Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Arnold Sports Festival South America bate recordes de faturamento e público

Publicado

em

Evento de Schwarzenegger recebeu cerca de 85 mil pessoas em São Paulo e gerou volume de negócios na casa de R$ 150 milhões, 30% acima do ano anterior. Para 2020, a projeção é de crescimento ainda maior

Uma das lições de vida de Arnold Schwarzenegger é se manter ‘faminto’. Nos tempos de bodybuilder, sua fome era por títulos. Quando migrou para o cinema, a meta estava em alcançar o estrelado. Na política, ser o melhor governador para a Califórnia. Em sua cruzada pelo fitness, saúde qualidade de vida, era atingir o mundo inteiro. No Brasil, a organização do Arnold Sports Festival South America segue a risca seus ensinamentos. Desde a criação, em 2013, segue em curva ascendente. Em 2019 não foi diferente, atingindo dados superlativos e batendo recordes. O evento que terminou domingo (14), em São Paulo, levantou R$ 150 milhões em volume de negócios, aumento maior que 30% em relação ao ano passado. O número de visitantes também superou as expectativas, com cerca de 85 mil pessoas (2,5% a mais que em 2018).

O Arnold Sports Festival South America 2020 já tem data. Será de 3 a 5 de abril, novamente em São Paulo. E se depender dos sócios brasileiros de Schwarzenegger, o apetite por superação seguirá mais forte que nunca, alimentando o desejo de fazer mais e melhor a cada ano. “Tivemos o melhor evento da nossa história. Os números são incríveis. A reação das pessoas é muito positiva. Estou muito feliz e realizada. A Expo foi um sucesso. Corredores lotados. Expositores fechando ótimos negócios. Tenho muito orgulho do trabalho realizado e quero agradecer aos nossos parceiros internacionais, especialmente ao Bob Lorimer; aos nossos patrocinadores, expositores, aos atletas e promotores esportivos, aos fãs e principalmente a Arnold Schwarzenegger, pela confiança”, afirma Ana Paula Leal Graziano, diretora da Savaget & Excalibur ao lado de Luis Felipe Bonilha.

Se a participação de público aumentou, a presença de representantes do mercado também subiu. Durante três dias, o Arnold Sports Festival South America recebeu 7.400 lojistas e 1.056 proprietários de academias interessados em visitar os estandes de empresas de nutrição esportiva, equipamentos fitness, serviços, moda e acessórios. Esses dados apontam crescimento de 10% em relação a edição de 2018. “Todos os números indicam que seguimos no caminho certo. O nosso investimento e dos patrocinadores (Atlhetica Nutrition, Black Skull e Integralmedica) permite promover uma feira única. O próprio Arnold e nossos parceiros internacionais afirmam não encontrar uma atmosfera como a nossa em nenhum outro evento no mundo. E isso agrada tanto ao público que comparece em massa quanto favorece os negócios das empresas e dos varejistas”, garante Luis Felipe Bonilha.

Além do business, o Arnold Sports Festival South America traz números impressionantes em esportes e educação continuada. Em 40 modalidades, o evento recebeu cerca de 12 mil atletas, dois mil a mais que em 2018. No Conference, mais de 50 profissionais do Brasil, Estados Unidos e Portugal se dividiram em mais de 60 aulas e palestras nos temas nutrição, treinamento, fisioterapia e empreendedorismo. “A participação dos esportistas foi incrível. Somente no bodybuilding amador foram 650, um recorde. Entre os bodybuilders profissionais, o próprio Schwarzenegger disse ter sido o melhor de todas. Tudo isso nos deixa muito felizes. E além das competições das demais modalidades também terem sido ótimas, recebemos 3 mil congressistas no Conference, outra marca histórica”, complementa Ana Paula.

Show de simpatia – Estrela maior da festa, Arnold Schwarzenegger percorreu os corredores da feira que leva o seu nome na sexta, sábado e domingo. Em cada passeio, arrastou uma multidão de fãs. Sempre simpático e bem humorado, parou para conhecer os estandes do patrocinadores e expositores e também as disputas esportivas, onde interagiu com os atletas. Digno de nota a atenção especial dedicada às crianças e portadores de necessidades especiais. “Acredito que o esporte tem que ser para todos. Essa é minha cruzada mundial e fico feliz em ver o entusiasmo dos brasileiros com o nosso evento e o seu amor pela atividade física. Em 2020, estarei de volta”, finalizou com o famoso bordão do filme O Exterminador do Futuro: I’ll be back!

Evento Global – O Arnold Sports Festival é hoje um evento de alcance mundial. Além da América do Sul e América do Norte, Schwarzenegger ampliou sua área de atuação nos demais continentes. É realizado também na Europa, Oceania e África.

A sétima edição do Arnold Sports Festival South America teve o patrocínio Diamond de Atlhetica Nutrition, Black Skull e Integralmedica, patrocínio Gold de Champion e patrocínio bronze da Midway. Os apoios foram da Secretaria de Esportes de São Paulo/Prefeitura de São Paulo e Universidade Anhembi Morumbi. A realização foi de Savaget & Excalibur Promoções e Eventos.

Mais informações:
site oficial : https://arnoldsouthamerica.com.br/
fan page: https://www.facebook.com/arnoldsouthamerica/
Instragam: https://www.instagram.com/arnoldsouthamerica/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Eventos

Gustavo Borges entrega mais uma edição do Swim Business

Publicado

em

Será em 23 de maio, no Hotel Porto Bay, localizado em Copacabana (Rio de Janeiro/RJ), o Swim Business, encontro presencial e gratuito para 100 gestores aquáticos promovido pela Metodologia Gustavo Borges.

Apresentado pelo próprio medalhista olímpico, o encontro é uma oportunidade única de se conectar, aprender e moldar o futuro do mercado aquático. Aberto a todos os proprietários de estabelecimentos com piscinas, independentemente de serem ou não credenciados da Metodologia Gustavo Borges, estarão entre os temas tendências de mercado, segurança aquática, práticas de gestão, público-alvo das academias, quais os aspectos que os pais e responsáveis buscam quando querem matricular os filhos deles nas aulas de natação infantil, entre outros.

Com insights como “Conecte-se para Crescer”, “Descubra as últimas novidades” e “Rumo ao Sucesso”, Gustavo diz que, com o Swim Business, é realizado um networking com os principais gestores do mercado aquático, em encontros nas capitais do Brasil. “Trazemos informações, estudos e pesquisas, que vão nortear e direcionar esses profissionais para o alcance dos objetivos”, conclui.

Continue lendo

Eventos

Rock in Rio lidera movimento para combater fome e pobreza

Publicado

em

O maior encontro da história da música brasileira já tem data e local para acontecer: 21 de setembro, na Cidade do Rock. Da MPB ao Sertanejo, do Trap ao Samba, do Rock ao Funk, passando por muitos outros ritmos, o Rock in Rio anuncia o Dia Brasil: um movimento inédito nos 40 anos de história do maior festival de música e entretenimento do mundo, que abraça a música nacional e um mundo melhor.

Com um line-up formado apenas por artistas brasileiros, a Cidade do Rock receberá nomes como Capital Inicial, Pitty, Luan Santana, Ana Castela, Daniela Mercury, Ney Matogrosso, Filipe Ret, MC Ryan SP, Chitãozinho & Xororó, Junior, Gloria Groove, Jão, Alcione, Zeca Pagodinho, Criolo, Djonga, Leila Pinheiro, Wanda Sá, Claudio Zoli, Hyldon, Jonathan Ferr, Antônio Adolpho, MC Dricka, MC Livinho, Nathan Amaral, Orquestra Jovem Da Sinfônica Brasileira, Kevin O Chris, MC Carol, Mochakk e muitos outros. No total, 72 cantores farão parte deste momento histórico em prol da união para promover um mundo melhor, com a música sendo um fio condutor e agente mobilizador para uma ampla convocação. Será por meio do Dia Brasil, que o Rock in Rio vai atuar para chamar a atenção de uma nação inteira para duas das maiores causas urgentes no país hoje: o combate à fome e a superação da pobreza, em parceria com as ONGs Ação da Cidadania, desde já recebendo a doação de 1,5 milhão de pratos de comida, e Gerando Falcões, que por meio do projeto Favela 3D vai transformar a vida de 250 famílias nas regiões do Buraco e Sessenta do Morro da Providência.

Além do Dia Brasil, o Rock in Rio está liderando uma ação inédita que reúne mais de 60 artistas brasileiros para a gravação de um clipe da música “Deixa o Coração Falar”, composta especialmente para este movimento. A canção provoca uma reflexão de união e as incentiva sobre a importância do diálogo e do abraço para superar divisões no mundo. A organização também anunciou que os direitos dos artistas que estão na composição serão destinados às duas ONGs parceiras do festival na luta contra a fome e a pobreza. O Rock in Rio também vai criar produtos licenciados que terão seus lucros revertidos em doações, além de promover leilões de instrumentos autografados. O público também poderá se engajar e participar, doando no site oficial do Rock in Rio e durante a compra de ingressos.

“Está na hora da gente mobilizar mais uma vez as pessoas, assim como fizemos em 1985, pós ditadura, e, em 2001, quando paralisamos todas as emissoras de rádio e TV por três minutos para provocar as pessoas a refletirem sobre o papel de cada um de nós na construção de um mundo melhor. O Rock in Rio sempre foi disruptivo ao unir na Cidade do Rock as mais diferentes tribos, como o funk, metal, trap, bossa nova, rock, pop e eletrônico. Para esta edição, em que celebramos os nossos 40 anos de história, este movimento será ainda maior e mais potente. Não é sobre música, mas sobre pessoas. Vamos nos abraçar e cantar, pela união, pela paz, pelo combate à fome e no combate à pobreza. Vamos todos caminhar em uma só direção: o público, os artistas, a organização e as marcas, nossos parceiros. Queremos resgatar justamente o sentimento de união do povo brasileiro, uma característica única que temos, mas que foi se perdendo nos últimos anos. Já está na hora de humanizar a nossa relação. Precisamos conversar e escutar mais uns aos outros. Essa união e esse abraço são justamente a proposta do movimento que vem do Dia Brasil. Sempre tive este momento desenhado na minha cabeça e acho que está na hora certa de concretizar esse sonho. Um dia inteiro de Rock in Rio somente com artistas brasileiros em prol de um mundo melhor. Será histórico, uma revolução”, destaca Roberto Medina, presidente da Rock World, empresa que criou, organiza e produz o Rock in Rio e o The Town.

 

 

Continue lendo