Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

High Tech Retail revela quais são as próximas inovações no varejo nos próximos três anos

Publicado

em

O estudo mapeou quais serão as tecnologias na jornada de compra dos clientes e como os varejistas devem se adaptar para atender os shoppers do futuro

As tecnologias facilitam o processo de compra, tornando a experiência mais prática e descomplicada. Para os clientes os benefícios no ambiente de compra são (84%) comodidade e (83%) economia de tempo. Os dados são do estudo High Tech Retail, que ouviu 1.400 pessoas em todo o país para descobrir quais são as próximas tendências no comportamento de compra dos brasileiros nos próximos três anos. De acordo com o levantamento, 80% dos entrevistados afirmam que passam a considerar mais as lojas que utilizam tecnologia, 79% passam a recomendar e 76% compram mais as marcas que investem em inovações tecnológicas.

Neste cenário as tecnologias e inovação têm um papel importante para o varejo atender às expectativas dos clientes e facilitar o momento de compra, seja no ambiente físico como no on-line. Atualmente existem vários tipos de recursos, como aplicativos de compras, vídeos explicativos, autoatendimento e leitor de código de barras no celular. Eles auxiliam os clientes na hora de comprar. Apesar de conhecidos, poucos fazem uso dessas tecnologias no cotidiano. Segundo dados do Hight Tech Retail, 29% conhecem os aplicativos das lojas e sites, mas nunca utilizaram; 30% conhecem a ferramenta de vídeos explicativos, mas nunca utilizaram e 32% conhecem o autoatendimento e também nunca utilizaram.

“Essa ambiguidade na relação conhecimento e uso encontrados nas respostas revela oportunidades para os varejistas e indústrias investirem em campanhas educativas e ações com o foco na usabilidade e interação dos shoppers em relação às tecnologias. A recompensa ainda não está clara, por isso o uso ainda não foi acentuado. Apesar de algumas marcas colocarem a inovação em prática em suas lojas e sites, essas mudanças não estão sendo percebidas e a culpa não pode ser da tecnologia, já que ela é apen as uma ferramenta disponível em todo o processo”, explica Edmar Bulla, CEO do Grupo Croma.

No entanto, tecnologias como aplicativos de compras devem crescer no varejo. De acordo com o levantamento, nos próximos três anos 40% pretendem usar muito e 37% pretendem experimentar. “Esse tipo de recurso será um grande aliado para o impulsionamento do uso de outras tecnologias no varejo, como provadores virtuais e realidade aumentada”, completa Bulla.

O estudo mapeou também quais são as tendências de inovação para o comércio até 2022 e como o varejo precisará se adaptar para atender os shoppers do futuro e gerar experiência. De acordo com o estudo, 29% dos entrevistados pretendem usar muito o autoatendimento e 43% esperam experimentar. “As tecnologias que descomplicam a jornada de compra serão cada vez mais presentes no dia a dia dos consumidores nos próximos três anos. Ferramentas que diminuam as filas e facilitem o pagamento como totem de self checkout e modelos que priorizem o autosserviço já são uma realidade no Brasil e têm potencial de crescimento. Essas inovações são analgésicos para as tensões nas jornadas de compra e trazem comodidade, economia de tempo e melhor qualidade de vida”, afirma o consultor.

 A realidade virtual e provadores on-line ganharão espaço na rotina dos shoppers. 51% deles pretendem usar realidade virtual e 46% provadores virtuais. As lojas já estão investindo nessa tecnologia na experiência de compra. “Esse tipo de inovação personaliza o produto ou serviço ao cliente, mapeando medidas e reduzindo trocas e devoluções, que são onerosas e geram insatisfação com a marca. Tecnologias como telas interativas, vídeos explicativos e provadores virtuais promovem interação com o produto e aceleram a migração ou adoção de novos canais de compra, levando a experiência física para ambiente on-line”, explica Bulla.

Outra tendência apontada no estudo é o aumento do uso de assistentes virtuais no varejo com o avanço da inteligência artificial. Esse tipo de inovação, que combina chatbot à inteligência artificial, já é conhecida no país e aplicada em outras áreas fora do comércio, como as da saúde e financeira. O HTR identificou que 38% dos clientes pretendem experimentar a AI e 14% usar muito nos próximos três anos, confirmando o crescimento do atendimento virtual.

A personalização de ofertas, serviços e produtos é um dos principais desejos dos shoppers. 39% pretendem experimentar esse tipo de serviço e 22% esperam usar muito. “Além disso, os consumidores optarão por marcas que atendam melhor em ocasiões de compras específicas e consigam unificar os canais e sistema de entrega com agilidade e praticidade, tanto para quem compra no ambiente on-line como no físico. O HTR identificou que 46% pretendem escolher e comprar na loja on-line e receber em casa e 47% pretendem escolher e comprar na loja física e também receber em casa,” destaca Bulla.

Os smartphones também estarão cada vez mais presentes na jornada de compra dentro das lojas físicas.  A tendência é que os aplicativos ganhem mais funções, facilitando a compra e unindo o que há de melhor do varejo on-line e off-line. Nesse contexto, tecnologias como leitor de código de barras crescerão em uso, já que 35% dos entrevistados pretendem usar muito o recurso e 43% pretendem experimentar.  

Geolocalização, big data e inteligência artificial personalizarão as ofertas e as direcionarão para o perfil do comprador a partir da análise de informações. Os consumidores vão se habituar a usar e experimentar essa novidade, considerando que 44% dos shoppers pretendem experimentar e 29% pretendem usar muito os locais de descontos indicados pelos aplicativos. “Atualmente os aplicativos já oferecem descontos, códigos e cupons de promoções de acordo com as pesquisas no ambiente virtual e isso tende a se expandir com o uso da geolocalização, oferecendo mais vantagens e customização,” finaliza Bulla.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Universo Live

konecte.me aproxima profissionais a vagas de trabalho

Publicado

em

Após mais de 1 ano de pesquisas, análises e entendimentos sobre os impactos cruéis da pandemia sobre o mercado de trabalho nas áreas de marketing, comunicação e mídia, os empresários Celio Ashcar Jr. (aktuellmix) e Piero Matarazzo (Grupo Armazém) criaram a konecte.me.

Desde o seu início, em março de 2020, a crise sanitária provocada pelo novo Coronavírus trouxe um impacto sem precedentes aos mercados de marketing, comunicação e mídia. Segundo o último relatório do FMI, o desemprego no Brasil deve subir 14,5% este ano. As agências de publicidade, por exemplo, tiveram em média 75% de queda de receita e 39% delas precisaram reduzir seus quadros no ano passado. Os números são do mais recente estudo VanPro, realizado pelo Sinapro (Sindicato das Agências de Propaganda) e Fenapro (Federação Nacional das Agências de Propaganda). Outro dado relevante é da AMPRO (Associação de Marketing Promocional), que apontou adiamentos e também cancelamento parcial de atividades para 70,3% do mercado de live marketing.

Neste cenário, com empresas desacelerando investimentos e outras fechando ou diminuindo postos de trabalho, inúmeros profissionais e empresas encontram grande dificuldade na busca por vagas e contratações. “Eu tenho mais de 25 anos no mercado de comunicação e nunca vi uma crise como esta. É muito triste este momento que estamos vivendo.  A konecte.me veio para conectar e aproximar profissionais e vagas. Temos que gerar empregos e oportunidades para todos de forma rápida para que possamos acelerar o crescimento econômico.”, afirma Celio Ashcar Jr., co-founder & partner da plataforma.

Dentro do ecossistema de comunicação, marketing e mídia, a plataforma pretende aproximar os jobs a uma extensa gama de profissionais em áreas como criação, atendimento, mídia, planejamento, marketing, relações públicas, ponto de venda, digital, produção, tecnologia além de postos em áreas de backoffice como administrativo, finanças e recursos humanos ou de funções de gestão no board.

Além de conectar pessoas e empresas, a plataforma terá uma área de conteúdos exclusivos, com artigos escritos por renomados profissionais de diversos mercados gerando reflexões e aprendizados relevantes sobre o cenário atual. Neste mês de lançamento, teremos nomes como Daniela Cachich (CMO Latam Pepsico), Edu Lyra (CEO Gerando Falcões), Regina Augusto ( jornalista e professora da Miami ad School), Ricardo Natale (CEO Experience Club) entre outros.

Inclusão e Diversidade no DNA

A plataforma ainda tem parceria com a rede Gerando Falcões, presidida por Edu Lyra. O elo foi criado para que as empresas tenham acesso a profissionais das comunidades em que a Gerando Falcões atua e tenha mais uma opção para ampliar a diversidade de seus quadros. “Neste momento tão difícil que estamos vivendo é essencial darmos oportunidades também para pessoas com menos acesso e chances de trabalho. Queremos que, por meio da konecte.me, as empresas e agências conheçam mais o projeto de empregabilidade da rede Gerando Falcões com as comunidades mais sensíveis.”, ressalta Piero Matarazzo, co-founder & partner da plataforma.

Por fim, a konecte.me também apoia o Movimento Panela Cheia #panelacheiasalva da CUFA, Gerando Falcões, Frente Nacional Antirracista, com o apoio do União SP e cooperação da Unesco. No momento de realizar o pagamento da assinatura na plataforma, o usuário vai poder doar R$ 1,00 ao Panela Cheia. E cada R$ 1,00 doado, a konecte.me doa mais R$ 1,00.

Continue lendo

Universo Live

Agência MoodCom promove live com a dupla Zé Neto e Cristiano patrocinada pela Cachaça 51

Publicado

em

No dia 24 de abril, a Cachaça 51 patrocinou uma live exclusiva da dupla Zé Neto e Cristiano – Dia do Churrasco, sucesso entre o público em todo o país.
O evento foi realizado na fazendo Ruiz Coffees, em Macedônia – interior do estado de São Paulo. A cenografia – idealizada e produzida pela agência Moodcom – foi um show à parte: bar, iluminação, palco e ambientação refletiram o empenho e alegria da equipe que esteve por trás, destinada a levar animação ao público.
O bar cenográfico contou com exposição de um cardápio dos produtos 51! As promotoras montaram drinks, como caipirinha, além de expor as outras bebidas da marca.
A estrutura preparada para o evento mostrou que a dupla não estava para brincadeira, as bebidas estavam expostas no palco principal e nas adjacências. Até aonde os olhos conseguissem alcançar havia expositores, churrasqueiras, bebidas, tudo isso envolto em muita música sertaneja de qualidade.
Além de músicas autorais, a dupla cantou vários sucessos das últimas décadas, interpretando canções de parceiros de carreira como Jorge e Mateus, Bruno e Marrone e Gusttavo Lima, totalizando quase 5 horas de live – que já conta com mais de 4 milhões de visualizações no canal oficial dos cantores no Youtube.
A cereja do bolo ficou por conta da participação da dupla João Bosco e Vinícius, que cantou com Zé Neto e Cristiano sucessos como “Falando sério” e “Another brick on the wall”; e da presença de Jacques Vanier, sucesso nas redes sociais.
A cenografia do evento foi desenhada e produzida pela Agência MoodCom, e contou com todos os cuidados de higienização e distanciamento entre as pessoas, desde a utilização de máscaras personalizadas até totens de álcool em gel instalados na área do evento para que os artistas e promotores higienizassem suas mãos antes de suas ações. A MoodCom é uma boutique de live marketing que veio para resgatar conceitos esquecidos pelo mercado. A agência traz como principal pilar o atendimento diferenciado para cada cliente, entendendo de perto cada necessidade para entregar então a solução ideal com foco no resultado.
Continue lendo