Conecte-se com a LIVE MARKETING

Artigos

Marcelo Braggion – Preste atenção no que você está escrevendo hoje!

Publicado

em

Brasileiro vê em média 1,8 mil anúncios on-line por mês. E por que só uma pequena minoria se destaca nesta avalanche de conteúdo e ofertas? Grandes nomes do marketing digital revelaram o que está por trás de uma “copy irresistível”

Quando você acorda, o que você faz? Provavelmente, antes mesmo de levantar da cama, já está lá com o seu celular para ler as principais manchetes pelas redes sociais, checar o seu aplicativo de mensagens e, sem perceber, já viu um monte de anúncios mesmo os que fez questão de fechar rapidamente.

Lá no seu inconsciente, logo no início do dia, ficaram dezenas de chamadas convidando você para um mundo de ofertas. E isso que você ainda nem ousou olhar seus e-mails, imagina quando começar. Está se identificando?

Aqui no Brasil os copywriters mais requisitados do momento decidiram revelar as técnicas e segredos dos textos magnéticos que prendem e conquistam cada vez mais consumidores do multi-milionário mercado do marketing digital.

“As suas headlines são adequadas ao tema da sua ideia? O que significa a regra do um? Você consegue descrever a sua oferta em uma frase? Como utilizar um gatilho mental? Como se constrói uma carta de vendas milionária?”

Estas e outras centenas de questões foram respondidas por Marcelo Braggion, sócio e proprietário da MR Lançamentos, na segunda edição da Imersão Copy Experience, que aconteceu do dia 06 ao dia 09 de dezembro, em São Paulo. “O trunfo do copywriter é prender o leitor”. Braggion, o nome por trás de “copys” milionárias no Brasil, conduziu este encontro com muita intensidade. Compartilhou abertamente teoria, prática e análise dos maiores cases mundiais e nacionais. Dos participantes, anotações e mais anotações para não perder uma sequer fala do mestre.

Durante o encontro, convidados de peso estiveram presentes como o Growth Hacker, José Vinagre, especialista em Inteligência Comportamental do Brasil, que em 2018 foi responsável direto por milhões em faturamento para seus clientes. No evento, Vinagre falou sobre sua técnica de “marketing artesanal” e que criatividade é pura prática. “Quando você inova a concorrência nunca chega até você. O mercado precisa se adaptar as novas formas de comunicação e como performar com cada uma delas. Os chatbots não são uma ferramenta de conversão. Chatbot é condução. Você precisa controlar o caminho do cliente, através da conversa automatizada. É isso que eu faço”, revela o expert, que mostrou exemplos de mudanças nas estruturas de chatbots que aumentaram em até 6x o faturamento com sua técnica.

Gestor e sócio da Empiricus, Renato Torelli também esteve na imersão falando sobre a formação dos copywrites e sobre sua inusitada trajetória. Ele foi o primeiro profissional da empresa a ser contratado exclusivamente para escrever cartas de vendas, antes era dono de uma editora de Histórias em Quadrinhos. Torelli, que lidera uma equipe de copywriters, disse o quanto a humildade do profissional e dedicação faz a diferença para avançar tanto internamente na empresa como na criação de copys espetaculares.

O show business do mundo das copys foi trazida pelo executivo americano Rocky Vega da Agora Inc., – maior empresa de publicações digitais do mundo com mais de dois milhões de clientes e co-autor do Big Black Book, a Bíblia do Negócio de Conversões e Vendas em Marketing Digital. Rocky, que agora irá morar no Brasil, fez questão de falar o quanto o mercado nacional tem potencial e que nós, brasileiros, devemos ter orgulho da potência econômica que temos.

Foram 40 participantes, 36 horas de imersão, além de vídeos, filmes e grandes cases nacionais e internacionais do mercado milionário do marketing digital. Sedentos para colocar tudo em prática, veja o que alguns empreendedores digitais na categoria de infoprodutos falaram do evento:

“Foi um dos cursos mais proveitos que fiz na minha vida. Incrível também ter essa palestra e networking com estes profissionais que são referências no Brasil e no mundo. O evento superou todas as minhas expectativas. Eu tinha um conhecimento básico de copy e fui surpreendido de uma forma muito positiva. Quero correr agora para aplicar tudo no meu trabalho“.
Matheus Lacerda, Analista de Redes Sociais da Hotmart, de Belo Horizonte, MG.

“O treinamento foi incrível, tive vários insights e aprendizados em todos os dias. Sinto que ele foi muito bem amarrado, a sequência de explicações casaram muito bem. O Marcelo tem uma didática muito boa de passar o conhecimento enorme que ele tem. Além disso, o curso trouxe convidados de peso que passaram ótimas estratégias. Minha maior sacada foi entender que precisamos conversar com os problemas filosóficos do cliente e aprofundar em suas emoções”.
Regiane Marinhuk, Gerente de Marketing Digital da Nith Treinamentos, de Florianópolis, SC.

“Eu não tinha noção de que seria tão bom! A todo momento era conteúdo de muito valor. As sacadas que pegava eu aplicava na hora e já via o resultado. Eu estava enroscado com as ideias e na imersão eu tive total clareza de como deixar tudo melhor. Muito material ainda pra consultar pós-evento. Tudo que deram foi prático e quero continuar aplicando tudo nas próximas semanas, meses… O networking que fiz também foi incrível. O que fiquei chateado é de não ter levado um amigo meu, quando eu contar como foi ele vai se arrepender”.
Victor Savioli, empresário do setor de educação financeira e fundador da consultoria Oxygen Training & Consulting, de São Paulo SP.

“Eu divulgo a minha marca e meus cursos através das redes sociais. Faço lançamento de novas turmas a cada dois meses, já temos mais de 3 mil alunos e para fazer as matrículas usamos muito texto, vídeos e e-mails. Com a Copy Experience foi ótimo, aprendemos as técnicas de como se comunicar melhor com o nosso cliente, de como pensar com ele. Tenho certeza que 2019 será ainda melhor o nosso ano no mercado”.
Ligia Travensolo, Professora e fundadora do Francês com a Ligia, de Ribeirão Preto, SP.

Você duvida que o poder do texto é capaz de vender milhões em poucos dias? Desafie os especialistas citados nesta pauta que estão disponíveis para entrevista. Eles poderão compartilhar informações e conteúdo exclusivo deste mercado para a sua MATÉRIA.

Sobre a MR Lançamentos:
A MR Lançamentos é uma agência expert em lançamentos e desenvolvimento de negócios digitais. Nasceu em 2016 a partir da união de duas agências que já atuavam no ramo digital há 8 anos. Com foco nos objetivos do cliente e comprometimento em trazer o resultado desejado, a empresa já obteve grandes conquistas em um curto espaço de tempo. Atualmente a MR é uma agência “medalha de ouro” no Google Partners e premiada por diversas vezes no Fórmula de Lançamento, o maior evento de empreendedorismo digital do Brasil, por ter alcançado “7 dígitos de faturamento em 7 dias” para diferentes clientes.
http://mrlancamentos.com.br/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Artigos

Silmara Reis Salles – Os caminhos acertados das ações de Mobile Marketing

Publicado

em

Por Silmara Reis Salles – Head of Sales Brasil dá Logan 

Assim como ocorreu com praticamente tudo, também o Mobile Marketing, que por definição é o conjunto de ações capazes de impactar os usuários em dispositivos móveis, foi afetado pela Covid-19, mas, neste caso, houve um crescimento do setor, afinal, devido as restrições, as pessoas que já utilizavam o celular, não somente como um meio de comunicação, mas como uma ferramenta de entretenimento e compras, passaram a ter o aparelho como centro de tudo.

Essa transição fez com que o consumo de horas atrás da telinha aumentasse em 20% ao ano, uma média diária de mais quatro horas no celular, conforme dados da App Anie. A rotina mudou, as aulas presenciais passaram a ser EAD, a ida ao restaurante virou pedido por APPs, as academias passaram a oferecer videoaulas na sala de casa e as reuniões presenciais de trabalho tornaram-se calls, tudo isso tendo o celular, como grande ferramenta.

O novo cenário impôs alguns ajustes nas estratégias de Mobile Marketing. As Campanhas de Geolocalização, por exemplo, onde o foco é chamar o consumidor para um ponto de venda e em seguida medir o número de visitas, somaram-se a esse kpi outros como ter o direcionamento para uma loja online na base do histórico de geo behaviour, ou para um canal de atendimento da marca, por meio de novos formatos de engajamento via APP de mensagens, o que vem chamado de Social Commerce.

Com tecnologias inovadoras é possível obter dados a partir de uma ferramenta de clusterização que divide a população em vários grupos. Isso nos permite criar uma audiência real, de mais de 165MM de devices no Brasil, onde podemos segmentar conforme o target da campanha pelo Device ID do aparelho em algumas categorias: App Behaviour, Geo Behaviour, interesses, idade, gênero, classe social, marca de aparelho e conexão.

O bom é que a tecnologia mobile por ser adotada em todos os segmentos empresariais, desde que, claro, não sejam ignorados alguns pontos importantes. Uma boa ação de Mobile Marketing tem que ter bem definidos os principais KPIs – Key Performance Indicator – de cada campanha, para podermos trabalhar os targets de forma mais precisa, visando a experiência do usuário com a marca da melhor maneira, fazendo com que ao final da ação esse usuário esteja engajado com a marca e traga mais resultado à campanha.

Há também alguns pontos de atenção que não podem ser ignorados e, ainda que pareçam óbvios, por vezes, não são considerados:

•Delimitar a frequência de entrega, envios constantes sem novas atrações podem ser tornar invasivos ou uma publicidade spam;

•Entregar conteúdo relevante para o usuário, criando experiências únicas;

•Respeitar a privacidade do usuário, considerando a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais;

•Buscar empresas que tenham auditoria de reportes

É certo que as ações de customer experience se auto reforçam pelos resultados que trazem, porém as companhias precisam treinar seus funcionários para que eles possam fornecer as experiências desejadas com consistência. Além disso, já devemos pensar sobre a infraestrutura da comunicação, principal driver de desenvolvimento e crescimento ao longo dos anos, com ênfase nas novas tecnologias, como a chegada da 5G, uma banda larga mais potente, para que haja uma interconexão entre fábricas e consumidores e seja possível armazenar, processar e comunicar uma quantidade elevada de dados.

Continue lendo

Artigos

Ricardo Dias – O setor de eventos e sua relevância para a economia nacional

Publicado

em

A Associação Brasileira de Eventos dá sequência a um trabalho, cujo propósito é tornar o setor de eventos cada vez mais estruturado, profissional, forte e ético.

Quando o setor de eventos irá retomar as atividades presenciais?

A resposta é que ainda não chegou o momento de trabalharmos com capacidade de público típica dos eventos. Como presidente da Associação Brasileira de Eventos – Abrafesta, sempre reforço a importância da conscientização por parte da população e a adoção das medidas de segurança pela preservação da saúde. Devemos seguir cumprindo o nosso papel, pois quanto antes conseguirmos controlar a contaminação por coronavírus, antes retomaremos as nossas atividades. Pedimos reflexão e entendimento neste momento.

Aproveito para fazer um balanço do trabalho da Abrafesta diante de um cenário que, de fato, ainda é delicado.

Em 2020, a Abrafesta também apoiou ações com intuito de dar voz e ajuda ao setor, como por exemplo: a Passeata com Cases, um movimento que evidenciou o importante papel da categoria, reunindo mais de 1.500 profissionais da área técnica de eventos; o movimento ComerAmorAção que arrecadou cestas básicas para ajudar os mais vulneráveis do mercado; entre outros.

Não temos medido esforços para orientar os associados, profissionais e empresários do setor sobre rumos, possibilidades e negociações; como lidar com cancelamentos ou adiamentos de eventos neste cenário desolador. A Abrafesta segue exercendo seu papel associativo e cooperativo, abrindo novas regionais em estados, como RJ, MG, RS, RN, AC, DF, CE e MT, ajudando a reformular processos, apontar caminhos e soluções para o setor em todo o território nacional. O cancelamento ou adiamento de eventos interrompeu uma cadeia de, no mínimo, 50 segmentos. Estamos falando de um setor que gerava a média de 8 milhões de postos de trabalho antes da pandemia.

Houve ainda avanços junto ao poder público, como a participação da criação dos protocolos de retomada, pleitos às prefeituras de diferentes cidades em todo o país, como também diálogo junto aos Estados e Governo Federal com frente para retomada, créditos e subsídios. Em 3 de maio, o Presidente da República finalmente sancionou o PERSE (PL 5.638/2020), porém a aprovação não ocorreu na íntegra e passou por alguns vetos que, segundo Carlos da Costa, secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, foram necessários porque o Governo Federal não conseguiu estabelecer como se daria a compensação tributária, conforme exige a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Aguardaremos uma reunião em breve onde serão discutidas soluções para os pontos vetados.

Vale ressaltar que o setor de eventos movimentava anualmente R$ 250 bilhões em eventos corporativos e R$ 17 bilhões em eventos sociais antes da pandemia. Hoje, passados mais de 300 dias desde o início da pandemia, o setor apresenta o seguinte panorama: só 8% dos eventos estão operando; 32% mudaram o modelo do negócio; 60% pararam completamente; Grande parte dos profissionais do setor migraram para outros serviços e/ou profissão e há queda de faturamento de 98% do setor em território nacional.

Mesmo diante de dados nada otimistas, a criatividade dos profissionais do setor tem sido admirável, com novos formatos, como os eventos híbridos, festas em casa e festas online, por exemplo. Mas isso ainda é insuficiente! Chamo sempre a atenção do poder público para com o setor de eventos, pois, infelizmente, seus profissionais estão entre os 30 milhões de desocupados e trabalhadores de baixa renda no Brasil.

Somos inovadores, trabalhadores e merecemos ver o setor de eventos voltar a brilhar.

Ricardo Dias – Presidente da Associação Brasileira de Eventos  (Abrafesta)

Continue lendo