Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

CM.com apresenta dicas para um bom atendimento e sucesso na Black Friday

Publicado

em

Uma pesquisa sobre a Black Friday realizada pelo Google Brasil em parceria com a Offerwise, revela que, neste ano, 70% dos consumidores irão gastar mais que em 2022. Além disso, 91% afirmam que irão pesquisar online antes de comprar algo durante o período. Dessa forma, ter uma estratégia bem planejada pode ser fator crucial para as empresas se destacarem em meio à concorrência e ter impactos positivos a longo prazo. Entretanto, não é apenas o bom desconto que chama a atenção dos consumidores, mas também saber transformar a comunicação em conversão de vendas, é o que defende a  CM.com, empresa holandesa que atua no segmento do comércio conversacional (ConvComm).

Para Glaucia Hora, gerente de marketing digital sênior da CM.com, a utilização de redes sociais e aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, proporcionam abordagens inovadoras para transformar conversas em conversões dentro de um contexto cada vez mais personalizado, principalmente diante de momentos de altas vendas.

“O marketing conversacional entende a individualidade de cada um e coloca o controle do processo de vendas diretamente nas mãos do cliente. Tudo isso a partir do princípio de dar ao consumidor o que ele deseja e quando deseja. Quando as marcas utilizam as ferramentas adequadas, cada interação é uma oportunidade e cada conversa reflete uma potencial conversão. Por isso, usar dados para entender seu comportamento e ofertar algo de real interesse é imprescindível. Estar atento ao que o cliente deseja é a chave para trazer a conversão, isso inclui prestar atenção no histórico e também nas interações feitas dentro do ecossistema digital da empresa, de modo a criar campanhas mais assertivas de acordo com o interesse do consumidor”, diz a executiva.

Para ela, a organização e o planejamento são dois aspectos essenciais para garantir o sucesso de uma campanha, e esse é o momento de preparar sua equipe para lidar com um volume de consultas significativamente maior. A implementação de chatbots pode ajudar a filtrar questões mais simples daquelas mais complexas que requerem atendimento humano para serem solucionadas.

Também é importante que as ofertas e promoções sejam claras e de fácil compreensão para os clientes. Nesse sentido, um sistema de suporte proativo, que inclui e-mails ou canais conversacionais como WhatsApp, Instagram ou Facebook, pode ajudar no fornecimento de informações relevantes como prazos de entrega e políticas de devolução, de forma a garantir a transparência no processo de compras.

Durante a Black Friday, mais que apenas responder dúvidas ou resolver problemas, é necessário construir uma conexão duradoura com os clientes, que por sua vez, esperam um atendimento rápido e personalizado. Além disso, ao utilizar os canais preferidos dos consumidores, as marcas têm a possibilidade de garantir uma experiência consistente e marcante, evitando também o abandono de carrinhos – que é uma dor no mundo do e-commerce – ao enviar a mensagem certa, no canal certo.

Ainda no contexto do atendimento, integrar soluções de inteligência artificial pode ajudar a tornar a comunicação entre empresas e clientes mais eficaz. Isso pode ser aplicado tanto no atendimento quanto no envio de conteúdo personalizado. Outros fatores importantes para se considerar durante o período incluem oferecer opções de pagamento flexíveis, benefícios como entrega grátis, cashback e programas de fidelidade.

Continue lendo

Empresa

Coca-Cola lança no Brasil a plataforma Coca-Cola Food Fest, combinando gastronomia e música

Publicado

em

A Coca-Cola acaba de lançar o Coca-Cola Food Fests, que são festivais que integram gastronomia e música, celebrando a conexão entre pessoas em momentos especiais. O Brasil é um lugar no mundo onde a comida carrega um significado especial e a nova plataforma da marca chega como uma forma de celebrar esse lado da cultura nacional e não há ocasião melhor para dar início a essa comemoração do que as festividades de São João.

O São João escolhido para o lançamento do Coca-Cola Food Fest será o da Bahia, exaltando o melhor da culinária regional, música ao vivo e experiências interativas. As cidades Cruz das Almas e Santo Antônio de Jesus receberão ativações especiais de Coca-Cola em seus festivais, e Santo Antônio de Jesus foi escolhida para receber a novidade da marca entre os dias 20 e 24 de junho, como uma forma da Coca-Cola celebrar e valorizar esse pedacinho da cultura nacional e gerar, também, visibilidade em um evento icônico no Brasil.

Com mais de 500 mil pessoas passando pelas cidades durante os festejos de São João, Cruz das Almas e Santo Antônio de Jesus se consolidaram como destinos procurados nesse período do ano. O Coca-Cola Food Fest chega ao Santo Antônio de Jesus misturando a magia da Coca-Cola com a culinária junina, unindo o tradicional e experiências únicas em um só lugar. A área conta com mais de 130 barraquinhas de comidas típicas do São João. A ideia principal da marca nesse espaço é servir mais que comida, proporcionando momentos especiais para todo o público que passar por lá. Além disso, a campanha reforça a importância da gastronomia local, destacando as delícias da culinária regional e celebrando a rica cultura de São João, criando um vínculo emocional profundo com os visitantes.

“A nova plataforma Coca-Cola Food Fests chega ao Brasil em um momento histórico, que é o São João no Brasil. Este lançamento reflete o compromisso da Coca-Cola em valorizar as tradições locais e proporcionar experiências únicas. O São João é uma festa rica em cultura e tradição, e queremos que todos sintam a magia desse momento ao mesmo tempo em que apresentamos essa novidade em todo mundo. É um privilégio poder unir a culinária junina, a música e momentos especiais em um só lugar, conectando pessoas e celebrando o que há de melhor no Brasil”, destaca Ted Ketterer, head de marketing da Coca-Cola Brasil.

Continue lendo

Empresa

Universal Studios impulsiona o mercado imobiliário na Flórida com novo parque

Publicado

em

A Flórida, conhecida como o “Sunshine State”, está prestes a receber um novo atrativo de peso: a Universal Studios está investindo US$ 1 bilhão na construção do Epic Universe, um novo parque temático, impulsionando a economia local e gerando oportunidades promissoras para o setor imobiliário na região. A empolgação tem seus motivos – entre eles, o fato de que o novo parque será sete vezes maior que o Magic Kingdom, da Disney.

O Epic será o terceiro parque da Universal na Flórida e trará diversas atrações inovadoras, prometendo se tornar um destino turístico imperdível para famílias e visitantes de todas as idades. A construção do parque foi anunciada em 2019, mas por conta da pandemia, teve de ser paralisada. Os trabalhos foram retomados em 2021 e a inauguração está programada para 2025.

Leandro Sobrinho é especialista em investimentos imobiliários na Flórida e sócio da Davila Finance. A empresa, com sede no estado americano, atua em gestão e investimentos e desenvolvimento de novos projetos para imóveis.

Ele destaca o potencial positivo que o novo parque trará para o mercado imobiliário da região. “A construção do parque da Universal Studios é um marco histórico para a Flórida e representa um grande impulso para a economia local. A expectativa é que a demanda por imóveis na região aumente significativamente, especialmente em áreas próximas ao novo parque temático”, comemora.

Não é para menos: a proporção verdadeiramente épica da empreitada se traduz no tamanho do terreno, com 3 milhões de metros quadrados. É o suficiente para abrigar quatro áreas temáticas, incluindo os universos de Harry Potter, Super Nintendo World e Como Treinar Seu Dragão.

Carlos Malagoni, um dos sócios-fundadores da Davila Finance, concorda que faz sentido o investimento pesado no estado. “A Flórida já é um mercado robusto, e este novo desenvolvimento promete impulsionar ainda mais a valorização dos imóveis na região. Com nossa vasta experiência em gerenciamento de diferentes classes de ativos, estamos preparados para ajudar nossos clientes a capitalizar essas oportunidades e obter retornos substanciais”, aponta.

Continue lendo