Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Feira EBS traz palestra sobre assédios sexual e moral em eventos

Publicado

em

Tema abre a programação das Arenas Experience, conteúdos gratuitos para os visitantes do principal evento dos segmentos MICE e de T&D

É preciso tecnologia, inovação e segurança. No entanto, não se pode falar em crescimento do setor de eventos enquanto não houver respeito. Enquanto assédios sexual e moral fizerem parte do cotidiano de empresas e agências, haverá contradição entre trabalho em equipe, discriminação e abusos físicos e psicológicos. Pensando nisso, a 17ª edição da Feira EBS, marcada para o próximo mês, incluiu em sua programação a abordagem do tema que cada vez mais preocupa a sociedade: a violência contra a mulher. Embora homens também sejam vítimas de humilhações no ambiente profissional, é o público feminino que mais sofre.

O assunto será abordado pela advogada, sócia do Tini e Guimarães Advogados, Isabela Guimarães Del Monde, no dia 5 de junho, data de abertura do evento, às 14h30, no Centro de Convenções Rebouças, na capital paulista. Serão dois dias de debates com especialistas em comunicação, marketing e relacionamento. O conteúdo das Arenas é gratuito.

Com o tema “Assédio Moral e Sexual no segmento de Eventos”, a palestra busca mostrar as origens do assédio para que ele possa ser compreendido globalmente, já que dados apontam que a maioria das mulheres ainda sente culpa em ter sofrido agressão e outras têm dificuldade em identificar a situação. “Vamos conferir aos espectadores reflexões e estratégias de redução dos casos de assédio, bem como tratamento de denúncias internas”, disse Isabela, que também é integrante do Comitê de Relações Humanas da AMPRO – Associação de Marketing Promocional.

O Manual ABA de Boas Práticas e Responsabilidade pelo Fim do Assédio em Eventos, produzido pela Associação Brasileira dos Anunciantes, com o apoio da AMPRO, mostra que 99,6% das mulheres já foi vítima de alguma situação indesejada. Seja física ou moral, todas as investidas foram sem permissão, gerando medo e indignação. No documento, fica claro que o assédio sexual acontece quando uma pessoa tenta constranger a outra com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual.

O texto explica que não é uma paquera ou um começo de namoro, é um avanço sexual sem consentimento que causa incômodo e sofrimento, é sentido como agressão física e psicológica. “A culpa e a responsabilidade desse comportamento nunca são da vítima, mas sempre de quem pratica o assédio. Interrupções constantes de falas, comunicação aos berros e convites de cunho sexual são formas de assédio e não devem ser praticadas”, destacou a advogada.

Um dos principais motivos para o constante aumento das estatísticas é a falta de denúncias. Após ouvir 2.084 pessoas em 130 municípios brasileiros, uma pesquisa realizada pelo Datafolha, a pedido do Fórum de Segurança Pública, apontou que 52% das mulheres que sofreram alguma agressão em 2018 ficaram caladas. “É muito importante que não haja silenciamento da vítima, que ela não seja estimulada a ficar calada para não causar problemas e é fundamental que as empresas e líderes declarem e apliquem tolerância zero a esse tipo de comportamento”, enfatizou a especialista.

Para Isabela, é essencial a abordagem do assunto, pois é um tema delicado que precisa ser desmistificado. Afinal, não se trata apenas de assédio sexual, mas de outros tipos de abordagem, como os casos de discriminação relacionada a maternidade. “Muitos mitos e falácias circundam esse assunto. Portanto, é fundamental contar com dados, pesquisas e especialistas no assunto, pois a empresa pode estar cercada de boas intenções que, na verdade, podem mais atrapalhar do que ajudar, perpetuando o ciclo de violência”.

A feira

Considerada a principal feira do segmento MICE -Meetings, Incentive, Conferences & Exhibitions e Treinamento e Desenvolvimento do Brasil, a Feira EBS comemora o seu 17º ano em 2019, mantendo o objetivo de reunir toda a cadeia produtiva desta indústria em um único lugar. De um lado, os profissionais de marketing, eventos, RH, treinamento, incentivo e compras das principais empresas do país, do outro, empresas fornecedoras de produtos e serviços para esse mercado.

Serão dois dias intensos, onde acontecerão simultaneamente diversas ações: a Feira EBS (exposição), o Congresso MICE Brasil (conteúdo pago); as Arenas Experience (conteúdo gratuito) e o Speed Meeting (rodada de negócios). As inscrições já estão abertas, mais detalhes: www.feiraebs.com.br

A EBS é promovida e organizada pelo Grupo EventoFacil, que organiza e promove feiras de negócios e eventos de relacionamento, publica revistas, guias e aplicativos, e foi o criador do primeiro clube exclusivo para gestores de eventos – o EBS Buyers Club. Especialista no segmento MICE, o grupo trabalha para gerar conteúdo, networking qualificado e negócios para toda a cadeira produtiva deste mercado, reunindo clientes finais, agências e fornecedores de produtos e serviços para eventos corporativos e incentivos.

Serviço: Feira EBS – Evento Business Show 2019

Datas: 5 e 6 de junho de 2019

Horário: das 13h30 às 19h

Local: Centro de Convenções Rebouças

Endereço: Avenida Rebouças, 600 – Pinheiros, São Paulo – SP

Inscrições e detalheswww.feiraebs.com.br e www.congressomicebrasil.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Eventos

Wired Festival 2021 acontece no Planetário da Gávea, no Rio de Janeiro

Publicado

em

Com o propósito de inovar, compartilhar ideias e gerar valor na prática, O Globo e a Editora Globo Condé Nast promovem mais uma edição do Wired Festival, nos dias 1 e 2 de dezembro, no Planetário da Gávea, na cidade do Rio de Janeiro. Com o mote “The Lab of Us”, o festival busca provocar novas formas de pensar através da mistura de pessoas e ideias, criando conexões com o objetivo de impactar a sociedade em diversas frentes, seja pensando as cidades do futuro, a sustentabilidade ou a educação, tendo como pano de fundo as relações humanas.

Idealizado em parceria com a consultoria de inovação 16 01, dos sócios Eduardo Paraske e Leonardo Brazão, o Wired Festival volta ao formato presencial após o hiato ocasionado pelo período de isolamento social. A pandemia e seus efeitos no ser humano inclusive foram um importante ingrediente utilizado para se pensar o evento e seus talks. Além da 16 01, a Condé Nast também convidou Adriana Barbosa, CEO da PretaHub e fundadora da Feira Preta para atuar na consultoria do festival.

-Nós somos laboratórios de inovação, transformação e criatividade. A inovação não é só algo que buscamos, mas também está no nosso cotidiano, em pequenos gestos e decisões. Não nos damos conta, mas somos motores de inovação -diz Paula Mageste, CEO da Edições Globo Condé Nast (EGCN), que detém os direitos da marca “Wired” no Brasil.

Com apresentação da Invest.Rio I Prefeitura RJ, patrocínio da C&A, Draft Line e Unico, o evento é gratuito e sujeito à lotação. Para garantir acesso às palestras, o ingresso é através do site o Ingresso Certo .

Importante ressaltar que todos os protocolos sanitários indicados pelas autoridades de saúde e vigentes durante o período de realização do evento serão seguidos. Será também exigido o passaporte da vacina, digital ou físico, com documento de identificação para acesso ao Festival.

O Wired Festival chega no melhor momento possível. Depois de tanto tempo sem eventos presenciais, é ótimo voltarmos a nos ver fisicamente para debater inovação e apontar caminhos para o futuro – diz André Miranda, editor executivo do GLOBO.

Programação

Entre os palestrantes já confirmados estão artistas como Negra Li, Rincon Sapiência e Xamã; criadores de conteúdo como Nathaly Dias, a blogueira da baixa renda, a Pequena Lô, Gil do Vigor e Bianca Andrade, a Boca Rosa; Buuba Aguiar, Gizele Martins e Jefferson Quirino, idealizadores de projetos sociais que transformam a vida de moradores de comunidades do Rio de Janeiro; empreendedores como Rafael Dulton, cofundador da Movile – grupo de tecnologia que possuiu as empresas Ifood, Playkids, Sympla, Wavy, entre outras, além de Alice Pataxó, ativista e comunicadora Indígena da aldeia Pataxó Craveiro, fundadora do canal Nuhé no YouTube e estudante de Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).
Continue lendo

Eventos

Ampro realiza live para divulgar o shortlist do Ampro Globes Awards

Publicado

em

A Ampro – Associação de Marketing Promocional / Live Marketing prepara a divulgação da shortlist do Ampro Globes Awards 2021, a maior premiação do Live Marketing no Brasil. A lista dos cases e agências selecionados será revelada no próximo dia 16 de novembro, às 17h, em live com a participação de Adriana Cury, VP de Criação da Nova/SB Brasil, que preside o júri da premiação neste ano. A transmissão será pelo Instagram do Globes – @amproglobesawards.

Neste ano, o Ampro Globes Awards bateu recorde de inscrições – foram 329 cases, inscritos por 42 agências, 46,22% acima do número de 2020 e o maior dos últimos 10 anos. O julgamento dos trabalhos começou em setembro.

Neste ano, chamou ainda a atenção do mercado a formação do júri da premiação, diversificado e inclusivo, com equidade de gêneros, participação expressiva de pessoas negras, de profissionais “new blood” (idade abaixo de 30) e “silver age” (acima de 50), além de representantes de regiões fora do eixo Rio – São Paulo e do exterior.

A revelação dos vencedores e entrega dos troféus está marcada para o dia 15 de dezembro, em evento híbrido que ocorrerá em paralelo ao Congresso de Live Marketing.

Realizado há 21 anos pela Ampro, o Ampro Globes Awards é a versão nacional do The Globes Awards, a maior premiação mundial do Live Marketing criado pela MAA Worldwide, que anualmente reconhece as melhores campanhas em mais de 25 países. Por aqui, os cases inscritos são avaliados nacionalmente e podem ser aprovados também para concorrerem internacionalmente.

Continue lendo