Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Médicos Sem Fronteiras otimiza site e aumenta o recebimento de doações online

Publicado

em

Desenvolvida pela Itelios, plataforma gera contribuições pela internet, facilita captação de recursos e melhora experiência do usuário

 

Para responder prontamente a emergências e levar cuidados de saúde a pessoas afetadas por graves crises humanitárias, a Médicos Sem Fronteiras (MSF) depende de doações privadas – cerca de 90% de sua receita é oriunda dessa fonte. A organização internacional remodelou sua página web no Brasil com a ajuda da Itelios (www.itelios.com.br) – consultoria de tecnologia especializada em e-commerce e conteúdo – para garantir que o processo de doação pela internet fosse mais eficiente, além de melhorar a oferta de informações à população.

Com a nova plataforma, após campanhas da MSF na TV, o porcentual dos que preferem doar pelo site subiu de 65% para 75%, quando comparado aos que optam por utilizar o call center. Isso permite à organização otimizar a quantia arrecadada, pois o custo de manutenção da página web é inferior ao de manter uma equipe de atendentes para processar as doações via telefone. Além disso, as contribuições feitas por meio de celulares e tablets subiram de 25% para 30%.

A reformulação começou em meados de 2014, a partir de uma demanda internacional. “A ideia era unificar todos os sites da MSF em um mesmo sistema de gestão de conteúdo, no caso o Drupal. Procuramos uma empresa brasileira especializada na plataforma e avançamos com o projeto. Foi duplamente positivo: além de ser uma necessidade internacional, o site anterior já estava obsoleto”, conta Jéssica Urdangarin, coordenadora de comunicação digital da organização.

O trabalho com a Itelios simplificou o preenchimento de formulários para doação, facilitou o processo como um todo, permitiu gerar relatórios mais eficientes, trouxe responsividade ao mobile, assim como melhorou a interface utilizada pela equipe para criar e distribuir conteúdo informativo. “Somos um caso bem específico, já que, por um lado, nossa estrutura é semelhante a um e-commerce, em que os usuários efetuam transações online, mas, por outro, não há um produto sendo adquirido, o doador tem um ato de solidariedade e não espera de nós nada em troca, apenas a boa gestão dos recursos. Por isso o processo precisa ser fácil e sem erros”, afirma Jéssica.

Outra preocupação da Itelios foi garantir que o site da MSF nunca saísse do ar. “Se deixamos de receber doações, os esforços para salvar vidas são diretamente afetados”, explica Jéssica. Para tanto, a página foi programada para ser capaz de se auto-escalonar: frente a um tráfego repentinamente grande, automaticamente mais espaço no servidor é utilizado. Segundo Rafael Ruppel, diretor da Itelios no Brasil, isso garante a autonomia para que o endereço funcione normalmente mesmo num caso onde, por exemplo, um desastre ambiental faça com que uma multidão decida doar ao mesmo tempo.

“Somos enablers”, explica Ruppel. “Entendemos os desejos e necessidades do cliente com relação à web e criamos a tecnologia necessária para torná-los realidade. Conseguimos trabalhar com esse nível de especificidade porque temos um background de empresa grande, mas agilidade de equipe pequena”, diz ele. “Isso nos permitiu expandir a operação no Brasil em 50% só neste ano.”

 

Continue lendo

Universo Live

NovaDAX distribui criptomoedas na Stock Car

Publicado

em

A sétima etapa da temporada de 2022 da Stock Car aconteceu no Autódromo de Interlagos, em São Paulo e agitou o mundo dos criptoativos. A NovaDAX – exchange global de negociação de criptomoedas e patrocinadora oficial da Stock Car, marcou presença com uma ação de live marketing, seguindo tendências de players internacionais ao apostar no automobilismo de maneira inovadora e imersiva.

“As ações de live marketing são importantes para criar awareness da marca e produtos, ao mesmo tempo em que aproximam o público e desenvolvem uma conexão mais próxima com os clientes”, diz Aloizio Manoel, trainee marketing da NovaDAX.

Os convidados tiveram a oportunidade de interagir com uma máquina de vento com distribuição gratuita de papéis que presentam valores reais em criptomoedas, ao mesmo tempo em que recebiam informações valiosas sobre as soluções da corretora de criptoativos, que tem se destacado no mercado brasileiro.

A ação foi idealizada e produzida pela Agência Folzke, que aposta na nova economia da geração Z.

“A NovaDAX é um retrato da nova economia, da era tech em que estamos vivendo e irá se intensificar ainda mais com a geração Z. Tudo isso está em total sintonia com a missão da Folzke e nos inspira a criar soluções cada vez mais criativas e imersivas”, conclui Gabriel Folzke, diretor da agência Folzke.

Continue lendo

Universo Live

Budweiser apresenta projeto artístico que impede a demolição de quadras de basquete de rua pelo Brasil

Publicado

em

As quadras de basquete de rua fazem parte da vida das pessoas. Elas estão nos bairros, nos centros, na infância e na juventude e, por isso, acabam se tornando mais do que um lugar para se jogar basquete. Mas se por um lado a quadra é sinônimo de lazer, cultura, música e senso de comunidade, ela também é um espaço altamente visado pelo mercado imobiliário. Afinal, são 420m2 de um terreno plano que poderia dar lugar para novos estacionamentos e prédios.

Infelizmente, quando uma quadra é destruída, não se perdem apenas 420 m2, mas toda a cultura que está a sua volta e, por isso, a Budweiser, parceira da NBA e uma das porta-vozes do basquete no Brasil, decidiu agir. A marca encontrou uma brecha na Lei de Tombamento Brasileira nº 25/1937, que diz: “um lugar de interesse público com valor artístico é considerado patrimônio público e não pode ser demolido”.

Intitulada “Quadras Indestrutíveis”, a iniciativa criada pela agência Africa contempla a realização de um projeto artístico, com relevância cultural ao local, em uma quadra de rua. Com o projeto realizado, é possível entrar com um pedido de tombamento*. Para isso, a Budweiser resumiu o processo em cinco passos, descritos no site Quadras Indestrutíveis : 1) Escolha uma quadra pública de basquete; 2) Encontre um tópico relevante para a cultura local; 3) Selecione um artista; 4) Budweiser conecta o artista, a quadra e você; 5) Entre com o pedido de tombamento.

“Esse é um projeto extremamente relevante, que dá poder para as pessoas exigirem o que é delas por lei. Cada dia que passa é mais comum vermos quadras abandonadas, sem cuidado ou iluminação. As pessoas não merecem esse descaso, elas merecem cultura e lazer,” comenta André Mota, gerente de estratégia da marca Budweiser na Ambev.

O projeto piloto, realizado com sucesso em uma quadra em Natal, RN, mostrou o potencial de transformação da iniciativa. A Budweiser convidou um artista local, que criou uma arte homenageando um dos principais jogadores brasileiros de basquete, também nascido na cidade, Oscar Schmidt. Após a realização da obra, o pedido de tombamento foi feito e levado para o secretário de cultura junto ao prefeito. Hoje, a quadra já é considerada um patrimônio cultural e não pode ser demolida. Daqui em diante, ela servirá apenas para lazer, entretenimento, cultura e até como ponto turístico na cidade.

Pelo site, já foram registradas cerca de 16 quadras, que agora estão no processo para receberem um artista e serem transformadas. Na Mooca, tradicional bairro da cidade de São Paulo, SP, uma quadra acaba de ser finalizada.

Continue lendo