Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Empresa brasileira aposta em app de gamificação para varejo

Publicado

em

Raul Schikmann, Fernando Akio Paiva e Vinícius Cipullo reuniram sua expertise em projetos para o varejo e criaram a primeira plataforma estruturada do Brasil através da utilização da gamificação, uma tendência que já toma conta do mercado há alguns anos, para aumentar, de forma lúdica e atual, a performance de equipes de vendas.

A empresa, recém fundada, se propõe a reunir, em um único lugar, campanhas, premiações, metas, treinamentos e indicadores de performance com regras para a evolução de cada colaborador na ferramenta, que pode funcionar como uma verdadeira rede social interna, unindo esforços em torno de um mesmo ideal.

Segundo Raul Schikmann, que há mais de 15 anos trabalha com reestruturação e melhoria de performance, ocupando posições de diretoria em consultorias como KPMG e Alvarez & Marsal, entre os grandes focos da Level estão empresas varejistas, independentemente do setor, de vestuário a eletrodomésticos, de óculos a telefonia, de veículos a cosméticos.

Raul explica que a ideia surgiu a partir das necessidades observadas em alguns dos projetos em que atuavam: “Percebíamos esforços das empresas em estimular os colaboradores e desenvolvê-los, porém, sem o total aproveitamento dos recursos tecnológicos hoje disponíveis. Segundo ele, além do varejo, a plataforma prevê a ampliação para outros mercados: “todas as empresas que tiverem times adeptos a novas tecnologias e trabalharem em busca de resultados podem ser nossos usuários, como os call centers”.

“Empresas de varejo são extremamente dinâmicas; os times geralmente são formados por gente conectada a novidades e tendências de mercado”, lembra Fernando Akio Paiva, que já foi responsável, por 3 anos, pelas políticas de remuneração variável e incentivos de uma grande rede varejista de moda brasileira. Ele completa: “hoje, funcionam muito bem as ações voltadas a redes sociais. Então, pensamos em algo que pudesse trazer esse dinamismo para dentro das ações de RH”.

Vinícius Cipullo, responsável pelo desenvolvimento do app, enfatiza as vantagens da utilização da tecnologia para, de maneira customizada, preparar campanhas específicas de incentivos e treinamentos focados no desenvolvimento de perfis distintos de colaboradores: “o diferencial de nossa plataforma é conseguir consolidar, em um único app, as soluções voltadas a aumento de engajamento e desenvolvimento de colaboradores, atacando as frentes que influenciam diretamente na performance de vendas”, reforça.

O app já está em fase de implementação em redes varejistas. “No momento atual, de retração forte de vendas devido à pandemia, as empresas estão enxergando o app como uma alavanca chave para impulso das equipes”, comenta Vinícius. Os números de cases similares no exterior são promissores, o que faz com que o quarteto esteja certo dos resultados que trarão a seus clientes: “em casos nos quais a gamificação já é utilizada de maneira estruturada, o aumento de vendas pode ultrapassar os 40%”, explica Fernando.

“O mercado está sempre em busca de maneiras simples de melhorar performance para reduzir o turnover de funcionários, aumentar seu engajamento e atingir os resultados projetados. Por isso, nossa proposta é alinhar o propósito de cada empresa entre colaboradores e acionistas, gerando conexão e consequente engajamento orgânico, o que melhora consideravelmente as vendas”, finaliza Raul.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Digital

Rocky.Monks é o mais novo parceiro da JustForYou

Publicado

em

A agência digital full service Rocky.Monks, em mais uma movimentação de mercado, fecha uma nova parceria com a JustForYou, maior marca de personalização de produtos de hair care da América Latina. Com início neste ano, a parceria visa aumentar os resultados em mídias pagas, expandindo a marca  e ajudando na divulgação das novidades da empresa.

“Nosso time de Mídias Pagas já está a todo vapor. Para nós, é de suma importância parcerias com grandes empresas como é o caso da JustForYou, e tenho certeza de que, com um bom trabalho do nosso time, vamos atingir ótimos resultados para que essa parceria dure por muitos anos”, explica Daniela Gebara, sócia fundadora e diretora comercial da Rocky.Monks.

A JustForYou é mais um grande cliente como Telhanorte e Loungerie, que também compõem a carteira de mais de 80 clientes da Rocky.Monks. Além disso, em 2021, a agência foi reconhecida como uma das melhores agências de comunicação para se trabalhar pelo GPTW.

Continue lendo

Digital

Monetização de dados é componente importante da Transformação Digital que movimentará US$ 2,3 trilhões até 2032

Publicado

em

O conceito Data Driven e a consequente monetização desses dados cresce exponencialmente e cada vez mais deve fazer parte dos negócios em todos os níveis. O mercado de transformação digital vai movimentar US$ 2,3 trilhões até 2032, com crescimento médio de 14,2% ao ano, de acordo com o relatório Market Research Report da Fact.MR. Apenas este ano, a expectativa é de que o segmento atinja US$ 621 bilhões. A consultoria Forrester avalia que as empresas que são Data Driven estão crescendo 30% ao ano.

O consultor Caio Cunha, presidente da WSI Master Brasil e membro do Global WSI Internet Consultancy Advisory Board, afirma que o novo modelo significa sobrevivência no mercado. “Ser Data Driven hoje é um diferencial competitivo. Muitos dos concorrentes já adotam e os que não adotarem vão sair do mercado. Cada vez mais os clientes querem ações mais inteligentes”, sentencia o consultor.

Cunha explica que a empresa que é Data Driven usa uma base de dados estruturada, com informações concretas para a tomada de decisões, apoiada em ferramentas de Business Inteligence, inteligência de negócios na tradução. O sistema usa grande quantidade de dados de maneira rápida, segura e eficiente.

“Monetizar esses dados passou a ser interessante. Essas tecnologias podem ser usadas para reduzir custos com automação de tarefas, aumentar receitas identificando e servindo melhor os clientes, atrair mais clientes com engajamento reduzindo esforços, ser mais pessoal e melhorar qualidade dos serviços sem aumentar a equipe”, afirma o consultor.

Continue lendo