Conecte-se com a LIVE MARKETING

Digital

MindBe inova e apresenta interface de voz humanizada para interação com os clientes

Publicado

em

Nos últimos anos, a área de Customer Experience (CX) tem apostado na tecnologia para fazer valer a sua máxima de colocar o cliente, definitivamente, no “centro” dos negócios de uma organização. Com o movimento de digitalização atual, foram criados aplicativos e outros canais de interface digital, porém, é inegável que a voz é a forma de comunicação mais natural.

A MindBe, empresa especializada em desenho e gestão de experiência do cliente, conectada com as recentes transformações nas interfaces de melhor experiência para o usuário, está empenhada em projetos de implementação do VUI (Interface de Voz para Usuários), tecnologia que permite o comando de um sistema por meio de voz ou fala, podendo evoluir para uma conversa completa e humanizada, substituindo atendimentos automáticos e mecanizados de URA (unidade de resposta audível).

Por meio do VUI, quando a pessoa fizer a ligação, a interface de voz perguntará o que ela deseja e direcionará exatamente para o seu objetivo final, evitando etapas desnecessárias que acabam consumindo o tempo do cliente. Por exemplo: se o usuário está com um problema com a fatura do cartão, por meio do comando de voz ele falará com o robô que resolverá o seu problema diretamente, de acordo com a jornada que foi desenhada e com disponibilidade de atendimento 24×7.

“Em nossos projetos de VUI, temos um alinhamento profundo com os clientes. Isso vai desde o entendimento dos objetivos de negócio, baseado em KPIS muito claros, até o desenho da persona e das jornadas no VUI”, explica Vito Chiarella Neto, CEO da MindBe. “O desenho de uma experiência de voz vai muito além da configuração de um robô, é um trabalho de muitas mãos e, principalmente, muitas cabeças, como linguistas, designers de experiência, desenvolvedores, entre outros”.

Segundo o executivo, a MindBe aprofunda-se no público da empresa e nas necessidades de cada cliente para, a partir daí, construir as interfaces digitais e realizar todo o Design Conversacional, ou seja, entender o que e como o cliente quer se comunicar neste canal e preparar o VUI para isso. “O VUI vem para substituir as URAs tradicionais, substituindo as vozes robóticas por interações humanas e inteligentes, gerando melhores resultados, maior satisfação do cliente e aproximando a marca”, afirma.

Por ser uma interface viva, o VUI precisa ser ensinado e adaptado constantemente, evoluindo de acordo com o comportamento do consumidor e até mesmo avançando para o entendimento de regionalismos e outras questões de linguagem. “Como em qualquer outra tecnologia, é essencial ter muito claro o propósito da sua implementação e, depois, continuar a sua evolução constante, acompanhando indicadores para atingir os resultados de negócio e uma experiência do cliente extraordinária”, finaliza.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Digital

NFT: Entenda a nova tecnologia que está modificando a maneira de valorizar arte, música e qualquer item compartilhável na internet

Publicado

em

Atualmente no ambiente digital é possível encontrar as mais diversas manifestações artísticas e culturais, desde obras de artes, até filmes independentes, performances em premiações e programas de televisão, clipes musicais e outros formatos. Porém, em sua grande maioria, os conteúdos compartilhados são cópias não autorizadas do produto original, que se tornam virais, e são disseminadas entre as mais diferentes plataformas. Com um olhar voltado para a autenticidade desses produtos, surge a NFT, tecnologia que por meio de uma assinatura digital baseada em um blockchain, permite a qualquer pessoa verificar e autenticar a propriedade de um ativo na internet. Atento às principais tendências que permeiam o universo digital, o empresário Gabriel Lima, diretor de operações e cofundador da MField, agência referência no segmento do marketing digital e de influência, explica como a novidade pode ser vantajosa para os negócios.

De acordo com o empresário, que acumula mais de 5 anos de experiência no segmento digital, as Non-Fungible Tokens (da tradução literal Tokens Não-Fungível), mais conhecidas pela abreviação NFT, assim como qualquer novidade que surge na internet parecem confusas e pouco funcionais, mas essa tecnologia promete grande eficácia em sua execução no mercado, principalmente para o negócio de empresários, marcas, empreendedores e artistas que têm seus trabalhos amplificados dentro do universo digital. “A NFT funciona por meio da aplicação de um código à arte/produto, que a legitima como original, com isso, o proprietário que detém dos direitos pode ter acesso a todas as reproduções realizadas digitalmente”, destaca Gabriel.

Dentre as principais vantagens que a aplicação da tecnologia tem para os produtos na internet, está a possibilidade de valor agregado para comercialização, uma vez que o autor da obra, independentemente de seu modelo, formato e segmento consegue autenticar a mesma como a única e original, processo que já existe no mundo das artes. Leonardo Vinci e Van Gogh, por exemplo, acrescentavam em suas obras assinaturas e outros tipos de inclusão que as categorizam como originais. “Mesmo sendo copiada e tendo réplicas sendo compartilhadas, a peça que possui a NFT é a única dada como original, por dispor de um código único e inalterável”, pontua Gabriel. “Ainda que seja possível autenticar também as cópias, cada peça terá sua NFT específica, sendo assim, o código não é duplicável, o que traz maior segurança contra falsificações”, completa.

Mesmo que recente, a NFT já começa a movimentar o mercado. No início de março, o presidente do Twitter, Jack Dorsey, vendeu seu primeiro tweet na plataforma como NFT, além dele grandes marcas como Gucci e artistas como King Of Leons já começam a aplicar essa tecnologia em seus negócios, que também é o caso da drag queen brasileira Pabllo Vittar, que em publicação misteriosa anunciou que estava trabalhando com NFT, mostrando assim que o formato está ganhando espaço de forma rápida, e a estimativa é que em breve vejamos ainda mais personalidades se utilizando da novidade, principalmente os influenciadores digitais.

Mesmo possuindo grandes atrativos que se dão como vantagens da aplicação da NFT, a tecnologia pode interferir em movimentos digitais que vem ganhando maior destaque dentre os usuários das plataformas, como por exemplo as páginas virais, que disseminam assuntos a todo momento, atingindo os mais distintos públicos e espaços, e que estão sendo fortemente utilizadas na produção de campanhas publicitárias. “Tudo ainda é novo, e o medo do desconhecido é normal, uma vez que os golpes virtuais têm crescido. Acredito que o assunto ainda será fortemente debatido, e se tornará uma das principais tendências nos próximos anos”, completa o empresário.
Continue lendo

Digital

Samsung se inspira em challenges do TikTok para destacar recursos do Galaxy S21 5G nas redes sociais

Publicado

em

Os desafios do TikTok movimentaram a internet nos últimos tempos. De olho nesse formato inovador, a Samsung utilizou os principais challenges da plataforma para apresentar os recursos do Galaxy S21 5G¹ de uma forma moderna e divertida. Com criação da Mutato, a campanha “Fun with Features” será veiculada no TikTok da marca e também no Facebook, Instagram e Twitter.

Em cada um dos cinco filmes de 15 segundos, que envolvem os espectadores com músicas e transições que remetem ao universo da plataforma, a empresa ressalta a bateria inteligente do Galaxy S21 5G¹, o Modo Noturno, para imagens em alta resolução mesmo em ambientes com pouca luz, a função Single Take², que permite a produção de vídeos e fotos em um só clique, além da resolução de 8K³ e Vídeo Snap, para extrair fotos em alta qualidade dos vídeos.
Continue lendo