Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Aos 50 anos, Big Mac segue insuperável

Publicado

em

Pense rápido: no mundo, quais empresas podem se orgulhar de ter entre os seus produtos mais vendidos um ícone criado há cinco décadas? O McDonald’s pode e durante o mês de agosto a rede celebra globalmente os 50 anos do Big Mac, sanduíche que virou o símbolo da marca.

Para festejar a data, a comemoração tem que ser big: no dia 2 de agosto, mais de 6 milhões de moedas MacCoins serão distribuídas em restaurantes de 57 países – inclusive o Brasil.

São cinco modelos diferentes, cada um referente a uma década de vida do sanduíche. A partir do dia 4 de agosto, as moedas poderão ser trocadas por um Big Mac… em qualquer lugar do mundo! Para ganhar uma MacCoin basta comprar uma oferta de Big Mac em um dos mais de 900 restaurantes da rede no país.

“Esta celebração é também um agradecimento aos milhões e milhões de fãs e consumidores do Big Mac. Foram eles que tornaram o sanduíche um verdadeiro fenômeno mundial”, afirma Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados.

Criado pelo franqueado Jim Delligatti para atrair o público adulto para o seu restaurante em Pittisburg (Pensilvânia), foi sucesso absoluto desde que entrou para o cardápio. Porém, nem os mais otimistas poderiam imaginar que anos depois mais de 1,5 bilhão de Big Mac seriam vendidos diariamente no mundo. Só no Brasil, são cerca de 1 milhão de unidades por dia.

Equilíbrio nutricional
A receita de Deligatti só sofreu uma alteração ao ser incorporada ao cardápio fixo da rede, com a mudança do molho especial para o que se conhece hoje, feita para facilitar sua produção em larga escala. Os demais ingredientes, conhecidos “de cor e salteado”, permanecem intocados: dois hambúrgueres, alface, queijo, cebola, picles e pão com gergelim.

Hoje, o Big Mac é preparado da mesma maneira em mais de 120 países. Aqui, os brasileiros se deliciam com a receita original americana, porém com ingredientes 100% nacionais.

E uma combinação tão gostosa, além de gerar um sabor inigualável do Big Mac, resulta também em uma combinação nutricionalmente balanceada. A proteína da carne bovina, com o carboidrato do pão e as fibras da salada, além dos demais ingredientes, somam 502 calorias, menos, por exemplo, que uma porção de sashimis (12 unidades têm, em média, 510k) ou um prato feito de arroz, feijão e picadinho de carne (686k).

Marketing de causa
O Big Mac é o pilar de uma das maiores mobilizações solidárias do país, o McDia Feliz – que completa três décadas neste ano, no Brasil. Ao todo, o Big Mac gerou mais de R$ 200 milhões, que foram investidos em projetos de prevenção e combate ao câncer infanto-juvenil em todo o Brasil. Essa mobilização contribuiu para que os índices de cura da doença, quando diagnosticada precocemente, saltassem de 20% nos anos 90 para 80% atualmente. A partir desse ano, o sanduíche está ainda mais solidário e também irá contribuir para projetos de educação para jovens.

Índice Big Mac
Ao longo desses 50 anos, o sanduíche que se tornou sinônimo do McDonald’s mudou hábitos alimentares, serviu de referência para artistas plásticos e estilistas e inspirou teorias econômicas. Em 1986, a conceituada revista inglesa The Economist criou o Índice Big Mac, com base na teoria da “paridade do poder de compra” e para tangibilizá-la escolheram o sanduíche, pois está presente no mundo inteiro. Desde então, o indicador – que tem por referência os preços do Big Mac em diferentes moedas – tem sido utilizado na análise de políticas cambiais.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

“Trago verdades” é nova campanha de Brastemp com foco em lava-louças

Publicado

em

A Brastemp, marca sinônimo de qualidade presente na maioria dos lares brasileiros, lança nova campanha de lava-louças em conexão com o cenário vivido pelos seus consumidores. Partindo do conceito “Cansei de Louça Suja”, abraçado pela marca no começo do ano, a Brastemp ressalta em sua nova campanha quais são as desculpas mais utilizadas na hora de escapar da “nada agradável” tarefa de encarar uma pia cheia de louça suja. A campanha irá desmistificar, de maneira leve e divertida, as dúvidas que cercam o universo do lava-louças com a campanha “Trago verdades”.

Criada pela agência BFerraz Retail, empresa da B&Partners.co, a nova campanha quer se aprofundar sobre os benefícios do produto, desmistificando alguns mitos e inseguranças do consumidor, como: “Lava direito panelas e travessas?”, “Pode colocar taça de vinho?” e “Gasta muita água? E se tiver pouca louça?”, trazendo as verdades da lava-louças com muito humor.

A campanha se inicia com um vídeo divertido onde o influenciador @vitordicastro, do canal Deboche Astral, aborda o comportamento de cada signo quando o assunto é, literalmente, colocar a mão na esponja e encarar a louça suja. Além da brincadeira, ao longo do mês de maio, um time de Influenciadores vai abordar um território diferente a cada semana e ,por meio de suas próprias rotinas, trazem a solução com a lava-louças Brastemp. O time é composto por: @vitordicastro, @leosemfiltro, @ademaravilha, @luhsicchierolli, @caroleasquadrigemeas, @chefraquelnovais e @pensandoaocontrario.

Como mensagem final, a Brastemp quer quebrar todos os mitos de se ter uma lava-louças, garantindo para o consumidor a oportunidade de descansar ou assistir um filme enquanto a máquina faz o serviço, sem que ele precise se preocupar com qualquer detalhe.

Para Frederico Silverio, Gerente Sênior da Whirlpool, detentora da marca Brastemp, o tempo despendido em casa tem mudado a relação dos consumidores com as tarefas domésticas – e lavar a louça é uma das que está no topo do incômodo diário.

“O consumidor brasileiro está atrás de praticidade, já que a rotina da casa foi intensificada desde o início do isolamento social. Nesse cenário, a lava-louças é uma grande aliada na economia de tempo daqueles que precisam otimizar as tarefas domésticas e continuar dando conta da rotina. Por isso, acreditamos que com essa campanha vamos ajudá-los a desmistificar o uso da lava-louças, facilitando a vida dos nossos consumidores”comenta o executivo.

“Buscamos inspiração em uma linguagem memética e popular que já estivesse inserida no cotidiano das pessoas para ser o fio condutor desta fase. ‘Trago Verdades’ vem como uma chamada criativa que ao invés de mostrar o lado ruim (mito) valoriza o imaginário coletivo do ato de lavar louça” acrescenta Enricco Benetti, CCO & Partner da BFerraz

Continue lendo

Empresa

Fortnite faturou 9 bilhões em somente dois anos

Publicado

em

Com o andamento do julgamento entre Epic Games e Apple, diversas informações relevantes sobre as empresas que até então eram mantidas em sigilo. Dentre as informações pertinentes, está por exemplo, os dados sobre “Fortnite”, o principal game da publisher, incluindo todo o faturamento que o jogo rendeu para a empresa até o momento.

Os documentos financeiros que se tornaram públicos durante o processo, revelaram que o jogo rendeu mais de US$ 9 bilhões no total para a Epic em 2018 e 2019. Porém, o relatório não detalha quanto a Epic lucrou especificamente com o “Fortnite”, mas a empresa reportou um lucro de mais de US $ 5,5 bilhões no período.

Dessa forma, essa receita superou de longe qualquer outro negócio que a Epic administrava durante o período. Como por exemplo, “Rocket League”, game de futebol com carros como jogadores, que também é um dos destaques da desenvolvedora, que foi adquirido em 2019, e gerou US$ 108 milhões em receita em 2018 e 2019. ENquanto o Unreal Engine, motor gráfico da Epic, gerou receita de US$ 221 milhões. A loja online da Epic Games, por sua vez, lançada em 2018 faturou um total de US$ 235 milhões.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo