Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Fintech brasileira disponibiliza R$ 5 bilhões para antecipação de recebíveis

Publicado

em

A atuação das fintechs no Brasil tem sido cada vez mais ativa e presente, trazendo inovação e facilidade para as empresas gerenciarem cada vez melhor as suas finanças.

A iCertus é uma das referências nesse setor no mercado nacional. A startup de Curitiba (PR) oferece uma série de serviços voltados para a gestão de micro e pequenas indústrias, com destaque na área de Crédito, facilitando a rotina do micro e pequeno empresário, deixando o crédito ao alcance de um CLICK, mas o objetivo é ir além. Em 2021, a empresa cresceu de forma exponencial e os planos de expansão para o próximo ano já começam a todo o vapor.

Fábio Ieger, CEO da iCertus, revela números que podem animar pequenas e microempresas que buscam esse tipo de serviço financeiro. “No momento estamos com R$ 5 bilhões disponíveis em caixa para antecipar, sendo que deste valor, apenas 20% foram antecipados pelos nossos clientes. Esse é o maior montante já levantado por uma fintech no Brasil”, relata.

A empresa tem apresentado um grande crescimento desde a implementação da nova ferramenta, tendo em vista que dados apontam um aumento de 300% ao mês em valores de antecipação. A iCertus espera que esses números sejam ainda maiores neste final de ano, devido à promoção de taxa zero para o primeiro adiantamento de crédito durante o mês de dezembro.

Além disso, Ieger revela que em geral as taxas de antecipação são bem baixas e tem sugerido aos empreendedores que utilizam a plataforma ofereçam facilidade na hora de parcelar, ao invés de desconto no pagamento à vista. “Orientamos nossos clientes a não investir tempo negociando prazos ou desconto para pagamento das vendas realizadas. É possível parcelar em quantas vezes forem necessárias, até 180 dias, porque a iCertus paga à vista”, reforça.

Parte do crescimento que a iCertus alcançou em 2021 se deve a parceria que a empresa firmou com o SEBRAE-SP que, segundo Ieger, trouxe diversos novos usuários para o hub da startup. “Conduzir os trabalhos desta forma tem dado muitos frutos, ajudando diversos micro e pequenos empresários, além de pequenas indústrias no estado de São Paulo”, explica o CEO que já visa a parceria com o SEBRAE de outros estados.

De olho na evolução do mercado, o líder de vendas Felipe Varejão explica que a empresa busca expandir sua equipe e está monitorando profissionais em várias funções, como programação, analista de inteligência artificial, setor de vendas e também atendimento. “Queremos contratar talentos independentemente de onde eles estejam fisicamente. Se a pessoa for capacitada e competente em sua área de atuação, já é perfeito para atuar conosco”, finaliza.

 

Continue lendo

Empresa

Águia Branca lança campanha especial de São João assinada pela Hagens

Publicado

em

Esperando há dois anos para retomar as celebrações e a alegria dos tradicionais festejos, a população da região está ansiosa para promover essa catarse cultural, cheia de reencontros e oportunidades que movimentarão ainda mais o turismo e a economia dos estados que celebram a data. A campanha tem foco nos mercados do sul da Bahia e Petrolina, trabalhando por meio das peças o uso dos canais digitais da empresa como a melhor opção de compra para os clientes.

Assinada pela agência Hagens, a identidade visual da campanha traz como referência a xilogravura e a literatura de cordel, com o ônibus estilizado e ilustrações que remetem a figuras tradicionais do São João, como o sanfoneiro, um balão e a dança tradicional da quadrilha. Com tom descontraído, as peças apostam na brasilidade e têm o objetivo de celebrar com os passageiros nesse momento de retorno às festividades. Para destacar e trazer o tom alegre e festivo, o verde limão e o laranja são utilizados como pontos de destaque. A campanha contará também com um jingle especial que veiculará em rádios do Nordeste e comercial de 30” para TV, além de diversas peças e estratégias online em todos os mercados de atuação da empresa.

Continue lendo

Empresa

Marketing digital é uma das grandes apostas do Grupo Stefanini, que anuncia aquisição da Ecglobal

Publicado

em

Com um faturamento de R$ 5 bilhões em 2021 e expectativa acima de R$ 6 bilhões este ano, utilizando uma estratégia baseada em crescimento orgânico e aquisições, o Grupo Stefanini dá mais um passo para ampliar seu ecossistema de inovação composto por mais de 30 empresas. Dessa vez, o foco é complementar o portfólio de soluções do ecossistema de marketing digital, batizado de Haus, com a aquisição da Ecglobal, uma empresa brasileira, com operações no exterior – países da América Latina e Estados Unidos -, que desenvolveu uma plataforma colaborativa, com tecnologia proprietária, para criar comunidades e redes sociais. O objetivo é que marcas e consumidores se engajem, colaborem e cocriem melhores produtos e experiências, sendo os dados de propriedade das empresas.

Responsável por divulgar anualmente o Net Love Score – NLS, estudo que revela as marcas que conquistaram o Brasil, a Ecglobal busca entender a evolução das tendências comportamentais dos consumidores, a partir da combinação de social listening em comunidades, com metodologias de pesquisas quantitativas e qualitativas. Sua plataforma promove uma participação ativa na rotina das pessoas por meio da automação e inteligência de dados e consegue interagir rapidamente em torno de uma causa ou propósito, impulsionando novos negócios.

Pela rede Ecglobal, as equipes de marketing, inovação e CX/UX podem desenvolver e validar conceitos, próximas inovações, experiências, posicionamento e comunicação. Da mesma maneira, a área de pesquisa pode gerar insights estratégicos para os departamentos de marketing e branding. É um espaço onde os participantes podem ouvir e ser ouvidos, receber informações e influenciar decisões de marcas e organizações que admiram.

Para o Managing Partner da Haus, Guilherme Stefanini, a chegada da Ecglobal ao grupo reforça a estratégia de aportar cada vez tecnologia e inteligência ao marketing para trazer resultados. Ao unir expertises, as empresas ampliam a capacidade de analisar dados, geram mais inteligência, se aproximam dos clientes e criam comunidades, que podem ser segmentadas por interesses comuns, discutem alternativas para tomar decisões mais assertivas e agregar valor ao negócio.

Continue lendo