Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Johnson’s leva conforto às praias brasileiras com van itinerante

Publicado

em

Neste verão, pensando em proporcionar uma experiência inédita para as famílias com crianças, Johnson’s, marca de cuidados com bebês e crianças da Johnson & Johnson Consumer Health, lança uma van itinerante que viajará pelo litoral brasileiro. A ação tem como objetivo disponibilizar um ponto de apoio com duchas e torneiras para lavar as mãos e os pés, espaço interno para trocas de fraldas com conforto e muita sombra, além de cadeiras de descanso embaixo do guarda-sol da marca, durante os meses de dezembro e janeiro. A van itinerante começou a sua jornada no dia 17 de dezembro, tendo como ponto de partida a Riviera de São Lourenço, em Bertioga (SP), rumo às praias em Salvador (BA) e Fortaleza (CE).
A ação integra o reposicionamento da marca e a construção da sua nova assinatura: “Ciência ativada pelo seu cuidado”. Dessa vez, Johnson’s se faz presente no dia a dia das famílias deixando as praias brasileiras ainda mais propícias para os passeios com as crianças. Ao todo, a van itinerante rodará mais de 6 mil km entre São Paulo, Fortaleza e Salvador.
“No verão, muitas famílias visitam o litoral com suas crianças, por isso decidimos levar conforto e praticidade para as belas praias de quatro estados brasileiros. Afinal, é muito bom poder contar com um apoio pertinho do mar e com um espaço planejado para a higienização e o descanso”, afirma Bertha Fernandes, gerente sênior de marketing das marcas de cuidados infantis da Johnson & Johnson Consumer Health.
“Todas as nossas ações são pensadas para marcar presença no cotidiano dos nossos consumidores. Falando em verão e em praia, nada mais natural do que investirmos em mais uma ação bem focada no Nordeste, região muito importante para a marca. Essa ação integra nossa campanha de reposicionamento da marca com estratégia 360º, composta por ativações modernas e atrativas para se aproximar e comunicar de uma nova maneira com millennials e geração Z, além de explorar a rede de apoio em torno de bebês e crianças”, complementa Bertha.
Também para destacar sua contribuição com os cuidados que são parte da rotina das famílias, por meio da expertise, dos diferenciais e da segurança das formulações Johnson’s, a marca firmou parceria com Gol para criar o Cantinho Johnson’s Kids no aeroporto  de Guarulhos, em São Paulo. O espaço integrará o Gol Premium Lounges na Lounge Sala VIP com espaço de mídia e envelopamento do banheiro, e foi desenvolvido tematicamente seguindo a linha conceitual Montessori, trazendo cores, texturas e sensações tanto para crianças quanto para os adultos. Nos meses de dezembro de 2022 e janeiro de 2023, as famílias com crianças já poderão se divertir até o momento do voo. Completando a campanha, Johnson’s marcará presença com speech em voos com destino às principais capitais do nordeste.
Continue lendo

Universo Live

Sucesso da intervenção urbana na Praça dos Arcos, realizada pela Visualfarm, reforçaram a importância da inclusão social, do resgate e ocupação democrática de espaços públicos

Publicado

em

A primeira experiência imersiva, o Visualdome – parceria entre a Visualfarm e o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura,Economia e Indústria Criativas, e ProAC ICMS –, propôs uma reflexão sobre a ocupação urbana e seu impacto no meio ambiente através de imagens 360º projetadas em um domo geodésico de 18 metros de diâmetro, similar a um planetário. As projeções proporcionaram uma experiência audiovisual imersiva comparando o relevo e a vegetação de antes do descobrimento do Brasil ao que temos hoje na área ocupada pela capital paulista.

A segunda, o Tactile apresentado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura, Economia e Indústria Criativas, e ProAC Direto, consistiu na realização de uma pista de dança sensorial para pessoas surdas e ouvintes poderem desfrutar juntos. Música e imagens que traduziam as diversas frequências sonoras foram unidas à sensação tátil através do aplicativo Tactile, que transmite as vibrações da música no aparelho celular em contato com o corpo de cada um.

Guilherme Felipe mergulhou nas duas experiências imersivas do domo geodésico. Ele é o intérprete de LIBRAS no vídeo do Visualdome e esteve na Praça dos Arcos para conferir o resultado. Também, como pessoa surda, ele curtiu a balada na pista de dança Tactile. “Foi uma experiência nova para mim. Eu senti e acompanhei o ritmo da música perfeitamente”, conta Guilherme.

O projeto também contou com o apoio para divulgação de empresas e entidades que trabalham na acessibilidade de pessoas com surdez, como a plataforma de atendimento ICOM, Instituto Santa Terezinha, Centro de Educação para Surdos Rio Branco, APASMA – Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Mauá, Surdo Mundo e Acessibiliart.

Visual Dome

Para a atriz Cris Carniato, Tactile é “uma imersão de sentidos”. Ela achou incrível a proposta de uma pista de dança para pessoas surdas que é inclusiva para ouvintes. A dupla de influencers do Guia Paulistinha também destaca que é uma “mistura de sentidos para pessoas surdas e ouvintes”, enquanto o Visualdome, segundo a dupla, nos faz refletir sobre como “São Paulo se transformou na megalópole de hoje”.

A proposta das ações foi reforçar a importância da inclusão, do resgate e da ocupação dos espaços públicos de forma gratuita e democrática. A Praça dos Arcos, localizada na confluência das avenidas Paulista, Rebouças e Angélica mais rua da Consolação, foi escolhida por ter se tornado somente um ponto de passagem.

O diretor criativo da Visualfarm, Alexis Anastasiou, explica que “nossa intenção, com essa intervenção que combina duas ações diferentes, foi criar pontes entre pessoas com e sem deficiência auditiva e entre o Brasil do passado e o de hoje. Por meio dessas pontes podemos gerar reflexões e mudanças queprecisamos”. E completa, “não podemos simplesmente desistir dos espaços da cidade, aceitando a existência desses vazios urbanos que se transformaram apenas em corredores. Ainda dá tempo de criar soluções alternativas à degradação e incrementar a convivências entre as pessoas”.

Visualdome e Tactile ocuparam a Praça dos Arcos, entre os dias 23 e 28 de novembro, onde centenas de pessoas aproveitaram as experiências imersivas com entrada franca e acessibilidade também para cadeirantes.

Realização: Visualfarm em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura, Economia e Indústria Criativas, e ProACDireto (Tactile) e ProAC ICMS (Visualdome).

Visual Dome

Criada em 2003 por Alexis Anastasiou, a Visualfarm é um estúdio paulista que cria e desenvolve instalações e espaços narrativos com arte e tecnologia, combinado arte, entretenimento, design e robótica. Utilizando som e luz em suas vertentes digitais da projeção, laser, LED e efeitos visuais, a Visualfarm reúne uma equipe multidisciplinar capaz de realizar projetos bastante completos.

O estúdio é responsável pela realização, entre outros, da exposição “Os Mundos de Leonardo da Vinci”, além das projeções e show de drones que marcaram a reinauguração do Museu do Ipiranga. A Visualfarm é pioneira na produção de megaprojeções e espetáculos com imagens criadas por frotas de drones em voos sincronizados, e desenvolveu ainda os festivais Vídeo Guerrilha e de Luzes, que se realiza em São Paulo, Florianópolis e Rio de Janeiro.

Alexis começou sua carreira como pioneiro VJ de festas na cena underground, no final da década de 90. Com a explosão da música eletrônica no começo dos anos 2000, a estética das projeções acabou sendo procurada para as festas e eventos corporativos e Alexis abriu o estúdio Visualfarm em 2003. 

A Visualfarm reúne uma equipe multidisciplinar que possibilitou o desenvolvimento de projeções mapeadas e dos Fulldomes no Brasil. Em 2010, Alexis inicia o projeto Vídeo Guerrilha, um festival de megaprojeções que ganhou prêmios e teve seis edições dentro e fora do País. Desde então, Alexis e a Visualfarm vêm fazendo projeções em todos os principais marcos arquitetônicos no Brasil e em mais de 10 países, tendo ganhado diversos prêmios internacionais de qualidade estética, técnica e de resultados de marketing.

Em 2017, Alexis lançou o livro Mappingfesto, o manifesto do mapping, que aponta para um futuro no qual as cidades serão modificadas com instalações permanentes de projeções em grande formato, possibilitando uma nova era digital no urbanismo e na arquitetura.

Em 2018, a primeira edição do Festival de Luzes de São Paulo foi realizada pela Visualfarm em grandes marcos da cidade. Em 2019, ocorreu a segunda edição do FLSP, com espetáculo de imagens compostas por drones sincronizados no parque do Ibirapuera. Também nesse ano, Alexis recebeu o prêmio da Media Architecture Bienalle, em Pequim, pelo projeto Chave do Centro.

Em 2022, Alexis comandou a primeira edição do Festival de Luzes em Florianópolis, que ocupou três pontos emblemáticos da capital catarinense. Outro destaque desse ano foi o voo de 200 drones na reabertura do Museu do Ipiranga, que marcou a comemoração dos 200 anos de Independência do Brasil. Em 2023, o Festival de Luzes faz sua primeira edição no Rio de Janeiro, com instalações em quatro pontos da cidade: Praça Mauá, Rocinha, Morro Dona Marta e praia do Leme. Alexis assina ainda a exposição Os Mundos de Leonardo da Vinci.

Continue lendo

Universo Live

Mais da metade dos consumidores percebe ações de sustentabilidade das marcas como enganosas, mostra novo relatório da Kantar

Publicado

em

O Índice do Setor de Sustentabilidade 2023, estudo da Kantar que revela as atitudes dos consumidores em relação à sustentabilidade, mostra que as questões relacionadas ao tema se tornaram prioridade para o público. Entretanto, ainda existe espaço para as marcas trabalharem oportunidades e se adaptarem a essa nova realidade. De acordo com o relatório, as preocupações ligadas ao greenwashing – ato de divulgação falsa sobre sustentabilidade – são altas e abrangem diversos segmentos de mercado.

Segundo o estudo global, mais da metade dos entrevistados acredita que marcas de todas as áreas não estão sendo honestas ao divulgarem suas ações de sustentabilidade. Os participantes afirmam que os setores de social media (60%), carne e produtos à base de carne (58%) e roupas e calçados (57%) são os que mais espalham informações incorretas ou não críveis sobre o assunto. 

Na percepção dos brasileiros, as áreas que mais se destacam negativamente são carne e produtos à base de carne (65%), skin care (65%), e fast food e restaurantes (65%).

Por outro lado, na visão global, os segmentos de comida para animais de estimação (42%), produtos de higiene para bebês (46%) e cerveja, vinho e outras bebidas alcoólicas (46%) são percebidos como os que têm maior credibilidade nas ações de sustentabilidade que comunicam aos consumidores. Enquanto no Brasil se destacam os segmentos de veículos híbridos e elétricos (43%), produtos de higiene para bebê (46%) e comida para animais de estimação (46%). 

Contudo, mesmo no que diz respeito a esses segmentos, cinco em cada 10 entrevistados acreditam que as empresas divulgam materiais falsos ou imprecisos sobre desenvolvimento sustentável.

Ainda de acordo com o levantamento, quanto mais os consumidores buscam novas soluções sustentáveis, mais encontram situações de greenwash. Com isso, 50% das pessoas diminuem o consumo ou deixam de comprar os produtos e serviços de negócios que podem impactar negativamente o meio ambiente ou a sociedade. Em contrapartida, as marcas que trabalham ativamente em atividades de sustentabilidade ou estão abertas à mudança são buscadas por 63% dos entrevistados.

No Brasil, 56% dos consumidores pararam de adquirir produtos e serviços de empresas que não investem em sustentabilidade ou impactam o planeta. 77% dos entrevistados brasileiros ainda acreditam que os negócios têm a responsabilidade de tornar a sociedade mais justa, e 67% defendem que as marcas devem se responsabilizar e resolver os problemas climáticos e sociais.

Além disso, aqueles que são mais afetados pelas questões ambientais sentem mais o descaso e as mentiras das empresas. Isso gera um abalo na confiança dos clientes com as marcas. De acordo com o Índice do Setor de Sustentabilidade 2023, é essencial que as instituições sejam honestas em suas campanhas e mudanças, para gerar mais credibilidade e promover integridade, inclusão e identificação.

Continue lendo