Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Rio de Janeiro terá primeiro Réveillon com emissão neutra de carbono

Publicado

em

Foi oficializada na última semana, na sede da Prefeitura do Rio de Janeiro, a contratação da MChecon Cenografia e da agência JVMX para a realização do Réveillon 2022. Trazendo em seu Manifesto o anseio de toda a população carioca – e por que não dizer mundial – por uma nova era de mais esperança, atitudes conscientes, preocupação com o meio ambiente, mais inclusão e diversidade, o projeto vencedor promete fazer a “hora da virada” ganhar um novo sentido para a entrada de 2023.

Marcelo Checon, CEO da MChecon Cenografia, e Rodrigo Clemente, fundador da agência JVMX, parceira na idealização e produção do projeto, foram recebidos por Eduardo Paes para firmar a parceria, que havia sido publicada no Diário Oficial. Intitulado “O Réveillon da Nova Era”, o projeto está calcado em importantes pilares que irão dar ainda mais sentido a esse novo momento que o mundo vive: o maior Réveillon do mundo e o primeiro carbono zero da cidade do Rio.

Buscando cada vez mais inclusão, serão 11 palcos espalhados por toda a cidade (Copacabana, Flamengo, Guaratiba, Ilha do Governador, Madureira, Paquetá, Penha, Ramos e Sepetiba). Além disso, reforçando a preocupação com o meio ambiente, haverá coleta de resíduos durante e após o evento em todos os locais que fazem parte da festa.

“Queremos transformar o Réveillon carioca em uma experiência alinhada com as necessidades do mundo que vivemos hoje. Se já é o maior, por que não ser o mais consciente? A cultura e arte estão cada vez mais alinhadas com o pensamento coletivo e a responsabilidade social, e não existe momento nem local melhor para reforçar isso”, conta Marcelo Checon, fundador e CEO da MChecon, que já deixou sua marca nas iniciativas socioambientais no seu trabalho para o último Rock In Rio.

E essa responsabilidade para a chegada de um 2023 melhor vai contar ainda com o comprometimento das empresas, numa parceria público-privada que irá fazer deste Réveillon inesquecível. Poder participar da concepção desse projeto tão pioneiro, trazendo toda a expertise da JVMX para contribuir na operacionalização desta iniciativa ao lado da MChecon é um marco importante para as duas empresas”, revela Rodrigo Clemente, fundador da agência JVMX.

Nos palcos, além dos grandes nomes da música brasileira, os projetos culturais aprovados pela Prefeitura ganham espaço para mostrar porque o Rio de Janeiro é um celeiro de talentos e movimentos artísticos.

“Réveillon da Nova Era”: um exemplo do Rio de Janeiro para o mundo!

Continue lendo

Universo Live

AMPRO apresenta nova diretoria para o biênio 2024/2025

Publicado

em

 AMPRO, Associação de Marketing Promocional, anuncia sua nova diretoria nacional para o biênio 2024/2025. Pelos próximos dois anos estarão à frente da associação: Heloísa Santana, como presidente executiva; ao lado de Alexa Carvalho, vice-presidente regional; Felipe Malta,  vice-presidente nacional;  Ricardo Beato, vice-presidente administrativo, financeiro e jurídico e Celio Ashcar Jr., que permanece como presidente do Conselho Deliberativo.

Heloísa Santana afirmou que a escolha dos nomes para esse ano foi estratégica. “Pensamos em criar um grupo que se complementasse em conhecimentos, por isso, os novos representantes vêm de áreas distintas”, disse ela.

Certificada com o selo Women on Board, que tem por objetivo reconhecer, valorizar e promover ambientes corporativos em que as mulheres fazem parte do conselho de administração, a AMPRO reforça seu posicionamento de representatividade e inclusão, com destaque  às mulheres em posições de liderança. Atualmente, a estrutura organizacional da AMPRO – Conselho, Diretoria Nacional, Diretoria Setorial e Colaboradores, o quadro é composto 52% por mulheres e 48% por homens. Salientando que a diversidade é um ativo estratégico e fundamental para as empresas que desejam assumir um papel de liderança em eficiência, criatividade e práticas em ESG.

Já para Celio Ashcar Jr., presidente do Conselho Deliberativo da AMPRO, a gestão continuará trabalhando pela união do mercado. “A nova gestão continuará sendo protagonista da construção de um mercado mais justo e sustentável através do diálogo e principalmente do esforço e união de todos.”

A entidade aproveitou ainda para comunicar mudanças em seus comitês, que agora se tornaram diretorias setoriais, divididos entre frentes de conhecimento e mercadológico; ESG, relações institucionais; relações humanas; marketing de incentivo e trade marketing.

Continue lendo

Universo Live

UBRAFE participa de Audiência Pública sobre impactos da possível revogação do PERSE

Publicado

em

Na manhã do último dia 15 de abril, a Câmara Municipal de São Paulo foi palco de uma importante manifestação sobre o futuro do setor na cidade. Sob a presidência do vereador Rodrigo Goulart, a audiência pública da Comissão de Política Urbana ouviu os representantes dos segmentos econômicos que compõem a cadeia do turismo e eventos sobre os impactos da possível revogação do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE).

O evento contou com a participação da UBRAFE e de especialistas, empresários, representantes do setor e autoridades locais, que demonstraram os impactos da possível revogação do PERSE e solicitaram o apoio da Edilidade para a busca de solução de consenso que garanta a manutenção do programa.

“É difícil para o setor de eventos estarmos aqui, para defender a permanência do Perse. Num país onde até o passado é incerto, precisamos defender dia após dia a permanência de um programa emergencial criado para auxiliar a sobrevivência das empresas pós-pandemia. Porém, temos que enaltecer ao poder legislativo que permanece entendendo o sentido da criação do Perse e nos apoiando em iniciativas, como essa audiência pública realizada na Câmara Municipal de São Paulo, casa das leis do município que sedia grande número de feiras e eventos de negócios. Como diz o vereador Rodrigo Goulart, que presidiu esta audiência, o trabalho continua!”, destaca Paulo Ventura, presidente da UBRAFE.

O PERSE tem desempenhado um papel essencial na manutenção das atividades do setor durante um período desafiador, e ainda determinante para muitos que estão em processo de recuperação. Embora haja vozes em Brasília sugerindo que os setores já se recuperaram, a realidade em São Paulo e em muitas outras partes do país é diferente. Diversos hotéis, restaurantes, empresas e profissionais do ramo ainda estão em processo de reabilitação e dependem do apoio contínuo do programa para se restabelecerem completamente.

Continue lendo