Conecte-se com a LIVE MARKETING

Agências

Startup Fábula Live completa um ano e busca democratizar os eventos digitais no Brasil

Publicado

em

Startup Fábula Live completa um ano e busca democratizar os eventos digitais no Brasil

Em maio de 2020 o Eugênio Neto e o Cristiano Vicenti, ambos com mais de 20 anos de experiência em eventos e vídeos, respectivamente, fizeram a primeira transmissão da Fábula Live, direto de Florianópolis. Um ano depois, já alcançaram mais 1,2 milhões de pessoas através das soluções do “método Fábula” de oferecer transmissão digital personalizada com acompanhamento técnico experiente. Os primeiros clientes foram o Avaí Futebol Clube, time de Florianópolis que lançou o uniforme novo da temporada, e a Labellamafia, grife fitness de projeção internacional, a democratização dos eventos on-line havia sido lançada. “A Labellamafia tem um DNA de inovação, por isso buscamos recursos que fossem afins pra lançar nossa coleção em maio do ano passado de forma virtual, porque o momento exigia. E aqui mesmo, em Florianópolis, encontramos a Fábula que, não só resolveu de forma eficiente a nossa transmissão, mas apresentou uma solução que o mercado precisava no timming certo”, conta Giuliano Puga, CEO da Labellamafia sobre a experiência de estrear os estúdios da Fábula em maio de 2020.

Estar no lugar certo na hora certa foi uma agenda cumprida pela startup que atualmente soma cinco centros de operação, três em Santa Catarina e dois em São Paulo, e atendeu 160 clientes entregando cerca de mil horas de transmissão.

Alicerces da Fábula

O Neto operou por mais de três décadas a Neto Eventos, fornecedora de equipamentos e mão de obra na transmissão em eventos de pequeno, médio e grande porte; o Cris, com formação em jornalismo e cinema, somava mais de vinte anos de experiências na área audiovisual, dez deles como sócio na Fábula Transmídia, produtora de filmes institucionais. Foi como se hardware e o software se unissem em prol de uma virada de chave no setor de eventos: transformá-los de presenciais para virtuais. E fizeram isso com muitos dos clientes estreando diante das câmeras, numa rotação completa de inovação onde todos estavam aprendendo. “A vantagem de iniciar um caminho pouco explorado, é poder aplicar de forma prática a experiência de anos na produção audiovisual numa solução que beneficiaria muitos mercados, pois os mais diversos setores da economia promovem seus encontros anuais, treinamentos, confraternizações, congressos, lançamentos, e a Fábula nasceu pra ser ponte nessa transição do abraço físico para o híbrido”, explica Cris. Ele ainda percebeu que oferecer todos os serviços que envolviam os projetos, do pré-roteiro à edição final, podia ser como uma mão estendida para que os estreantes subissem ao palco mais seguros, e fossem para frente das câmeras, um lugar onde a maioria nunca esteve.

Aliás, muitos foram os clientes que estrearam eventos virtuais nos estúdios da Fábula Live e redesenharam seu processo de comunicação, entre eles, a rede Imaginarium que tem 218 operações no Brasil e fez sua primeira convenção nacional 100% on-line em outubro de 2020. Alcançando presença em 26 estados, a marca quebrou o recorde de participação em convenções na história da empresa que atua desde 1992. “A Fábula teve uma importância relevante na nossa trajetória recente porque através dela conseguimos manter o elo de comunicação com a nossa rede, e na nossa primeira convenção on-line em 30 anos de história da marca, conseguimos interagir com mais de 2 mil colaboradores no evento que foi um sucesso, de forma muito bem planejada e elaborada em conjunto”, conta Uggo Angioletti, diretor comercial da Imaginarium, sobre a estreia da companhia criativa nos eventos virtuais.

Adaptação e atualização são pilares

E se o acolhimento de projetos com ou sem roteiros, e as adaptações em tamanho de cenários modulares já pareciam bons atrativos para os clientes, os equipamentos de altíssima tecnologia foram decisivos algumas vezes na escolha dos estúdios da Fábula. “Temos mais de sete toneladas de equipamentos de última geração entre ilhas de edição, iluminação, câmeras e LEDs são os mesmos dos cenários do Domingão do Faustão e do Caldeirão do Hulk, por exemplo, e como otimizamos estes equipamentos da Neto Eventos, o cliente tem acesso ao que há de mais moderno no mercado com um orçamento elástico, super adaptável”, explica Neto. Argumento também defendido por Luciano Faustino, CMO da Genial Investimentos, onde Gustavo Kuerten é um dos sócios, – tendo o tenista, inclusive, participado de eventos virtuais nos estúdios da Fábula. Segundo Faustino, “a Fábula tem uma estrutura incrível, com painel 180º. Pensamos junto com eles a criação de uma experiência nova, e também inovadora, para nossos clientes com o formato de um evento totalmente digital. A experiência deles foi essencial para o sucesso do nosso evento”. A Genial Investimentos tem mais dois eventos confirmados com a Fábula Live, em junho e julho.

Voltando à questão das adaptações, de tão modulares que são os estúdios da Fábula Live, eles até já saíram de seus Centros de Operação, como aconteceu no Trend Week da Portobello, em março de 2021, onde uma tonelada de equipamentos foi montada na fábrica da Portobello, a maior indústria de cerâmica do Brasil, em Tijucas, Santa Catarina, para que cinco estúdios operassem simultaneamente em seis dias de eventos, conforme solicitava o projeto da agência de live marketing do cliente. “A gente trabalhou como TV, montamos uma operação de estúdios independentes operando simultaneamente para atender um cliente que é tão conectado à qualidade, que em 2020 ganhou o TOP ONE, prêmio máximo do Top de Marketing e Vendas da ADVB SC, justamente pela maestria de seus eventos virtuais”, conta Cris.

 Biossegurança e robótica

Cada centro de operação da Fábula Live pode atuar com 10 a 40 profissionais multidisciplinares, isso depende do tamanho do evento, das horas de operação que o projeto exige, e do quanto a Fábula está envolvida na produção. Por isso, alguns critérios de segurança sanitária são imprescindíveis e um deles exclusivo no setor, um sistema de biossegurança que troca o ar do ambiente de hora em hora o que destrói 99,9% dos vírus em circulação.

Testes de Covid são feitos regularmente em todos os colaboradores, e kits com roupas descartáveis anticontágio, luvas, máscaras e álcool em gel são distribuídos aos profissionais em estúdio. Câmeras automatizadas realizam a captação das imagens via comandos vindos direto da ilha de edição, o que diminui a presença humana no cenário.

Presencial é pouco, online é bom, híbrido é demais!

Embora jovem, a Fábula Live traz na essência a maturidade profissional dos sócios que ouvem atentamente o mercado para projetar inovações em transmissão digital. “Já estamos trabalhando com estúdios que tem estrutura para plateia virtual, e acreditamos muito que o futuro vai ser da interação digital nos eventos híbridos”, diz Neto ao planejar novos caminhos para a startup.

E um dos atrativos consideráveis do evento híbrido está o valor investido X público alcançado. “Para aproximadamente 70% dos nossos clientes o custo do evento virtual é menor do que seria o correspondente presencial e, em boa parte projeto on-line a audiência é maior que o público presencial”, explica Cris sobre um cálculo rápido que a maioria dos clientes faz antes de render-se às câmeras.

Continue lendo

Agências

Renase assina convenção de 70 anos da Bauducco

Publicado

em

A Renase Eventos, que tem mais de 30 anos de história na produção, organização e logística de eventos corporativos, assinou a convenção da Bauducco, que celebrou os 70 anos da empresa e apresentou as novidades para os próximos meses no que tange as campanhas de marketing e vendas. O evento fechou o Novotel Itu Golf & Resort e trouxe como destaques:

– plenária super moderna com mais de 40m de painel de LED, inclusive aéreos, além da cenografia;

– foyer para recepção e credenciamento dos convidados totalmente customizado;

– corners instagramáveis, abusando das gigantografias;

– personalização completa do resort com a marca Bauducco, com destaque para a área externa e varanda dos apartamentos;

– logística de transporte aéreo e terrestre para reunir, com toda a segurança e conforto, toda diretoria, gerência, departamentos de vendas & marketing, além dos distribuidores de todo o Brasil.

“Desde 2016 realizamos as convenções da Bauducco, mas essa, com certeza, teve um gostinho especial”, afirma Rodrigo Stocco, CEO da Renase. Além dos convidados para a convenção, a agência ainda realizou um encontro paralelo para os franqueados da Casa Bauducco. “O jeito Bauducco de ser foi destaque em meio a toda inovação, tecnologia e ativações que realizamos”, completou Stocco. Entre montagem, realização e desmontagem, foram sete dias de produção, que envolveu cerca de 80 colaboradores diretos e indiretos.

Adriane Galisteu, atriz e apresentadora, foi a mestre de cerimônias da convecção, que também contou com palestra de Lars Grael, duas vezes medalhista Olímpico e que trouxe a motivação e superação como temas centrais para a plenária do evento. Para Camila Lizi Benelli, da Bauducco, contar com a expertise e resiliência do time Renase foi fundamental para o sucesso do evento. “Deixamos Itu com o sorriso de dever cumprido no rosto e com os melhores feedbacks de nossos convidados. Realizar um evento tão importante e complexo como essa convenção implica na total integração e confiança com nossos parceiros”, destacou a cliente.

Continue lendo

Agências

Bullet aposta em startups

Publicado

em

A Bullet, agência de comunicação e engajamento comandada por Fernando Figueiredo, cria modelo destinado exclusivamente para atender startups de tecnologia, como foodtechs, edtechs, fashiontechs, entre outras, com o objetivo de oferecer um custo de marketing sustentável para o estágio em que essas empresas se encontram: é o “Bullet 4 Equity”, uma mistura de prestação de serviço que envolve não só recursos internos da agência, como criação, planejamento, canais e produção, como parcerias com fundos de investimento e consultoria de gestão com board members plugados num modelo de clube.

O serviço é prestado em troca de uma remuneração mínima, mais equity, da empresa e todos os envolvidos nesta consultoria de marketing participam desse clube de gestão.

A Bullet acredita que branding e estratégias de geração de leads e conversão são fundamentais para empresas que precisam provar sua tese. “A agência vem sendo procurada por empresas que estão em estágio inicial e que apresentam um enorme potencial de desenvolvimento”, explica Fernando Figueiredo, CEO da Bullet.

A ideia desse modelo é apoiar empresas que crescem e ganham mercado, mas que ainda não possuem uma verba de marketing estruturada para contratar players ou investir em mídia na medida que precisam.

Com a alta demanda de projetos de startups durante a pandemia, a agência percebeu que poderia trabalhar com esses clientes e entregar mais do que comunicação. “É sobre ajudar as empresas a crescerem por meio de estratégias de marketing, criação de leads, distribuição, vendas, novos canais e oportunidades. Se acreditarmos que podemos agregar valor com nosso trabalho, podemos apostar mais no futuro do que cobrar no presente. Esse mercado tem potencial de crescimento vertical por envolver indústrias não só de comunicação. Além disso, no State, espaço de inovação onde a Bullet montou sua operação, estamos cercados de startups e empresas com foco em inovação. Estamos constantemente ouvindo essa demanda por parte das empresas e demos uma resposta a isso”, finaliza Figueiredo.

Continue lendo