Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Estudo da SBVC mostra aumento da importância do varejo na economia

Publicado

em

Estudo “O Papel do Varejo na Economia Brasileira” mostra que setor tem crescimento acima do PIB e revela impactos do Covid-19 sobre os negócios

O varejo brasileiro continua crescendo acima do PIB e impulsionando a economia do País, mesmo em um cenário impactado pela crise do coronavírus. O mais recente estudo realizado pela SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo), “O Papel do Varejo na Economia Brasileira”, faz uma radiografia atual e completa do setor no País, analisa em detalhes sua participação na economia nacional; traz números por área de atuação, estatísticas e fatores de influência em seu desempenho; e revela os impactos do Covid-19 sobre o setor.

Como tem acontecido nos últimos anos, em 2019 o varejo apresentou um desempenho significativamente superior ao da economia como um todo. Desta vez, o crescimento do Varejo Restrito (que não inclui automóveis e materiais de construção) foi de 1,8%, contra 1,1% do PIB nacional. Movimentando R$ 1,4 trilhão, o Varejo Restrito equivale a 19,24% do PIB. O Varejo Ampliado, por sua vez, alcançou R$ 1,91 trilhão em 2019, com crescimento real de 3,9%, e representa 26,2% do PIB.

Essa importância é demonstrada no volume de empregos gerados. De acordo com o estudo, o varejo emprega cerca de 26% dos trabalhadores com carteira assinada no País, ou mais de 8,5 milhões de pessoas. “Estes números mostram a força e a importância do setor para o País, comenta Eduardo Terra, Presidente da SBVC.

Embora o estudo consolide números de 2019 no varejo brasileiro, não poderia deixar de contar com uma seção analisando o impacto do Covid-19 sobre os negócios. “O cenário do varejo em abril de 2020 é completamente diferente daquele com o qual fechamos 2019”, comenta Terra. “O ano passado teve uma aceleração do desempenho no segundo semestre e trouxe expectativas positivas, que foram impactadas pelo coronavírus”, analisa. “Ainda é impossível fazer previsões sólidas sobre como o setor sairá deste momento, mas é certo que a transformação digital dos negócios ganhou um forte impulso e que o comportamento dos consumidores mudará, gerando um novo ciclo de desafios e oportunidades”, afirma.

O estudo “O Papel do Varejo na Economia Brasileira” alinha e estrutura conceitos, definições, classificações, estatísticas e números a respeito do varejo na economia brasileira e mostra em detalhes um retrato do passado recente do setor, com uma análise da situação atual. “É fundamental que um segmento que emprega um em cada cinco trabalhadores brasileiros e que gera impacto em dois terços do PIB do País seja cada vez mais estudado e analisado, para que toda sua cadeia de valor e os diversos órgãos dos poderes Executivo e Legislativo possam conhecê-lo e compreendê-lo mais profundamente”, afirma Eduardo Terra, presidente da SBVC.

As principais entidades que representam o varejo nacional contribuíram com a formulação dos conceitos, definições e classificações, trazendo para o estudo seus dados e estatísticas para que, organizados, possam dar um entendimento mais claro e detalhado do papel de cada uma na economia brasileira. Para Eduardo Terra, esse alinhamento de conceitos e definições é fundamental. “Contando com o apoio das principais entidades de classe de âmbito nacional, conseguimos unificar alguns conceitos e estabelecer números mais alinhados e comuns a todo setor”, afirma Eduardo. “Isso traz uma visão mais ampla da força do varejo e de sua importância para a economia brasileira”, acrescenta.

O estudo levou em consideração os números e levantamentos das entidades representativas dos seguintes segmentos: Franchising, Shopping Centers, Hiper e Supermercados, Bares e Restaurantes, E-commerce, Material de Construção, Farmácias e Drogarias, Livrarias, Perfumarias e Pet Shops. O levantamento mostra o cenário atual que caracteriza um novo ciclo para o setor varejista, desafiando empresas a continuar seu processo de expansão, perseguindo simultaneamente mais eficiência e competitividade.

O estudo está disponível para download na íntegra no site da SBVC: http://sbvc.com.br/o-papel-do-varejo-na-economia-brasileira-atualizacao-2020/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

GMD assina campanha para a Roku

Publicado

em

A GMD acaba de assinar mais uma campanha de marketing  da Roku, plataforma de streaming para TV líder nos Estados Unidos em horas de consumo, segundo a Hypothesis Group. A nova campanha conta com mais de 40 peças publicitárias.

Com o objetivo de ampliar o awareness da Roku no país e estimular as vendas de produtos nos meses de maio e junho, a campanha criada pela GMD complementa outras iniciativas da empresa. Para isso, foram criados dezenas de vídeos em diferentes formatos e tamanhos, direcionados aos fãs de streaming que têm por hábito consumir conteúdos como filmes, séries, jogos de futebol, música, entre outros. 

Para desenvolver a campanha, a GMD contou com um time de 13 profissionais e levou cerca de um mês entre planejamento e produção. Lucas Patrício, CEO da GMD, acredita que os excelentes resultados conquistados no ano passado, quando fizeram o primeiro trabalho para a Roku, foram determinantes para a realização da nova campanha.

“A GMD tem bastante sinergia com os mercados do entretenimento e tecnologia, não só pelo histórico da agência no segmento, mas porque todos aqui são consumidores. Entendemos rapidamente a mensagem que a Roku queria transmitir e os resultados do ano passado foram bastante positivos. Esperamos repetir o sucesso de alcance, engajamento e conversão nessa nova campanha”, comenta.

Ficha técnica:

Gerente de Projetos: Barbara Toscano

Analista de Projetos: Thais Queiroz

Especialista de mídia: Gilmar Pereira

Diretor e roteirista: Vina Aguiar

Editor: Rafael Balão

Diretores de arte: Bruno Ribeiro e Lucas Coimbra

Analista de Conteúdo: Diogo Carvalho

Continue lendo

Empresa

Waze convida usuários a corrigirem a pronúncia de vias públicas

Publicado

em

Waze, a plataforma que conecta comunidades dentro e fora das estradas, lança uma nova campanha comunitária para melhorar e atualizar a pronúncia de ruas, avenidas e rotas em português. A ativação faz parte do trabalho de desenvolvimento da operação de conversão de texto em voz dos engenheiros da empresa, que visa tornar uma das suas vozes padrão – a Alessandra, que reproduz o nome das ruas e avenidas – mais fluente e compreensível para os usuários do aplicativo.

A partir do dia 15 de maio e até dia 31/05, os usuários do Waze poderão ajudar a aprimorar a experiência de navegação para si e para outras pessoas ao relatar a pronúncia incorreta de nomes de ruas e rotas em todo o país. Por meio desse formulário, o feedback será enviado aos engenheiros e desenvolvedores da empresa e ajudará a atualizar e melhorar a experiência de navegação para milhões de motoristas do Brasil. A iniciativa já foi realizada em Israel, país onde o aplicativo nasceu e o resultado foi bastante satisfatório, em duas semanas de campanha foram feitos 200% mais ajustes do que em um ano. Os usuários agora têm uma pronúncia em hebraico muito mais clara e fluída.

O Waze adiciona recursos úteis regularmente, atualizar o desenvolvimento de texto para fala é outra melhoria projetada para aperfeiçoar a experiência do uso em português do Brasil.

Continue lendo