Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Xiaomi lança robô quadrúpede chamado “CyberDog”, confira!

Publicado

em

Xiaomi lança robô quadrúpede chamado “CyberDog”, confira!

Inicialmente, o novo produto da Xiaomi deve ser disponibilizado no mercado com apenas 1000 unidades e tem “natureza de animal de estimação”

gigante chinesa da tecnologia Xiaomi revelou um robô quadrúpede chamado CyberDog: uma máquina experimental de código aberto que, segundo a empresa, “possui possibilidades inéditas”.

CyberDog é o exemplo mais recente de empresas de tecnologia adotando o fator de forma quadrúpede na robótica. O exemplo mais notável dessa tendência é o Spot, uma máquina construída pela empresa norte-americana Boston Dynamics. O Spot foi colocado à venda no ano passado por US $ 74.500 e tem uma variedade de usos, desde o levantamento de minas perigosas até ajudar médicos a se conectarem com pacientes remotamente. Também foi testado por policiais e militares , embora não como uma arma.

Não está claro qual é o propósito que a Xiaomi imagina para o CyberDog. Em um comunicado à imprensa, a empresa enfatizou a natureza de código aberto do design da máquina e que ela lançaria apenas 1.000 unidades inicialmente para “Fãs Xiaomi, engenheiros e entusiastas de robótica”. A empresa diz que espera que esses primeiros usuários “impulsionem o desenvolvimento e o potencial de robôs quadrúpedes” e está definindo o preço do robô para vender. As primeiras 1.000 unidades custarão apenas 9.999 Yuan, cerca de R$ 8.008 em conversão direta.

O mesmo comunicado à imprensa destaca a “natureza de animal de estimação” do CyberDog, incluindo sua capacidade de responder a comandos de voz e seguir seu dono como um cachorro de verdade. Olhando as fotos do CyberDog, no entanto, fica claro que a Xiaomi não está apresentando a máquina como rival do Aibo, o robô canino da Sony. Enquanto Aibo é pequeno e fofo, CyberDog é elegante e futurista – até um pouco ameaçador. As representações da máquina fazem com que pareça o protagonista de um programa de TV de ficção científica, subindo escadas e aparecendo em silhueta nas portas. Comparações inevitáveis ​​com o episódio “Metalhead” do Black Mirror serão feitas, como sempre.

Xiaomi diz que o CyberDog é ágil o suficiente para fazer backflips, pode trotar a velocidades de 3,2 m / s (em comparação com os 3,9 m / s do Spot) e pesa 3 kg (em comparação com os 5,2 kg do Spot). CyberDog é alimentado pela plataforma Jetson Xavier AI da Nvidia e está equipado com uma variedade de câmeras e sensores. Isso inclui sensores de toque, um módulo GPS, uma lente olho de peixe de ângulo ultra grande e a câmera RealSense D450 da Intel para detecção de profundidade. Esses componentes permitem que o robô navegue de forma semi-autônoma.

“CyberDog pode analisar seus arredores em tempo real, criar mapas de navegação, traçar seu destino e evitar obstáculos. Juntamente com a postura humana e o rastreamento de reconhecimento facial, o CyberDog é capaz de seguir seu dono e contornar as obstruções ”, diz Xiaomi. A máquina também pode responder a comandos de voz, incluindo o reconhecimento de palavras de ativação e instruções, ou pode ser controlada usando um aplicativo de smartphone conectado.

CyberDog também tem três portas USB-C e uma porta HDMI, que a Xiaomi diz que pode ser usada para personalizar seu hardware. A empresa sugere que sensores lidar, câmeras panorâmicas e luzes de busca possam ser adicionados ao robô.

Boston Dynamics popularizou o formato quadrúpede para robôs, e empresas em todo o mundo agora estão explorando exatamente como e onde essas máquinas podem ser implantadas com eficácia. O preço desse hardware tem caído, porém, permitindo que novos casos de uso sejam explorados. No início deste ano, a empresa de robótica chinesa Unitree lançou um bot quadrúpede que custou apenas US $ 2.700 , e o próprio CyberDog da Xiaomi reduziu isso novamente. Obviamente, a capacidade dessas máquinas não será idêntica, mas um acesso mais amplo à tecnologia mostrará se vale a pena essas empresas buscarem.

Publicação traduzida e adaptada do portal The Verge

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Mondial apresenta a primeira campanha de cudados pessoais com Juliette

Publicado

em

Cuidar da beleza sem sair de casa, com praticidade e qualidade no resultado final, é um comportamento que ganha cada vez mais adeptos. Neste cenário, vem a busca por produtos que auxiliam os processos e facilitam a rotina de cuidados com o cabelo e o corpo. As escovas secadoras, alisadoras e rotativas, secadores de cabelo, pranchas alisadoras, modeladores de cachos e depiladores elétricos conquistaram um público cativo e se tornaram itens obrigatórios em muitas residências.

Com mais de 60 produtos neste segmento, a Mondial Eletrodomésticos lança uma nova campanha publicitária que traz Juliette, head de inovação para a linha de cuidados pessoais da empresa, destacando a versatilidade, a qualidade, o design e os benefícios que os produtos entregam. Para Giovanni Cardoso, cofundador da Mondial, a empresa sempre esteve ao lado dos consumidores promovendo facilidades nas tarefas diárias. “Essa campanha é parte de uma grande estratégia que visa dar ainda mais visibilidade à Mondial, firmando-a como empresa parceira e presente em todos os momentos. Escolhemos a Juliette pois entendemos que sua aproximação com o público se assemelha, e muito, com a relação que construímos com os nossos seus consumidores”, completa Giovanni.

Além de evidenciar o amplo portfólio, Juliette também reafirma o slogan da “Escolha Inteligente” destacado por Rodrigo Hilbert, embaixador da marca desde 2019, com um toque especial. Para a head de inovação do segmento, a Mondial é “a escolha inteligente, e do coração!”, demostrando que a marca que sempre presou pela melhor relação custo-benefício em seus produtos, também cria vínculo emocional com os consumidores. Oficialmente lançada em 25 de abril, a campanha vem sendo exibida em diferentes players de comunicação — canais de TV abertos e fechados, rádio, digital, pontos de venda físicos e nos sites (e-commerce).

O desenvolvimento foi feito pela Repense, com a coordenação da equipe de marketing da própria Mondial e gravada pela Other Filmes. Alexandre Ravagnani, Diretor-Executivo de Criação da Repense, afirma que “A estratégia da campanha alinha a personalidade múltipla e de sucesso da Juliette com o portfólio completo de produtos da linha de Cuidados Pessoais. Este é o primeiro passo de uma parceria, que coloca no mesmo plano e de forma integrada, como a Mondial se posiciona, juntamente com a funcionalidade e qualidade de seus produtos com o perfil da Juliette e o estilo de vida dos consumidores da marca”.

Continue lendo

Empresa

Leega lança solução de inteligência de dados voltada para a área de marketing das empresas

Publicado

em

A Leega, empresa brasileira de consultoria e outsourcing especialista em soluções de Data Analytics, Data Science e Cloud, acaba de lançar uma solução exclusiva de inteligência de dados para otimizar processos e ações de marketing. A soluçãoMarketing Analytics by Leega combina a arquitetura Cloud, engenharia de dados e machine learning com o objetivo de agregar inteligência a diferentes etapas da jornada de compra do consumidor, possibilitando a construção de uma régua de relacionamento personalizada de acordo com o perfil e ciclo de vida do usuário. Além disso, o uso da ciência de dados permite o aperfeiçoamento de processos e a tomada de decisões mais ágeis e efetivas, impulsionando os resultados de empresas de diferentes portes e áreas de atuação.

Para desenvolver a solução, a Leega considerou, inicialmente, três pilares: identificar os principais desafios do marketing nos diferentes estágios da jornada de compra (atração, conversão, venda e fidelização); mapear os ambientes de tecnologia, ou seja, as ferramentas e parceiros disponíveis, e, por fim, identificar as principais métricas e indicadores utilizados pelas áreas de marketing – como LTV, Vendas, CAC e Churn –  e as maiores necessidades de inteligência – como a clusterização e a recomendação de ofertas.

“Durante seis meses, uma equipe multidisciplinar da Leega realizou diversos testes e pesquisas relacionados ao uso de inteligência de dados para a área de marketing das empresas a fim de pontuar os principais desafios dos profissionais deste setor e construir modelos de inteligência artificial que potencializam a integração, coleta, análise e predição dos dados da empresa. A partir dessa análise cuidadosa, desenvolvemos uma solução que leva em conta as maiores necessidades de inteligência, como conhecer profundamente o cliente, predizer seu comportamento de compra e oferecer uma mensagem aderente e de acordo com seu perfil, aprofundando o relacionamento com a empresa, além de estratégias de campanhas, processos e ferramentas de marketing.  Em outras palavras, fizemos um raio-x ou um diagnóstico amplo do departamento de marketing das organizações para encontrar a melhor solução em inteligência de dados”, explica Ivan Vemado, head of Data Science and Analytics da Leega.

Continue lendo