Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Inovação: menos PREVISÃO e mais AÇÃO!

Publicado

em

Não dá mais para ficar parado esperando para ver o que vai acontecer, qual previsão vai se concretizar, como uma espécie de “bolão” de Copa do Mundo Corporativo. Afinal o cenário de transformações atuais, acentuado pela pandemia global do covid-19, impôs uma nova realidade que chegou para ficar. Algumas empresas tiveram que parar por força maior, outras continuam trabalhando e inovando porque entendem que o mercado mudou e elas também precisam estar em movimento.

A maioria das empresas de alto crescimento, ou startups, tem um caixa que pode durar de 2 a 4 meses sem receita. No entanto, as grandes e médias empresas, que são mais estruturadas e tem mais condição financeira, têm a obrigação de continuar se reinventando e investindo. 

Dentro deste contexto, é que acredito em uma nova reflexão sobre o tema nas empresas: Menos Previsão e mais Ação. A inovação deve ser vista como investimento e não como custo. Apesar de entendermos que em um momento tão difícil como este se faz necessário um planejamento e revisão de estratégia de sobrevivência, as empresas precisam mudar a mentalidade daqui para frente e acabar com o que chamamos de miopia funcional, onde enxergam somente os ganhos do curto prazo e não a longo. Essa é a hora em que mais precisam inovar.

É necessário mapear as dores do usuário e criar diferentes jornadas a serem testadas e implementadas para gerar resultados de negócios e impacto. 

Para o processo de construção dos projetos dos clientes, é necessário seguir três pilares Cultura, Colaboração e Impacto alinhados com suas crenças centrais:

  • Modelo é não ter modelo – Sim, inovação não é discurso de guru ou receita de bolo. Para eles, umas das poucas certezas é a de que não existe caminho ou modelo certo. O que existe é um caminho de experimentação, sujeito a muitas tentativas, erros e acertos. E, quando se acerta, a missão não acaba, é necessário seguir em frente, buscando melhorias e maneiras de tornar o processo acessível.
  • Inovação é mindset – Inovação é cultura contínua e não somente o próximo produto ou serviço criado pela empresa. A ideia de que é somente um novo produto pode acabar limitando o escopo do que pode ser uma virada de negócios. Por tanto, inovação é colaboração, propósito, empoderamento, coragem para errar, vontade de acertar e determinação para aprender continuamente.
  • Usuário é a estratégia – Quando as metas e objetivos da companhia são definidas, elas são geralmente definidas pelo board, com números, e depois as equipes têm que gerar a demanda e ir atrás dos resultados. A 16 01 acredita que quando o usuário é compreendido e tem suas dores resolvidas, isso em escala é a demanda que será gerada organicamente, e, consequentemente, os resultados virão. Portanto, o usuário não faz parte da estratégia, ele é a estratégia. E por usuário entende-se o seu consumidor, seu público alvo.

Qual a maior dor da inovação hoje? Inovação, em geral, está atrelada a um produto a ser lançado, porém é mais eficiente focar a inovação na resolução da dor do cliente que, consequentemente, é a dor do segmento que atua. O valor de qualquer produto ou serviço é sempre atribuído pelo usuário. É nele que chegam dores e as melhorias do mercado. Vamos sempre comunicar o nosso foco no usuário e mostrar que estamos construindo uma estratégia voltada para que essas melhorias impactem a sua experiência.

E como mudar o conceito de inovação e adequá-la à nova realidade? O modelo antigo está se desfazendo, mas o novo ainda não está pronto. É preciso colaborar e construir junto.

A pesquisa global e anual que a consultoria Deloitte faz em conjunto com a MIT Sloan Management Review com cerca de cinco mil gerentes, executivos e analistas das mais importantes empresas do mundo que investem em inovação digital, incluindo executivos e líderes de opinião das mesmas, detectou que as empresas que são maduras na área têm melhor desempenho do que as menos maduras.

As empresas com maturidade digital têm muito mais probabilidade de colaborar com parceiros externos do que suas contrapartes menos maduras. E, além disso, 80% dos entrevistados das empresas com maturidade digital, dizem que suas organizações cultivam parcerias com outras organizações para facilitar a inovação digital, apenas um terço das empresas em estágio inicial faz o mesmo.

Como é provado, podemos não perceber, mas a economia colaborativa já faz parte de nossas vidas. Os aplicativos de carona, compartilhamento de quartos e financiamento coletivo fazem parte dessa tendência. Até mesmo as wikis mostram como no futuro tudo será realizado em cooperação entre as pessoas. A base dessa ideia é não desperdiçar, os gastos são mais inteligentes e economizam recursos como dinheiro, tempo e espaço. E soluções como essas movimentarão 335 bilhões de dólares em 2025, de acordo com uma pesquisa recente realizada pela consultoria PwC. Mas a mudança é pra ontem, é hora de pensarmos em inovação e colaboração, de uma maneira onde as empresas assumam protagonismo e tenham estrutura e metodologia para fazer acontecer.

Como forma de acelerar esse processo e fomentar a colaboração, a consultoria 16 01 desenvolveu o DIGITAL SPRINT, um workshop 100% digital que preserva a abordagem de design thinking e adapta as ferramentas para o trabalho remoto. 

A nova metodologia vem sendo aplicada junto aos clientes desde o início da pandemia, mas um exemplo particularmente interessante aconteceu em abril/2020 com uma mentoria colaborativa que contou com startups dos maiores hubs de inovação do país: Cubo Itaú, Inovabra e Google for Startups (Brasil), e com os head coaches Thaís Azevedo – Diretora de Marketing do Uber Eats Brasil, Leandro Esposito – Country Manager Waze Brasil e Suzane Almeida – Gerente de B2B AB InBev. Durante a jornada, foram explorados diversos caminhos possíveis, dentro do atual cenário de incertezas e desenvolvidas soluções que ajudam essas startups a navegar melhor por essa adversidade afim de aproveitar o momento para se fortalecerem e se prepararem para a retomada.

Matéria publicada no portal de notícias ADNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Chilli Beans entra no universo esportivo e realiza ação com a Smart Fit

Publicado

em

A Chilli Beans realizou uma ação em parceria com a Smart Fit para divulgar o novo pilar esportivo da marca. Nos últimos dias, as instalações da rede de academias se tornaram palco de diversas ações que deixaram seus alunos com uma “pulga atrás da orelha”. Desde “corredores mascarados”, a adesivos Chilli Sports em TVs, espelhos e esteiras, as pessoas que passaram pelas academias foram impactadas pela mais diversas ações de marketing que também contemplam uma minissérie de quatro capítulos, transmitida na fachada da Smart Fit da Avenida Paulista, e um lançamento em primeira mão da nova linha de óculos da marca.

Renomada por sua criatividade e qualidade em óculos escuros, a Chilli Beans entra mais a fundo no universo esportivo com uma proposta única. Ao se associar à Smart Fit, a marca não apenas amplia seu alcance, mas também reforça sua relevância em um segmento em constante crescimento. “Estamos muito felizes e confiantes com essa parceria. O pilar esportivo da Chilli é uma das nossas maiores apostas para esse ano e ter a Smart Fit como parceira desse projeto é fantástico. Temos certeza que será uma ação irada”, reforça Caito Maia, fundador da Chilli Beans.

A minissérie que será veiculada como parte da ação, terá quatro episódios em que os atores principais são “corredores mascarados” que aparecem de surpresa dentro das academias Smart Fit, vestindo looks com o logo da Chilli Sports, com o propósito de mostrar para os alunos que as duas marcas estão ligadas e de gerar uma curiosidade a respeito do que os esperam. Além de interagir com os alunos da rede, os “corredores mascarados”, ainda irão contracenar com influenciadores do mundo fitness.

“Ficamos orgulhosos em abrir nossas portas para mostrar ao nosso público uma linha de produtos esportivos que agregue valor a nossa marca. Afinal, o esporte está na nossa essência e sempre buscamos parcerias que mostrem isso”, afirma Guilherme Costa, head de marketing Brasil da Smart Fit.

Continue lendo

Empresa

Hotel Ort oferece programação especial para feriado de Corpus Christi

Publicado

em

Durante o feriado de Corpus Christi, Campos do Jordão se destaca como um dos destinos mais procurados do país, oferecendo atrações para todos os públicos. A cidade se revela com sua arquitetura europeia, alta gastronomia e suas belas paisagens naturais, que ganham ainda mais destaque devido aos diversos eventos que ocorrem na região entre os dias 30 de maio e 2 de junho.

As opções de lazer para quem vai subir a serra no feriado vão desde as clássicas festas e bares, para quem busca por uma viagem mais agitada, até os festivais de gastronomia e atrações turísticas, para os visitantes que desejam explorar novas culturas. Além disso, os termômetros da cidade durante a noite podem marcar temperaturas negativas, criando o cenário ideal para curtir o clima de inverno acompanhado de um ótimo vinho.

Procurado por diversos turistas que desejam aproveitar o agito da cidade hospedados em meio à tranquilidade das montanhas, o Hotel Ort, considerado um dos mais prestigiados do país, preparou uma programação especial durante a alta temporada, que se inicia no feriado de Corpus Christi. Durante o sábado (01), o complexo contará com o famoso churrasco Arte do Fogo, composto por um menu selecionado de cortes nobres e um buffet preparado especialmente pelo chef Edmar Mendonça, responsável por comandar a cozinha do restaurante do hotel, considerado o melhor da região pelo Trip Advisor. A programação inclui ainda um Sunset embalado pelo DJ Rodrigo Silva, permitindo que os hóspedes apreciem as deslumbrantes paisagens da Serra da Mantiqueira ao som de uma boa música.

Além disso, as experiências do complexo hoteleiro permitem que o hóspede vivencie uma estadia completa e inesquecível. Suas instalações mesclam a elegância da arquitetura europeia com a beleza da natureza local, acompanhada por uma equipe de funcionários que pensam em cada detalhe, sendo assim, o melhor hotel de montanha do país.

Spa, trilhas, academia equipada com aparelhos de última geração, fire place, quadras poliesportivas, piscinas climatizadas e os dois melhores restaurantes da cidade são algumas das vivências que tornam o Hotel Ort ainda mais encantador. As expectativas para o feriado mais aguardado de Campos são altas e o complexo vem inovando para garantir momentos únicos aos seus visitantes.

Continue lendo