Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

RDS completa 25 anos com novos clientes e projeção de forte expansão dos negócios

Publicado

em

RDS chega aos 25 anos com muitos motivos para comemorar. A empresa especializada na oferta completa de soluções para o ponto de venda (PDV), com foco em mídia indoor, marketing sensorial e dados, celebra o momento especial com transição na gestão e novos contratos com clientes como Bob’s, Decathlon, Grupo Big e Kopenhagen. Além disso, possui uma missão clara em um cenário de forte retomada do varejo. De um lado cria experiências memoráveis para os consumidores no PDV. De outro, cumpre a missão que está em seu DNA desde sua fundação, ajuda marcas a ampliar estratégias que resultam em aumento das vendas. A RDS combina esses dois fatores com muita tecnologia de ponta para levar seus clientes ao futuro das lojas físicas. Adicionalmente, a RDS tem um planejamento sólido para expansão dos negócios.

Nascida em 1997, a RDS se consolidou no mercado como uma das líderes no segmento “in store media”, oferecendo soluções de conteúdo e tecnologia para rádio e TV indoor. Esses canais conquistaram espaço assumindo papeis de treinamento e comunicação com as equipes internas, além de exercer um importante ponto de contato com os consumidores.

As soluções também podem ser peça chave no trabalho de branding, por meio de ações sob medida, tanto para criação de identidade, quanto de sonorização. Nesse conjunto, vertentes como a infraestrutura de som e o music branding estão entre as mais demandadas.

Nos últimos dois anos, a RDS desenvolveu uma metodologia sistematizada para os projetos de music branding, envolvendo técnicas de design thinking, psicologia da música, sinestesias sonoras e pesquisas fonográficas. Não à toa as soluções da RDS estão presentes em cerca de 10 mil PDVs. Além disso, um novo serviço ligado ao music branding no ambiente digital está em desenvolvimento e deve entrar no portfólio em 2023.

Em seus 25 anos de atividades a RDS trabalhou de perto nas mudanças que marcam a evolução das lojas físicas e está pronta para conduzir as marcas do varejo ao que existe de mais avançado na concepção de PDV do amanhã. Liderar a empresa nesse sentido é o papel de Fernando Ranschburg, que assumiu como CEO, após um bem sucedido processo de transição na gestão.

Presente e futuro – Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam cinco anos consecutivos de crescimento no volume de vendas do varejo, entre 2017 e 2021. Ou seja, o setor seguiu em alta mesmo no período mais crítico da pandemia. Essa performance traz na esteira toda a cadeia de serviços ligada ao varejo.

“A partir do segundo semestre do ano passado tivemos aumento na demanda de novos projetos e fecharemos o ano com 30% de crescimento. Por conta disso, a RDS está acelerando a oferta de novas vertentes, incluindo o desenvolvimento de serviços baseados em análise de dados. Também ganha cada vez destaque o marketing olfativo que, atualmente, é um dos que mais despertam interesse das empresas do setor de varejo”, ressalta Ranschburg.

Ademais, a RDS possui perspectivas bastante otimistas para o médio prazo. “Estamos trabalhando forte para alcançar algumas metas, incluindo o crescimento orgânico dentro dos clientes atuais e a ampliação da carteira dentro do setor de varejo e de franquias”, revela.

Para ele, as lojas físicas constituem um dos principais pontos de manifestação e expressão da marca. “O PDV já havia consolidado um papel de local de relacionamento e entretenimento, mas essas vertentes ganham dimensão ainda maior após o fim das restrições impostas pela pandemia. O período de distanciamento rompeu abruptamente o hábito de socialização, que é indissociável da natureza do ser humano. Agora, as pessoas voltam com ímpeto às ruas e retomam suas rotinas de convívio coletivo. Nesse contexto, os pontos do varejo físico se tornam imprescindíveis para gerar fortes conexões com os consumidores, que vão para comprar ou buscar produtos entregues perto de casa, em uma experiência phygital”, explica Ranschburg.

Esse é um dos fatores que alavanca as demandas dos serviços da RDS, pois os gestores de marketing do varejo estão conscientes da oportunidade deste momento. Por conta disso, explorar os melhores recursos tecnológicos permite transformar os PDVs em um hub de mídia e experiências, oferecendo ótima relação custo-benefício. Adicionalmente, esse movimento pode gerar outros benefícios. Usar bem o digital signage, por exemplo, ajuda a melhorar as práticas de ESG, com redução do uso de papel no PDV. As possibilidades são infinitas”, conclui o CEO.

Continue lendo

Empresa

Heinz lança campanha inspirada em “Deadpool & Wolverine”, da Marvel Studios

Publicado

em

Na preparação para o lançamento de “Deadpool e Wolverine” da Marvel Studios, nos cinemas em 25 de julho, os fãs notaram algo especial nos trajes vermelhos e amarelos, marca registrada dos super-heróis – eles se parecem muito com outra dupla icônica: Ketchup e Mostarda Heinz que anunciou o lançamento de produtos colecionáveis de edição limitada nos EUA, que permitem aos fãs ter embalagens de ketchup e mostarda personalizados e parecidos com Deadpool e Wolverine.

“Depois de ver a conversa nas redes sociais destacando as semelhanças entre nossas duas duplas icônicas – Deadpool & Wolverine e Ketchup & Mostarda Heinz – sabíamos que tínhamos que nos unir ao filme”, disse Lizzy Goodman, gerente de comunicações de marca Heinz na The Kraft Heinz Company. “Depois que fizemos essa conexão – não podíamos “desver” –  pois essas semelhanças vão além da cor. Todo mundo tem um favorito, mas, na verdade, eles ficam melhores juntos, as duas duplas desempenham papéis principais em um verão épico.”

A campanha faz parte de uma collab entre Heinz e Deadpool & Wolverine da Marvel Studios. Inspirada na verdade que os fãs não podem deixar de ver – a semelhança entre as duas duplas icônicas – a campanha é lançada com um curta-metragem com narração personalizada do próprio Deadpool, Ryan Reynolds. O filme começa como um novo spot para “Deadpool e Wolverine”, mas rapidamente se transforma em um anúncio para os icônicos Ketchup e Mostarda Heinz. Em seu estilo clássico de quebrar a quarta parede, Reynolds (como Deadpool) chega à chocante constatação de que ele e Wolverine se parecem exatamente com garrafas de Ketchup e Mostarda da marca.

Continue lendo

Empresa

Uso da blockchain no varejo está estimulando a competitividade do segmento marketeiro

Publicado

em

A competitividade do mercado de varejo está cada vez mais acirrada, com isso, equipes de marketing, inovação e comercialização têm enfrentado, diariamente, grandes desafios para cativar o consumidor, o qual passou a ser mais exigente em suas escolhas. Desta forma, a personalização do atendimento se tornou uma prioridade para o varejo, principalmente para e-commerces, que passaram a investir em tecnologias diferenciadas para se adaptar aos mais diversos consumidores, como o uso da Blockchain.

A tecnologia Blockchain já não é mais novidade, mas seu uso ficou muito conhecido no segmento financeiro, de logística e segurança. Para o varejo, a ferramenta já é bastante implementada na segurança de dados e informações, transações, tal como rastreabilidade e otimização de logísticas e produção, entre outros. Entretanto, o uso tem tomado novos rumos, ainda pouco explorados no mercado e, desta vez, voltado para equipes de marketing, CX e inovação, que passaram a trazer benefícios do cruzamento de dados da Blockchain para o atendimento direto ao cliente, como personalização e co-criação.

“Com o uso da Blockchain, ficou mais fácil para o consumidor participar do processo criativo da marca e se conectar com aquelas que ele mais se identifica. Através dela, as lojas passam a registrar de forma transparente todas as contribuições, criando um histórico confiável, e podendo distribuir recompensas para contribuições, gerando engajamento, conexão, feedbacks mais assertivos e permitindo ajustes mais rápidos e interativos”, explica André Carneiro, CEO da BBChain.

Continue lendo