil os estúdios estão em São Paulo e no Rio de Janeiro; já nos Estados Unidos, em Hollywood. Os estúdios chegam com uma proposta de conteúdo, fazemos uma avaliação de relevância e dos critérios de qualidade para verificarmos se estão dentro das políticas da Firework. Com o projeto aprovado, investimos, na maioria das vezes, com recursos próprios e oferecemos a nossa estrutura de roteiristas, cinegrafistas e outros profissionais”, finaliza Alves.

Firework Creator Fund

A plataforma no Brasil também participará da Firework Creator Fund, programa que destina US$ 1 milhão no apoio à criatividade e às artes, oferecendo as ferramentas necessárias. O modelo brasileiro ainda não está formatado e será anunciado nas próximas semanas.

Google Play Awards 2019

Uma novidade é que o Google anunciou no blog oficial da empresa os indicados da edição de 2019 do Google Play Awards 2019. A premiação anual elege os melhores aplicativos e jogos da Play Store, a loja oficial de apps para Android.

A Firework foi indicada e está concorrendo na categoria de aplicativos ‘Mais Inventivos’.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Gillette encerra a campanha Novembro Azul com doação para o A.C. Camargo Câncer Center

Publicado

em

Gillette, marca da P&G, apresenta pelo segundo ano consecutivo seu apoio à campanha Novembro Azul, idealizada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e que completa 10 anos de existência no Brasil em 2021.

Para celebrar esta década de ações de conscientização e prevenção de doenças masculinas, Gillette promoveu diversas ações voltadas para conscientização e informação sobre o câncer de próstata. Entre elas o financiamento de uma pesquisa inédita chamada “10 respostas sobre a saúde do homem” em parceria com o Instituto Lado a Lado pela Vida, uma série de vídeos sobre saúde masculina com o Doutor Drauzio Varella e a campanha #BigodeQueCuida.

Esta corrente positiva engajou celebridades, influenciadores digitais, profissionais da saúde, atletas e consumidores através do bigode, símbolo mundial do Novembro Azul. Foram centenas de posts nas redes sociais de homens e mulheres que aderiram ao bigode, seja através do barbear ou usando o filtro do Instagram desenvolvido por Gillette, como forma de apoio à causa e de chamar a atenção ao assunto.
Para finalizar as iniciativas voltadas para a celebração dos 10 anos de Novembro Azul, Gillette fará uma doação para o A.C.Camargo Cancer Center direcionado para o projeto Carmem, batizado em homenagem a Carmem Annes Dias Prudente, fundadora da Associação Paulista de Combate ao Câncer, atual A.C.Camargo Cancer Center. Carmem foi uma importante ativista no combate ao câncer através de diversas arrecadações de recursos entre os anos 1942 e 1952 ao lado do marido Antonio Prudente.
O programa Camem contempla o acompanhamento de 5000 pacientes oncológicos tratados no A.C.Camargo Cancer Center, contribuindo para a evolução do combate ao câncer. Trata-se de uma metodologia inédita na América do Sul que estuda o perfil epidemiológico genômico, imunológico e clínico de pacientes oncológicos – representativos da diversidade genômica da população brasileira – para mapear riscos associados ao câncer, reposta a terapia e maiores possibilidades de tratamento, tendo como resultado a melhoria da qualidade de vida e as taxas de sobrevivência. Os benefícios esperados são a construção de um banco de dados integrado que gera descobertas que podem contribuir com o diagnóstico e o tratamento do câncer, além do desenvolvimento de produtos que possam ser aplicados aos pacientes.
Apoiando pelo segundo ano consecutivo a campanha Novembro Azul, Gillette espera contribuir para mudar paradigmas e incentivar todos os homens a retomarem o cuidado com a sua saúde física e mental. Acompanhe todas as ações da marca nos canais de @gillette_brasil e faça parte você também deste movimento através da hashtag #BigodeQueCuida.
Continue lendo

Empresa

Corona anuncia ilha paradisíaca no mar do Caribe

Publicado

em

A cerveja Corona acaba de anunciar para 2022 a abertura de um destino especial: é a “Ilha Corona”, um paraíso reservado para que as pessoas possam se desligar da rotina do dia a dia e se reconectar com a natureza.

Localizado no coração do mar caribenho, o destino celebra a essência natural de Corona – feita apenas com ingredientes naturais – e sua paixão pela natureza e pelos momentos vividos do lado de fora.

“Como uma cerveja feita com ingredientes 100% naturais e nascida na praia, a Ilha Corona é um projeto especial, que nos ajuda a tornar nosso propósito – inspirar as pessoas a se reconectarem com a natureza e a cuidarem dela – ainda mais real”, complementa João Pedro Zattar, head de marketing de Corona no Brasil.

A Corona ainda vai levar consumidores de diversos lugares do mundo para a sua ilha – incluindo 20 brasileiros com acompanhante – para conhecerem o lugar e fazerem parte da experiência.

Para concorrer a essa viagem dos sonhos, basta participar da promoção “Ilha Corona”, que vai de 1º de dezembro a 15 de janeiro: ao comprar um pack de Corona ou o gift pack de Corona (com 4 cervejas Corona e uma toalha), o consumidor acessa o site, lê o regulamento, cadastra sua nota fiscal e na mesma hora recebe números da sorte para participar do sorteio.

Os packs dão direito a duas sequências de números, enquanto gift packs dão direito a cinco sequências; só podem aderir maiores de 18 anos, com limitação de até 50 números da sorte por CPF durante todo o período da promoção. Cada um dos 20 ganhadores poderá levar um (01) acompanhante.

Sobre a Ilha Corona

Cercados de mar e vegetação, os visitantes da Ilha Corona poderão seguir o ritmo da natureza, participando de atividades como oficinas de vida sem plástico, meditações guiadas com os sons naturais da ilha e até uma visita a uma fazenda local que fornece os ingredientes de origem orgânica utilizados no local.

Com o apoio da ONG internacional Oceanic Global, os hóspedes também terão atividades educacionais sobre a poluição do plástico, a proteção dos ecossistemas e a conservação dos oceanos, levando em conta os hábitos do dia a dia e o consumo e turismo responsáveis.

A ilha ainda será avaliada pela Oceanic Global a partir da eliminação do plástico de uso único e a gestão responsável de resíduos, entre outras boas práticas, endossando a já conhecida jornada de Corona na luta contra o plástico nos oceanos.

Toda a equipe de hospitalidade da ilha também passará pelo treinamento da ONG em sustentabilidade e melhores práticas operacionais.

Além da promoção, Corona também promove um leilão global em parceria com a ONG Oceanic Global para que o público possa visitar a ilha: neste site, consumidores podem dar seus lances e ganhar uma estadia de uma semana – nesse caso o contemplado poderá levar até nove convidados e ter a Ilha só para eles.

O leilão, que acontece até 14 de dezembro, tem como objetivo angariar fundos em projetos pela conservação dos oceanos por meio do trabalho da ONG.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo