Conecte-se com a LIVE MARKETING

Gente

UPL anuncia brasileiro Carlos Pellicer como COO Global

Publicado

em

A UPL, uma das cinco maiores empresas de soluções agrícolas do mundo, anunciou a nomeação do brasileiro Carlos Pellicer como COO (Chief Operating Officer) Global da companhia, que tem sede na Índia. Pellicer foi um dos principais arquitetos da integração da Arysta LifeScience com a UPL, após processo de aquisição ocorrido há dois anos.

“Carlos é um empreendedor incrível, o melhor que já vi em minha carreira. Está verdadeiramente comprometido com nossa missão de tornar toda a cadeia de produção de alimentos sustentável”, afirmou Jai Shroff, CEO (Chief Executive Officer) Global da UPL, ao parabenizar pela promoção Pellicer, que já liderou a empresa no Brasil.

Jai Shroff também destacou que o brasileiro foi um dos criadores do conceito OpenAg, que transformou a UPL em uma empresa aberta à agricultura colaborativa, mais ágil e integrada, à inovação e à busca de novas soluções e tecnologias, como a combinação de químicos e biológicos e as novas fronteiras digitais. “Com Carlos no comando, junto com nossa experiente equipe executiva de liderança e 12 mil colaboradores dedicados em todo o mundo, estou confiante de que cresceremos melhor e mais rápido do que nossos pares.

Por sua vez, o novo COO salientou que o potencial da companhia para criar novos valores é incrível. “A UPL está posicionada de maneira única para oferecer desempenho superior nos próximos anos. Nossa ambição é ser ‘número um’ na integração da cadeia de produção de alimentos e da agricultura sustentável. Temos uma equipe fantástica ao redor do mundo e estou ansioso para ativar toda essa energia criativa, à medida que aceleramos o OpenAg para níveis ainda mais altos em termos de negócios”, afirmou Carlos Pellicer.

O novo Chief Operating Officer, que traz mais de 30 anos de experiência na indústria agrícola, foi anteriormente diretor global de Estratégia, Inovação e Integração da UPL. Ele originalmente se juntou à companhia com a aquisição da DVA, no Brasil, transformando a empresa numa potência agrícola no mercado de proteção de cultivos e, em seguida, desempenhando um papel estratégico chave na criação de um forte posicionamento para a UPL globalmente.

Pellicer substituirá o argentino Diego Casanello, que deixará a UPL em 31 de maio, cuja contribuição foi reconhecida por Jai Shroff: “Diego desempenhou um papel de liderança na integração da Arysta com a UPL e apresentou um desempenho pós-aquisição excepcional, melhor do que nossos pares. Seu coração estará sempre com a UPL e sempre estaremos conectados com ele”, declarou o CEO.

Continue lendo

Gente

Pmweb anuncia mudanças nas lideranças de Marketing Cloud

Publicado

em

A Pmweb, empresa que oferece tecnologia e serviços para marketing e CRM, identificou um crescimento significativo, além de uma necessidade de reestruturação dos cargos de liderança e criação de novos cargos para a estrutura já existente focada em Oracle e Salesforce, voltada a profissionais especializados e com expertises técnicas nessas duas plataformas.

A maioria das movimentações aconteceram na estrutura da Business Unit de Marketing Cloud Services, principal BU da companhia, e promoveram o reconhecimento dos funcionários diante da nova estrutura. Dentre os principais executivos que mudaram de cargo estão Livia Schmitz, que antes ocupava o cargo de Gerente de Customer Success, agora promovida Gerente geral de Business & Strategy; Carlos Alberto León Núñez, era Gerente de Projetos e atualmente assume como Gerente Geral de Operações Marketing Cloud; Flávio Diniz, recém-chegado na Pmweb, com passagens pelo Magalu e Banco Votorantim, assume a divisão de serviços para Marketing Cloud da Oracle; e Maikon Bomfim, antes Gerente de Mídias Digitais, agora assume a divisão de Salesforce. Todos esses executivos respondem à Grazielle Sbardelotto, sócia e Vice-Presidente de Marketing Cloud da Pmweb. “É muito satisfatório que a gente reconheça nosso time e ajude-o a crescer junto com a empresa. Essas mudanças são o reflexo deste momento de expansão da Pmweb. Esse movimento também é fundamental para o crescimento dos nossos negócios, já que nossos colaboradores têm sinergia com a cultura, nossos valores e propósitos, além de conhecer bem as necessidades e demandas dos clientes”, finaliza Grazielle.

Continue lendo

Gente

Giancarlo Greco é o novo CEO da Elo

Publicado

em

A Elo anuncia a chegada de Giancarlo Greco como CEO da companhia. Gian acumula mais de 20 anos de experiência em cargos de liderança de grandes empresas do setor financeiro e de pagamentos e será responsável pela expansão dos negócios de uma das líderes do País em tecnologia de pagamentos.

Formado em Economia pelo Mackenzie e com MBA pela Duke University, por pouco Gian não seguiu o caminho do automobilismo, paixão presente no DNA da família Greco, que mantém há mais de 60 anos uma relação próxima com o esporte. Mas a paixão pelo mercado tecnológico e de pagamentos o levou a seguir carreira corporativa. Gian estava na Accenture, onde atuou por aproximadamente quatro anos, e tem passagens por Citibank, Deutsche Bank e American Express. Por quase 20 anos, foi professor no Insper, lecionando nos cursos de MBA em disciplinas relacionadas a produtos e serviços financeiros.

“Acompanhei de perto o nascimento da Elo. Era algo inimaginável anos atrás e hoje, depois de dez anos, se consolidou como uma das principais empresas de tecnologia de pagamentos, com mais de 15% de participação de mercado e uma proposta de valor muito clara. Poder participar dos próximos anos desta história me motivou a aceitar esse desafio. Tenho certeza de que encontrarei uma equipe altamente qualificada e motivada a embarcar comigo nesta jornada.”, comenta Giancarlo Greco, CEO da Elo.

A Elo está entre as principais empresas de tecnologia de pagamentos no Brasil, com mais de 140 milhões de cartões emitidos, junto a mais de 30 emissores, aceitação em mais de 14 milhões de estabelecimentos no Brasil e presença em mais de 200 países e territórios.

Somente no último ano, a Elo processou 4,2 bilhões de transações, que movimentaram R$ 292 bilhões no mercado de pagamentos. São números expressivos, que representam a evolução da companhia desde o início da operação, em 2011.

Continue lendo