Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Viver a Vida divulga filme que enfatiza “o novo bom”

Publicado

em

Viver a Vida, a primeira plataforma digital multissetorial para o público maduro ativo, acaba de divulgar sua mensagem de final de ano. Em tom otimista, o filme, assinado pela Grotolli Produções, enfatiza o legado positivo de 2020 com o “novo diferente” no modo de viver e de se relacionar das pessoas.

“Todo ano é um ano novo. (…) Mas este, de 2020, parece que nos trouxe um novo diferente, terminando com muitos medos e incertezas. Sabe aqueles roteiros de filme de ficção? Não parece? (…) Esse novo, que tanto a gente tem falado, talvez já tivesse que estar acontecendo em nossas vidas, estamos falando do novo bom, que esse medo todo, essa dor mundial, nos trouxe de positivo e é isso que vamos falar, o novo bom”, diz um trecho do vídeo.

“Essa é uma peça muito feliz no seu conceito e mensagem, porque representa o tom da nossa plataforma, Viver a Vida é uma curadoria de temas muito próximos dessa geração fantástica, que não é datada, que não se preocupa com a idade e sim em conviver com todas as gerações, sem rótulos, ainda tão pouco conhecida nas pesquisas e no Marketing”, afirma Gui Bamberg, idealizador da plataforma.

“Escrever um texto de final de ano, embora as aspirações sejam óbvias, é sempre desafiador. Em um ano tão atípico, sentimos que o desafio pareceu ainda maior. O desejo foi trazer uma mensagem de esperança extraindo o que estamos colhendo de bom. O resultado pode ter sido óbvio, porém viável. Assim como queremos nos relacionar com o nosso público, de forma positiva, transparente e real”, enfatiza a fundadora da Grotolli Produções, Camila Grotolli.

O filme, que já pode ser conferido no canal do Insta @venhaviveravida ou pelo link https://bit.ly/37IlQC5 , faz parte do tom, sempre positivo, dos conteúdos disponibilizados pela plataforma, que traz informações sobre educação, saúde, entretenimento, curiosidades, notícias e benefícios para pessoas que desejam “viver intensamente a maturidade”.

O público 50+ é um dos que mais cresce na economia mundial. No Brasil, foi responsável pela movimentação de quase R$ 2 trilhões em 2019. Estima-se que existam 54 milhões de pessoas com mais de 50 anos no país, de acordo com projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Até 2030, o Brasil terá a quinta maior população idosa do mundo. A população de brasileiros com mais de 60 anos cresce 3% ao ano, mais que qualquer outro grupo, em especial, o de jovens. Já há mais avós no Brasil do que crianças com até 5 anos. A chamada “silver economy” ou economia da longevidade é potente e representou, no ano passado, US$ 15 trilhões de consumo no mercado mundial.

“Apesar de tão expressivo em número e volume, o público maduro tem poucos ou quase nenhum espaço dedicado a ele. Ainda é esquecido das marcas ou, com raras exceções, estereotipado em campanhas como ‘velhinhos’ ou o ‘jovem de qualquer idade’. É um grande erro achar que essa geração quer parecer jovem. Ela quer ser ela mesma e está cada vez mais ativa, dinâmica, eles trabalham, empreendem, constroem, namoram, praticam atividades diversas. Então sentíamos que faltava um espaço que falasse mais a sua língua e que reunisse conteúdo diversificado, além de ser um canal desse público com marcas que reconhecem seu verdadeiro valor”, explica Bamberg.

A Viver a Vida surgiu da iniciativa de um grupo de profissionais multidisciplinar e intergeracional, com base em experiências pessoais dos seus idealizadores, e confirma tendências informadas pela pesquisa Wellness & Beleza Prateada, conduzida pela Dezon, Hype60+ e Tsunami60+, lançada no início deste ano. Entre os Territórios de Inovação, o levantamento aponta para o Wellness Educativo – plataformas de comunicação que tragam conteúdos para além das marcas e produtos; que abordem, por exemplo, bem-estar e estilo de vida.

Além dos temas, a plataforma vem ampliando sua base de colaboradores e criadores de conteúdo, como é o caso do cantor e humorista Falcão, que acaba de inaugurar no portal uma vídeo-coluna semanal que une informação e humor, a Viver a Vida by Falcão. O espaço vai trazer um apanhado de notícias do Brasil e do mundo comentados com a irreverência típica do cantor.

Entre outros projetos, para os próximos meses a plataforma ainda programa o lançamento de um Clube de Benefícios com mais de 9.000 marcas atuantes e um e-commerce totalmente voltado aos interesses da maturidade, “formando uma potente community commerce focada nessa imensa geração”, esclarece Gui Bamberg.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Digital

Rocky.Monks é o mais novo parceiro da JustForYou

Publicado

em

A agência digital full service Rocky.Monks, em mais uma movimentação de mercado, fecha uma nova parceria com a JustForYou, maior marca de personalização de produtos de hair care da América Latina. Com início neste ano, a parceria visa aumentar os resultados em mídias pagas, expandindo a marca  e ajudando na divulgação das novidades da empresa.

“Nosso time de Mídias Pagas já está a todo vapor. Para nós, é de suma importância parcerias com grandes empresas como é o caso da JustForYou, e tenho certeza de que, com um bom trabalho do nosso time, vamos atingir ótimos resultados para que essa parceria dure por muitos anos”, explica Daniela Gebara, sócia fundadora e diretora comercial da Rocky.Monks.

A JustForYou é mais um grande cliente como Telhanorte e Loungerie, que também compõem a carteira de mais de 80 clientes da Rocky.Monks. Além disso, em 2021, a agência foi reconhecida como uma das melhores agências de comunicação para se trabalhar pelo GPTW.

Continue lendo

Digital

Monetização de dados é componente importante da Transformação Digital que movimentará US$ 2,3 trilhões até 2032

Publicado

em

O conceito Data Driven e a consequente monetização desses dados cresce exponencialmente e cada vez mais deve fazer parte dos negócios em todos os níveis. O mercado de transformação digital vai movimentar US$ 2,3 trilhões até 2032, com crescimento médio de 14,2% ao ano, de acordo com o relatório Market Research Report da Fact.MR. Apenas este ano, a expectativa é de que o segmento atinja US$ 621 bilhões. A consultoria Forrester avalia que as empresas que são Data Driven estão crescendo 30% ao ano.

O consultor Caio Cunha, presidente da WSI Master Brasil e membro do Global WSI Internet Consultancy Advisory Board, afirma que o novo modelo significa sobrevivência no mercado. “Ser Data Driven hoje é um diferencial competitivo. Muitos dos concorrentes já adotam e os que não adotarem vão sair do mercado. Cada vez mais os clientes querem ações mais inteligentes”, sentencia o consultor.

Cunha explica que a empresa que é Data Driven usa uma base de dados estruturada, com informações concretas para a tomada de decisões, apoiada em ferramentas de Business Inteligence, inteligência de negócios na tradução. O sistema usa grande quantidade de dados de maneira rápida, segura e eficiente.

“Monetizar esses dados passou a ser interessante. Essas tecnologias podem ser usadas para reduzir custos com automação de tarefas, aumentar receitas identificando e servindo melhor os clientes, atrair mais clientes com engajamento reduzindo esforços, ser mais pessoal e melhorar qualidade dos serviços sem aumentar a equipe”, afirma o consultor.

Continue lendo