Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Pink Tax: como as mulheres podem se proteger de taxações indevidas

Publicado

em

Você já deve ter ouvido a frase: “as mulheres gastam mais”. De fato essa percepção é verdadeira, mas não por conta de um alto volume de compras, mas por causa de uma prática machista do mercado.

Um estudo realizado em 2015, pelo Departamento de Assuntos do Consumidor de Nova York, nos Estados Unidos, identificou que as marcas cobram de 7% a 13% a mais das consumidoras do que dos consumidores.

Já no Brasil, a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) registrou, em 2018, que os produtos voltados ao público feminino são até 12,3% mais caros do que aqueles destinados aos homens. Inclusive, essa diferença econômica ocorre desde a fase da infância, em que as roupas das meninas são cerca de 23% mais caras do que as dos meninos. 

De acordo com Ana Paula Miranda, head de Marketing da Allya, HR tech com foco em benefícios corporativos e bem-estar financeiro, esse fenômeno tem nome: pink tax, que em tradução livre significa taxa rosa.

O termo refere-se as versões femininas dos produtos custam mais do que as masculinas, mesmo que elas sejam idênticas, mudando apenas pequenos detalhes, como a cor. Na prática, o movimento é um reflexo das opiniões sociais, que presumem que as mulheres são mais propensas a investir em cuidados pessoais do que os homens. 

“A sociedade não exige tanto esteticamente do público masculino como acontece com o feminino. Portanto, no momento das compras, os homens dão preferência à praticidade e ao preço. Não há uma preocupação com os diferenciais de um produto – o que leva o mercado a explorar as oportunidades que surgem dessa cobrança social ”, comenta a head.

Pensando em auxiliar as mulheres a se protegerem do pink tax, a executiva lista os principais fatores a serem levados em consideração na hora das compras. Confira: 

Pesquise 

Você conhece o portfólio das marcas para os homens? Caso a resposta seja não, o ideal é focar em pesquisas de mercado, a fim de identificar os produtos masculinos que também podem ser úteis ao público feminino. 

Verifique a composição dos produtos

Após identificar os produtos masculinos, analise a diferença que eles têm em comparação com os femininos. Se os itens forem compostos pelos mesmos materiais e tecnologias, é um bom negócio adquirir o mais barato mesmo que tenha sido feito para o “gênero oposto”. 

Priorize o básico 

Muitas marcas acabam aumentando o valor dos produtos por conta da estética. Ou seja, os itens com estruturas básicas e de cores neutras costumam custar menos. 

Esteja aberta a alternativas

Assim como algumas marcas de cartões de crédito disponibilizam descontos em compras, há organizações que apresentam parcerias com empresas de benefícios corporativos, com o objetivo de oferecer cupons de descontos para os colaboradores. Então, esteja aberta a essas alternativas. Além disso, existem estabelecimentos que proporcionam descontos em pagamentos à vista. 

Cuide das suas finanças 

Se o movimento do pink tax existe é porque é alimentado. Ou seja, é necessário desenvolver o hábito de cuidar das finanças pessoais. Afinal, pequenas escolhas do dia a dia têm um grande impacto no bolso no final do mês. 

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Nike e Banheiristas lançam camisas para fãs do canal

Publicado

em

Parceiros desde 2017, a Nike e o canal de YouTube Banheiristas iniciam uma nova etapa da parceria e apresentam dois modelos de camisas especiais para quem é fã do canal e seus criadores, os irmãos Vitor e Caio Lo.

As novas peças foram estreadas pelo time BANHEIRISTAS FC na Copa OneFootball de Fut7 – campeonato exclusivo para youtubers idealizado pelos irmãos – e chegam em Nike.com no dia 30 de novembro.

Em tons contrastantes, a camisa HOME  – chamada de Caio Lo – mistura o roxo, o rosa e o azul. Na frente da peça, a palavra “Raízes” aparece escrito em mandarim, já na parte de trás, a camisa traz o número 9, a posição do Caio.

A camisa AWAY – batizada de Vitor Lo –, traz referências à Seleção Brasileira dos anos 2000 e aparece nas cores volt e preto. O dizer “Legado”, também em mandarim, está na frente da camisa.

Nas costas, o número 10, escolhido por Vitor, é o destaque. Ambas possuem o Swoosh (logo da Nike), o novo escudo do Banheiristas, o sobrenome dos irmãos Lo em fonte especial.

Outro diferencial é a forma como o número da camisa é escrito: em numeral e também por extenso – uma brincadeira em referência ao fato de os jogadores, em campo, serem identificados pelo seus números e não pelos nomes.

Os produtos poderão ser adquiridos exclusivamente no site da Nike a partir do dia 30 de novembro.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Chilli Beans reúne Cleo, Pocah e Virgínia para explorar espírito de euforia social

Publicado

em

A Chilli Beans convidou um time de influenciadores a libertar seus mais loucos e intensos desejos em nova campanha. Questionando o que deixa cada um à flor da pele, a cocriarão batizada de ‘EUFORIA’ pretende abordar o espírito de excitação nessa retomada dos encontros presenciais e explora a estética “tiktoker” para entrar na plataforma em grande estilo. Encabeçada pelo trio Cleo, Pocah e Virgínia, os personagens foram colocados em situações surrealistas, que conversam com o ambiente 100% digital.

Os vídeos, fotos e GIFs produzidos em estúdio trazem truques de edição que vão surpreender os seguidores. Foram 2 diárias em estúdio com todo o time, que incluía @Cleo, @Pocah, @Virginia, Loïc Koutana (@Lhommestatue), @Renankeller, @Vitorliberato, @Dorafigueiredo, @Rayneon e @Caiobigodi. Além do TikTok, os seguidores podem acompanhar os desdobramentos no Instagram da marca @chillibeansoficial e também pelo Twitter @chillibeans.

A nova campanha foi desenvolvida pela House Chilli Beans, agência interna da marca, em parceria com a BR Media, que escalou, além das estrelas, um time diverso de influenciadores e personalidades. O criativo Fernando Schlaepfer foi convidado para dirigir as filmagens, trazendo a sua estética peculiar e cores vibrantes para as cenas.

“É a primeira vez que fazemos uma campanha com criação compartilhada e o resultado ficou surpreendente”, diz Zé Caporrino, Diretor de Criação da House Chilli Beans. A produção da campanha ficou por conta do I Hate Flash. “Sentimos uma abertura muito grande com relação a ideias e seleção de casting, o que fez o trabalho fluir de maneira leve”, conta Fernando Schlaepfer, sócio do coletivo de produções audiovisuais. “O resultado combina a essência da Chilli Beans e do I Hate Flash: uma campanha descontraída, bonita, repleta de brincadeiras visuais e com muita personalidade”, completa.

“A gente não via a hora de viver esse momento, pensar a campanha juntos, em colaboração com parceiros e convidados, e depois partir para filmar e fotografar tudo. Realmente estamos numa EUFORIA com esse novo normal. O pessoal da nossa House captou muito bem o sentimento compartilhado para explorar nas peças e filmes, que estão demais!”, frisou Caito Maia, CEO e fundador da Chilli Beans.

FICHA TÉCNICA:

Criação House Chilli Beans

Direção de Criação: Jose Caporrino

Direção de Arte: Taisa Lira

Diretores de Arte: Rafael Antunes e Kauê Andrade

Redação: Matheus Thuler e Juliana Covre

Community Manager: Raphaela Capobiango

Assistente de CM: Elisa Silva

Atendimento: Everton Lelis

Assistente de Atendimento: Iara Pereira

Equipe Chilli Beans

Aprovação Cliente: Caito Maia

Gerente de Marketing: Cauê Sanchez

Coordenadora de Marketing: Caroline Ventura

Assistente de Marketing: Barbara Ramos

Relações Públicas: Caio Pamphilo

Produtora I Hate Flash

Diretor Criativo e Fotógrafo: Fernando Schlaepfer

Assist. Direção e Roteiros: Juliana Santos

Coordenadora e atendimento: Carol Caddeo

Coordenadora de Produção: Jeanne Yépez

Assist. de Produção: Nico Santos

Assist. de Produção: Tailla Jorge
Cinegrafista e Direção de Fotografia: Bruno Rubim

Assist. Vídeo: Janaina Carvalho

Gaffer: Paulo

Assist. Gaffer: Fabio Azul

Eletricista: Janaina Ribeiro

Video Assist: Vitor Barosi

Op. Áudio: Elis Menezes

Figurino: Tamara Salazar

Camareira: Sissa de Oliveira

Beleza: Guilherme Casagrande

Assist. Beleza: Yanke Vasconcelos, Juliana Bomfim, Raquel Pfutzenreuter

Direção de Arte: Bárbara Besouchet

Logger: Eren Castellano

Ajudante Geral: Hedilena Aparecida

Geradorista: Nelson

Bombeira: Amanda

Equipe Virgínia

Stylist: Tomtom

Produção artística: Emmanuelly

Beleza: Priscila

Equipe Cleo

Beleza: Rodrigo

Stylist: João França

Produção Comercial: Dani

Assistente Pessoal: Juliana

Produção Artística: Beatrix

Equipe Pocah

Assessor: Paulo

Empresário: Marco

Assessor pessoal: Ed

Beleza: Andrei Ries e Jonatam Rocha da Costa

Stylist: Bruno Pimentel

Trilha sonora

Produção: Larinhx

Coordenação: Clarissa Ribeiro

Equipe BR Media Influenciadores

Comercial: Raphael Vignola, Paulo Fabricio e Gabriel Gonçalo
Atendimento: Júlia Aguiar, Thaynara Pio, Andressa Munhoz e Giulia Del Grande
Produção: Leandro Valente e Leticia Diaz
Planejamento: Jordana Fonseca e Victória Gomes

Continue lendo