Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Impact Bank: conheça a nova conta digital com propósito social e ambiental

Publicado

em

Impact Bank – fintech criada por ativistas que tem como objetivo engajar pessoas, empresas e ONGs em um movimento para adicionar valor social e ambiental na circulação do dinheiro e financiar transformações para um futuro mais justo e regenerativo – chega ao mercado e já conta com grandes parceiros como Instituto A Gente Transforma, liderado pelo designer Marcelo Rosenbaum .

Para isso, a plataforma disponibiliza serviços de conta de pagamento digital Pessoa Física e Pessoa Jurídica, que incluem cartão pré-pago Mastercard, maquininha de cartão e gateway de pagamento online, além dos serviços básicos de transferências, pagamento de contas e boletos. Em breve, serão incorporados o PIX e outros produtos com viés de impacto social e ambiental, como aplicações de investimentos com critérios ASG (Ambiental, Social e Governança), empréstimo e financiamento, microsseguros e câmbio.

Diferente de outras contas digitais que não cobram tarifas, o Impact Bank oferece três pacotes mensais para Pessoa Física (mensalidade grátis, Básico de R$15 e Premium de R$26) e para Pessoa Jurídica (mensalidade grátis, Básico de R$29 e Premium de R$40), além de pequenas taxas para algumas transações, que viabilizam o propósito da fintech de ser um movimento protagonista na mudança de comportamento e no impacto positivo na sociedade e meio ambiente.

Gabriel Ribenboim, CEO e cofundador do Impact Bank, explica o motivo da cobrança de tarifas: “Somos éticos e transparentes. Não enxergamos as pessoas como produtos e não investimos o dinheiro movimentado nas contas até que possamos oferecer oportunidades de investimento que respeitem os mais altos critérios ambientais, sociais e de governança.

Sem que o usuário gaste nada a mais, o Impact Bank retorna R$0,10 de cada transação com tarifa e até 0,1% de todo valor transacionado nas maquininhas para o Fundo de Transformação, um fundo filantrópico com governança própria. Na conta digital é possível acompanhar os valores doados pela movimentação do usuário, bem como de toda a comunidade, e conhecer as iniciativas de impacto alavancadas.

O foco inicial do fundo é alavancar projetos de ONGs, cooperativas e associações selecionadas, que contribuam efetivamente para a erradicação da pobreza, aumento do emprego digno, crescimento econômico e redução das desigualdades, tópicos que fazem parte dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas).

“Os sistemas econômicos tradicionais não têm como princípio e objetivo o engajamento social e ambiental e falham em responder à necessidade de regeneração do nosso planeta. Com isso, cresce o interesse pelas inovações e a adesão aos modelos de negócios regenerativos que buscam o equilíbrio na relação entre planeta, pessoas e lucro. E é por esse público consciente, que cresce cada vez mais, que queremos começar” destaca Ribenboim.

Quanto mais contas ativas e mais maquininhas em estabelecimentos, maior a capacidade da fintech de oferecer oportunidades de inclusão financeira, já que as tarifas cobradas também patrocinam contas sociais, livres de custo e burocracias, e que são ofertadas para pessoas que não têm acesso ao sistema bancário, através de arranjos inclusivos em comunidades tradicionais e originárias do Brasil.

As estratégias de impacto são articuladas com ONGs parceiras, como: Instituto A Gente Transforma – liderado pelo designer Marcelo Rosenbaum – Sistema B, Instituto Semear, Idesam, Fundação Iochpe, Cidades Sem Fome, entre outras.

Ian Lazoski, cofundador do Impact Bank e da Welight, explica que uma das metas é tornar o arranjo uma instituição de pagamentos e, posteriormente, uma sociedade de crédito direto. “Para nós, o impacto e a comunidade vêm em primeiro lugar e pelo tempo que for necessário, toda a receita, descontadas as doações, será aplicada para aprimorar e ampliar os serviços, melhorar a experiência e maximizar a estratégia de impacto”, completa.

Para conhecer o Impact Bank e abrir sua conta, acesse: www.impactbank.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

NBA House 2024 entra para o calendário de eventos estratégicos de São Paulo

Publicado

em

A NBA House 2024, experiência imersiva de basquete da NBA, foi incluída no calendário de eventos estratégicos da cidade de São Paulo.

“A inclusão do evento no calendário é um reconhecimento da importância do esporte para a cidade. Queremos gerar cada vez mais um legado positivo para São Paulo com atrações diversificadas e reconhecidas internacionalmente como a NBA House”, afirmou Gustavo Pires, presidente da SPTuris e coordenador da Comissão Intersecretarial do Calendário de Eventos Estratégicos da cidade.

“Retornar a São Paulo com nossa maior NBA House até agora em junho mostra o quanto a cidade abraça o basquete, a cultura e os eventos de entretenimento. Estamos entusiasmados com o fato de a NBA House ser reconhecida pela cidade como um evento oficial e mal podemos esperar para dar as boas-vindas aos fãs e às famílias nessa experiência imersiva de basquete, onde eles poderão celebrar seu amor pelo jogo”,  disse o head da NBA Brasil, Rodrigo Vicentini.

A National Basketball Association (NBA) realizará sua maior NBA House no Brasil no Parque Estadual Villa-Lobos, em São Paulo, de quinta-feira, 6 de junho a domingo, 23 de junho, em conjunto com as Finais da NBA de 2024. A atração contará com diversas atividades onde fãs de todas as idades poderão se reunir para comemorar as finais, incluindo festas de exibição em todas as noites de jogos das finais, apresentações ao vivo, competições de basquete e jogos com a chance de ganhar prêmios oficiais da NBA, encontros com celebridades e convidados especiais e uma nova área ao ar livre com meia quadra, praça de alimentação e telas de LED exibindo os jogos das finais dos EUA.

Continue lendo

Empresa

Consultoria de inovação 16 01 adquire participação na D20 Culture, marcando expansão estratégica

Publicado

em

A consultoria de inovação Hub 16 01, fundada pelos publicitários Eduardo Paraske e Leonardo Brazão, está em processo de expansão e acaba de anunciar o investimento em participação na D20 Culture, uma produtora e desenvolvedora de propriedades intelectuais centradas na cultura geek, especialmente RPG (Role Playing Games) e jogos de tabuleiro. O objetivo é criar projetos inovadores que se integrem organicamente à cultura pop e ao entretenimento, para ampliar as fronteiras desse universo e trazer novas experiências e narrativas.

Além disso, a parceria promete explorar maneiras diferentes de engajamento com o público, aproveitando as tendências emergentes no mundo geek e na cultura pop, combinando o conhecimento especializado em inovação e criatividades da 16 01 com a referência e paixão da D20 Culture pela cultura nerd. O movimento também abre novas oportunidades para a expansão dos negócios do Hub 16 01 no campo do RPG, que já é trabalhado atualmente em projetos como o “O Portal”, o primeiro reality show RPG do Brasil.

Este formato inovador de reality show reúne um elenco diversificado, que inclui artistas, atletas, cantores e humoristas, todos eles mergulhando pela primeira vez no universo do RPG de mesa. A primeira temporada encontra-se atualmente em fase de produção. E a afinidade pela prática do Role-Playing Game (RPG) foi o elo que uniu a consultoria de inovação Hub 1601 à D20 Culture. ‘’Ao unirmos nossas forças, não apenas expandimos nossa capacidade de atuação neste universo, mas também redefinimos os limites do que é possível neste ramo ao oferecer nosso know-how em inovação. É o encontro de duas forças criativas, nós como negócios e inovação e a D20 como criadora de conteúdo’’ explica Edu Paraske, sócio da consultoria de inovação Hub 16 01.

Para Léo Brazão, a vertical é extraordinariamente poderosa e está experimentando um crescimento significativo no país. Os jogos de mesa e RPG estão ganhando destaque, especialmente com a chegada de novas franquias ao Brasil, como o RPG da Avatar. “Trata-se de uma febre em ascensão, com uma comunidade altamente engajada. Nossa parceria tem a intenção de não só possibilitar a democratização do mundo geek, mas também trazer consigo conteúdo e diversão de extrema relevância”, explica.

Fundada por Peterson Rodrigues, a D20 Culture surgiu com a missão de não apenas criar conteúdos de qualidade, mas também de inovar e explorar novas formas de entretenimento. Com Ricardo Wendel como sócio, a empresa reúne uma equipe diversificada, capaz de explorar os desafios e oportunidades do mercado. “A entrada recente de Fábio Porchat como sócio representou um marco importante em nossa caminhada, ao trazer consigo sua expertise no mundo do entretenimento. Agora é a vez de Léo Brazão e Edu Paraske se juntarem a nós com o repertório de marcas, criatividade e inovação”, diz o cofundador e CEO da D20 Culture, Peterson Rodrigues.

Continue lendo