Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Facebook apresenta tendências para marketing até 2020

Publicado

em

O uso da tecnologia na sociedade e a quebra das barreiras geográficas são algumas das descobertas do levantamento “Shifts for 2020”, desenvolvido pelo Facebook IQ, o time de análises e estudos da plataforma. Com o objetivo de apontar as principais tendências em marketing e comunicação para o próximo triênio, o trabalho é dividido em partes, e essa primeira foca em cinco ideias, como a representação dos millenials no mercado de trabalho no mundo inteiro.

O levantamento aponta que, pela primeira vez, o número de pessoas na internet será maior que aquelas sem acesso ao mundo online até o ano, ou que até lá existirão mais pessoas com aparelhos celular do que água corrente ou energia elétrica em casa. E metade das compras no comércio eletrônico, nos Estados Unidos, serão feitas via um smartphone. O “Shifts for 2020” mostra também que nos próximos 36 meses, ao menos 85% dos serviços de atendimento ao consumidor serão realizados sem a presença de seres humanos.

Confira abaixo as cinco primeiras tendências:

  • Identidades omniculturais – À medida que a tecnologia expõe pessoas a mais perspectivas, identidades multifacetadas ganham relevância. Cada vez mais as pessoas rejeitarão os limites e barreiras tradicionais, aderindo a novas maneiras de autoidentificação mais personalizadas, complexas e fluidas.
  • Novas negociações – Vamos entrar em uma nova era de negociação contínua, pois a tecnologia permite novas possibilidades, controle e vantagens para empresas e pessoas. Com isso, as pessoas esperam cada vez mais das empresas, como melhorias em experiências móveis e atendimento ao cliente. Ao mesmo tempo, a aceitação das pessoas no aumento de preços demonstra uma vontade crescente de pagar mais por conveniência.
  • Próxima geração de trabalhadores – Os millenials, ou Geração Y, devem se tornar a força trabalhadora mais populosa até 2020. Embora estudos apontem uma mentalidade confusa dessa geração, boa parte deles possui uma clara visão estratégica, e serão responsáveis por grandes mudanças culturais à medida que procuram mais propósito, flexibilidade e conexões significativas com as organizações e pessoas com quem trabalham.
  • Envelhecimento da sociedade – As pessoas expandem suas perspectivas sobre o envelhecimento e a chamada terceira idade, até 2020, deve se encontrar vivendo vidas mais saudáveis, conectadas e cumprindo. E graças às conexões sociais habilitadas pela tecnologia, as pessoas não só viverão melhor, mas também mais.
  • Compras perto e longe – Por um lado, as pessoas irão cada vez mais valorizar e apoiar o comércio e a cultura no seu próprio quintal. E, ao mesmo tempo, em um mundo cada vez mais globalizado, dados do Facebook revelam que dos 65 milhões de empresas em nossa plataforma, 35% de suas conexões são para pessoas de outros países.
Continue lendo

Digital

Rocky.Monks é o mais novo parceiro da JustForYou

Publicado

em

A agência digital full service Rocky.Monks, em mais uma movimentação de mercado, fecha uma nova parceria com a JustForYou, maior marca de personalização de produtos de hair care da América Latina. Com início neste ano, a parceria visa aumentar os resultados em mídias pagas, expandindo a marca  e ajudando na divulgação das novidades da empresa.

“Nosso time de Mídias Pagas já está a todo vapor. Para nós, é de suma importância parcerias com grandes empresas como é o caso da JustForYou, e tenho certeza de que, com um bom trabalho do nosso time, vamos atingir ótimos resultados para que essa parceria dure por muitos anos”, explica Daniela Gebara, sócia fundadora e diretora comercial da Rocky.Monks.

A JustForYou é mais um grande cliente como Telhanorte e Loungerie, que também compõem a carteira de mais de 80 clientes da Rocky.Monks. Além disso, em 2021, a agência foi reconhecida como uma das melhores agências de comunicação para se trabalhar pelo GPTW.

Continue lendo

Digital

Monetização de dados é componente importante da Transformação Digital que movimentará US$ 2,3 trilhões até 2032

Publicado

em

O conceito Data Driven e a consequente monetização desses dados cresce exponencialmente e cada vez mais deve fazer parte dos negócios em todos os níveis. O mercado de transformação digital vai movimentar US$ 2,3 trilhões até 2032, com crescimento médio de 14,2% ao ano, de acordo com o relatório Market Research Report da Fact.MR. Apenas este ano, a expectativa é de que o segmento atinja US$ 621 bilhões. A consultoria Forrester avalia que as empresas que são Data Driven estão crescendo 30% ao ano.

O consultor Caio Cunha, presidente da WSI Master Brasil e membro do Global WSI Internet Consultancy Advisory Board, afirma que o novo modelo significa sobrevivência no mercado. “Ser Data Driven hoje é um diferencial competitivo. Muitos dos concorrentes já adotam e os que não adotarem vão sair do mercado. Cada vez mais os clientes querem ações mais inteligentes”, sentencia o consultor.

Cunha explica que a empresa que é Data Driven usa uma base de dados estruturada, com informações concretas para a tomada de decisões, apoiada em ferramentas de Business Inteligence, inteligência de negócios na tradução. O sistema usa grande quantidade de dados de maneira rápida, segura e eficiente.

“Monetizar esses dados passou a ser interessante. Essas tecnologias podem ser usadas para reduzir custos com automação de tarefas, aumentar receitas identificando e servindo melhor os clientes, atrair mais clientes com engajamento reduzindo esforços, ser mais pessoal e melhorar qualidade dos serviços sem aumentar a equipe”, afirma o consultor.

Continue lendo