Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Já pensou em ser um legítimo ‘Testador de Camisinhas’? A Prudence te dá esta chance

Publicado

em

Internautas de todo Brasil poderão inscrever suas histórias sexuais mais apimentadas e originais na maior plataforma online de contos eróticos do País. Os 100 melhores autores serão nomeados legítimos ‘Testadores de Camisinhas’ da marca

Famosos como a funkeira Tati Zaqui; o ator Sergio Abreu; o youtuber Felipe Gaia; o funkeiro MC Lukinhas JK e a atriz Janaina Jacobina são alguns dos conselheiros e têm a missão de reforçar a prática do sexo seguro, prazeroso e divertido

A grande novidade da campanha este ano é que a ação se estende para outros países da América do Sul: Chile, Uruguai e Paraguai

Não importa se você é de Exatas ou de Humanas, carnívoro ou vegano, casado, solteiro ou enrolado. O que importa agora é ‘menos blá blá blá, mais nheco nheco’! A campanha ‘Testadores de Camisinha Prudence 2017’ já vai começar e você pode juntar toda a sua criatividade, sensualidade e sede por prazer para se tornar o mais novo testador de preservativos da marca! Isso mesmo! A DKT do Brasil, empresa detentora da marca Prudence, anuncia o lançamento da campanha ‘Testadores de Camisinhas 2017’. A ação tem como objetivo incentivar o sexo seguro e mostrar que ele também é bem divertido! Mostre que você está pronto para contar sua história de sucesso – que pode ser curiosa, inédita, experimental ou até engraçada. De quebra, você ainda pode se divertir bastante com as aventuras sexuais alheias.

Desta vez, a Prudence traz uma importante novidade: os fãs da marca do Chile, do Uruguai e do Paraguai também poderão contar suas mais quentes aventuras eróticas e concorrer ao título de testador. Em cada um dos quatro países serão escolhidos conselheiros, ou seja, influenciadores que já mandam muito bem em suas áreas e vão ajudar na divulgação da campanha. Eles têm a missão de reforçar a prática do sexo seguro de forma abrangente, utilizando-se de suas influências e do alcance de suas postagens na internet para engajar seus seguidores a participarem. Alguns dos conselheiros escolhidos no Brasil são a funkeira Tati Zaqui; o ator Sergio Abreu; o youtuber Felipe Gaia; o funkeiro MC Lukinhas JK e a atriz Janaina Jacobina.

Ao final da campanha, a Prudence vai escolher 100 pessoas de cada um desses países para serem os ‘testadores de camisinhas’. Os vencedores serão aqueles que inscreverem os melhores contos durante o período da campanha e, como prêmio, receberão um kit completo com os produtos da marca: preservativos, géis lubrificantes e sextoys. Isso significa que as 100 pessoas que escreverem os melhores contos terão camisinhas para um ano inteiro de pura diversão!

Outra novidade deste ano, que traz a 8ª edição da campanha, é que o portal tornou-se responsivo, ou seja, também é possível navegar convenientemente no formato mobile, ou seja, por smartphones e tablets.

Como funciona?
Para participar, no Brasil, é preciso ser maior de idade, acessar o site da campanha www.testadoresdecamisinhas.com.br (os demais países contam com sites próprios), selecionar o preservativo Prudence utilizado durante a transa, um dos cinco temas (Performance, Sexo em grupo, Lugar inusitado, Criatividade a mil e Pegando geral), escrever seu conto erótico e fazer o check in no local onde tudo aconteceu. Tudo isso durante o período da promoção, que vai de 6 de setembro a 22 de outubro.

Cada usuário pode inscrever quantas histórias quiser. E quanto mais ativo ele for, mais chances tem de ser um dos 100 escolhidos, pois a campanha utiliza a estratégia de gamification. Com a distribuição de badges personalizados no site, os participantes podem mobilizar seus amigos nas redes sociais a também participarem da ação.

No dia 30 de outubro, a Prudence vai anunciar quem são os 100 testadores escolhidos em cada um dos países participantes. Eles terão o trabalho árduo e apimentado não apenas de contar histórias, mas também de ajudar a Prudence melhorar seus produtos – ou até criar novos! Esse foi o caso do Prudence Cores & Sabores Morangão, um preservativo extragrande sabor morango que foi desenvolvido por meio das sugestões enviadas pelos consumidores participantes de outras edições da campanha.

Tema da campanha e investimento em divulgação
O tema dos ‘Testadores de Camisinhas Prudence 2017’ segue o mesmo mote da campanha de marketing da Prudence: “Mais Prazer pra Todos”. Na plataforma, a marca de preservativos mais vendida do Brasil* mostra seu incentivo pela diversidade, tanto no sexo quanto em sua linha de produtos, por meio de mensagens como “menos mesmice, mais Prudence”, “menos textão, mais tesão”, “menos preconceito, mais diversidade”, entre outras, fortalecendo o posicionamento da marca que fala de prazer com responsabilidade, de sexo divertido, inovador, quente e inspirador.

A Prudence também investirá, durante todo período da campanha, em divulgações nas redes sociais, com ativações da promoção no Facebook, Instagram Stories, Tinder e Hornet.

“Com a extensão dos ‘Testadores de Camisinhas’ em outros países da América Latina, temos ainda mais forças para alimentar nossa missão global de promover o sexo seguro, de prevenção de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e do incentivo ao planejamento familiar. Estamos sempre focados na importância em utilizar canais que melhor dialogam com o nosso público-alvo, sempre com diversão, curtição e prazer. Sejam bem-vindos aos ‘Testadores de Camisinha Prudence 2017’”, diz Daniel Marun, diretor executivo da DKT do Brasil.

Em oito anos da campanha, já são mais de 30 mil histórias cadastradas, com a nomeação de aproximadamente 700 ‘Testadores de Camisinhas’ oficiais da marca.

Este ano, repetindo o sucesso alcançado em 2016, a Prudence fará a doação de dez preservativos para ONGs que fazem trabalhos de prevenção a ISTs / Aids no Brasil para cada história cadastrada no site! Na última edição da campanha, a plataforma contou com 4.530 contos eróticos, durante um pouco mais de um mês de realização, o que resultou na doação de 45.300 camisinhas.

Continue lendo

Universo Live

Publicidade nos muros das favelas gera cestas básicas ao G10

Publicado

em

Presente em comunidades de todo o país, o Outdoor Social® foi criado para conectar marcas com o público das favelas e aquecer a economia local. Na prática, como modelo de mídia OOH (Out Of Home), o morador recebe para tornar o muro de sua casa um outdoor para anúncios, fazendo com que a população local tenha contato com as marcas. “É uma forma de mostrar ao mundo o poder de consumo da região e possibilitar uma renda extra aos expositores, que são domiciliados locais”, explica Emilia Rabello, fundadora do Outdoor Social®, pioneiro no segmento OOH em favelas.

Nesse momento de agravamento da pandemia, além da renda extra, que auxilia os moradores, o Outdoor Social® destinará cestas básicas para o G10, bloco das 10 maiores favelas do Brasil. A cada painel instalado em abril, uma cesta básica é doada. A meta é alcançar o mínimo de 1.000 outdoors, de marcas como O Boticário e Tim, colocados nos muros dos moradores das principais favelas do país. O intuito é amenizar os impactos socioeconômicos deste momento de crise no país. “Estamos em uma situação crítica com o agravamento da pandemia e precisamos nos mobilizar. Só na primeira semana, conseguimos entregar 268 cestas e esperamos distribuir ainda mais rapidamente. Com essas doações, queremos atravessar juntos o momento de crise e inspirar outros líderes empresariais a destinarem parte do lucro à entrega social”, conta Emilia.

Segundo o Monitor das Doações Covid-19, organizado pela Associação Brasileira dos Captadores de Recursos (ABCR), a população brasileira fez muitas doações durante os 12 meses da pandemia no país. A cifra da solidariedade já totaliza R$ 6,5 bilhões, englobando doações de pessoas físicas e jurídicas. Desse valor, 84% são originários de companhias privadas.

 “Não podemos mais esperar por políticas públicas. Somos um povo forte, unido, trabalhador e juntos, sairemos dessa”, ressalta Gilson Rodrigues, presidente do G10. Acreditando na soma de esforços para atender as necessidades da sociedade, Emilia reforça o potencial que as comunidades têm. “As favelas brasileiras possuem um enorme potencial cultural, intelectual e econômico. Por isso, precisamos seguir somando esforços para garantir as ferramentas de pleno desenvolvimento dessas populações e alavancar a economia do país”, finaliza.

Continue lendo

Universo Live

Marketing de influência: como as comunidades potencializam as marcas

Publicado

em

A oportunidade de criar uma proximidade maior com os clientes é um dos pontos que mais chama atenção das marcas para as comunidades, que também são conhecidas como “Fórum 4.0”. O levantamento do Community Roundtable, que aponta as estratégias de comunidade com um ROI médio de 6.469% para as marcas, é a prova de que esse tipo de ação está em alta entre as empresas.
As comunidades propiciam a troca de conhecimento por meio da produção de artigos, interação rápida, cursos online e se tornou uma oportunidade para o público, influenciadores e marcas conviverem em um ambiente virtual seguro e garante até mesmo uma chance de obter renda e maior faturamento. De acordo com Luciano Kalil, CPO da Squid e especialista em comunidades, essa é uma forma assertiva de as marcas entenderem o que de fato os consumidores estão buscando.

“Para se aproximar dos seus clientes, empresas têm investido na construção de comunidades como um canal direto de relacionamento com influenciadores e, claro, com o consumidor. Esse canal se torna um ambiente de troca de informações e também para a construção de produtos e serviços que tenham a cara daquele público, pois quem consome tem esse canal direto com a marca”, analisa o executivo da empresa líder em marketing de influência e comunidades no Brasil.

Essas comunidades também são importantes para que as empresas compreendam quais as necessidades da sua marca e apliquem mudanças em seus serviços ou produtos. É como se fosse um novo FAQ, em que as principais dúvidas dos usuários são esclarecidas e a partir disso, é possível realizar mudanças que aproximem ainda mais aquela empresa ao público final.

No mundo, essa solução já é a realidade de muitas empresas. A Lego, por exemplo, criou uma comunidade para os amantes da marca. Lá, os consumidores conseguiram propor novas soluções, votar em seus favoritos e enviar feedbacks. As ideias mais populares se tornam produtos e o idealizador do projeto ganha um percentual das vendas. A plataforma agrega mais de 1 milhão de inscritos.

“Aqui no Brasil, a Squid lançou o #ClubeDaInfluência e já possui mais de 40 mil inscritos. Nesse espaço, os criadores de conteúdo ajudam os outros de forma colaborativa e encontram na plataforma cursos que proporcionam a profissionalização de influenciadores digitais. É uma oportunidade de gerar conhecimento, além de movimentar o mercado da influência”, explica Luciano Kalil.

Continue lendo