Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

Com estratégia de marketing digital, Estrela aumenta em 10 vezes vendas no e-commerce

Publicado

em

Marca de brinquedos compensa ausência de vendas em lojas físicas com um posicionamento forte de publicidade na internet; Jogos de tabuleiro e quebra-cabeça lideram as vendas

O cenário econômico é desafiador para a indústria de brinquedos: com o isolamento social causado pela pandemia do Coronavírus, as lojas não podem funcionar e perdem a venda impulsionada pela exposição física do produto, que é sempre muito atraente para crianças e adultos. Mas, as marcas que apostam na venda online têm encontrado uma boa saída para garantir receita. É o caso da Estrela que, a partir de uma parceria com a Calina, investiu forte em publicidade online e viu suas vendas no e-commerce aumentarem 10 vezes em abril deste ano, em comparação com o mesmo mês no ano passado.

O Head de E-commerce da Estrela, Lucas Takagi, explica que a empresa já investia na venda online e tinha muita procura no e-commerce, principalmente pelos brinquedos clássicos, que marcaram gerações passadas. Mas, com o fechamento das lojas físicas, o fluxo de clientes no canal online cresceu significativamente, assim como a busca por outros produtos. “Os jogos de tabuleiro e quebra-cabeças, que eram mais vendidos no offline, estão entre os produtos mais vendidos pelo e-commerce nesta quarentena. As pessoas estão com poucas opções de lazer por causa do isolamento social, então estão voltando a se divertir em casa com os jogos”, afirma.

O movimento segue tendência nacional: de acordo com o estudo “E-commerce de produtos durante a pandemia de Covid-19”, elaborado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e a Konduto, a categoria Brinquedos e Jogos registrou aumento de 434,70% na segunda quinzena de março, em relação à quinzena anterior. Para aproveitar esse movimento, a Estrela trabalha diversas ações online. “Colocamos todo o site em promoção e apostamos na comunicação pelas redes sociais. Nas ações de publicidade, a Calina está adequando a estratégia, a fim de alcançar esse novo consumidor do e-commerce. Os resultados são fruto de muito trabalho em conjunto”, diz.

A analista de mídias da Calina, Maiara Uliana, afirma que a revisão de estratégia de marketing digital nesse contexto de pandemia foi essencial para melhorar os resultados do e-commerce da Estrela. Ela explica que a agência apostou em uma comunicação mais empática e contextualizada, inclusive nos anúncios, que costumam ter mensagens mais padronizadas. “Como muita gente está habituada a comprar brinquedos apenas no offline, apostamos em anúncios mais direcionados, que mostram que é possível adquirir esses produtos sem sair de casa e receber em todo o Brasil”, detalha.

A estratégia também incluiu uma divulgação mais expressiva dos jogos que têm vendido mais na pandemia, além do reforço de publicidade no Google Shopping. “Quem está procurando um bom jogo de tabuleiro ou um quebra-cabeça para se distrair nessa quarentena, normalmente faz uma busca genérica no Google. Como o Google Shopping é um anúncio de grande destaque e muito prático, muitas pessoas escolhem sua opção ali mesmo. Esse é um canal que tem trazido muita receita para o e-commerce e por isso estamos de olho nele”, diz.

De acordo com a analista, a receita do e-commerce da Estrela vinda de Google Ads, em abril deste ano, aumentou 9 vezes em relação a abril do ano passado. No Facebook Ads o faturamento mais que dobrou nessa mesma base de comparação, enquanto que o custo por aquisição foi 9 vezes menor. Esses números positivos no marketing digital foram essenciais para o resultado mais expressivo na ponta, que foi o crescimento de 10 vezes nas vendas no e-commerce da Estrela.

“Vamos seguir investindo no que já está dando resultado e permanecer atentos às mudanças do cenário, que podem alterar o padrão do consumo. Apesar do momento desafiador para a indústria de brinquedos, estamos satisfeitos por ter conquistado novos clientes no ambiente online e temos certeza que muitos deles vão permanecer depois da pandemia”, destaca a analista.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Digital

Linx lança canal no Clubhouse sobre varejo e tecnologia

Publicado

em

De

A Linx, especialista em tecnologia para o varejo, anuncia seu novo canal na rede social do momento: o Clubhouse. Uma das primeiras marcas B2B a aderirem à moda dos debates e rodas de conversa ao vivo por áudio, o objetivo da empresa é abrir mais um espaço de diálogo sobre estratégias para o varejo e tecnologia.
Para Anna Karina, diretora de marketing da Linx, a presença no Clubhouse é uma forma importante de conversar sobre o setor. “O varejo muda o tempo todo e está em processo intenso de digitalização. Nesse contexto, conversar e debater é essencial para entendermos as preocupações dos varejistas e apoiá-los para o futuro”, explica. “A criação do canal vem para fortalecer nosso posicionamento de conteúdo. Estamos animados para adaptar o novo formato de uma forma leve, mas relevante, para o nosso cliente”, reforça a diretora. A Linx já conta com diferentes canais de conteúdo proprietário, incluindo o Papo Linx, com uma grade de lives semanais no Youtube sobre temas importantes e cases de sucesso.
Com o Clubhouse, o foco é aproximar clientes e especialistas do setor e contribuir para o avanço tecnológico do varejo. A programação semanal na rede será segmentada em três principais editorias: Painel/Debate, momento de conversa descontraída com participação de parceiros e clientes para falar sobre temas em alta, como tendência do varejo; #LinxVoices, com executivos da Linx e convidados aprofundando discussões importantes do LinkedIn e outras redes sociais, além de temas quentes do mercado; e MasterClass, em salas para compartilhar conhecimentos e promover momentos de trocas de experiências. Todos os conteúdos terão de 20 a 30 minutos de duração, mantendo o conceito de agilidade trazida pela plataforma.
Na semana de estreia oficial do canal da Linx no Clubhouse, a empresa promoverá uma conversa sobre Growth Marketing no dia 03 de março, às 18h30. Anna Karina receberá a convidada Kika Agostini, digital strategy and growth marketing lead da ResMed para a América Latina para falarem sobre estratégias, ferramentas e tendências do Growth Marketing. “É um tema inerente à atuação de qualquer marca que busca crescimento robusto e exponencial no mercado. Ótimo tema para inaugurarmos nossas salas de conversa na rede social mais comentada nas últimas semanas”, finaliza Anna Karina.
Continue lendo

Digital

Agência3 assina projeto digital sobre sustentabilidade para DOW

Publicado

em

Diálogos Mais Sustentáveis é uma plataforma de conteúdo criada pela Agência3 para DOW, empresa líder em ciência dos materiais, com o objetivo de discutir os desafios mais críticos que envolvem a sustentabilidade na América Latina e propor ações de impacto positivo. A ideia é que seja um espaço de compartilhamento de informações e de parceria com a sociedade para a construção de um mundo mais sustentável. A Dow oferece produtos e soluções de base científica para mercados importantes como embalagens, infraestrutura e cuidados do consumidor.

A agência fornecerá conteúdo digital para reforçar a comunicação com vários públicos e dar visibilidade ao projeto, reforçando o compromisso da marca com a sustentabilidade. Entre as metas da empresa estão a redução das emissões anuais de carbono até alcançar a neutralidade em 2050, investir em tecnologia para reciclagem de plásticos e até 2035 oferecer 100% de produtos reutilizáveis ou recicláveis nas aplicações de embalagens.

“A intenção é, por meio do nosso hub de conteúdo, abrir um espaço de conversa que amplie o conhecimento para reforçar as mudanças em nome da sustentabilidade”, diz Willian Rocha, Diretor de Conexões da Agência3.

Continue lendo

Digital

Estácio é o novo cliente da Raccoon

Publicado

em

A agência de marketing digital Raccoon assume a conta da Estácio, um dos maiores players de educação superior no Brasil, com uma enorme presença nacional. Entre outras ações, o escopo de trabalho da agência envolve gestão, performance (mídias pagas, web analytics e design) e criação de conteúdo digital (conteúdo, CRM, CRO, SEO e Front End). A parceria entre as empresas teve início em dezembro de 2020.

De acordo com André Palis, sócio-fundador da Raccoon, a conta da Estácio era um desejo antigo da empresa e um enorme desafio para a equipe. “Trata-se de um projeto bastante profundo. O segmento educacional é muito concorrido, os players do setor têm uma presença forte e intensa no ambiente online, de modo que o nível de trabalho tem que ser bem elevado”, afirma.

Continue lendo

Tendências